domingo, maio 18, 2008

Análise à Final da Taça de Portugal

Estádio Nacional, no Jamor

Árbitro: Olegário Benquerença (AF Leiria)

Sporting: Rui Patrício; Abel (Tiuí, 91m), Tonel, Polga e Grimi; Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov (Pereirinha, 75m) e Romagnoli; Derlei (Gladstone, 118m) e Yannick.

Suplentes: Tiago, Ronny, Farnerud e Vukcevic.

Treinador: Paulo Bento.

FC Porto: Nuno; João Paulo, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Fucile; Lucho, Paulo Assunção (Tarik, 112m) e Raúl Meireles (Kazmierczak, 103m); Mariano González (Lino, 78m) Quaresma e Lisandro.

Suplentes: Ventura, Stepanov, Bollatti e Farias.

Treinador: Jesualdo Ferreira.

Disciplina: Cartões amarelos para: Paulo Assunção (35m), Abel (53m), Raúl Meireles (95m), Derlei (100m) e Lucho (113m). Cartão vermelho para: João Paulo (71m)

Ao intervalo: 0-0.

Tempo regulamentar: 0-0.

Primeira parte do prolongamento: 0-0.

Resultado final: 2-0

Golos: Tiuí (110 e 116m)



Mais um triunfo da auto-determinação!
Jesualdo, pelo menos no que toca a jogos frente ao Sporting, prioriza a hetero-determinação!
Sem entrar em juízos de valor, aduzir apenas que nas três partidas em que alterou o sistema táctico da sua equipa em função do adversário (Dragão no ano passado, Leiria para a Supertaça e em Alvalade para o campeonato), perdeu sempre!
Aliás, fê-lo, também, na época passada, em Stanford Bridge com os resultados que são sobejamente conhecidos!
Para fazer face ao 4x4x2 losango de Paulo Bento, Jesualdo “inventou” um esquema de 3 centrais e promoveu Mariano Gonzalez à titularidade.
Ao guindar João Paulo ao onze titular em detrimento de um lateral esquerdo de raiz – Lino – Jesualdo procurou evitar situações de igualdade numérica entre os avançados leoninos e os centrais portistas.
Pedro Emanuel e João Paulo ocupavam-se de Djállo e Derlei, sobrando Bruno Alves que se assumia como o líbero da equipa.
Fucile na direita não fazia esquecer Bosingwa, o que agravava de sobremaneira o já de si precário equilíbrio da defensiva portista. A orfandade de Bosingwa foi notória.
Por outro lado, ao preferir Mariano a Tarik pretendeu equilibrar o jogo de forças a meio-campo e, assim, promover um exercício de encaixes.
Jesualdo lançou mão da propensão de Mariano em jogar por dentro para almejar a reprodução do esquema táctico leonino.
Sucede que, mais uma vez, a equipa não absorveu as alterações tácticas introduzidas e raramente se encontrou.
Acresce que a pausa competitiva que Jesualdo encetou nas últimas jornadas do campeonato apenas importou efeitos perniciosos.
Nem frescura física, nem maior concentração, somente uma severa falta de ritmo e de disponibilidade para o jogo.
Por seu turno, Paulo Bento manteve-se fiel às suas convicções.
Demasiado tempo!
Em vantagem numérica a partir dos 70 minutos de jogo, Paulo Bento não soube potenciar a seu favor as circunstâncias da partida.
Limitou-se a ver o que o jogo lhe proporcionava sem o procurar influenciar.
Só conseguiu garantir a conquista da Taça de Portugal na segunda parte do prolongamento, com dois golos de Tiuí, num momento em que o Porto se apresentava fisicamente exaurido.
Aliás, desde o início da partida que o Sporting apostou tudo no seu habitual modelo de expectativa e de exploração do erro alheio.
E, diga-se, fê-lo com mestria.
Capitalizou os equívocos portistas – a estratégia de Jesualdo e a insensata, a roçar o néscio, expulsão de João Paulo – e os enganos de Benquerença – do incompreensível critério disciplinar, que puniu quase sempre os mesmos e desculpou quase sempre os mesmos, à cegueira que o acometeu no lance que antecedeu o primeiro golo leonino, no qual Polga derrubou de forma evidente Lisandro sem que a competente grande penalidade fosse assinalada.
Perante este quadro, foi sem surpresa que o Sporting controlou a seu bel-prazer a primeira parte da partida.
Superiorizando-se em dinâmica e, sobretudo, em concentração, o Sporting soube aproveitar os erros portistas na 1ª fase da construção ofensiva para alvejar com perigo a baliza de Nuno.
Derlei esteve mesmo muito perto de marcar.
O Porto alardeava intranquilidade, ao passo que o Sporting exibia sagacidade.
A segunda metade trouxe-nos outro Porto.
Um Porto mais seguro e confiante, que procurou assumir a iniciativa do jogo, mas que só lograva acercar-se da área leonina em lances de contra-ataque ou fruto de rápidas transições atacantes.
E, mesmo nestas ocasiões, com perigo relativo.
Apesar do domínio portista, o Sporting conservava o controlo da partida, que, desta forma, conheceu um impasse.
Neste período, assistiu-se a um jogo sem balizas, muito discutido a meio-campo e em que a dimensão física foi ganhando protagonismo crescente.
O jogo tornou-se mais duro ao ponto de João Paulo perder a cabeça com uma entrada duríssima sobre João Moutinho que obrigou Benquerença a expulsá-lo.
Em superioridade numérica, era expectável que o Sporting assumisse o império sobre o encontro, mas, ao invés, perdeu dinâmica e denotou redobradas dificuldades em chegar perto da baliza de Nuno.
Por esta altura, o jogo navegava entre o bocejo e a dormência e, assim, se arrastou penosamente para o prolongamento.
No tempo extra, o Sporting soube aproveitar as crescentes e patentes dificuldades físicas portistas e um clamoroso equívoco de Benquerença para vencer através de dois golos de Tiuí.

