terça-feira, dezembro 12, 2006

Artigo de Opinião do Condómino Vermelho Nunca

Jorge Luís Vieira da Costa

Foi um fim de semana penoso para os presidentes do FCPorto e do Benfica. Um por via “salgada”, outro por via mais “escura”. Caso Carolina e Caso Mantorras.
No 1º , e dando desde já razão ao nosso administrador em questões de lavagem de roupa suja, um pormenor me saltou à vista: Augusto Duarte.
Filho de Azevedo Duarte, à data de 27 de Fevereiro de 2004, conselheiro de arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol e irmão de outro árbitro, Hernâni Duarte.
A data acima referida é significativa, pois foi na mesma que o jornal Sporting deu a sua leitura, do que na altura se chamava de Sistema.
Após as acusações de Carolina no polémico livro, que se deverá tornar um best seller, a averiguar pelo número de exemplares que o famoso adepto do Benfica, Barbas, adquiriu-12, veio o senhor Duarte dizer que tudo não passa de uma falsidade. Que beber chá e comer chocolatinhos não era coisa em que participasse. Mas, que sim, que tinha ido a casa de Pinto da Costa, uma vez. Resolver um assunto pessoal e beber café( prefere o café ao chá, pelos vistos). Para azar dele, foi apanhado dessa única vez pela PJ. Tem azar o senhor Duarte.
Pelos vistos ele acha normal ir a casa de um presidente de um clube, resolver um problema pessoal.
Diz o nosso administrador que Carolina se deveria ter dirigido às instâncias próprias e aí apresentar queixa. Mas quais são essas instâncias? Polícia? Tribunais? Aí reside um dos problemas do sistema. Pelos vistos não é possível confiar em nenhuma dessas instâncias, e comprova-se isso mesmo, pelo andar do caso Apito Dourado.
Aliás Carolina refere que Reinaldo Telles teria informadores dentro da PJ, coisa que não me espanta nada. O caso Bexiga também é relevante, mas aí a questão será mais fácil de resolver, uma vez que Carolina confessa que ela própria “integrou” a operação.
No 2º caso, o caso Mantorras.
Em Agosto passado o presidente do Benfica “invadiu” as instalações do “24 Horas”, após a 1ª página desse jornal ter anunciado que Vieira iria ser arguido no caso Mantorras.
Aliás invasões pela parte desse senhor são habituais.
Se me identificasse aqui, muito provavelmente a minha casa seria invadida em breve.
Este caso está rodeado de factos estranhos, pois na altura em que o Alverca vende Vieira era presidente do clube, e é já na qualidade de funcionário do Benfica que este adquire o jogador.
A estranheza começa por aí, mas continua no valor: 5 milhões de euros por metade do seu passe! Onde também entra Ronald Garcia, que pelos vistos foi comprado pelo Benfica ao Alverca pela módica quantia de 2 milhões de euros.
Ainda um levantamento em notas de 1,5 milhões de euros feito pelo Alverca. Enfim são números a mais para a minha camioneta.
Cunha Vaz, esse sportinguista que trabalha no Benfica fez uma aposta com o director do “24 Horas” em como Luís Filipe nunca seria constituído arguido no caso da transferência de Mantorras. Seguro estava Cunha Vaz, até hoje. Noutro caso de justiça, em que está envolvido Artur Albarran, o nome de Vieira e uma das suas empresas, também aparece. São casos a mais, temos de convir.
Aguardo agora serenamente que nomes de dirigentes do Sporting sejam envolvidos em processos similares, pois segundo o nosso condómino Cavungi, as suas fontes anunciaram que em breve ( desde Setembro) haveria novidades. Talvez as fontes do Cavungi sejam as mesmas de Cunha Vaz…

48 comentários:

Jorge Mínimo disse...

