terça-feira, dezembro 18, 2007

Livro de Reclamações - Edição Especial

Os Melhores da Liga Bwin época 2007-2008 até à 13ª Jornada

Guarda-redes

Quim

Hoje por hoje, o melhor guarda-redes a actuar em Portugal;

Peçanha

Pese embora a sua estatura, tem-se revelado como o principal sustentáculo da defensiva pacense.
Ágil, felino e extremamente rápido, é um dos bons valores da Liga BWin.

Nilson

A boa campanha do Vitória minhoto também se deve muito a este brasileiro, que faz da agilidade e da elasticidade os seus principais atributos.

Defesa Direito

Bosingwa

Titular indiscutível da selecção nacional e um dos 10 melhores do mundo;

Abel

Sem concorrência não se esperava que se superasse.
Fê-lo e com uma consistência assaz surpreendente.
Em super-forma, tem sido, a par de Polga, um dos principais pilares do Sporting.

Cândido Costa

Mais uma feliz adaptação de um extremo à posição de lateral direito.
Quando tudo apontava no sentido da estagnação da sua carreira, Jorge Jesus concedeu-lhe um segundo fôlego.
Raçudo e com boa técnica, destaca-se pela facilidade com que faz o corredor, demonstrando um surpreendente equilíbrio nas acções defensivas e ofensivas.
Se e quando consiga aliar estes predicados a uma maior clarividência e concentração pode aspirar a outros voos.

Defesa Central

Bruno Alves

Em dois anos, operou uma conversão radical no seu estilo de jogo e de um central vulgaríssimo, a roçar a boçalidade, transformou-se apenas no melhor português a actuar em Portugal!
Passou a direccionar a sua agressividade para o jogo propriamente dito e o seu futebol ganhou outra dimensão.
Dotado de um invulgar poder de impulsão e de uma inusitada velocidade para a sua estatura, quando aperfeiçoar o seu posicionamento e principalmente a concentração guindar-se-á a um patamar de relevo na Europa.

Polga

Sem grandes alaridos, comanda em soupless a defesa leonina.
Sóbrio, seguro e elegante, é o esteio maior do último reduto do Sporting.

Geromel

Forma com Sereno uma excelente dupla de centrais.
Rápido e com bom jogo de cabeça, compensa uma certa falta de "escola" com doses elevadas de entrega ao jogo.
Tem uma enorme margem de progressão e assim consiga aprimorar o seu sentido posicional e a capacidade de marcação zonal pode singrar no futebol português.

Defesa Esquerdo

Léo

Aos 32 anos, permanece sinónimo de regularidade e fiabilidade, mormente em termos atacantes. Não obstante as limitações decorrentes da sua estatura, as quais se fazem sentir, em larga medida, nas competições europeias e que ensombram um pouco o seu desempenho defensivo, continua a ser senhor de uma excelente condição física que alia a um técnica não menos refinada para se assumir como um "carrillero" de excelência.

Fucile

Tapado por Bosingwa à direita, conheceu no flanco oposto o seu refúgio dourado.
Ainda que apresente algumas lacunas a defender, a sua rotatividade, a sua agressividade e a sua boa técnica fazem dele um valor seguro, que procura e quase sempre consegue dar profundidade ofensiva à sua ala.

Jorge Ribeiro

Pacheco tem-no utilizado em zonas mais adiantadas do terreno, como médio-interior esquerdo, sendo certo que a sua posição de referência é a de lateral esquerdo.
Depois de um mal sucedido périplo pela Europa, regressou o ano passado a Portugal e não conseguiu evitar a despromoção do Aves. Todavia, deu sinais de reabilitação.
Este ano, no Bessa, confirmou-os na pleinitude.
Acaso a sua técnica fosse acompanhada por mais um palmo de estatura e mais um pedacinho de velocidade, disporia de condições para se impor na selecção nacional.


Trinco

Paulo Assunção

O metrónomo azul e branco.

Miguel Veloso

Mais pelo seu valor intrínseco do que pela qualidade das suas exibições!
Não olvidemos, contudo, que o seu início de época foi de molde a recolher encómios, ainda que moderados.
Depois de um final de época assaz prometedor, esta temporada tem decepcionado aqueles que como eu nele viam o "senhor que se segue" no êxodo rumo aos principais mercados do futebol europeu.
Vive uma encruzilhada na sua carreira - caso prossiga o processo de "danização" que recentemente iniciou, perder-se-á definitivamente um potencial jogador de eleição.

Flávio Meireles

O envelhecimento fez-lhe bem - refinou-lhe as qualidades e moderou-lhe os defeitos.
Ganhou em leitura de jogo e em posicionamento o que perdeu em maldade e impetuosidade despropositada.
Assume-se como o pêndulo do meio-campo vimaranense e a sua quota parte de responsabilidade no sucesso da equipa não é despicienda.