76 comentários:

Mestrecavungi disse...

Caros Amigos,
Por muito que me custe dizer isto, na minha opinião o SCP é, dos 3 grandes, aquele que acabou por ter a época mais positiva.
Ganhou 2 troféus, ficou em 2º no campeonato, esteve na final da TL e chegou aos 4s-final das competições europeias.
Isto com um plantel teoricamente mais fraco que o FCP e o SLB.
A época do SLB foi inerranável e estupifidicante.
A do FCP foi banal.
Eliminado pelo Fátima da TL e pelo Shalke 04 da LC, acabou por perder duas finais para o SCP.ganhou o Campeonato e mais nada.Para quem tem o plantel do FCP é pouco, muito pouco.
Para que faz gala do "melhor balneário", da "estrutura profissional", da "organização" e da "fina ironia competitiva" ganhar aos pobres de Lisboa apenas o campeonato chega a ser ridiculo.
Acresce que o FCP tem um jogador-palhaço.
Ricardo Quaresma é acima de tudo um mau profissional.Pode-se compara-lo a Simão ou Nani?
Goza com os colegas, com o público e com quem lhe paga.Quaresma resume a sua época, a fazer umas quantas e belas trivelas ao Benfica, ao Leixões e ao Gondomar.
De resto apenas palhaçadas de futebol de rua!
Hoje já percebo porque é que Scolari não o convocava, e porque é que o deixa sistemáticamente no banco.
Quaresma é um pobre de espirito.
Oxalá a dupla Quaresma-Jesualdo fique no FCP por muitos e bons anos.
Vitória justa do SCP com uma arbitragem inacreditável do Olarápio Benquerença, com claro prejuízo para o FCP.
Depois do Apito final, penso vai ser quase sempre assim:
Na dúvida, contra o FCP.
É o que dá andarem 25 anos a gamar.Um dia chegaria a vossa vez.São os sinais da queda do regime.
Viva Quaresma "O Jogador-Palhaço".

As disse...

El Sporting de Lisboa se proclamó hoy campeón de la Copa de Portugal al derrotar en la prórroga al Oporto (2-0) y logró el doblete esta temporada, después de ganar al inicio de temporada la Supercopa también ante al conjunto blanquiazul.

El delantero brasileño Rodrigo Tiuí logró los dos tantos del choque en los últimos diez minutos de partido tras dos jugadas iniciadas por el argentino Leandro Romagnoli.

El partido despertó un gran interés por parte del público, que llenó el Estadio Nacional, y del Atlético de Madrid, Chelsea, Manchester United, Burdeos, Inter, Nantes, Shalke 04, Tottenham y Wolfsburgo, que enviaron ojeadores para seguir a posibles futuros fichajes.

El juego vivo, sin estrategias, con continuas idas y vueltas de una a otra portería no defraudó a ninguno de los asistentes, que disfrutaron de los dos mejores equipos del fútbol portugués durante esta temporada.

El Sporting, superior

El Sporting no se arredró ante el campeón de Liga y salió valiente, buscando el gol, pero encontrando al guardameta Nuno, que se convirtió en el mejor jugador del Oporto en la primera mitad.

En la portería contraria, el joven Rui Patricio disfrutó de unos 45 minutos relajados y el poco trabajo que tuvo lo saldó con solvencia, cuando desbarató una oportunidad del delantero argentino Lisandro López, asistido por su compatriota Mariano González.

El partido podría haberse decantado para el Sporting si el árbitro no llega a anular un gol de Romagnoli por supuesto fuera de juego en el minuto 39.

En la segunda parte el Oporto recuperó parte la iniciativa del juego que le había "robado" el conjunto lisboeta y comenzó a crear algo de peligro, aunque no lo suficiente para inquietar en exceso a la afición verdiblanca.

A los penaltis

Sin embargo, las cosas se le pusieron definitivamente en contra en el minuto 70, cuando el colegiado expulsó con roja directa al defensa João Paulo por una fea entrada al capitán del Sporting, João Moutinho.

Ante la incapacidad goleadora de unos y otros, la historia se volvió a repetir y, al igual que en las tres anteriores finales de Copa entre estos dos equipos, se llegó con empate a la conclusión del tiempo reglamentario.

Con un elemento menos, el campeón de Liga se cerró atrás y se dedicó a buscar el contraataque y perder el mayor tiempo posible para entregar su destino en manos de la ruleta de los penaltis.

Pero la fortuna estuvo del lado del equipo que mejor jugó y buscó la victoria con mayor convicción, un Sporting que saldó la temporada con dos títulos, un subcampeonato liguero y un balance de tres triunfos y una derrota sobre el claro dominador del fútbol portugués en estos últimos años.

vermelhosempre disse...

Parabéns Sporting e Sportinguistas...

Penso que o resultado é ajustado, uma vez que o FCP não jogou nadinha. O jesualdo Benfas devia ter vergonha quando diz que o árbitro teve influência no resultado. Falam tanto no lance do Polga sobre o Lisandro, é verdade que é falta, mas n se esqueçam que a bola saiu, foi reposta em jogo através de um pontapé de baliza e deu golo, n foi um lance de contra-ataque nem nada que se pareça. O Jesualdo Benfas disse ainda que os jogadores ficaram indecisos e desconcentrados, e eu pergunto, como é que é possível, a este nível, ficarem indecisos com este tipo de lance, quando até a nível amador isto não serve de desculpa.

