terça-feira, outubro 16, 2007

Livro de Reclamações

Esta semana, no livro de reclamações, não constará um artigo escrito por mim, mas sim um da autoria de João Querido Manha, publicado no Correio da Manhã e para o qual fui desperto pelo o do MST de ontem.
Escreveu MST:
"Mesmo em tempo de defeso originado pelos trabalhos da Selecção, os dirigentes sportinguistas não deram descanso ao seu disco rachado das lamúrias com as arbitragens. Muito gostaria eu, para pôr a coisa em pratos limpos, de os ver bombardeados com estatísticas reveladoras e comparativas com os dois outros rivais. Por exemplo, quantos jogadores adversários do Sporting foram expulsos nos últimos anos, em comparação com Benfica e FC Porto? E quantas expulsões houve de jogadores do Sporting? De quantos golos irregulares beneficiou o Sporting e os seus rivais, etc, ect.? Mas, felizmente, uma parte dessa lacuna foi preenchida recentemente com um trabalho de João Querido Manha, no Correio da Manhã. E logo acerca do mais importante — os penalties, sempre, sempre, tão reclamados pelos sportinguistas. Desse trabalho, fiquei a saber que, desde que o Século XXI é século, ou seja, nos últimos sete anos —, o Sporting beneficiou de 71 penalties para o campeonato, o Benfica de 48, e o FC Porto de 44. Ou seja, face ao FC Porto, o Sporting ultrapassou 60% de penalties a mais. Imagine-se como não seriam as contas se, além destes, tivessem sido assinalados todos aqueles que eles reclamam, semana após semana!
Pois é. A estatística é uma chatice: as melhores opiniões e as mais sólidas «verdades» morrem miseravelmente às mãos de uma vulgar estatística! Neste caso, ainda por cima, a estatística choca com outra realidade: é que é sabido e natural que, quem mais ataca, mais beneficia de penalties, por força da dinâmica do seu jogo ofensivo. E quem mais ataca é quem mais golos marca. Neste século, quem mais tem atacado e mais golos tem marcado é o FC Porto (à excepção daquele ano em que o Jardel, com a camisola do Sporting, só à sua conta beneficiou de 18 penalties).
É claro, porém, que nada disto serve para coisa alguma: o País inteiro viu e disse que o Katsouranis não meteu a mão à bola e eles lá continuam, impávidos, a debitarem a sua verdade de que o árbitro lhes roubou um penalty na Luz. E para a semana lá estarão a reclamar mais outro…"

O artigo de João Querido Manha trata-se de um excelente trabalho de análise estatística, que pela sua qualidade e pelo seu inegável interesse não podia deixar de merecer publicação neste blog.
Em seguida, atenta a sua extensão, publicarei os mais revelantes excertos do supra aludido artigo:

"Não há razões objectivas que expliquem a redução drástica do número de penalties assinalados na Liga portuguesa, que na época passada sofreu uma redução de 40 por cento, acentuando a queda que já se iniciara em 2003, chegando aos números mais baixos dos últimos 30 anos, apenas 44 grandes penalidades em 240 jogos.
(...)
Por que razão os árbitros assinalam cada vez mais penalties, se o número geral de faltas cometidas não desceu?
A resposta mais simples e crua radica no medo – medo cénico, medo emocional, medo incompetente, a irreprimível angústia do árbitro diante do penalty – que vem acometendo as novas gerações de juízes, para quem a actividade em campo se defende muito melhor com faltas e faltinhas, discussões sobre pormenores burocráticos como a colocação da bola ou a fralda da camisola fora dos calções, através dessa irresistível arma defensiva que é o cartão amarelo, ponte de coragem para o cartão vermelho.
Na década de 90 do século passado, a fisionomia da ficha de um jogo de futebol alterou-se sobremaneira, com a secção dos cartões a ocupar as linhas que a tabela dos golos já vinha perdendo.
Nos anos 80, ainda um campeonato tinha mais penalties do que expulsões, por exemplo. No ano passado, foram expulsos 81 jogadores na 1.ª Liga e marcadas apenas 44 grandes penalidades – o total mais baixo em mais de 30 anos.
O número de «castigos máximos» – a semântica terá ajudado ao cariz de monstruosidade que os 9,15 metros entretanto ganharam – vem baixando drasticamente ao longo deste século, depois de ter atingido em 2001-02 o recorde de 110, quando os árbitros assinalavam um a cada três jogos.
Na época corrente, este rátio baixou para metade (um penalty a cada seis partidas) e não há uma única pessoa convencida de que tal se deva à inexistência de faltas na grande área, mas tão somente ao pavor de que os árbitros se foram deixando tomar, perante a perspectiva de poderem tomar uma decisão errada, sem volta atrás.
Os oito penalties que foram assinalados nas primeiras seis jornadas do actual campeonato representam menos de metade dos verificados em igual número de jornadas nos primeiros anos do século.

