terça-feira, janeiro 15, 2008

Livro de Reclamações

1 - Disse a semana passada que "Ou o valor de mercado dos reforços a contratar é indiscutivelmente alto ou não se percebe tanta inacção."
Afinal, visto o primeiro reforço do Benfica sou forçado a concluir que nenhuma das hipóteses equacionadas se revelou correcta!
O Benfica contratou Spesi, lateral esquerdo de 21 anos, internacional sub-21 romeno.
Ao contrário da generalidade dos comentadores sempre identifiquei a posição de defesa esquerdo como deficitária.
Léo tem uma excelente imprensa que se desfaz em encómios vários às prestações do brasileiro (ainda mais agora que se fala na sua saída do Benfica).
Todavia, os seus melhores anos há muito que passaram - a atacar ainda disfarça, mas a defender é uma desgraça!
E nem preciso de ir muito longe para ilustrar esta afirmação, pois que no jogo com o Leixões Jorge Gonçalves e Filipe Oliveira fizeram o que quiseram de Léo (todos os lances de perigo dos matosinhenses brotaram de jogadas com epicentro no flanco direito do seu ataque).
A contratação de Spesi até pode vir a revelar-se um enorme flop, mas tem uma inegável virtude - assentou em pressupostos exclusivamente técnicos!
Uma decisão técnica!
Que raridade nos tempos que correm!
Não só no Benfica, mas também (e muito também)!
Bem sei que Vieira não o fez por acreditar que assim deva ser, mas apenas por tacticismo!
Sem margem de manobra para mais equívocos, Vieira encontrou no Departamento de Prospecção o respaldo ideal.
Fragilizado, Vieira não podia expôr-se mais e ali encontrou a sua janela de oportunidade.
No insucesso, a responsabilidade não será sua.
No sucesso, granjeará louros e loas pela visão estratégica demonstrada.

2 - Não olvido que este plantel não foi construído por Camacho, mas volvidos que são 5 meses após o seu regresso ao comando técnico do Benfica é já indeclinável a sua responsabilidade no actual paupérrimo estado de coisas.
Camacho tem sido uma desilusão!
O seu primarismo na abordagem ao jogo e a sua inabilidade táctica eram já bem conhecidas, mas a sua "falta de ganas" não!
Com honrosas e infelizmente contadas excepções - os jogos de Copenhaga e Donetsk serão os exemplos maiores - este não é o Camacho de outrora!
O Camacho ambicioso deu lugar ao Camacho lugares comuns e má-disposição, que despreza e desvaloriza os "mind-games" do pré-jogo;
O Camacho que incutia confiança, desejo veemente de fortuna e de glória, espírito de grupo e de conquista deu lugar ao Camacho que comanda uma equipa apática, abúlica e sem iniciativa;
O Camacho que no decurso dos jogos participava, intervinha, dirigia e se empolgava, deu lugar ao Camacho conformado e sem volição;
O Camacho que reforçava a auto-estima do seus jogadores e, assim, potenciava o seu desempenho, deu lugar ao Camacho que condiciona emocionalmente a equipa, cerceando-lhe as competências.
O Camacho que, pelo seu carisma e personalidade, apresentava uma liderança forte, decidida e afirmativa não mora mais no Estádio da Luz (o episódio Luisão-Katso é disso reflexo evidente)!
Já nem o “Salir a gañar” se ouve da boca do espanhol!
Ainda não consegui descortinar porquê, mas estou certo que o fecho do mercado de Janeiro permitirá perceber muita coisa (particularmente se Camacho é partidário da teoria do caos).

3 - Intangível perceber a razão pela qual uma das mais caras contratações de sempre do campeonato brasileiro não foi sequer equacionado para reforçar o Benfica na presente reabertura do mercado.
Mais do que isso - para Camacho não passou de um problema?!
Valha-me uma certeza: Caso todos os problemas do Benfica representassem encaixes financeiros de 4 milhões de euros a saúde financeira seria de pasmar!