De notar que os dois presidentes em causa, foram bastante amigos e fizeram vários negócios juntos. Se acrescentarmos o nome do Veiga, estaremos na presença de uma sequela do filme do Scorcese "Tudo Bons Rapazes".
Já agora com a possibilidade destes 3 amigos, mais o major, o Vale Azevedo e o Pimenta Machado virem a ser presos, julgo que teremos grandes probabilidades de ter a curto prazo o Custóias campeão nacional.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
parabéns.Excelente o teu artigo, de longe o melhor até hoje.Belas e sonoras casquinadas soltei ao lê-lo.Ainda bem que as obras no teu local de trabalho te permitiram, afinal, voltar em grande á tua coluna quinzenal.
E é também a 1ª vez que estou totalmente de acordo com o seu conteúdo.
O pior é que não tem vergonha nenhuma.Fez bem a Carol em publicar as sem vergonhices, verdadeiras ou não porque a incapacidades das forças policiais, e dos tribunais é confrangedora.Não tem autoridade nem meios suficientes para fazerem face a meia dúzia de meliantes que se escondem atrás dos clubes e de alguns cargos politicos para "fartar vilanagem".Neste aspecto somos o Brasil da Europa.
Quanto ao caminho escuro de LFV, como sabes não me revejo no invasor ladrão de paquidermes.Quanto mais depressa forr detido melhor.Por menos demitiu-se o portista Zé Veiga.Seria bom Vieira segui-lhe o caminho.
As minhas fontes são o bom senso.Ou tu achas que no Sporting é tudo transparente.Poderá não ser tão grave?talvez.No fundo são todos parceiros do mesmo negócio, o futebol e a "falar é que a gente se entende".
Eu sei que o Pai Natal não vive na Lapónia.E Tú?

petit disse...

Ó Cavungi o pai natal bibe à beira do colonbo, eu ja o bi la!

Jorge Mínimo disse...

Segundo a TSF, Carolina Salgado pediu o estatuto de arrependida para poder contar tudo o que sabe sobre o processo "Apito Dourado" e segundo o jornal "Público" vai ser ouvida no DIAP.

Jorge Mínimo disse...

Também o presidente da Associação Académica de Coimbra, José Eduardo Simões foi acusado de corrupção e tráfico de influências, segundo o jornal "Diário de Coimbra".

vermelhosempre disse...

Ah pois é, a Carolina Prostituta agora que decidiu abrir o livro parece que vai enterrar o Bimbo da Costa de vez, graças a Deus.

cavungi disse...

Amigo Minimo,
O Custoias será campeão!

Jorge Mínimo disse...

Em relação ao jogo do FC Porto com o Nacional, só vi a 2ª parte, mas penso que terá sido uma vitória justíssima de quem realmente quis ganhar. Inqualificável a arbitragem do coveiro Paulo Costa, dois penalties por marcar a favor do FCP (faltas sobre Lisandro e Bosingwa), 2 cartões vermelhos por mostrar (Ricardo Fernandes e Quaresma) e um conjunto de faltas, foras e cantos mal assinalados para ambos os lados. Mau demais para ser verdade!

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Ontem não tive oportunidade de te perguntar, a tua opinião sobre a lamentável exibição do guarda-redes(?)Nélson, ex-lagarto, em Setúbal.Só podia estar a gozar.
Será caso para dizer : " Há Manacas em Setúbal?"

Jorge Mínimo disse...

Caro Cavungi:
Se o Nélson fosse um bom guarda-redes não teria sido dispensado do Sporting, julgo que foi uma exibição ao seu nível.

cavungi disse...

Amigo Mínimo,
Ao que me recordo Nélson foi campeão nacional com Inácio e na altura os adeptos Lagartos reclamavam a sua chamada á Selecção A!!!!!!!!!!!!!.
É a tal fábrica dos mitos.Os que estão são os melhores do mundo.Rapidamente.Os mesmos quando saiem já não prestam para nada, a não ser fazer favores como o de Setúbal.É que nem disfarçou.

Jorge Mínimo disse...

