quarta-feira, março 28, 2007

Análise ao Sérvia/Portugal

Portugal empatou com a Sérvia a 1 golo.
Empate que coloca Portugal no segundo lugar do grupo, em igualdade pontual com a Finlândia e a Sérvia.
Empate que deixa Portugal na rota do primeiro lugar do grupo, pois que defrontará na
condição de visitado os seus mais directos adversários na luta pelo
apuramento – Polónia, Finlândia e Sérvia.
Resta uma sempre complicada deslocação à Bélgica, mas o calendário mostra-se
francamente favorável às pretensões lusas de apuramento.
Se o resultado nem foi mau, a exibição podia e devia ter sido melhor.
Faltou audácia e espírito de conquista.
Portugal resignou-se ao empate muito cedo. Não fez tudo o que podia para vencer um jogo, no qual transmitiu sempre a sensação que o triunfo estava ao seu alcance.
O conservadorismo e o calculismo de Scolari a tanto obrigam.
Scolari surpreendeu ao conceder a titularidade a Simão em detrimento de Quaresma.
Uma opção com o seu quê de incompreensível, mas à qual terá presidido o propósito de equilibrar defensivamente a equipa.
Scolari não ignorava o poderio sérvio na condição de visitado e entendeu resguardar-se.
Quaresma é um jogador que desequilibra em todos os sentidos.
Desequilibra ofensivamente, mas também defensivamente.
Quaresma é o tipo de jogador que um colectivo tem dificuldades em suportar no processo defensivo.
Simão, pelo contrário, é muito mais equitativo nas suas acções, não descurando a cobertura do seu flanco, auxiliando o lateral nas tarefas de marcação.
Portugal entrou muito bem no jogo e, aos 4 minutos, chegou ao golo.
Tiago, num remate fabuloso, a 30 metros da baliza, bateu inapelavelmente Stojkovic.
Um golo que se teve o condão de adormecer o ímpeto sérvio e gelar as bancadas do Maracanã de Belgrado, também entorpeceu em demasia os jogadores portugueses.
Portugal confiou na vantagem averbada e foi gradualmente descendo o ritmo do seu momento ofensivo até atingir um patamar baixíssimo.
Perdeu agressividade, perdeu intencionalidade ofensiva e foi deixando a partida correr.
Aqui e ali, isto é, bola parada ou iniciativa individual, Portugal, ainda que devagar e devagarinho, foi chegando com relativo perigo à baliza sérvia.
Curiosamente, neste desafio Portugal revelou-se extremamente perigoso em remates de meia e longa distância, predicado quase que ignorado do futebol luso (vide remate de Petit, aos 28 minutos, que Stojkovic desviou para canto, em grande estilo).
A partida mostrava-se perfeitamente controlada por Portugal, pois que uma Sérvia apenas emotiva não parecia capaz de importunar Ricardo.
Contudo, no futebol o que parece, raramente é.
E, assim, na sequência de um canto, uma falha de marcação lusa, permitiu a Jankovic fazer o 1-1.
O tento sérvio despertou Portugal.
Daí até ao intervalo, o jogo conheceu um ritmo e uma emoção até então desconhecidas.
No reatamento da partida após o golo sérvio, Moutinho quase que desfez a igualdade, na sequência de um cruzamento de Miguel.
Portugal reencontrou a alma e partiu para uns quinze minutos finais de bom nível.
A tendência final da primeira metade catapultou Portugal para uns 20 minutos iniciais da segunda em que se assenhoreou do domínio e do controlo da partida, encostando os sérvios às cordas.
Stojkovic guindou-se então à condição de melhor em campo, defendendo remates de Tiago (duas vezes), Ronaldo e Moutinho que pareciam destinados a golo.
A Sérvia estava à mercê de Portugal.
Contudo, o golo não chegou.
E como não aconteceu, Scolari mexeu na equipa, no sentido do reforço dos equilíbrios defensivos.
A equipa percebeu a mensagem e retraiu os seus propósitos atacantes, passando a adoptar uma atitude de maior contenção.
Abdicou de ganhar, de correr riscos. Preferiu o certo ao incerto.
Foi pena, pois que a vitória parecia distar um pequeno passo, um ligeiro assomo de audácia.
As entradas de Caneira e Raul Meireles acentuaram o equilíbrio defensivo da equipa, mas a transição ofensiva foi perdendo fulgor e eficácia.
Portugal optou, então, por conservar o controlo do jogo, sem se expor a riscos que pudessem fazer perigar o ponto conquistado.
A 10 minutos do fim, Scolari fez entrar Quaresma, numa substituição que, naturalmente, nada acrescentou à equipa ou ao jogo.
De modo lento e desinteressante, o jogo foi caminhando para o final, com as duas equipas a denotarem satisfação com um desfecho que mantêm intactas as respectivas aspirações de apuramento.