Recorde de João Ferreira

Pedro Henriques, que dirigiu o dérbi da semana passada, e que, segundo alguns especialistas, terá deixado por assinalar cinco ou seis faltas que «podiam ser penalty», já não toma uma decisão dessas há quase dois anos, precisamente desde um «derby» de Janeiro de 2006, em que marcou um para cada lado. Mas nem é dele o recorde.
Cabe a João Ferreira, o árbitro que dirigiu a partida do Benfica em Leiria, um período excepcional de 21 meses e 25 jogos de 1.ª Liga sem conseguir ver uma falta defensiva dentro de uma grande área.
A teoria das probabilidades e a racionalidade estatística dizem-nos que tal é impossível – logo, estaremos perante um árbitro com «dificuldades» em assumir o ónus de tais decisões. Como se viu em Leiria, onde teve pelo menos duas oportunidades.
O período de negação do setubalense começou num Belenenses-Sporting, onde assinalou dois e ainda perdoou outro a Tonel, a 14 de Janeiro de 2006.
Basta recordar que há 21 meses (!), em Janeiro de 2006, nos minutos finais de um Braga-Benfica, confundiu o peito com o braço de Nunes e só se livrou da excomunhão bracarense porque ainda validou o golo decisivo, em fora-de-jogo, de Bevacqua.
(...)
Tornou-se até mais picuinhas e estabeleceu o recorde de faltas num jogo do último campeonato, o Nacional-Braga, onde assinalou 55 infracções.

Elmano Santos mais decidido

Com 23 penalties em 74 jogos, Elmano Santos é o apito mais ouvido na área de rigor, graças a uma facilidade rara em marcar mais que um por jogo.
Depois dele, cabe a Paulo Costa uma média também inferior aos quatro jogos por penalty, embora num processo de transformação relativamente ao início de carreira: nas últimas duas épocas, assinalou apenas um.

Sporting com grande avanço

No século XXI, o Sporting tem sido largamente o clube mais vezes contemplado com grandes penalidades, com um total de 71, mais de 30 % melhor que Benfica (48) e FC Porto (44), o dobro ou mais do que os restantes clubes com presenças contínuas na divisão principal.
A rotina dos protestos sportinguistas relativamente a esta matéria pode ter uma relação com um hábito mais pronunciado, como se penalty atraísse penalty: mesmo os protestos fazem-se quase sempre no plural, num ciclo vicioso de queixas e pressões que, em outras décadas, dava mais resultado em paragens mais a Norte.
De resto, o facto mais significativo desta amostra é a perda de influência do FC Porto, nos últimos anos, em matéria de benefícios directos da sua política agressiva sobre os árbitros – que actualmente é bem menos agressiva que a do Sporting e também de meninos de coro quando comparada com os anos gloriosos do «apito dourado».
Desde que rebentou o escândalo, há quatro anos, e o Porto teve de aligeirar as suas conexões nos meandros da arbitragem, o número de penalties a favorecer os dragões baixou para praticamente metade dos dois rivais de Lisboa, mas, no entanto, o Porto nunca deixou de ser a equipa com menos penalties assinalados contra, apenas dois nos últimos três anos.

73 comentários:

Lion Heart disse...

Ista vai de mal a pior: Não chegava ter de aturar semanalmente os arrotos (Cavu dixit) do MST, agora ainda levo com o Manhoso. Lá diz o povo:

UM MAL NUNCA VEM SÓ !

Lion Heart disse...

E já que estamos numa de sabedoria popular, lembrafr o artigo da Abelha Maia da semana passada (ainda não tive tempo de digerir o desta semana).
Dizia ele:
"A Formiga é o FC Porto: passou décadas a prestar vassalagem aos Grandes de Lisboa, aceitando pacificamente o papel de animador inútil dos campeonatos."