Caro Cavungi:
Nunca me ouviu dizer que o Nélson era bom guarda-redes, pelo contrário, tanto ele como o Tiago são dois guarda-redes medianos que tiveram a sorte de estar em boas equipas do Sporting e acabaram por ser campeões nacionais (no caso do Nélson 2 vezes e com o Boloni a titular). O Nélson esteve no Mundial de 2002, apenas e só porque tinha sido campeão, não que tivesse grandes qualidades.

vermelho disse...

amigo cavungi:
aquando do lançamento da biografia do liedson (não entendo esta coisa de activos lançarem biografias) foi dito pelo Nélson que, durante os primeiros meses da estadia de Liedson no sporting, andou atrás do levezinho insinuando-se sexualmente, pedindo-lhe beijinhos.
no sábado, dado que as suas anteriores tentativas não resultaram e à míngua de outros argumentos, Nélson decidiu presentear Liedson com algo que ele já não sentia há muito tempo por forma a que, desta vez, sucumbisse aos seus intentos.
ou foi isto ou realmente há manacas em setúbal.

amigo mínimo:
o porto, ontem, demonstrou porque lidera isolado o campeonato.
sofreu quando teve de sofrer, não sucumbiu à pressão do nacional na 1ª parte, demonstrou sempre uma atitude vencedora e acabou por merecer inteiramente a vitória.
nunca se deu por vencido, nem mesmo perante as adversidades que referes.
lamentável a arbitragem de paulo costa, na senda daquela com que o seu irmão me havia presenteado domingo no ecc.
o porto demonstrou raça, querer, vontade, enfim, estofo de campeão.
o jogo pode resumir-se em dois períodos: antes da substituição de Chainho e após.
com Chainho em campo, o nacional dominou o jogo.
neste período, o porto sofreu, mas nunca se deu por vencido.
após a substituição de chainho, o nacional caiu a pique e o porto emergiu no esplendor das suas capacidades.
neste período, o porto dominou e arrasou o nacional, lançando mão das suas mais valias - quaresma e lucho.
o campeonato parece, definitivamente, entregue, a não ser que se verifique o que tem acontecido nos últimos anos com as equipas treinadas pelo adjunto do Baía - cair a pique no último terço do campeonato.
duvido, mas espero que aconteça.
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Caro Cavungi:
Tirando essa época pós-Schmeichel em que o Sporting foi campeão, o Nélson nunca foi primeira escolha. Eu comparo o Nélson e o Tiago com o Moreira e o Moretto, são unicamente duas boas soluções para o banco, falta-lhes a confiança e o talento para serem titulares das suas equipas.

Jorge Mínimo disse...

Caro Vermelho:
Não foi por acaso que o cântico de apoio ao Nélson, quando esteve no Sporting, era o YMCA dos Village People!

Jorge Mínimo disse...

Caro Cavungi:
Se queria falar em mitos do futebol, não tem melhor exemplo do que o Moreira. Que é que ele já fez de transcendente na sua carreira? Foi ser campeão nacional? Também o Nélson, o Tiago, o Rui Correia, o Paulo Santos, até o Costinha! De resto, se o Trapattoni não tivesse posto o Quim a titular, provavelmente ainda estava sem ser campeão. A única coisa especial, que eu vejo no Moreira, é o labião de fazer inveja a qualquer Paulo Bento!

JC disse...

Mais um excelente artigo com que nos brindou o Nunca.
Actual, sagaz e acutilante.
Desconhecia que o Benfica tinha pago 5 milhões de euros por metade do passe do Mantorras!.
Ou melhor, que LFV pagou a si próprio 5 milhões de euros pelo jogador.
Dinheiro este que saiu dos cofres do clube da Luz e que, pelos vistos, não aparece em lado nenhum.
Presumo que seja ele o detentor da outra metade do passe ou é o Alverca?
Desconehcia igualmente que o Benfica tinha adquirido um jogador com nome Ronald Garcia ao Alverca por 2 milhões de euros!
Quem é esse Ronald?
Joga em que posição?
Está aonde, neste momento?
Deve ser bom jogador, pelo preço pago.

Enfim, só bons negócios que o LFV tem feito à custa do Benfica.
Ao pé dele, o Vale Azevedo é um menino do coro.
Por isso me custa a acreditar que sejam os bancos que exigem que o LFV se mantenha à frente das águias.

Jorge Mínimo disse...

