quarta-feira, julho 16, 2008

Pablo Aimar

Pablo Aimar já é jogador do Benfica.
O médio argentino assinou por quatro temporadas pelos encarnados.
O Benfica paga 6,5 milhões de euros pelo internacional argentino.
Aos 28 anos (completa 29 a 3 de Novembro), Pablo Aimar encontra no Benfica a oportunidade de relançar uma carreira já bem recheada de sucessos mas que, nos últimos anos, tem ficado aquém das expectativas.
Estreando-se na primeira categoria do River Plate em 1996, ainda antes de completar 17 anos, Aimar estreou-se a marcar com a camisola dos «gallinas» em Fevereiro de 1998.
Mas nessa altura já tinha no currículo um título mundial e um sul-americano de sub-20.
Jogando como médio ofensivo (o clássico «mediapunta» de que tanto gostam os argentinos) ou segundo avançado, deu nas vistas pela técnica refinada e pela elegância, por contraste com uma planta física pouco imponente.
A transferência para o Valência, em 2000/01 consumou a esperada passagem para o futebol europeu.
Com uma adaptação complicada, nas primeiras épocas não jogou com a assiduidade que seguramente esperava, mas ainda foi a tempo de tornar-se uma das referências da equipa, ao cabo de seis temporadas, coroadas com a conquista de duas Ligas, em 2002 e 2004 e uma Taça UEFA e Supertaça Europeia, em 2004.
Em 2006, já depois de ter participado no seu segundo Campeonato do Mundo, assinou pelo Saragoça, a troco de 12 milhões de euros para os cofres da equipa ché, numa altura em que já acusava problemas físicos por conta de uma lesão no joelho, que antecedeu uma pubalgia demorada.
Nesse mesmo ano foi consagrado pela agência EFE como o melhor jogador iberoamericano da Liga.
Mas os problemas físicos falaram mais alto a partir daí e a segunda temporada no Saragoça revelou-se um pesadelo, tanto no plano pessoal como no desportivo.
A despromoção à segunda divisão marcou o fim da etapa espanhola da sua carreira. Para «el Payaso», tudo recomeça em Portugal.

Clubes:
River Plate (1996-2000); Valência (2000-06) e Saragoça (2006-08)

Currículo:
Selecção (51 jogos): campeão mundial de sub-20; duas vezes campeão sul-americano de sub-20; duas presenças em fases finais de Mundiais (2002 e 2006)
Com o River Plate: 2 títulos Apertura e 1 Clausura; 1 Supertaça sul-americana
Com o Valência: 2 Ligas de Espanha; 1 Taça UEFA; 1 Supertaça Europeia

Fonte: Maisfutebol.iol.pt

Para mim, que sempre admirei a sua qualidade técnica e a sua visão de jogo, é com desmedida satisfação que o vejo envergar a camisola do Benfica.
Não ignoro os problemas físicos que o têm apoquentado, nem que a sua prestação competitiva tem vindo a decrescer nas últimas temporadas, mas espero e desejo que possa regressar ao esplendor e à fulgência de outros tempos ao serviço do Benfica.



18 comentários:

pachulico disse...

Mais do que comentar a vinda do Aimar, permitam a minha estupefacção com a noticia do emprestimo do Daniel Carvalho ao Internacional de Portoalegre...Trata-se de um jogador extraordinário, talvez sofrendo de uma forma ligeira do sindrome Rochembach (diga-se OBESIDADE) mas sem duvida com lugar em qq das 3 principais equipas da nossa liga. É verdade que na época finda não o acompanhei com de costume mas paece-me, salvo algum problema fisico grave, jogador a mais para um regresso tão precoce ao Brasil...

Vermelho disse...

Amigo Pachulico:
Concordo, na íntegra, com o teu comentário no que concerne à apreciação das qualidades futebolísticas de Daniel Carvalho.
Devo, apenas, ressalvar que o seu regresso ao Brasil surge como contrapartida da sua renovação com o CSKA.
Abraço.

JorgeMínimo disse...

Caro Pachulico:

Esse senhor foi um dos principais responsáveis pela minha maior tristeza desportiva.

vermelhosempre disse...

Amigo Nunca, ainda bem que os meus receios não se confirmaram. HOJE SIM, É O DIA A.. de Azia para os condóminos anti-benfica e anti-Costa.

Aimar.. Olé

PanKreas disse...

O Aimar só vai receber 1,8 M €!!!

JC disse...

