segunda-feira, janeiro 16, 2006

Análise da Jornada

O facto mais relevante da jornada ancorou-se na derrota do FCP na Reboleira.
Com uma primeira parte de sonho, o Estrela desbaratou o FCP e alcançou uma vantagem de dois golos que, com maior ou menor facilidade, logrou conservar até final - a vantagem, pois o FCP ainda marcou um golito.
Manu, Semedo e Rui Borges com a sua velocidade colocaram a nu as fragilidades da defesa portista - problemas posicionais e dura de rins. Depois Baía fez o resto... com um frango que se fosse do Ricardo dava parangonas jornalísticas... um tem o outro não (boa imprensa).
Adriaanse, ao intervalo, quis dar um puxão de orelhas á equipa, procedendo a 3 substituições. Penso que começou aí a perder definitavamente o jogo.
É certo que mexeu com a equipa e com o jogo, mas, desde logo, manietou-se, ficando a ver a equipa a perder-se fisicamente e incapaz de imprimir outra dinamica. Concomitantemente, o efeito surpresa foi-se desvanecendo, o Estrela foi-se encaixando e o FCP foi-se acomodando, não mais criando ocasiões de perigo.
Sem Quaresma, o FCP vulgarizou-se e com excepção do lance que originou o golo de Lucho, nada mais fez do que despejar bolas para a área do Estrela.
Parece-me que aquele que seria o terceiro golo do Estrela da autoria de Semedo, foi mal anulado, sendo curioso que o árbitro auxiliar só assinala o fora-de-jogo muito depois da bola ter sido endossada para Semedo.
De igual forma, ficou um penalty por assinalar a favor do Estrela, na segunda parte, por falta sobre Coutinho de Ricardo Costa.
Uma última nota para Manu - quem tem sob contrato um jogador com a sua capacidade explosiva sobre os flancos, não pode contratar Marco Ferreira - é um crime de lesa futebol.
O SLB venceu a AAC, num jogo em que, uma vez mais, sem fazer uma exibição de encher o olho, manteve as suas redes invioláveis, controlou sempre o jogo e marcou por tres vezes.
A AAC apresentou-se muito encolhida, numa táctica tão ao gosto de Vingada - tudo lá atrás fechadinho e fé e esperança num contra-ataque milagroso.
É urgente contratar um médio organizador, um extremo esquerdo e um central de qualidade - Hugo Alcantara realizou mais uma exibição confrangedora, que culminou com o falhanço no segundo golo do SLB, no qual foi, infantilmente, ultrapassado por Luisão.
Quanto aos lances polémicos, parece-me que o penalty de Brum tem tanto de estúpido como de evidente, o lance que envolve Luisao é de bola na mão, atenta a distancia e a violencia com que o remate foi efectuado e, por fim, no lance do segundo golo do SLB ninguém pode afirmar ter a bola ultrapassado ou não a linha de fundo.
O SCP venceu facilmente um Belenenses pouco mais do que inofensivo.
Merce de um erro crasso de Marco Aurélio, o SCP marcou o golo que valeu 3 pontos, tendo controlado integralmente a partida.
Não obstante, um acto irreflectido, mais um, de Sá Pinto, poderia ter deitado tudo a perder, não fosse o disparate de Ruben Amorim.
Nota final para o Nacional/Paços de Ferreira, onde, pelo resumo, houve uma arbitragem pejada de erros, a roçar o anedótico.

2 comentários:

carlos disse...

Mais uma brilhante análise da jornada pelo amigo vermelho.
Não obstante, creio que não se conseguiu despir da sua veia clubistica quando procedeu à análise do slb-Académica.
Não tendo visto o jogo todo, vi a reacção da académica ao golo madrugador que sofreu. E vi uma Académica a encostar o benfica às cordas, vi um "chapéu" ao Moreto que só não entrou na baliza porque aquele, mercê da sua altura, o conseguiu evitar com um magnifíco golpe de rins, e vi o Filipe Teixeira a entrar na grande área do benfica ludibriando três defesas e, em frente ao Moreto, a rematar a bola contra o pé deste, que a defendeu já caído no chão.
E depois vi o penalti do Luisão, que o árbitro, contrariando o critério seguido na análise do penalti marcado na 1ª parte, entendeu ser bola na mão.
E vi outras decisões da equipa de arbitragem a prejudicarem flagrantemente a Briosa, de tal forma que o Nelo Vingada, que nem é dado a estas coisas, ficou virado do avesso.
E assim vai andando o benfica, como o ano passado, com um penalti aqui, um fora de jogo ali, um livre acolá...
Aguardo com alguma curiosidade o que otros Ilustres Benfiquistas e refiro-me à Vermelhona - dirão sobre o jogo.

Vermelhona disse...

Camarada vermelho, gostaria, mais uma vez, de parabenizá-lo pela LUZ que brota da sua análise.
SUPER ILUMINADA, 120 watts, fabuLUZa.
Embora não tenha previamente respondido ao meu desafio - terá sido para não se definir nessa sua paixão clubistica fraticida? -, deixou, agora, bem visível que é vermelho a 100%, sem qualquer mancha negra. Gostei.
Espero que não tenha ficado desapontado com as minhas últimas prosas, mas disse o que me vai no corpo.
Há, de facto, jogadores que não me agradam neste nosso benfica e fiquei contentíssima quando constatei que também não morre de amores pelo Marco Ferreira. Espero é que com o Manu, não cometamos outros erros do passado.
A propósito de contratações, estranhei que não tivesse feito qualquer referência à contratação do Marcel, da sua briosa. Terá ficado incomodado????
Não o conheço muito bem mas deverá ser um bom elemento, pelo menos já cumpriu a sua parte, marcando aos nossos arqui inimigos, SCP e FCP. Veremos se continua a sua desparatização.
Só lamento que sendo nós um clube que aspira conquistar a taça dos campeões uropeus, tenhamos jogadores emprestados de equipas muito abaixo do nosso valor, ou são do falido Setúbal ou da - perdoe-me- modesta Académica ou do desclassificado Penafiel.
Espero que resultem, pois se não seremos alvo fácil das críticas de todos os que nos perseguem.
Quanto ao comentário do outro interveniente neste espaço - cuja presença nestas paragemns ainda não percebi - percebo aonde lhe doi, mas quanto a isso não há nada a fazer, a não ser estar descansado até ao último fim de semana deste mês, altura que ainda lhe custará mais. Mas quanto a isso não há nada a fazer, embora agora existam bons produtos nas farmácias.
E, já agora, faça a fineza, de não me citar (que coisa!).
Bom, camarada vermelho, continue as suas brilhantes crónicas futebolísticas mas, please, mais uma vez - não ligou mesmo nada ao meu último comentário - lhe peço, esqueça os comentários de intervenção, faça antes má língua dos outros clubes, tornará o blog mais apelativo.
Até à próxima - vitória -,