Clube que se preze de ser grande não presta vassalagem a ninguém! Essa coisa de andar encolhido debaixo dosoutros depois dá no que se vê.

Lá diz o povo:

"NÃO SIRVAS A QUEM SERVIU NEM PEÇAS A QUEM PEDIU"

cavungi disse...

Foram marcados, todos indiscutiveis, 71 penalties a favor do SCP.
Certo.
Mas então e os outros?
Os que ficaram por marcar?
São sempre 1 ou 2 por jogo, os que a lagaratagem reclama.
Sinceramente.Estão sempre a ser roubados...

cavungi disse...

Amigo Lion,
O FCP continua pequenito.A sua sala de troféus é que aumentou um pouco...

Lion Heart disse...

Caro Cavu:
Claro que dados são dados e não se discutem. Mas isso não quer dizer que não nos andem a fazer a cama.

Lá diz o povo:

"QUANDO A ESMOLA É MUITA O POBRE DESCONFIA".

cavungi disse...

Eu tambem gostaria de saber quantos penalties foram marcados a favor do FCP no final do Sec XX.
Nos ultimos 19 anos do Sec 20.
Sim, quantos?
Mas só os indiscutiveis...

Lion Heart disse...

Caríssimo Cavu:
Mais sábias palavras não poderiam ser ditas.
Mas também interessante seria saber p. ex., os penalties não marcados contra a formiga, as expulsões perdoadas, etc. etc. pelos árbitros que nada viam.
Pois lá diz o povo:

O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER APITAR, PERDÃO, VER.

Antes morto que vermelho disse...

cavu: a loucura descontrolada subiu uma vez mais ao cimo dessa mona, bem como a inveja... continuas a viver do passado e das tais finais perdidas, dos golos perdidos e das velhas glórias do futebol. Continua assim que vais bem,e já agora arrasta esse rat heart contigo que é mais um que vive do passado... enfim a barbaridade o dislate a asneira e a inveja no seu melhor!
Este assunto, das arbitragens, é lixo para vender jornais e continuar a enganar os marretas limitados como tu. Mas é a nossa imprensa, e vale o que vale.
O que é que interessa estar a falar do tema árbitros? nada de nada!
nos países decentes este tema não ocupa páginas de jornais nem serve para as equipas se sentirem kalimeros.
(repara que eu não concordo nada com este assunto desenterrado por MST)
E mais uma coisa cavulva: não tens piada nenhuma!

Antes morto que vermelho disse...

nunca: hoje voltei a comprar a bola, porque estão a oferecer umas bolas de brincar pequeninas. Tentei ler o pasquim e em 5 minutos acabou... o cardozo tem á sua conta 4 páginas mais a capa de arrotos e vómitos e o nulo tem 2 páginas que não dizem nada.
Quanto á capa está lá o cardozo, a prometer mais de 20 golos (os 6M incluindo o louco cavu acreditam), seja como for, como o boi tem o cabelo curtinho, pude fazer os tais ensaios "a castanho". o que ficou melhor foi o que calhou com barba castanha, parecia uma barba á ZZtop...

Antes morto que vermelho disse...

bermelho: qual a razão das opiniões do MST, não serem afloradas neste espaço na 4 feira? ou até mesmo na 3 feira?
qual o motivo desta longa "décalage"?

vermelho disse...

AMV:
É uma questão de agenda e de organização do blog.
Há rubricas fixas e a publicação dos artigos do MST, quando acontece, é com elas articulada.
Tanto pode ser à 3ª, como à 4ª ou à 5ª, tudo depende.
Esta 5ª teremos o artigo de opinião do Nunca e assim os artigos do MST e do Manha, que entendi publicar, foram postados hoje.

cavungi disse...

Macaco:Tú ainda não mandas no blog.
Só nos arbitros!

Antes morto que vermelho disse...

vú: kaguei , de alto, nos árbitros!! tal como fiz com a capa de hoje da bola com o cardozo!

JorgeMínimo disse...

Caros Condóminos:
A única coisa de bom que este artigo "manhoso" tem, foi ter-me relembrado o resultado histórico (71) contra a lampionada.
De resto, só prova uma coisa, que desde 2000 o Sporting tem tido equipas que jogam para marcar golos. Foram campeões 2 vezes e não foram a 3ª, porque o SL e Veiga precisava mesmo de ser campeão.
Já agora, gostava que o "manhoso" fizesse um trabalho de pesquisa e nos dissesse quantas Bolas de Prata e Botas de Ouro, o Eusébio, o Fernando Gomes e o Jardel ganharam à custa dos penalties.

cavungi disse...