4- Num momento emocional particularmente delicado, Paulo Bento fez uma excelente gestão das expectativas e atirou a toalha ao chão de forma propositadamente inequívoca!
Ao ver os níveis de auto-estima da sua equipa resvalarem para patamares muito perigosos, Paulo Bento abdicou em nome da libertação psicológica dos seus jogadores.
Ao diminuir as expectativas, fez decrescer peso da obrigação de vencer procurando, assim, reabilitar os seus jogadores.
O que fez Soares Franco na sequência destas declarações de Paulo Bento?
Secundou-o?
Não!
Preferiu o lugar comum do matematicamente possível.
Ou seja, defraudou os propósitos de Bento!
Ontem como hoje, no Sporting como no Benfica, inexiste política de comunicação.
Ontem como hoje, também neste particular o Porto lidera, pois que, acaso tivesse ocorrido semelhante situação para aquelas bandas, a resposta seria firme e a uma só voz.

5 - No final do jogo de Domingo em Coimbra, Paulo Bento, inteligentemente, refugiou-se numa verdade de La Palisse para contornar a questão do seu abandono do Sporting, dizendo que cada dia que passa está mais próxima a sua saída.
Esta declaração de Bento seria suficiente para saciar a turba jornalística.
Contudo, eis senão quando Soares Franco irrompe irado na sala de imprensa lançando uma espécie de ameaça sobre os jornalistas: "Não voltem a perguntar ao Paulo Bento se ele tem condições de continuar porque a única entidade com estatuto para responder a isso é a SAD do Sporting da qual eu sou presidente. Por isso, façam essa pergunta a mim e não a ele. Se ele tem condições? Se não tivesse eu não tinha vindo aqui."
Volto ao mesmo, ontem como hoje, no Sporting como no Benfica, inexiste política de comunicação.
Soares Franco não fez mais do que ampliar o problema!
Mais uma vez, frustou os desideratos de Paulo Bento!


6 - Paulo Bento é, hoje, uma vítima do seu próprio sucesso!
A campanha leonina na época transacta e a conquista da Supertaça na presente, criaram expectativas desmesuradas nos sócios e adeptos do Sporting.
Desmesuradas em função da qualidade dos jogadores que saíram concatenada com a dos que aportaram.
Os dotes de prestigiditador de Paulo Bento ludibriaram e inibriaram não só os simpatizantes leoninos como a própria Administração, que confiou na sua aparente capacidade de fazer vistosas omeletas com poucos ovos.

7 - Vladan foi um obscuro guarda-redes de futebol.
Nunca alardeou méritos que lhe permitissem conhecer a ribalta.
Mas, desejava-o ardentemente.
A Bola satisfez-lhe a pretensão e Vladan não desmereceu.
Lançando mão de uma pseudo virtude bem portuguesa, a esperteza saloia, concedeu uma entrevista na qualidade de irmão de Stojkovic por forma a propagandear a sua verdade esquivando-se ao regulamento interno do clube.
Vladan foi ágil, bem mais ágil que entre os postes, a "pagar" a dádiva - distribuiu críticas pelos seus colegas, pelos treinadores, pelos médicos e pelos dirigentes do Sporting.
Ninguém escapou à fúria do Sérvio.
Gratificada a oferenda, sobrava, então, espaço para expiar a culpa do excelso irmão do não menos virtuoso Vladan.
Foi assim que ficámos a saber que nenhum dos erros de Stojkovic foi verdadeiramente seu: com o FC Porto, foi do árbitro; com o Setúbal, foi da relva e com a Naval, foi da lesão.
Um exemplo de carácter e boa formação este Vladan!

8 - Hélder Barbosa regressou ao Porto para colmatar a ausência de Tarik na CAN.
Reconheço que não percebi.
No início da época entenderam os responsáveis portistas que o empréstimo serviria melhor o refinamento das qualidades do jogador.
Em Janeiro, consideraram que as finalidades subjacentes à cedência temporária se achavam satisfeitas.
Apenas 4 meses, sendo certo que o jogador ainda levou 1 mês a recuperar de lesão contraída na época passada!
Incompreeensível!
E mais inexplicável se torna se levarmos em linha de conta que a CAN terá a duração de cerca de 1 mês e que existem outras alternativas no plantel bem mais consistentes, como são os casos de Adriano ou Farías.
Bem sei que o mercado de Janeiro é difícil, mas hipotecar a tendência evolutiva de um jogador em nome de objectivos tão curtos não me parece avisado.