Como é que é possível o Tiui fazer dois golos??? Só mesmo com um defesa como o Pedro Emanuel.

Concordo com o MestreCavu, quando escreve que o Sporting acaba por ser a equipa com mais motivos para sorrir, é verdade que acabou o campeonato em 2º lugar, mas ganhou ao FCP 3 vezes - conquistando 2 taças - e chegou à final da TL, tendo sido derrotado pelo grande Setubal (fez ao Sporting o mesmo que este fez ao Porto).

Acrescento ainda o cartão muito bem mostrado ao J Paulo, e os que ficaram por mostrar ao Pedro Emanuel e ao já habitual Bruno "Galhudo" Alves.

JC disse...

Apenas dois reparos à análise do jogo pelo Snr. Administrador:

"Aliás, desde o início da partida que o Sporting apostou tudo no seu habitual modelo de expectativa e de exploração do erro alheio"

Não me parece que tenha sido bem assim.
Nos primeiros 30 minutos, não creio que o SCP tenha jogado na expectativa.
Pelo contrário: Tomou a inciativa do jogo e só não marcou porque Nuno fez duas grandes defesas e porque o árbitro anulou um golo limpo do Romagnoli.

O segundo reparo tem a ver com o dar por assente que o lance entre o Polga e o Lisandro foi penaltie.
Foi falta, disso não há dúvidas, que o árbiro não marcou, mas foi fora da área.
Era livre e não penaltie.

No mais, gostava de destacar o bom jogo de Romagnoli, Veloso, Derlei, Moutinho, Tonel e, claro, Tiui, no SCP, e de Nuno e Raul Meireles no Porto

Antes morto que vermelho disse...

xungo: o maior escarro da época, patético, como é que se pode juntar tantos disparates juntos? este combóio de disparates é como o comboio da valouro (grande, que parece nunca mais acabar). pleno de ressabiamento (para este asno, ganhar o campeonato e chegar aos oitavos da champions não é nada...)demonstra o quanto a lampionagem pode ser toldada, pateta, pobre e mongoloide! claro está, que só um inválido como o madeiro, o pode secundar.
se antes o pirata passava o tempo a vomitar-se agora a dupla xungo/madeiro, conseguiu substitui-lo sem deixar, os créditos por mãos alheias.
de ressalvar a "dor de corno" do mongoloide xungo em relação ao génio ricardo quaresma, que até se percebe, para quem lá tem um "jogador" como o nulo, o manjerico, o maxi, ou outro burro qualquer.

sobre o jogo apenas dizer que perdemos.
no futebol não há resultados justos, há resultados e este, foi a favor do sportém. pena que a leiteirada no 1º golo, venha no seguimento de uma "ceifadela" de polga sobre licha.
individualmente destacar nuno, fucile, buno alves e raul meireles, no campo positivo. do outro lado destacar joão paulo (este sim o maior responsavel pela derrota, ao fazer uma entrata á margem da lei, sobre o jogador mais fiteiro de portugal, "nas barbas do árbitro") e o lucho que nunca entrou a 100% no jogo.

paciência, para o ano há mais, e acima de tudo não vou arrotar que a culpa é do árbitro, ou do pintelho que entrou no olho do mariano e acima de tudo, não, á "calimerização"!

Antes morto que vermelho disse...

darcheville: "...e porque o árbitro anulou um golo limpo do Romagnoli.", tal como em alvalade validou um golo em fora de jogo ao sportém!

Vermelho disse...

Amigo JC:
Salvo o devido respeito, que é muito, não concordo que o Sporting tenha assumido a iniciativa do jogo em algum momento.
As oportunidades de que beneficiou nos primeiros 20 minutos da 1ª parte decorreram de perdas de bola portistas no 1º momento da construção ofensiva.
O modelo foi, é e será (com Paulo Bento) de expectativa e exploração do erro alheio.

Quanto à arbitragem, dizer que se o lance de Romagnoli é duvidoso e susceptível de erro, seja ele em que sentido fôr, já o lance sobre Lisandro, que reafirmo como penalty, pois que o derrube ocorre no interior da área, não o é.
Acontece em campo aberto e o abalroamento é tão claro que não pode suscitar dúvidas.
No lance do Romagnoli não me parece que as imagens sejam suficientemente esclarecedoras quanto à alegada posição regular do argentino.
Acresce que se verificou ainda outra grande penalidade por assinalar a favor do Sporting a castigar derrube de Miguel Veloso sobre Lisandro.
Em relação a Benquerença o que mais avultou da sua arbitragem foi a ausência de um critério disciplinar minimamente compreensível.
Abraço.

PanKreas disse...

Época 2007/2008:
Sporting 3; Porto 1

VermelhoNunca disse...

Vitória justa da melhor equipa em campo e da única que fez para para ganhar. O Porto perdeu e bem. Mostrou ser uma equipa arrogante, com um mau treinador e com jogadores que demonstraram um mau perder inqualificável, distribuindo fruta atrás de fruta.
A certeza do nosso administrador em relação à eventual e discutida falta de Polga, afirmando claramente que é penalidade, denota todo o seu estado de espirito como lampião derrotado, até nesta final da Taça. Descanse amigo Vermelho, que ganhou em Cabo Verde.

JC disse...

"Falam tanto no lance do Polga sobre o Lisandro, é verdade que é falta, mas n se esqueçam que a bola saiu, foi reposta em jogo através de um pontapé de baliza e deu golo, n foi um lance de contra-ataque nem nada que se pareça."

Não sou eu que o digo: são palavras do Amigo Sempre, jogador de futebol e benfiquista.