Caro Minimo,
Penso aliás que não ganharam todos os campeonatos dos ultimos 100 anos porque o SLB primeiro, e o FCP depois compraram tudo e todos.
Se o futebol em Portugal fosse limpo o SCP era campeão todos os anos.Disso não restam dúvidas.
Pena é que só tenham ganho 17 ou 18.

vermelho disse...

amigo mínimo:
Pela análise fria dos números e tendo por boa a premissa que enuncia - "só prova uma coisa, que desde 2000 o Sporting tem tido equipas que jogam para marcar golos" - podemos dizer que o Sporting tem tido equipas que jogam para marcar mais 30% dos golos de Benfica e Porto, pois que essa é a ordem de grandeza da diferença entre o número de penaltys assinalados a favor de cada uma dessas equipas!

Antes morto que vermelho disse...

minimo "...e não foram a 3ª, porque o SL e Veiga precisava mesmo de ser campeão." não me diga que ainda se está a referir ao frango do labreca, no golo do cabeça-bicuda?
se o labreca não tivesse dado esse frango, talvez o cabeça-bicuda, já tivesse regressado ao FC Iguaço do Paraguá...

JC disse...

Esta análise estatística do Manhoso pouco ou nada demonstra.
É certo que 71 penalties - uma média de 10 por ano - comparados com os números dos rivais impressiona e como existe aquela ideia de que no penaltie é que está o ganho vai daí conclui-se manhosamente que o SCP tem sido o grande favorecido.
E os golos marcados com a mão?
E as bolas que atravessam as redes e não são consideradas golo?
E os golos anulados?
E por aí fora.

Como diria o Lion Heart,

QUEM VÊ CARAS NÃO VÊ CORAÇÕES!

cavungi disse...

Macaco: As verdades são para serem ditas.
rande labrecada foi o que foi!

JC disse...

E as azias?
E as desculpas públicas?

JC disse...

E OS LADRÕES?

SIM, OS LADRÕES!

VermelhoNunca disse...

Curioso estudo. E triste como alguém dá crédito a estudos e constatações destas.
Qual o clube que menos penalidades teve marcadas a favor? Isso significa que é o clube mais prejudicado? Claro que não. Assim como tem mais penalidades a favor, não é significativo de ser mais ou menos beneficiado.
Mas os lampiões gostam destas parvoices, enfim.

VermelhoNunca disse...

Ainda que o inteligente do MST, a par do fanático lampião Manha, acreditem nisto, tudo bem. Agora, que os lampiões deste blog, tipo carneiros, se baseiem nisto para tirar alguma conclusão, francamente.

JorgeMínimo disse...

Caro Primata:
Uma época não se resume a um jogo. Curiosamente o teu FCP foi apurado directamente nessa época para a Champions, depois de um roubo, diria mesmo de um assalto à mão armada, no último jogo da época (Sporting-Nacional).

MANUEL disse...

A claque do Sporting, Directivo Ultras XXI, vai aproveitar a viagem a Roma, em jogo da terceira jornada da fase de Grupos da Liga dos Campeões, para visitar o Papa Bento XVI, com o propósito de benzer o seu estandarte.

Desta forma, oito elementos da claque vão estar no dia 24 de Outubro, por volta das 10.30 horas, na Audiência Geral do Santo Padre Bento XVI. Segundo um elemento da claque, citado pelo site do Sporting, esta iniciativa vai «não só dignificar o Sporting, como também o ultra afecto ao Sporting, demonstrando a crença e fé enorme que nos acompanha no nosso dia-a-dia», disse.


sera a pensar no jogo com o fatima ou sera para garadecer tanto penalti???
Ou se

JorgeMínimo disse...

Caros Cavungi e Vermelho:
É claro que o Sporting não podia ser campeão todos os anos. Não é por causa das arbitragens que o Sporting não é campeão, mas algumas vezes, também temos direito a pensar que nem tudo foi legítimo.

JorgeMínimo disse...

Caros Condóminos:
Quem é este idiota de Barcelona? Buro, mantequilla?...