9 - Mais um problema de "secretaria" parece ensombrar a verdade desportiva do campeonato português, pois que os seus efeitos não se cingem a Belenenses e Naval, antes assumem amplitude transversal.
Ou desconhecimento ou má-fé!
Ambas indesculpáveis!
Não se percebe como profissionais, empresário do jogador e director desportivo do Belenenses, ignoram os regulamentos!
Não se aceita que, caso conhecessem a proibição da utilização do jogador, tenham
procurado segredá-la!
Um homem deve estar ainda hoje a soltar sonoras casquinadas com o sucedido - António "Doía a quem doer" Fiúza!

p.s. curioso que os "casos de secretaria" acontecidos em Portugal nos últimos 20 anos tiveram origem em jogadores africanos cujo nome começa com a letra M:
Mapuata, MBote N´Dinga, Mateus e Meyong.

23 comentários:

Antes morto que vermelho disse...

bermelho no seu melhor, a disparar em tudo que mexe!!
dispara no próprio benfica, arrasando léo (ontem um héroi, hoje um vilão) e camacho (eu não lhe dizia jean claude; passou de bestial a besta em 5 meses). dispara sobre o scp revelando um ressabianço inqualificável, tem inveja, se calhar, da educação/formação como que os dirigentes lagartos tratam dos assuntos, em oposto aos pedreiros do benfica a tratarem dos mesmos assuntos.
até sobre o fcp dispara, porque além do complexo de inferioridade que a lampionagem tem, vai para 30 anos, arrota sobre um assunto que não parece relevante. o que é que bermelho tem a ver se o fcp vai buscar o helder barbosa ou o pittbull ou o rabiola? nada! são jogadores do fcp! quem lhes paga o ordenado é o fcp, o que é que ele quer?
falar em adriano ou farias é o mesmo que falar em stepanov ou mariano, marretas que salvo raras excepcções, "dão uns toques!"
o benfica que vá buscar os bluffs que tem emprestados, o fábio c. por exemplo (esse prodigío do futebol, que um dia teve a sorte de rabiar os lagartos, num jogo da taça, sendo considerado o futuro maradona de portugal, tendo o benfica consequentemente, assinado logo com mais um bluff)
o único "tiro" decente de bermelho é sobre o belém, que revela bem o amadorismo que reina no futebol português! quem é esse janelas?

Zex disse...

Carlos Janela é um ex.dirigente do Sporting, acho eu !

Concordo com o essencial do que N´kama diz, no que respeita ao post do blogger. No entanto, o meu estilo seria um pouco menos arruaceiro, uma vez que não me revejo, com algumas excepções, em arrotos, vómitos, peidos e escatologias habituais com que esse condómino brinda os outros...
Queria endereçar os meus sinceros parabéns ao blogger por nos ter presenteado com um prosa com ideias erradas, mas bem escrita e, pasme-se, com mais de dez linhas, o que, cada vez mais, é uma raridade neste espaço...

Antes morto que vermelho disse...

arrotos que se vêm por aí:
"«Quero relançar a minha carreira» (Marco Ferreira)
Marco Ferreira afirmou hoje que espera «relançar» a carreira no Belenenses e que escolheu a equipa do Restelo também devido a ser orientada pelo técnico Jorge Jesus."
Carreira??? mas além de ter tido o prazer de ser orientado pelo mourinho, o que é que este grunho fez?



"ESTÁ EN CONVERSACIONES CON LAS 'URRACAS' DESDE DICIEMBRE

Camacho entrenará en la Premier y apunta al Newcastle"
pelos vistos, há muito que o malcriado porco ibérico, sabia onde se foi meter!
Os ratos começam a abandonar o navio, não esquecer que o capitão é o último a sair.

Antes morto que vermelho disse...