Desculpar o 1º golo sofrido com este lance, como se tivesse sido a partir de um erro do árbitro que o SCP marcou o golo, como o fez Jseualdo Ferreira, é de uma calimerice de todo o tamanho.
Calimerice a que, aliás, já estamos habituados.
Não há jogo que o Burrualdo perca que não venha apresentar a desculpa do árbitro.
Só assim não foi na derrota em casa com o Nacional por 3-0.
Pudera!

JC disse...

A quem interessar:

Site que indica os postos de abastecimento de combustível mais baratos por distrito, a nível nacional:

http://www.maisgasolina.com/combustivel-mais-barato

JC disse...

Amigo Vermelho:
Tácticas de futebol não são bem o meu forte, mas a mim pareceu-me que nos primeiros 30 minutos, o SCP não jogou na expectativa e que teve a iniciativa do jogo, construindo jogadas ofensivas com principio, meio e fim.
No resto do tempo sim, o SCP jogou mais atrás, na tal expectativa, mas naquela primeira meia hora, pareceu-me que o SCP assumiu claramente o comando do jogo.


Por outro lado, fiquei com sérias dúvidas sobre a propalada qualidade do banco do Porto.

Não teve uma época muito intensa e, no entanto, os jogadores estavam fatigados.
Mais intensa teve o SCP, que foi mais longe na Europa e na Taça da Liga e teve de lutar até à última jornada do campeonato pela conquista do segundo lugar, e, no entanto, os seus jogadores estavam bem mais frescos.

Por outro lado, bastou a ausência de Bosingwa para não se encontrarem jogadores à altura de fazerem esquecer este jogador.
E note-se que estamos a falar de um lateral direito, não do melhor avançado ou do melhor construtor de jogo.

Acresce que, olhando para os suplentes, não se via ninguém que desse a ideia que, entrando em campo, pudesse modificar alguma coisa no jogo do FCP.

Antes morto que vermelho disse...

"...e com jogadores que demonstraram um mau perder inqualificável, distribuindo fruta atrás de fruta." o maior escarro do dia, um vómito á xungo!... só os "santinhos do sportém" é que não "vão á carne"... grimi, passou a primeira parte a descascar... polga, esteve envolvido no lance do penalty, o que diz tudo... tunel, aquilo que já nos habituou, só não arreia tanto como o cabeça-bicuda... abel passou o jogo a dar pau... mas isso, nunca, não vê, a única coisa que deve ver é o bruno alves e o "jogador mais fiteiro de portugal" a gritar com o bracinho esticado.
o pedro emanuel quase partia o nariz porque foi contra um poste, não "o derlei nem lhe tocou".
o nunca está toldado, deve ter caído ontem do marquês de pombal abaixo, e bateu com a mona!

Antes morto que vermelho disse...

darcheville: não seja tolo. o fuccile é um bom defesa direito (a posição de origem deste jogador é defesa direito, só foi para a esquerda, porque o josé bosingwa é melhor que ele)!
se me disser que não encontraram defesa esquerdo, ainda lhe dou alguma razão. porque não jogou o cech???

VermelhoNunca disse...

Macaco, você deve ter visto o jogo num sofá qualquer . Se tivesse no estádio teria ficado envergonhado com a actuação ao nível disciplinar dos jogadores do seu clube. Basta recordar-lhe quando o banco de suplentes do Porto invadiu o terreno de jogo, aquando de uma escaramuça dentro de campo, tendo Meireles sido agarrado, já bem dentro do campo ( ele que tinha sido substituido ) , pelo árbitro auxiliar. Uma vergonha de um bando de jogadores que demostraram um mau perder incrível, ao contrário da maioria dos adeptos com quem conversei no final do jogo, que se resignaram a uma fraca exibição da equipa portista.

JC disse...

AMV, Grande Neuer:
Fucille fez bem o lado direito da defesa portista mas deixou coxo o lado esquerdo.
Logo, a saída de Bosingwa não foi devidamente compensada.
O seu lugar terá sido mais ou menos preenchido mas não o foi a sua ausência, porque originou um buraco na esquerda e um desequilíbrio no esquema defensivo da equipa.

É nessa medida que digo que "bastou a ausência de Bosingwa para não se encontrarem jogadores à altura de fazerem esquecer este jogador"

Vermelho disse...

Amigo JC:
O "buraco" na esquerda não decorreu da ausência de Bosingwa, mas sim da aposta em 3 centrais por parte de Jesualdo.
Para fazer face ao 4x4x2 losango de Paulo Bento, Jesualdo “inventou” um esquema de 3 centrais e promoveu Mariano Gonzalez à titularidade.
Ao guindar João Paulo ao onze titular em detrimento de um lateral esquerdo de raiz – Lino – Jesualdo procurou evitar situações de igualdade numérica entre os avançados leoninos e os centrais portistas.
Pedro Emanuel e João Paulo ocupavam-se de Djállo e Derlei, sobrando Bruno Alves que se assumia como o líbero da equipa.
Fucile na direita não fez esquecer Bosingwa, o que agravou de sobremaneira o já de si precário equilíbrio da defensiva portista. A orfandade de Bosingwa foi notória.
Fucile é de raiz lateral direito, mas os seus desempenhos à esquerda têm sido bem mais positivos.
Ontem, foi um bom exemplo.

Antes morto que vermelho disse...

"Uma vergonha de um bando de jogadores que demostraram um mau perder incrível," essa conversa de pombo já chateia, esse arroto não é mais que um "clichê" em desuso, é um lugar comum de alguém que está psicologicamente afectao (talvez de uma queda).
a história dos papões (o fcp) e os bons samaritanos (o sportém), é uma boa história para fazer uma lavagem de cerebro aos mais novos...
vi o jogo no sofá da minha casa, não arranjei bilhetes...