MANUEL disse...

ontem nao me respondeu se podiamos ficar tranquilo quanto as acusaçãoes de que filipe vieira estava a ser acusado por trafico de drogas, significa que a coisa está preta?

MANUEL disse...

porque o nosso glorioso é enorme, sempre que há uma paragem na liga arranja-se primeiras páginas em vermelho para aumentar as vendas. ontem falava-se dos presumíveis reforços da reabertura do mercado, hoje foi-se ao paraguai para entrevistar oscar cardozo. o recurso para a falta de notícias passa sempre pela exploração do potencial comercial do maior clube do mundo. e não interessa a veracidade ou não das mesmas. o que interessa é que o nome benfica apareça em grandes letras.
mesmo aqueles que se dedicam, em crónicas, a debitar as suas opiniões, de forma mais ou menos dúbia, não conseguem escapar à tentação de, recorrentemente, se referirem ao glorioso na ânsia de angariar leitores que de outra maneira os ignorariam por completo. isto acontece porque os únicos verdadeiros adeptos deste país são os adeptos do benfica. os outros vivem perseguidos pela frustração de não terem o privilégio de fazerem parte desta nossa grande família e refugiam-se no negativo sentimento de serem do anti-benfica.

isto é claramente visível e notório na blogosfera nacional. basta visitar os blogs benfiquistas para se ver, nas caixas de comentários, dezenas de provocações e insultos de adeptos das outras pseudo-agremiações, normalmente reveladores da falta de nível, intelectual e de educação, daquelas pobres almas mal aventuradas. falo por mim, e julgo que pela grande maioria dos benfiquistas, quando digo que não visito nunca blogs dos adeptos de agremiações adversárias. simplesmente porque não me merecem qualquer interesse ou sequer curiosidade. eles, porém, não resistem a demonstrar o seu complexo de inferioridade e que o que realmente os move não é o amor ao seu clube mas sim o seu ódio ao nosso grande benfica.
os pobres abutres insistem em pairar e a perder o tempo que poderiam dedicar às suas habituais actividades de corrupção na tentativa vã de me incomodar com os seus insultos.

vermelho disse...

Amigos:
quando falamos em equipas de nível semelhante, que apresentam uma superioridade idêntica sobre as demais, uma diferença de 30% no número de penaltys assinalados a favor de uma equipa por comparação com as do seu nível é, "doía a quem doer", significativo!
Permite perceber um tratamento díspar e mais vantajoso!
E mais significativo se torna quando essa equipa baseia a explicação dos seus insucessos em alegados prejuízos de arbitragem!

MANUEL disse...

segundo se sabe foi prometida a devida homenagem a um jogador que acabou a sua carreira de forma precoce... ivaylo iordanov. foi um dos jogadores que conquistaram o título lagarto depois da longa travessia do sahara durante 18!!! penosos anos.
o clube da osga não está disposto a realizar um encontro de homenagem a ivaylo iordanov por considerar “o jogo pouco interessante, que levará pouca gente ao estádio e que terá um grande prejuízo com a organização do mesmo". afirmou josé serrão, advogado de iordanov.
para o advogado, o jogo de homenagem "é um direito que resulta de um contrato assinado pelo sporting e o iordanov", sendo que o antigo futebolista apenas quer que o clube "cumpra o que contratou" quando o búlgaro terminou a carreira de futebolista e passou a treinador das camadas jovens. josé serrão lembrou que iordanov "é uma figura carismática da família leonina e do desporto nacional" e que o jogador quer "despedir-se da massa associativa do sporting, que sempre o acarinhou".
vejam lá se ajudam o rapaz que sempre foi um grande profissional e demonstrou a sua lealdade para com o emblema chorão.

vermelho disse...

E ainda se torna mais significativo quando vimos os golos marcados por Benfica, Sporting e Porto durante o mesmo período:
FCP 433;
SLB 413;
SCP 412;

ou seja, inexiste qualquer correspondência entre o pendor ofensivo das equipas e o número de penaltys de que beneficiaram!

VermelhoNunca disse...