84 comentários:

Jorge Mínimo disse...

Caro Sr. Administrador:
Resultado que serve perfeitamente os interesses de Portugal, na sua caminhada para o EURO 2008. Não foi uma exibição espectacular, mas foi uma exibição segura. O resultado não foi melhor, porque mais uma vez um árbitro francês decidiu prejudicar-nos de forma grosseira. Foi um penalty claro sobre o Simão e só quem está de má fé, pode simular que não viu. Seria o 2-0 para Portugal e o jogo estaria acabado para a selecção Sérvia. De resto, subimos ao 2º lugar do grupo e só dependemos de nós próprios para estarmos na Suíça e na Áustria em 2008.

vermelho disse...

amigo mínimo:
claro que foi penalty.
claro que o resultado serve perfeitamente os nossos interesses.
mas, penso que podemos e devemos exigir mais.
podíamos ter ganho e só não o fizemos porque não o quisemos.
não fomos suficientemente audazes.
fomos demasiadamente frios e calculistas.
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Caro Vermelho:
Empatar na Sérvia é sempre um bom resultado. Aliás, duvido que alguma vez Portugal tenha ganho em Belgrado. "Não vamos ser mais papistas que o papa", temos uma boa selecção, mas não somos os melhores do mundo. O resultado não é o ideal, mas serve perfeitamente para os nossos interesses.

vermelho disse...

amigo mínimo:
o "papa" até parece que não quer muito o sucesso desta selecção.
falando a sério, tudo o que diz é correcto, mas o jogo permitia que o vencessemos.
o adversário estave à nossa mercê e não demos a estocada final como podíamos e devíamos.
não me resigno perante a falta de ambição!
abraço.

MACACO disse...

podiamos ter ganho e só não o fizemos por falta de ambição do sr. scolari, nomeadamente com a não inclusão do quaresma (eu bem avisei que o simulão ia jogar)e uma vez mais pelo jus que o nulo faz ao nome. Também não nos podemos esquecer que aqueles partizans deram pau de meia noite.

No que diz respeito ao jogo de domingo espero que coisas destas:http://olhares.com/s_t/foto1123516.html sejam avaliadas de forma correcta pelos arbitros. E para os mais cegos:http://olhares.com/s_t/foto1125652.html

Zex disse...

Scolari surpreendeu o blogger, mas não a mim. Ontem já tinha previsto a linha inicial de Portugal. Como toda a gente falava do Quaresma a titular, o seleccionador fez o contrário. É sempre assim ! A teimosia deste Senhor já é uma instituição !
O penalty sobre o Simulão é um escândalo !
A arbitragem foi extremamente caseira. A porrada permitida foi vergonhosa. Ao Ronaldo tiravam-lhe a bola à patada. Estes combatentes sérvios imaginaram, certamente, que os portugueses eram muçulmanos bósnios ! Houve caça ao homem !
Tanta coisa com a protecção do espectáculo e dos artistas e permite-se isto ! Triste !
Gostei da exibição do Tiago (o melhor) e Petit !
Moutinho não teve andamento para o jogo, por falta de experiência e, principalmente, de cabedal ! Isso notou-se muito na primeira parte.
Não gostei da hesitação do labreca no golo - "vou, não vou, vou, não vou, golo" - o normal.
Ainda assim, entendo que a vitória esteve ao nosso alcance não fosse uma grande exibição do guarda-redes sérvio ! Scolari foi pouco ambicioso na parte final do jogo !
O apuramento está perfeitamente ao nosso alcance. Só falta um jogo de dificuldade média, a visita à Bélgica. O resto é para ganhar. Basta que não existam tropeções bacocos, tão frequentes, outrora, na nossa selecção !