Antes morto que vermelho disse...

darcheville: mas o fuccile é bom, embora nunca irá fazer esquecer o josé bosingwa.
o lado esquerdo, é um problema, para o fcp, o curralense e até para sportém (agora que a lagartada não quer dar 3.5M€ pelo sarrafeiro. eu também acho que ele não vale, nem metade)

JC disse...

O que não se comprende então, amigo Vermelho, é como é que Burrualdo, com dois defesas esquerdos de raiz na equipa - Chek e Lino - invente o esquema defensivo que inventou ontem - que, ao que julgo, foi o mesmo usado no jogo contra o Shcalke 04 que também já tinha dado maus resultados.

Vermelho disse...

Amigo JC:
Sobre isso já me pronunciei em artigo publicado no Livro de Reclamações e no início da análise que hoje trago à estampa.
Jesualdo é de uma velha escola de treinadores portugueses que, sistematicamente, incorriam em dois erros nos grandes jogos:
Priorizavam a hetero-determinação, retirando coerência e desprezando os mecanismos interiorizados pela equipa e elevavam a titular um jogador que raramente era utilizado - a chamada surpresa.
Ontem, Jesualdo voltou a seguir a cartilha e como habitualmente deu-se mal.
Há vícios que não se perdem e como burro velho não aprende línguas...

JC disse...

E de onde vem essa escola, amigo Vermelho?
Alguém utilizava essa cartilha com êxito para que seja seguida?
Há registo de gloriosas vitórias com recurso a essa surpresa de última hora e com o alterar de mecanisnmos treinados e utilizados durante a época inteira?
Ou seja, quando menos se devia mexer - nos jogos mais difíceis - é que se mexe na equipa?
Porque é que esses treinadores não fazem essas experiências nos jogos contra equipas mais acessíveis?

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, essa sua descrisão da táctica do FCPOrto, com 3 centrais, é sua ou é adaptada de algum jornal desportivo? É que li exactamente a mesma coisa à hora de almoço , num desportivo.

VermelhoNunca disse...

Onde escrevi descrisão, claro está que é descrição.

Vermelho disse...

Amigo Nunca:
Vê a hora a que foi escrito o meu texto e encontrarás a resposta à tua pergunta!

Amigo JC:
Que eu me recorde, raras foram as vezes em que tal sucedeu.
Alemanha-Portugal de qualificação para o Mundial 86 e Inglaterra-Portugal desse mesmo Mundial são os casos que, por ora, me lembro.
É, para mim, um mistério insondável a opção por semelhante prática, atentos os parcos resultados que historicamente foram obtidos.
Abraço.

Antes morto que vermelho disse...

"...Quanto ao "melhor futebol do SCP", agradeço que revejam o jogo e analisem os lances de perigo: nenhum surgiu de uma jogada com princípio, meio e fim. Nem a jogar com 12 contra 10..."

in pobodonorte

Vermelho disse...

Amigos:
Fui, telefonicamente, contactado pelo condómino Zex que me pediu para vos transmitir que a sua ausência se deve a impedimentos profissionais.
Mais, fez questão de afirmar a justiça da vitória do Sporting, ainda que a entenda manchada por clamorosos erros de arbitragem.
Abraço.

VermelhoNunca disse...

Eu li exactamente o que o amigo aqui colocou no jornal Record, e não concordo. Não considero que J Paulo tenha actuado a central. J.Paulo jogou, e mal, a defesa esquerdo, por erro táctico de Ferreira, na minha opinião.

VermelhoNunca disse...

Macaco, sei que não é fácil para si, mas fale pela sua cabeça e não pela de outros blogs, portistas por sinal. Assuma que o seu clube não jogou nada, e que, especialmente, nos primeiros 45 minutos, foi claramente inferior ao Sporting.

JC disse...

Grande Neuer:
O 1º golo do SCP começa no Guarda-redes e acaba dentro da baliza do FCP, passando pelos pés de Tiui.
Teve princípio, meio e fim.

Antes morto que vermelho disse...

"...A desforra fica marcada para o início da próxima época na Supertaça Cândido de Oliveira, a não ser que o FCPorto seja convidado para o mítico Torneio do Guadiana."

in zedobone

JC disse...

A desforra de que jogo, Grande Neuer?
Da final da Taça, da final da Supertaça ou do jogo da 2ª volta do campeonato?
Talvez a desforra da desforra da desforra da desforra.

Vermelho disse...

Amigo Nunca:
Como disse, "para fazer face ao 4x4x2 losango de Paulo Bento, Jesualdo “inventou” um esquema de 3 centrais e promoveu Mariano Gonzalez à titularidade.
Ao guindar João Paulo ao onze titular em detrimento de um lateral esquerdo de raiz – Lino – Jesualdo procurou evitar situações de igualdade numérica entre os avançados leoninos e os centrais portistas.
Pedro Emanuel e João Paulo ocupavam-se de Djállo e Derlei, sobrando Bruno Alves que se assumia como o líbero da equipa.
É claro que, quando em posse, João Paulo assumiu o flanco esquerdo.
A dinâmica ofensiva da equipa assim o exigiu, mas o grosso da sua acção radicou no seu posicionamento central.
Aliás, o móbil do seu posicionamento foi, precisamente, o de evitar situações de igualdade numérica na zona central.

VermelhoNunca disse...

Continue a pesquisar nos blogs, Macaco. Talvez encontre algum que fale das agressões dos adeptos portistas a adeptos do Sporting, numa estação de serviço, em Leíria.

VermelhoNunca disse...