Médio de Transição

Lucho

É, actualmente, o astro maior da Liga portuguesa.
Ainda que nem sempre se mostre muito activo e participativo nas partidas domésticas, é de uma classe ímpar nos relvados nacionais.
A sua superior leitura de jogo, a sua cultura táctica, a sua capacidade de preenchimento dos espaços, a sua capacidade de gerir e ditar os ritmos de jogo, a sua capacidade unir a equipa quando em transição, seja defensiva, seja ofensiva, a sua criatividade e os seus passes de ruptura transformam-no num jogador de excepção.

Fajardo

Início de época, simplesmente, admirável, no qual se assumiu como principal suporte do processo ofensivo vimaranense.
A sua afirmação plena tem tardado, mas sob o comando de Cajuda parece que irá, finalmente, suceder.
Qualidades técnicas não lhe faltam.
Talvez apenas um pouco mais de consistência e regularidade sejam suficientes para o guindar a outros níveis de desempenho.

Zé Pedro

O diapasão azul - quando está bem, a equipa está bem, quando decai, a equipa acompanha-o.
Senhor de um pé esquerdo de eleição, peca apenas na velocidade de execução.
Não fosse esta pecha e a qualidade com que dirige as transições "obrigá-lo-ia" a conhecer outros palcos.

Médio Ala Esquerdo

Quaresma

Todos conhecem a sua magia.
Sem estar a realizar uma época fulgurante, o certo é que no jogo mais importante da temporada fez questão de ser decisivo.
Os grandes jogadores são assim mesmo!

Cristian Rodriguez

Chegado ao Benfica depois de uma frustrante experiência no PSG, poucos seriam aqueles que esperariam que se assumisse como a melhor contratação do Benfica para a presente época.
Muito forte fisicamente, entrega-se ao jogo de alma e coração, nunca dando um lance por perdido.
Provido de boa técnica encontra na linha o seu habitat natural - é um extremo à moda antiga que privilegia o espaço exterior em detrimento das diagonais para o centro.
A par de Rui Costa, assume-se como o mais influente e desequilibrador jogador do processo ofensivo benfiquista.

Matheus

Da excomunhão em Braga ao sucesso em Setúbal foi um pequeno passo.
Sendo um jogador essencialmente de contra-ataque, achou em Setúbal o panorama perfeito para potenciar as suas melhores características.
Rápido e incisivo como poucos, descobriu uma veia goleadora até então desconhecida, assumindo-se como a estrela mais cintilante da constelação vitoriana.

Médio Ala Direito

Tarik

Inicialmente proscrito por Jesualdo, a sua recuperação veio a revelar-se crucial para o equilíbrio ofensivo do Porto.
Ninguém, desconfio que nem o próprio, imaginava que no marroquino existia o virtuosismo que tem revelado.
Quer seja através de assistências, quer através dos golos que tem obtido, Tarik tem desempenhado papel de primeira grandeza na equipa portista.

Izmailov

Para mim, muito mais um ala do que um médio interior.
Rápido a pensar e a executar, apenas perde preponderância no momento atacante quando se alheia da partida.
Aliás, os seus períodos de ausência são o handicap que o afastam da ribalta internacional.

Lito

Os 5 golos que já obteve impõe a sua presença nesta lista.

N.º 10

Rui Costa

Palavras para quê, aos 35 anos ainda é o melhor n.º 10 da liga portuguesa.

Juliano Spadacio

No seu pé esquerdo a bola encontra amparo para os "maus tratos" a que tantas vezes é sujeita.
A excelência da sua técnica, da sua visão de jogo e da sua criatividade qualificam-no como um dos valores seguros da BWin Liga.

Romagnoli

Não tem feito uma época fulgurante.
Reconheço que estive indeciso entre Romagnoli e Ghilas, mas a sua superior utilização e influência no jogo da equipa levaram-me a optar pelo argentino.
O jogo curto de constantes basculações sobre os flancos é a sua imagem de marca.
Revelasse maior apetência e competência para a finalização e maior aptidão na organização do processo ofensivo e as suas indesmentíveis qualidades técnicas seriam mais do que suficientes para o conduzir a prestações de inegável excelência.

Ponta de Lança

Lisandro

Os números falam por si!

Makukula

Ressuscitou na Madeira!
Após algumas épocas divididas entre lesões e apostas profissionais menos conseguidas, eis senão quando Makukula encontrou na Madeira o lugar ideal para renascer para o futebol de alta competição.
Fisicamente poderoso e dotado de um excelente jogo de cabeça tem-se assumido como a revelação maior da presente temporada.
Com características singulares no contexto do futebol português, se mantiver a progressão evidenciada nas 13 jornadas já disputadas pode, legitimamente, aspirar a um lugar nos eleitos de Scolari para o Euro-2008.

Roland Linz

Após um início algo titubeante, tem vindo a confirmar em Braga os méritos que já eram reconhecidos no Bessa.
Jogo de cabeça, mobilidade, técnica e instinto finalizador de bom recorte, fazem deste austríaco um dos valores diferenciados da BWin Liga.
Com um poder de choque e agressividade compatíveis com a sua aparente robustez física poderia aspirar a outros cometimentos.