Zex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zex disse...

Links curiosos os indicados pelo Macaco...
Seria interessante que o blogger os consultasse, para os efeitos tidos por convenientes...

JC disse...

Do jogo de ontem, fica o bom resultado obtido, que se veio a revelar extremamente positivo em face da derrota da Finlândia.
A Sérvia pareceu-me uma equipa muito complicada a jogar em casa, muito agressiva, que joga em pressão alta, com jogadores de muito bons tecnicamente e muito fortes fisicamente.
Se juntarmos a isto um árbitro bacoco que deixou passar em claro um penaltie sobre o Simão e várias cargas sobre o Ronaldo, perceberemos melhor como não foi mau o resultado.
Pareceu-me que os jogadores portugueses nunca conseguiram libertar-se completamente nem jogarem o que estava ao seu alcance.
Moutinho andou perdido entre os poderosos sérvios, nunca conseguiu segurar a bola e não ajudou à transição defesa/ataque.
Ronaldo raramente conseguiu engatar os seus dribles e penso que nem um remate fez à baliza.
Simão esteve bem e Nuno Gomes melhor do que contra a Bélgica.
O melhor foi, sem dúvida, Tiago, que fez talvez o melhor jogo ao serviço da selecção.
A vitória esteve sem dúvida ao alcance de Portugal mas o risco de perder era muito elevado, de forma que o resultado, repito, até que foi muito bom.

vermelho disse...

amigo zex:
já vi as fotografias e continuo exactamente com a mesma opinião - não foi penalty.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Bom resultado. Jogar na Sérvia é dificil, pois a nível ofensivo os sérvios são perigosos, especialmente nas bolas paradas.
A critica ao Ricardo é aceitável, mas também deve ser destacada a bela defesa que fez anteriormente, num resalto após corte de Carvalho.
Tiago, melhor em campo. Petit bem. Paulo Ferreira também gostei.
Destaco ainda que após Roberto Leal, temos Marco Paulo na nossa salecção, mas desta feita como jogador. Repararam os gritos que o jornalista RTP proferiu, clamando por Simãozinho, isso mesmo, Simãozinho. Ora, Simãozinho é Marco Paulo, pois João Simaõzinho é o seu verdadeiro nome.

vermelho disse...

amigo jc:
concordo que o Tiago foi o melhor.
aliás, com a ausência de Deco, Tiago pode, finalmente, jogar no lugar que é o seu.
Com Deco, Portugal joga em 4x2x3x1, ou seja, Tiago surge ao lado do outro trinco, amarrado a funções defensivas.
Sem Deco, Portugal jogou em 4x3x3 puro, com Tiago a emparelhar com o outro médio de transição, uns metros à frente do trinco e com outra liberdade ofensiva.
Tiago é um médio de transição, nunca um trinco.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Na foto Pepe/Polga o condómino Zex pode tirar as conclusões que quiser. Quem viu o jogo sabe que nada aconteceu, a não ser que Pepe acertou em Polga em vez de na bola, o que aliás a foto comprova- veja onde está a bola e o pé de Pepe.

VermelhoNunca disse...

Só agora vi que ambas as fotos são do lance Pepe /Polga. Sendo assim nada mais refiro. Nada aconteceu.

vermelho disse...

amigo nunca:
completamente de acordo.
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Já agora o primata podia descobrir umas fotos do FCP-SCP da época passada. Para de uma vez por todas percebermos onde é que está a falta que o árbitro marcou ao Nani, depois de este roubar a bola ao Pepe e de seguida rematar para golo.

Zex disse...

Eu jamais disse que teria sido penalty !
Achei curiosas as fotos, nada mais !
As conclusões que V. Exas. retiram das fotos são igualmente curiosas e estranhamente pereptórias. Gostava de ter tantas certezas como V. Exas, que são muito mais sabedoras que eu !
Quanto à frase final de minúsculo, só uma comentário: extremamente bacoco, nem o Dias da Cunha iria tão longe !