Ou encontre um outro blog, que documente o fair play da maioria da equipa portista, que desapareceu do relvado do Jamor, mesmo antes do tributo aos vencedores. Saúdo nesse aspecto o capitão portista, que fez questão de cumprimentar os vencedores, após distribuição da Taça aos vencedores.

Antes morto que vermelho disse...

nunca: se estiver atento (será da queda que deu ontem do marquês?, que lhe toldaram a mona?) poderá ler que já dei a minha opinião spbre o jogo, mas posso repetir para si: acho que o fcp perdeu o jogo e ponto final o que conta são os 2-0. ao contrário de si, estou-me completamente nas tintas para o resultado mais justo.
o sportém não jogou nada de especial, o fcp é que esteve pior, principalmente nos primeiros 30 minutos.
se o j. paulo foi expulso (por ter um cerebro muito pequenininho), o grimi e o abel também deveriam ter sido expulsos, só que não há melhor actor, que o "anão cabeçudo", é lindo aquele levantar de braços a acenar para os passarinhos.
não me vou calimerizar, como é hábito, lá pelos vossos lados... não não foi o peido que o tunel deu, que teve influência no resultado.
pena que a leiteirada do 1º golo do sportém, tenha surgido na consequência de uma ceifadela do polga sobre o licha (caguei, se foi dentro ou fora da área).
em conclusão o fcp esteve mal e o sportém esteve ao seu nível... fraquinho!

nunca: nunca julgue que os seus arrotos são inquestionaveis, porque velem o que vele um arroto!

VermelhoNunca disse...

Curioso Macaco, você não quer ser Calimero, mas em todos os seus comentários fala de eventuais erros do árbtiro, que , na sua opinião, prejudicaram o FCPorto.
Até já aqui falou hoje num golo em fora de jogo, em Alvalade. Mas não fala dos árbitros...

Lion Heart disse...

Macaca:
Até me vieram as lágrimas ao nariz com o cheiro dos vómitos arrotados pelo símio de estimação cá do sítio.
Jogadas com princípio meio e fim? Só me lembro da que deu o golo ao Mais Reles na única vez que não levaram no retanguefe nos últimos jogos...

Antes morto que vermelho disse...

darcheville: em 1º lugar da supertaça!
enunciou esses 3 jogos, mas ganharam o campeonato? a quantos é que ficaram? qual foi a equipa que levou 3 do manuel machado? quem é que lerpou em setubal? quem é que lerpou 4-1 em leiria? quem é que empatou em casa com o leiria? quem é que levou da equipa que vai acabar?

nunca: essa noticia das agressões vale o que vale, pode ser mentira dos meios, não sei se é verdade...

obviamente que não se vai esperar pela consagração do adversário!!! já agora, queria que os jogadores do fcp aplaudissem o sportém? voce deve estar maluco (será da queda de ontem?).

Antes morto que vermelho disse...

leão-gay, já cá faltava o esterco!

nunca: a queda deixou-o muito mal... a burrice reina na sua mona! leia melhor o que eu posto!
ontem o árbitro errou! mas não foi por causa dele que perdemos... nem no jogo de alvalade, onde tivemos uma manifesta falta de sorte!!!

VermelhoNunca disse...

Compreendo, que no seu modo de ver não se dê os parabéns aos vencedores, antes se abandone o campo. Por acaso o seu capitão não agiu assim, se calhar devia ser despedido com justa causa. É pelo modo de pensar e agir de muitos adeptos portistas, que as vossas incursões à capital são autênticas invasões de arruaceiros, comandadas pelo ódio que emana do vosso Papa.

Antes morto que vermelho disse...

gay-leão: vá espetar um maço, da idade média, nos seus ásperos entrefolhos!! depois enfie as suas patas também, e tente bater palmas...

VermelhoNunca disse...

Macaco, você diz que não foi pelo árbitro que perderam. Ok, jã entendi. Mas então porque só fala dele? Tem algum fetiche pelos senhores do apito? Gosta que lhe apitem ao ouvido?

Antes morto que vermelho disse...

obviamente que não dou parabens ao sportém! o sportém ganhou e é o que fica para a história. já lhe disse que não foi por causa de nenhuma pintelhice nem por causa do árbitro!
as pintelhices e as queixinhas sobre os árbitros, são para o sportém!

Antes morto que vermelho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vermelhosempre disse...

O Antes Morcão e Veado está profundamente alterado, por isso sugiro que lhe demos um desconto.

Gostei de ver os adeptos do sporting e Porto antes do jogo aos abraços e a dizerem que é impossível terem aquele tipo de comportamento com adeptos do Benfica. Pois bem, depois do jogo já n os vi a fazerem o mesmo, aliás continuavam aos abraços, mas não de um modo amistoso.

Cuspiram para o ar, caiu-lhes em cima...

Antes morto que vermelho disse...

fetiche com preto, só gajas com lingerie de cabedal preto! no entanto se no meio vierem umas vestidas á árbitro também são bem vindas! e desde que se deixem "marcar", até podem apitar por onde desejarem.
por falar nos árbitros não implica que eles sejam culpados... só para voces

Lion Heart disse...

Será que depois disto, no 2º dia de estágio da próxima pré-época, nas termas de São Pedro do Sul, o Jesualdo irá à vida?

Déjà-vu?

Antes morto que vermelho disse...

gay-lion: no fcp 3 anos é o limite.

VermelhoNunca disse...

AMigo Sempre. há adeptos e há adeptos ( vulgo Macacos).

Antes morto que vermelho disse...

... e há Adeptos (com A) como o nunca! esses sim, dispostos a morrer pelo clube!

JC disse...

Adepots com H grande, como diria Pinto da Costa

Antes morto que vermelho disse...

isso só jogadores com H grande, como diria gabriel alves

Mestrecavungi disse...