Convém que este espaço não se torne um mero copy-paste de pasquins desportivos, com o objectivo de não perder identidade própria. Se o cromo Manel quer falar do caso Iordanov, dê-nos a sua opinião, e não a do seu advogado, pois essa está publicada em vários jornais.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, já lhe dei a minha opinião sobre a matéria. Acho triste a análise que você e o seu amigo Cavuvu fazem desse pseudo-estudo. Numeros que podem ter as mais diversas leituras. Você faz a que entender, eu não faço nenhuma. Não tenho paciência para esse debate manhoso.
Aconselho no entanto o senhor Manha a averiguar o numero de golos obtidos de cantos, o numero de golos obtido por livre directos e indirectos, o numero de auto-golos, o numero de expulsões das equipas adversárias, a cor das cuecas com que actuaram os árbitros, o numero de vezes em os jogos foram disputados à chuva. Quando me apresentarem esse estudo, farei então a minha análise aprofundada sobre a matéria.

Antes morto que vermelho disse...

nunca: nel o rei do "copy-paste", deve ser um marreta chato, como chatos são os seus "copy-paste".

ao menos o nel que faça "copy-paste" de links de gajas boas...

VermelhoNunca disse...

Macaco, Nel roça o insuportável.

MANUEL disse...

vermelho, permite-se o insulto?

MANUEL disse...

vermelho, permite-se o insulto?

Antes morto que vermelho disse...

vamos cair no ridículo dos pasquins, televisões e rádio, vamos falar de árbitros. assunto aliás muito importante e proveitoso, pena que não se ganhe algum dinheiro por desenterrar estes "fait-divers" á semelhança dessa corja de abutres que prolifera pelos mais diversos meios de comunicação social, tipo manhas, cornados etc.
Mais uma vez pergunto ao auditório: vê-se nos outros países tanta gente em falar destas merdas dos árbitros? ou, mais uma vez, a resposta é: temos as merdas que merecemos!
Tudo isto vale o que vale e só lhe dá importância quem quer!!

vejam este link: http://www.as.com/
falam de árbitros? falam de estatísticas merdosas? falam de pintelhices?

Antes morto que vermelho disse...

nunca: nel já ontem ameaçou com o "copy-paste" , mas hoje é demais, dasssss! que marreta desinteressante!

VermelhoNunca disse...

Nel, mas alguém o insultou? Insultuosas são as suas constantes faltas de opinião e colocação de artigos de jornais aqui no blog.

Antes morto que vermelho disse...

será que nel é o iniciais?

JorgeMínimo disse...

Caro Primata:
Este condómino de Barcelona está ao nível da exibição da nossa selecção na primeira parte. É muito fraquinho, a roçar o ridículo!!!

Antes morto que vermelho disse...

o iniciais também era uma "flor de estufa", á semelhança de nel...

JC disse...

Péssima exibição de Portugal na primeira parte do jogo com o Cazaquistão.
Cada um a jogar para o seu lado.
Curiosos foram dois lances da defesa portuguesa, que se fossem protagonizados por jogadores do SCP eram considerados atrasos ao Guarda-Redes e puníveis com a correspondente falta no interior da grande área.
Não sei, caro Mínimo, se reparou em tais lances.

Antes morto que vermelho disse...

minimo: não estou a ver o jogo, mas nel parece-me desinteressante, sem ideias, com a mania que é importante, enfim um triste. a exibição da nossa selecção teve os mesmos atributos?

Antes morto que vermelho disse...

mínimo: parece que as coisas não estão a sair bem ao cristiano r., e a partir daí não se passa nada, mas mude para a eurosport e veja o russia-inglaterra, deve ser uma alternativa super válida.

o nel que vá ver o arménia-bélgica!

MANUEL disse...

nao sei qual e o problema do copy-paste, para manter este blog actualizado, sendo certo que vermelho colocou um artigo tambem com recurso a tal tecnica.
querem estar actualizados, discutir assuntos ou so dizerem o que vos apetece?

MANUEL disse...

ja que o vermelho nao responde e sou novo nisto gostava de saber se alguem me sabe dizer se o insulto e ou nao admitido

JC disse...

Snr. Manuel:
Desde que seja dirigido a si, é admitido qualquer insulto.

Antes morto que vermelho disse...

nel: eu não necessito do "copy-paste",se entender fazer um resumo do artigo, tudo bem.
Eu faço alguns "copy-paste" mas só com o título e uma frase.
penso que todos nós temos acesso, via net, aos jornais que interessam.
"querem estar actualizados, discutir assuntos ou so dizerem o que vos apetece?" dispenso as suas "actualizações" chatas.
não sei o que pensarão as outras pessoas?