"O dia em que o Circo veio à cidade

"Papá, podemos ir ao circo?"
"Ao circo? Mas porquê ao circo, Filipa?"
"Para ver os palhaços!"
Mas Filipa, se é só para veres os palhaços não precisamos de sair de casa. Se ainda quisesses ver os elefantes, os tigres, os leões, ou aqueles perigosos números acrobáticos, ainda pensaria nisso. Mas palhaços...",
"Papá, isso não é o circo. É futebol...",
"Não, não Filipa. Parece um jogo de futebol, mas não é...".
"Sim, são ridículos, não são papá. Cor-de-rosa?"
Sabes, eles não jogam bem à bola. São um grupo que pertence ao Circo..."
O realizador focava, num grande plano, Luis Filipe Vieira. Apontei-o, excitado... "Olha, olha, vês aquele?", conseguindo despertar-lhe a atenção. "Vês as orelhas?", ao que ela acenou, afirmativamente, os olhos presos na imagem, expectantes... "Lembras-te da história que te contei, do elefante Dumbo?"
Este senhor também faz a mesma coisa. Abana com a orelhas e voa...",
"Este é o gigante mau. Faz o papel de aberração. Tem arame farpado nos dentes, uma cabeça cónica, uma ligeira corcunda e um mau feitio terrível. Afasta-te dele..."

in blog fcp

VermelhoNunca disse...

Caco, já descobriu se existiu sabotagem nos votos em Barril? A votação está renhida até ao momento.

Antes morto que vermelho disse...

"O vendedor da banha da cobra não é uma personagem de histórias de ficção. O vendedor de banha da cobra existe, evoluiu, continua por aí e é muito hábil e astuto.
Todos sabemos que a banha da cobra não serve para nada mas a convicção que esse vendedor transmite, através duma oratória bem estudada e estruturada, convence muita gente sobre as capacidades infinitas do milagroso medicamento. Impigens, mau-olhado, torcicolos, urticária, febre dos fenos, dentes, nervos, escleroses, artroses, entorses, diarreias, sarampo, escarlatina, espinhela caída, dores das cruzes, doenças do miolo, treçolho, verrugas, cravos e desmanchos são alguns dos males que a banha da cobra afastava a quem a quisesse comprar.(...)

E o povo lá ia comprando e o vendedor da banha da cobra lá se ia governando.
Este era o autêntico vendedor da banha da cobra que até seria capaz, se não de pagar impostos, pelo menos de pagar a licença municipal para utilização do espaço das feiras, onde afirmava que trabalhava honestamente porque não estava ali para enganar ninguém.
Porventura, o vendedor da banha da cobra existe há séculos e, se é seguramente certo que a banha da cobra não cura..."
Se calhar, também por causa da globalização e das mudanças que por todo o lado vêm acontecendo a um ritmo colossal, alguém pode pensar que o vendedor da banha da cobra desapareceu. Ora, isso não é verdade. O que sucedeu foi que o vendedor da banha da cobra sofreu uma transformação e adaptou-se aos novos tempos. Digamos que não desapareceu, antes evoluiu para um estádio mais sofisticado.
Trata-se assim de mais um caso típico onde de uma estratégia assente na base de mão-de--obra barata e pouco qualificada, se passa para outra, onde o conhecimento e a inovação permitem alcançar níveis de competitividade mais elevados e o que é certo é que o nosso vendedor da banha da cobra continua a sua actividade de sempre, mas agora, em vez da banha da cobra, vende outro tipo de ilusões.
Abandonou a linguagem vernácula para passar a utilizar formas mais subtis e sofisticadas de comunicação, muitas graças às novas tecnologias e modernas técnicas de marketing, tudo no sentido de estar mais bem apetrechado para convencer os potenciais compradores das novas ilusões.
Veste agora de forma muito mais elegante e usa um corte de cabelo moderno.
Exibe uma grande autoconfiança que, por vezes, roça a altivez própria dos fracos.
Dá mostra de intransigência perante grupos isolados, prévia e cuidadosamente seleccionados, para mostrar ao mercado que veio para ficar.
Cria expectativas muito tentadoras que, a serem concretizadas, só o serão lá para as calendas.
É capaz de prometer a prosperidade para amanhã, quando a realidade é a dívida crescer dia a dia.
É um verdadeiro mestre a prometer hoje uma coisa para fazer o oposto amanhã, com toda a tranquilidade e impunidade.
Facilmente cria a ilusão de que o mal está a ser fortemente atacado, quando os sintomas se agravam de forma persistente.
Aparenta uma simpatia face aos clientes para, nas costas, desdenhar da sua ingenuidade.
É exímio em levar os clientes a acreditar que vão ganhar o euromilhões.
Perante a descoberta da trapaça feita, não dá sinais de atrapalhação e chega ao ponto de pedir à vítima um pedido de desculpas.(...)
O Dumbo Orelhudo