Amigo Lion, O Jesualdo não pode ser despedido!
Isso não!
Já renovou e bem por + dois anos.Que fique lá que está muito bem!
Ganhou o campeonato com 14 pontos de avnço e mais nada.
De resto fez uma época muito fraquinha.
Viva Jesualdo e Viva Ricardo Quaresma o "Jogador-Palhaço"!

Antes morto que vermelho disse...

xungo: hoje a tua capacidade de vomitar está "imparável", ainda agora li um urro teu "... A (época)do FCP foi banal." espectacular!! como é que a patetice sobe a patamares que ninguém imaginava! só mesmo tu, para bateres estes records.

e a tua inveja do génio ricardo quaresma? foste mordido por um ciganito quando eras pequenino?
estás ressabiado por o quim "drogas" levar sempre golaços do quaresma?
palhaços são todos os que fazem parte do "universo" curralense, pombos incluídos!

Zex disse...

Quanto à minha opinião sobre o jogo, faço minhas as palavras do blogger. Não sei porque não se pode falar do árbitro.
O FCP foi claramente prejudicado pelo Larápio, principalmente no lance do derrube a Lisandro.
No entanto, e como bem disse N'Kama, não foi pelo árbitro que o FCP perdeu, pelo tenho de discordar das declarações do Burrualdo.
No lance em causa, não só não foi marcada qualquer infracção como foi marcado pontapé de baliza (imagine-se)e daí nasceria o golo do Sporting. Não percebo por que razão o Abel não foi expulso, com segundo amarelo após entrada sobre Meireles.
O FCPorto jogou muito mal, durante quase todo o jogo. Teve pouquíssimas oportunidades de golo. O grande jogador do FCPorto, que é o seu grande armador de jogo fez jogo muito mau, até pela cobertura eficaz que lhe fez o Veloso.
Pelo que fez nos primeiros 30m, o Sporting foi um justo vencedor, já que aí só não marcou graças a Nuno.

Mesmo assim, tenho que concordar que o "arroto" do dia é do Cavungi, ou então é a verdade absoluta. Nem sei bem como qualificar.
A época do FCP foi banal.
Ser campeão é banal, ficámos a saber. Ficar com uma vantagem de 20 (ou 14)pontos é banal. Se calhar ser campeão é uma banalidade, mas só para o FCPorto. Provavelmente ficar em 4º lugar é que é bom.
Por mim, gosto de banalidades. Gosto de ser campeão. Sou uma pessoa banalíssima. É tão pouco importante ser campeão, por isso adoro banalidades.
À semelhança do arroto vungiano, também os dirigentes do Sporte, ficaram muito contentes com a época que ora termina, porque ganharam dois troféus.
Não deixa de ser estranha a coincidência de discurso.
Qualquer dia estão a dizer que a Taça é mais importante que a Liga. Já pouco falta para isso.
Por mim, tudo bem.
Entre os quatro em disputa em dou uma importância destacada à Liga. Gostava de ganhar a Taça, mas não sendo possível contento-me com a Liga.
O Sporting fez um campeonato mau. Na Taça fez um percurso imaculado, jogando apenas o jogo de ontem a dez Km de casa. Não passou à segunda fase da Champions. Perdeu a Taça da Liga, competição ignorada por muitos. Ganhou a adversários fracos na Uefa e perdeu com o Rangers.
Mesmo assim, época positiva.
Muito bem !
Eu gostaria de ter ido mais longe na Champions e de ter ganho a Taça, mas não me aborreço nada por ser campeão. E entre ganhar a Taça e a Supertaça, ou ganhar só o capeonato, prefiro claramente a segunda hipótese.
São opiniões e como dizia Rute Remédios...

VermelhoNunca disse...

Os dirigentes do Sporting disseram, condómino Zex, que a época acabou por ser positiva, tendo até em conta as dificuldades que a época apresentou. Paulo Bento teve o mesmo discurso. Eu também o tenho. Fez o Sporting melhor que o ano passado, porque ficar a 20 pontos ou a 1, como foi o ano passado, não significa nada em termos classificativos. Claro que o ano passado ombreou com o Porto até final e este ano rapidamente ficou afastado, mas ficou novamente em 2º. Foi mais longe na Europa, reconquistou a Taça de Portugal ( só andando 10 kms, como diz, mas ganhando ao Benfica e ao Porto) e não conquistou a Taça da Liga, onde esteve na final. Foi melhor que a época anterior. Apenas isto.

VermelhoNunca disse...

Acrescentar que ainda conquistou a Supertaça.

Lion Heart disse...

Mas porque é que a andradada toda está tão raiboja de ter perdido a taça de que eles não gostam no estádio de um concelho limítrofe, assim a modos que Sandim cá do sítio. Sabem porquê?

Lion Heart disse...

Porque

ATÉ FORAM COMIDOS, CARAGO !!!

JC disse...

Falarem-se de erros da arbitragem quando o SCP vê um golo limpo anulado aos 30 minutos;
quando Bruno Alves agride à cotovelada Yanick Djaló na grande área portista, derrubando-o, e não é marcado penaltie;
quando Quaresma agride Moutinho no pescoço e não leva sequer amarelo; quando Lisandro tem de ser agarrado pelos colegas para não desfazer o Moutinho - e acho que o desfazia, mesmo - e o FUcile tenta levar o nariz do nosso capitãozinho para casa como recordação desta final e nada acontece e depois falam nos erros da arbitragem que prejudicaram o Porto?????
Houve erros de arbitragem, sim, para os dois lados, porque este árbitro não tem qualidade.
Agora roubos, que eu saiba, só houve um:

O roubo da dobradinha ao FCP!
Esse é que foi O roubo.