16 comentários:

Antes morto que vermelho disse...

léo???!!! quem é esse anão? esse careca?? ah! já me esquecia é feijão e já foi internacional pela feijolandia num jogo contra o dubai, jogado há 5 anos no dia 15 de agosto.

Antes morto que vermelho disse...

bermelho: eu e o chungo estamos a "com pilar" e propomos entregar as referidas poles, entre a primeira e a segunda semana de janeiro, o que lhe parece?

Antes morto que vermelho disse...

lanço aqui o desafio ao nunca, para "com pilar" o melhor e o pior de 2007, em termos desportivos!!
posso dar uma ajuda para o pior:
taculargo
cara-de-cu
dumbo-orelhudo
bergesso
etc

JC disse...

Concordo, no geral, com a lista apresentada pelo Amigo Vermelho, confessando, porém, o meu desconhecimento sobre o valor de alguns jogadores que pouco ou nada tenho visto jogar - casos de Cândido Costa, Jorge Ribeiro, Flávio Meireles e Spadacio.

Apenas trocaria, eventualmente, o Piçanha pelo Helton - que com apenas 4 golos sofridos, entendo dever figurar nesta lista - e arranjaria um espaço para o Liedson, o melhor avançado a jogar em Portugal.
Talvez também retirasse da lista o Miguel Velosos, que continuo a achar estar a fazer uma má 1ª volta, muito longe do que fez o ano passado, encontrando-se aqui, quiçá, uma das causas da má campanha do SCP.

vermelho disse...

AMV:
Parece-me excelente.

Amigo JC:
Esta lista respeita às 13 jornadas já disputadas na Liga BWin.
Trata-se de uma avaliação da prestação dos jogadores neste período.
Não se destina a avaliar o valor intrínseco dos jogadores.
Não discuto o valor de Helton ou Liedson, mas o certo é que a sua prestação não foi brilhante nas 13 jornadas já disputadas.
Liedson, por exemplo, soma apenas 4 golos no campeonato.
Quanto ao Miguel Veloso, teve um início de época de bom nível, para além das alternativas para a sua posição não terem apresentado desempenhos superiores.

VermelhoNunca disse...

Respeitando a leitura que o nosso administrador faz dos melhores até ao momento, apenas referir, que tirando Costa, nenhum jogador do SLPOmbal recebe a minha aprovação. Costa é o único de qualidade, que tem de aturar os meninos que vêm pedir desculpa após derrota. Vão mas é para o Perdoa-me!

Antes morto que vermelho disse...

nunca: "com pila" ou não, o melhor e o pior de 2007, desportivamente falando? eu já lhe dei umas dicas...
quando é que se propõe apresentar o resultado das suas "com pilações"? esta ano ainda, ou só em janeiro de 2008?

VermelhoNunca disse...

Não ando com tempo, de momento Macaco. Mas adianto-lhe que o pior é sempre o SlPombal.O maior clube do Mundo...mainada!

VermelhoNunca disse...

Macaco, como boa notícia, coloco esta:
"Leicester devolve Marco Ferreira
O Benfica tem mais um «caso» para resolver. Marco Ferreira não se adaptou ao Leicester City, clube da Championship inglesa (equivalente à II Liga) ao qual estava emprestado desde o início da presente época, pelo que decidiu regressar a Portugal.



ASF
O jogador, de 29 anos, não fez qualquer jogo pela equipa principal do Leicester, pelo que achou por bem pedir a antecipação do final do empréstimo.

Com mais ano e meio de contrato com os «encarnados», Marco Ferreira deverá assim apresentar-se para definir a sua situação, sendo que a possibilidade de reentrar no plantel às ordens de José Antonio Camacho surge como improvável. "

Um reforço de peso para o Maior Clube do Mundo!

VermelhoNunca disse...

Não fez qualquer jogo pela equipa do Leicester. Este Marco nunca me enganou. Foi de férias!

JorgeMínimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JorgeMínimo disse...

Caro Vermelho Nunca:
Aí está o grande reforço de inverno dos lampiões!!!

VermelhoNunca disse...

Amigo Mínimo, e vem com um ritmo de trabalho forte. Zero jogos! Grande Marco. Viva o Marco.

JC disse...

Amigos Nunca e Mínimo:
E ainda faltam os 3 jogadores que o Atlético de Madrid há-de dispensar ao Benfica no âmbito do negócio do Simão Sabrosa.

VermelhoNunca disse...

Sim amigo JC, esses sim serão os verdadeiros reforços dos lampiões. Está a ver algum nome que virá do Atlético Madrid?

Antes morto que vermelho disse...

o marco desde que a namorada dele foi roída pelo mourinho nunca mais foi ninguém!! mas será que ele alguma vez jogou alguma coisa??

nunca: maniche é uma hipótese, uma vez que se quer baldar de madrid. ouvi dizer que as bubas, com bebida espanhola dão mais cabo do estomago. e as putas espanholas, são finas demais para o "cara de porco"