O Ronald Garcia é boliviano, era um afilhado do Sanchez.

samsalameh disse...

Vermelho, julgo que a personagem Costa está descoberta após a divulgação deste artigo...

Afinal, não é só a Carolina que se confessa...

VermelhoNunca disse...

O Ronald Garcia foi comprado ao Alverca pelo Benfica, mas apenas jogou pelo Alverca, o que ainda é mais estranho .

Jorge Mínimo disse...

O Ronald Garcia regressou em 2004 à Bolívia para jogar no Bolivar.

VermelhoNunca disse...

Será que os condóminos Braguilha e Zex foram à Madeira acompanhar o FCPorto, talvez servindo de capangas do Papa?

VermelhoNunca disse...

Amigo Mínimo, regressou à Bolivia após quantas épocas em Portugal? Sabe se foi vendido, ou terá sido doado?

Jorge Mínimo disse...

Ao fim de duas épocas, as condições não sei. Dá a ideia que só veio cá para servir de correio, talvez algum produto para o Nuno Assis.

VermelhoNunca disse...

Os advogados do Benfica agora já colocam a hipótese do Nuno Assis ser castigo, eventualmente 6 meses, dizem eles. O caso cheira a esturro...

vermelho disse...

amigos:
sem qualquer confirmação, penso que as aquisições de Ronald Garcia, Amoreirinha, Manú, Artur Futre e Rodolfo Lima,
foi uma forma de financiar o Alverca, procurando evitar a sua falência.
Na altura, manuel bugarim ainda era presidente do alverca e grande amigo de lfv, pelo que este terá tentado ajudá-lo.
se o lfv também ficou com algum não sei, mas não duvido.
o grande conselheiro de lfv na escolha dos jogadores a contratar ao alverca foi josé couceiro, o mesmo que, entre outros, aconselha o fundo de investimento que adquire parte dos passes de jogadores do porto, sporting e boavista.
por essa razão, Paulo Machado e Ivanildo foram lançados por josé couceiro enquanto treinador do porto (é que o seu passe faz parte do tal fundo).
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Caro Vermelho:
Não tinha conhecimento desse facto perigoso, dado que José Couceiro actualmente é o treinador dos sub-21.

VermelhoNunca disse...

Atenção amigo Vermelho que eu não digo que LFV ficou com algum. São negócios estranhos, mas lá está, o facto de ser constituido arguido nada quer dizer...

Jorge Mínimo disse...

...ou quer dizer tudo.

JC disse...

Amigo Vermelho:
PResumeo que a compra desses jogadores ao Alverca tenha ido efectuada com dinheiro do Benfica.
Estará ou estaria à data o benfica com tão boa saúde financeira que até se podia dar ao luxo de ajudar económicamente o Alverca, pagando exorbitâncias por jogadores como esses que citou (pelo menos o tal de Garcia terá custado 2 milhões de euros), dos quais apenas Amoreirinha e Manu jogam ou jogaram, por favor, no clube da águia?
Abraços.

JC disse...

Caro Mínimo:
Presumo que esse seu novo logotipo represente um cobrador de fraque, quiçá o cobrador do Veiga?

JC disse...

Ou será antes o Neo, personagem do Matrix?

vermelho disse...

amigo jc:
claro que foi com dinheiro do benfica.
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Caro JC:
Este logotipo é o John Cleese no grande sketch "Ministry Of Silly Walks" do saudoso programa "Monty Python-The Flying Circus". Pretende simbolizar os vários passos idiotas que o LFV tem feito nas suas invasões dos media, para defender a sua honra e da sua família.

vermelho disse...

amigo jc:
assim é que se criam passivos exorbitantes (e de outras formas similares).
todos "mamam" na teta dos clubes.
nestes negócios as "comissões" são bem maiores que o valor da transacção em si.
de que outra maneira será possível explicar que um clube que arrecadou mais de 100 milhões de euros em transferências de jogadores apresente capitais próprios negativos?!
abraço.

vermelho disse...

amigo mínimo:
o grande John Cleese não merece ser usado dessa forma.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Talvez António Oliveira pudesse esclarecer, uma vez que votou contra o relatório e contas da SAD portista, ele que tem cerca de 11% das acções.