Antes morto que vermelho disse...

lion-gay: voce é um andrade ressabiado

darcheville: pense lá um bocadinho... vá lá... alguém disse que o fcp perdeu por causa do árbitro? essa lista de patetices que vomitou, vale tanto como um pombo a aliviar-se no curral...
mas folgo em ver a sua alegria, tanta por tão pouco!

Antes morto que vermelho disse...

campeões! campeões!
nós somos campeões!

VermelhoNunca disse...

Isso Macaco, solte o tripeiro que há em si, não se sinta comedido

JorgeMínimo disse...

Caríssimos:
Estava para voltar ao comentário no blog, agora que acabou a época, mas depois do que li, não tenho mesmo vontade nenhuma.
Quando o Sporting vence qualquer coisa há sempre dois palermas que fazem questão de minimizar o feito. Só eles é que são bons! No entanto numa época "fenomenal" são eliminados da Taça da Liga pelo poderoso Fátima e na Champions pelo "poderoso" Schalke 04.
Já o Sporting vence a Taça de Portugal e a Supertaça e tem que assumir o "fracasso" da época. Não brincais com coisas sérias, IDE LEVAR COM A QUINTA PATA DE UM BOI!!!

P.S: O pretenso penalty é falta, mas fora da área.

Antes morto que vermelho disse...

dassss, o vomito-humano voltou!! vai de reto, satanás!!
abre a fossa, para o max hardcore vomitar lá para dentro e tu engolires...
vai levar com o alcebardo do mantorras, vai levar com o nabo do yanick, mas acima de tudo, mata-te!! enterra-te! e deixa que os bichos te comam rapidamente...
O R.C.T.F.!!

JorgeMínimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antes morto que vermelho disse...

se o sportém perdesse, aposto que o pateta nem voltava, ficava a "brincar" com os pc lá da tap, ficava a jogar 25 vezes ao "solitaire". fazia 13 logins no site do sportém para parecer que muito marreta, teclava... dasss que miséria!!
é pior que o xungo, mas de longe!!

Antes morto que vermelho disse...

nunca: posso soltá-lo no curral? no local onde os pombos se aliviam?

JorgeMínimo disse...

Caro Roto Macaco:
Em vernáculo perfeito, VAI PRó CAR****!!!

VermelhoNunca disse...

Macaco, sabia que o seu herói Madureira, ontem foi algemado no Jamor? Será por isso que você não foi lá, com receio que lhe acontecesse o mesmo?

Mestrecavungi disse...

Obrigado Macaco!

Mestrecavungi disse...

Caro Zex,
o que eu quis dizer é que com o plantel do FCP ganhar "só" o campeonato é pouco.
Claro que é bom ser campeão.Eu tambem gostava.
Agora o FCP ganhou 5 campeonatos em 6 anos.Tornou-se banal.
Nas outras competições tiveram prestações rídiculas.
Perderam com o Fátima, com o Shalke 04 e duas !!!!!!!!!!!!!!vezes com o SCP de Paulo Fergusson Bento, que como todos sabemos apresenta um futebol a roçar o sonambulismo.
Acho, na minha modesta opinião que o FCP podia e devia ter feito mais.
Não o fez porque tem Jesualdo e porque tem um jogador-palhaço!
Quando Lucho e Lisandro não "jogam" como ontem, o FCP é uma equipa vulgar.Com o jogador-palhaço nunca se sabe quando é que se pode contar com ele.
Para além de tí e de Macaco tenho outros amigos do FCP, um deles residente no Porto, que desejam ardentemente a venda de RQ.
A frase de que RQ é um mau profissional foi-me dita ontem por um portista com algum conhecimento dos "bastidores" dos Dragões.
Espero que este vómito já seja mais perceptivel!

Mestrecavungi disse...

Para além disso caro Zex, não achas que para um clube com dimensão do SCP e com o seu hábito de cultura de vitória, a que nos habituou, ganhar dois trofeús não é bom?
Estiveram 5 anos á mingua e agora em 2 anos ganharam 4 taças!
2 ST e 2 TP.

VermelhoNunca disse...

Amigo Cavungi, no século em que estamos , o Sporting até que nem tem estado assim tão arredado de títulos, ao invés da parte final do século XX.

Zex disse...

Estranhamente, e ao contrário do condómino Nunca a parvoíce do dia veio do mega-amuado !
O Nunca percebeu o que disse e, mais sensatamente, veio dizer que a época tinha sido melhor que a anterior, "apenas isto".
A besta do mega-amuado, que vem a acumular ressabianço e a pontapear os móveis de casa, porque não vem aqui descarregar fel, tem um discurso estúpido.
Eu não diminuo a vitória do Sporting.
Disse até que a vitória foi justa e que discordava do Jesualdo.
Não concordo é com a maximização da Taça em relação à Liga, como ora se pretende.
Fê-lo cavungi, fizeram-no alguns sportinguistas, não o fez Nunca.
Claro que um parvo ressaibiado como o mega-amuado, que já estava farto de cabeçear a parede e furá-la com os cornos, por não dizer aqui nada, vem fazer interpretações abusivas e idiotas das minha palavras.
Não diminuo a vitória na Taça, repito.
Ainda assim, penso que a vitória na Liga tem uma importância destacada que não cabe à Taça.

Quanto ao que disse Vunge, não concordo.
Na minha opinião, a época do FCPorto não é um fracasso, tal como a de outros não é um sucesso. Quem é campeão de Portugal não tem uma época fracassada.
Agora claro que gostaria de ter ido mais longe na Champions e de ter ganho a Taça, isso é evidente.