Antes morto que vermelho disse...

manitas: não sei "investigar" se houve ou não batota, porém do chavez tapista tudo é de esperar.
já votou?

VermelhoNunca disse...

Não votei ainda. Estou a pensar votar Amor.., dedicando assim o meu voto à sua relaçáo mais próxima com Cuvuvu, o tal do andar novo.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Tendo em conta o PS deste "Livro de Recomendações" sou levado a pensar que Mantorras - outro africano cujo nome começa por M - poderá ser o próximo "caso de secretaria" do futebol português.

Só mesmo o caro amigo para saber que N'Dinga tem, como primeiro nome, MBote.

Antes morto que vermelho disse...

manitas: amorros tem uma coisa boa... dava muitas cabeçadas... nos adversários, se calhar o amigo também leva cabeçadas, mas com a outra cabeça!

Antes morto que vermelho disse...

jean claude: e o que me diz do estado de "graça" do porco ibérico?

mantorra só se for a secretaria do hospital da cruz vermelha, que é onde o bernardo vasconcelos trabalha como... cicurgião.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, amanhã posso contribuir para a sessão diária do blog, com um pequeno artigo. Se houver interesse, avise por favor.
Abraço

JC disse...

AMV:
Parece-me que se acabou o estado de graça do Padre Frederico II.
Está fudidu.

Antes morto que vermelho disse...

bermelho: no caso de não haver artigos, sugiro que se comente a crónica de mst em A Bola.

jean claude: e eles? engolem?

JorgeMínimo disse...

Alguém sabe dizer quem é Tiuí? Estou cada vez mais deprimido!!!

Antes morto que vermelho disse...

chavez: não te preocupes, é só mais um barrete. mas nada a que já não estejas habituado, tipo farnerud.

JorgeMínimo disse...

Caro CAGata:
O Farnerud ainda tem nome de gente, Tiuí parece nome de pássaro!!!

Antes morto que vermelho disse...

chavez: seja pássaro, sueco ou neo zelandês, é mais um barrete! tipo mota

VermelhoNunca disse...

Macaco, então não ia para o Newcastle o Camacho?
Você e as barriladas que aqui coloca...
"Keegan regressa ao comando do Newcastle
O Newcastle anunciou hoje que o técnico Kevin Keegan foi o escolhido pela direcção do clube inglês para substituir Sam Allardyce."

Antes morto que vermelho disse...

manitas: a informação foi copiada do jornal desportivo "As", se calhar é como a Bola! mente que é obra, aliás quando há
"qualquer coisa que mexa" por essa europa do futebol, o real madrid está sempre interessado.
cristiano r. ou ricardo c. ou até ricardo q. já "estiveram" no real madrid, no entanto o liedson nunca "esteve" no real madrid, só o velho beto é que lá "esteve" várias épocas!

VermelhoNunca disse...

Macaco, faça o que costuma fazer aos pasquins portugueses, cague neles, pura e simplesmente.

vermelho disse...

Amigo Nunca:
Apenas, agora, li o teu comentário em que expressas a tua disponibilidade para escrever um artigo de opinião.
Eu aceito de muito bom grado a tua prestimosa colaboração.
abraço.

Antes morto que vermelho disse...

manitas: são em formato digital, não posso kagar para uma coisa que não existe fisicamente!