Parabéns aos condóminos benfiquistas pela contratação de Pablo Aimar.
Confesso desconhecer a condição física do jogador e mesmo o seu rendimento nos dois últimos anos ao serviço do Saragoça, mas trata-se indubitavelmente de um grande jogador.
Se estiver ainda ao seu nível, ou se o conseguir recuperar - pois ao que parece tem atravessado problemas físicos - é sem dúvida uma grande contratação.
Não deixo de estranhar, porém, o reduzido custo do jogador.
6,5 milhões de euros - mais 0,5 milhões do que Di Maria custou ao Benfica - parece-me pouco para um titular da selecção argentina.
Poderá dever-se de facto à sua deficiente condição física.

Deixo uma referência também à contratação, pelo SCP, de Ricardo Batista, GR da nossa selecção de sub-21.
Tenho ideia de ser um bom GR, embora ainda inexperiente, mas que garante ao SCP o futuro em termos de guarda-redes.
Vejamos se Patrício está à altura, já, de acautelar o presente.
Tenho a impressão que sim.

Zex disse...

"Palhaço" é um bom contrato, em teoria, para o Benfica. E, ao que parece, por um preço bem razoável, pelo menos atento o nome do jogador.
A dúvida está em saber se atingirá o nível de há quatro anos.
Confesso que no ano passado vi um ou outro seu jogo no Zaragoza e o rendimento foi lamentável.
Resta saber se vem na curva descendente da carreira ou se está a tempo de recuperar.
Nota para o contentamento geral da imprensa, como é habitual. A depressão estava a tomar conta dos jornalistas, mas apareceu o orgasmo salvador, de que este blog é prova acabada.
Aliás, o Orelhas que iria beneficiar do mega favor que a RTP iria fazer hoje ao Benfica, agendando-lhe uma oportuna entrevista, para que ele pudesse dizer as habituais baboseiras e conseguisse tranquilizar os adeptos, após o reverso da Champions, tem uma oportunidade histórica para prometer mundos e fundos.
Eu não vou poder assistir.

Mestrecavungi disse...

Para mim, que sempre admirei a sua qualidade técnica e a sua visão de jogo, é com desmedida satisfação que o vejo envergar a camisola do Benfica.
Não ignoro os problemas físicos que o têm apoquentado, nem que a sua prestação competitiva tem vindo a decrescer nas últimas temporadas, mas espero e desejo que possa regressar ao esplendor e à fulgência de outros tempos ao serviço do Benfica.

Mestrecavungi disse...

Amigo Pachulico,
Eu gosto muito do Daniel Carvalho.
Ele e Wagner Love deram-me uma bela prenda de anos em 2005!

Mestrecavungi disse...

Amigo Mestre JC,
Ricardo Baptista é sem sombra de dúvidas melhor que o Rui Patreca!
Mas são, na minha opinião, os dois piores que o Stoikovic.

Mestrecavungi disse...

Amigo Sempre,
Hoje para os lados de Alvalade é dia A de azia e tambem dia R.
Não de Ricardo Baptista, mas R de Raiva.

VermelhoNunca disse...

Ontem dia de orgasmo para o Impostor, em virtude da abertura dos saldos e consequente compra de Aimar. Um dos 3 melhores numero 10 do Mundo, segundo o senhor Rui Costa. Os outros são Deco e Riquelme, na opinião do admnistrador. 6,5 milhões de euros, é de facto um preço de saldo.
Fico contente pelos condóminos lampiões, porque contrataram um dos 3 melhore do MUndo, para o Maior clube do Mundo, com a maior massa adepta do Mundo.
Qual o valor que o Benfica terá de pagar ao FCPOrto, pelas custas do processo que perdeu na UEFA?

VermelhoNunca disse...

Raiva, amigo Impostor? Raiva porquê? A mim não me incomoda absolutamente nada a ida da Aimar para o curral, pode ter a certeza disso.
Reconheço no entanto, que como manobra de marketing, estiveram bem. Chegada em voo privado, tal como Camacho ( até nisto são os maiores) e depois de nomes como Yebda, Urreta e outros que tais, Aimar assenta-vos que nem uma luva.
Não se esqueça que estamos a falar do 4º classificado da LIga Portuguesa, e que o investimento que estão a fazer dará os seus fruts ( talvez lutem pelo 3º lugar).

VermelhoNunca disse...

O Barcelona comprou Hleb ao Arsenal, por 15 milhões de euros( 2 Aimar). Alguém sabe quando abre em Espanha a época dos saldos?

Vermelho disse...

Amigo Nunca:
As custas não são devidas ao Porto, mas sim ao TAS.
Abraço.

VermelhoNunca disse...

Sim, tem razão amigo Vermelho. Custas a dividir por várias partes. E o valor que cabe a cada um, já tem conhecimento?

Vermelho disse...

Amigo Nunca:
Desconheço.
Ao Benfica cabe a responsabilidade de 1/3 das custas devidas, sendo os restantes 2/3 da responsabilidade de Guimarães e UEFA, nos termos da decisão do TAS.

VermelhoNunca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.