MANUEL disse...

jacare, ve-se logo que e lagartixa

Antes morto que vermelho disse...

bermelho: pode-se abrir uma excepção e "visar" o nel?

Antes morto que vermelho disse...

este último post do nel é super aviadado!
será temos um rabinossauro no blog?

MANUEL disse...

antes, por um acaso diriji-me a si alguma vez em termos inadequados?

MANUEL disse...

antes domina o "metier".
deve ser fruto de grande convivencia com os seus consocios lagartixas

VermelhoNunca disse...

Nel, porque não adopta o apelido desse mago da música, Monteiro, e vai fazer copy-paste para junto do adepto do Benfica, Barbas?

vermelho disse...

Portugal marca - Makukula!

Antes morto que vermelho disse...

"jacare, ve-se logo que e lagartixa" é do mais abichanado que existe, ou não?

vermelho disse...

Péssimo jogo de Portugal - nenhum sentido colectivo e individualidades sem ponta de inspiração.
Salvou-se Makukula!
Que grande entrada de Makukula!
Entrou e imprimiu uma dinâmica completamente distinta da apatia de Almeida.
Com esta vitória, o Euro-2008 é uma realidade!

vermelho disse...

Ronaldo, GOLO!

vermelho disse...

Golo do Cazaquistão!
Conseguimos sofrer um golo do Cazaquistão!

vermelho disse...

Acabou, Portugal ganhou!
Destaque positivo para Makukula, pelas razões supra aduzidas, e Nani, que também entrou muito bem e contribuiu para uns 20 minutos finais já razoáveis, por contraposição a 70 avaros de qualidade.
Destaque negativo para Veloso, muito lento e sem aportar profundidade ao processo ofensivo, Quaresma ou o seu sósia, pois que aquele indivíduo que envergou uma camisola com o nome de Quaresma de certeza que só podia ser uma contrafacção e para o quarteto defensivo, que se esqueceu que os jogos têm 90 minutos e assim conseguiu sofrer um golo do Cazaquistão.

Antes morto que vermelho disse...

bermelho: que baril!! porra, o apuramento já devia ter sido garantido há meses!! ou as equipas da polónia ou da sérvia valem alguma coisa???

Antes morto que vermelho disse...

nunca: nel (monteiro) está a pensar fazer "copy-paste" junto do calado e do melão... penso que na aldeia de El Elijido.

MANUEL disse...

antes domina o assunto, a catalina pestana ainda o vai desvendar

JorgeMínimo disse...

Jogo muito fraco da nossa selecção, mas conseguimos garantir a vitória. O EURO 2008 está mais perto! Grande Makukula!!! Grande Nani!!! Grande Ronaldo!!! Grande Nuno Gomes, por se ter lesionado e permitir que Portugal ganhasse dois jogos!!!

JorgeMínimo disse...

Caro Vermelho:
Sem dúvida que a exibição do Quaresma foi a pior de todos os que tiveram em campo, mas a teimosia do Murtosa em não substituí-lo, pode ter sido a chave para esta vitória, já que o primeiro golo é uma belíssima jogada do cigano.

VermelhoNunca disse...

Resultado normal, apuramento normal. O receio do não apuramento sempre foi pura ficção dos jornalistas que nada têm para dizer. E também dos que, não gostando de Scolari, quase que desejavam o não apuramento.

Antes morto que vermelho disse...

nunca: eu pertenço ao segundo grupo.

Antes morto que vermelho disse...

nel: a catalina trato eu por tu...

pachulico disse...

Como é possível jogar o que jogaram, ganhar à rasquinha ao "Borat FC" e festejar como se tivessem sido campeões???...E pior que tudo isso era o branqueamento já preparado pelos comentadores da RTP - "...o empate pode servir desde que não se perca com a Finlândia (até tu, Tadeia?!?)!!! Mas...não somos nós vice-campeões europeus? Não fomos nós 4ºs classificados no Mundial do ano passado? Não temos dos melhores jogadores do Mundo? Então...só exigimos aos políticos, aos árbitros, aos polícias, aos magistrados??? E os futebolistas? Continuamos a "endeusá-los"? Onde está a coerência deste país?

vermelho disse...

amigo pachulico:
não podia estar mais de acordo contigo!