JC disse...

Claro, Amigo Vermelho.

Muito bem engendrado, caro Mínimo.
Ainda bem que lhe fiz a pergunta, para poder explicar a oportunidade do seu logotipo.

JC disse...

Será o livro da Carolina o começo da derrocada do Pinto da Costa?
Perfilar-se-á António Oliveira como seu sucessor?

VermelhoNunca disse...

Há duas semanas atrás , Seara disse no Dia Seguinte, tipo aviso :preparem-se, pois o Apito Dourado vai ter novidades em breve, olhando maliciosamente para Dias Ferreira. Confesso que esperava que algo que envolvesse o Sporting fosse surgir. Aparece então este best seller! Haverá ligação entre a premonição de Seara e a saida do livro?

JC disse...

Amigo Nunca:
Parece que no Benfica se sabe muito sobre o Apito Dourado.
É o LFV que entrega dossiers na Liga de Clubes, é o Seara com esses avisos.
Gostava de saber quais as suas fontes de informação.
Ou se estão apenas a atirar areia para os olhos, de forma a aparecerem como impolutos neste caso do Apito.
Curioso que só após o nome de LFV ter sido envolvido no Apito, com aquela conversa a escolher árbitros, é que surgiu o dossier fantasma que LFV entregou na Liga.

vermelho disse...

amigo jc:
em abono da verdade, dizer que o dossier surgiu bem antes do envolvimento do lfv.
abraço.

Zex disse...

Ontem jogámos com atitude !
Ontem fomos infamemente roubados !
Ontem o Lucho marcou mais um golaço !
Ontem demos um passo importante para o título !
Ontem foi permitido a um jogador do Nacional (Ricardo Fernandes) andar à caça, batendo, do Quaresma ! É a melhor táctica para parar o ciganito, sem dúvida !

De facto, pela primeira vez concordei com o que disse o Seara. Do livro da meretriz, só dois factos a relevar: co-autora de um crime e fuga de informação na PJ.
Quanto a flatulência, tenho que confessar que, de vez em quando, dou a minha bufa no meu camião !
O resto é de uma baixaria vergonhosa e ressabianço mal fornicado, para gaúdio da lagartada e da lampionada ! Basta ver as reacções de barbas e os comentários deste blog !

É o país que temos. Em que a meretriz é entrevistada no Jornal da Noite da SIC...
Que tristeza !

Em relação ao artigo de Lhunca, não gostei ! Acho que já fez bem melhor !

JC disse...

Caro Zex Flatulento:
Provavelmente não leu o meu comentário sobre o que acho do livro da Carolina, que se encontra em outro artigo do blog.

JC said...
O que, convenhamos, fere gravemente a credibilidade do que lá vem escrito.
Tenho para mim que em Tribunal, a credibilidade da Doce Carol não terá grande valor.
Ex-Alterne, Ex-Companheira do Visado, ressaibiada por ter levado com os pés, duvido que algum Tribunal a leve a sério.
Se for verdade que foi a Leonor Pinhão que lhe escreveu o livro, menos credibilidade terá o que é dito no livro.
Não me refiro aos cafunés nem à flatulência, claro, mas a tudo o que respeite ao futebol.

VermelhoNunca disse...

Condómino Zex, como pode verificar não me referi a nenhum pormenor da vida particular do presidente do seu clube com a Dona Carolina. Apenas aponto questões que terão a ver com o futebol, e aí, acho que temos matéria interessante.

VermelhoNunca disse...

O condómino Zex talvez esteja um pouco receoso, uma vez que o aperto ao Papa parece estar a crescer...

cavungi disse...

Amigo Nunca,
O Pinto da Costa é inocente.Ele nem gosta de chocolatinhos.Uma infâmia!
Acho graça é que como a publicação é um veraddeiro lixo, passa a não ter imporatncia nenhuma....

cavungi disse...

Amigo Mínimo,
Comparares o enorme John Cleese com o larão de paquidermes é uma imoralidade.Corres o risco de seres excomungado.