MACACO disse...

Título do “Record”:


“Final da Taça de Portugal 2002-2003/Pedro Henriques e PC ilibados”.


PC?!!! Partido Comunista? Computador pessoal? Porque não o nome do fulano - Pinto da Costa? Ou então, porque não um título assim: “Pinto da Costa e PH ilibados”?

MACACO disse...

O Prémio
Chulari voltou a não surpreender. O acólito e subserviente destreinador da selecção Portuguesa, depois de Quaresma ter sido considerado o melhor jogador em campo contra a Bélgica, depois de Quaresma ter marcado um golo que foi elogiado pelo mundo inteiro, o prémio que lhe dá é um lugar no banco de suplentes.

Por outro lado, Nuno Gomes, depois de nada ter feito contra a Bélgica e se ter limitado a marcar um golo que qualquer amador marcaria, continua a merecer a titularidade.

E Simão, depois da campanha que foi feita pela comunicação social com vista a devolver-lhe a titularidade, consegue isso mesmo: a entrada no onze inicial.

Foi no mínimo manipuladora e influenciadora, a forma como os media portugueses se referiram à suposta falta que Simão teria feito na equipa das quinas, e à falta que Deco não teria feito pelo facto de Moutinho e Tiago terem tão bem desempenhado os seus papéis.

Afinal, não precisamos de treinador; afinal, temos um destreinador que se limita a fazer aquilo que lhe é pedido pela comunicação social.

MACACO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MACACO disse...

Não há limites para a estupidez!
Já dizia Einstein: "Existem apenas duas coisas infinitas: O Universo e a estupidez humana. E não estou certo do primeiro."

Pedro Proênça é Lisboeta, benfiquista, já teve lugar cativo no antigo estádio da Luz, está farto de prejudicar o FêCêPê de cima do seu pedestal de arrogância e snobismo e por baixo do seu cabelo enlameado em brilhantina... mas o que esses justiceiros de meia tigela escrevem nos seus jornais, quais são as novidades que eles colocam nas primeiras páginas: Que Pedro Proênça está envolvido no Apito Dourado... Uh, Ah... já se sabe há 1 ano e tal mas não interessa... Uh, ah... o polvo... Uh, Ah... o monstro... Uh, Ah... tenham medo, tenham muito medo! Esta corja é tudo menos jornalista!
Gente!!!! O homem já teve uma cadeira no Estádio da Luz! Era a mesma coisa que me pôrem a mim a arbitrar o crucial jogo de domingo: Antes da partida, eu até me tentaria convencer em frente ao espelho que tudo faria para ser imparcial... mas sinceramente, acho que aos 30 minutos de jogo já tinha posto na rua 3 jogadores dos vermelhos por protestos com os músculos faciais e marcado um golo de cabeça ao Quim. Não espero nada de significativamente diferente de Pedro Proênça!

losango_maneta disse...

Em relação à foto, fico agora com a convicção de que é penalty claro. Parece-me óbvio. Penso também que já ninguém liga às opiniões desse ser intratável que é o Nunca
Bom, parece que nos livrámos do analfabeto Cavungi. Parece que a vontade da maioria prevaleceu.
Mesmo assim, esse visigodo ainda apareceu aqui nos últimos dias armado em vítima. E a dizer que os comentários "não tinham substância" e que está desiludido, etc...!
Mas parece que teve juízo e pôs-se a andar.
Gosta de praticar a escrita e a articulação de pensamentos, é? É comovente o seu esforço de integração num meio civilizado, mas por favor, procure outro.

Cuto disse...

Há treinadores que jogam para ganhar e há treinadores que jogam para não perder.Scolari joga para não perder.Eu tinha apostado que jogava o Simão exactamente pelo facto de Scolari entender,vide as suas declarações antes deste jogo,que o empate era um bom resultado.Com jogadores como tem Scolari neste momento é um crime de lesa futebol jogar para não perder.Podiamos e deviamos estar isolados em 2º lugar.Os nossos jogadores de tão rotinados que estão na Liga Bwin de raramente jogarem para ganhar que se adaptam na perfeição aos designios de Scolari.Enfim, esperemos que no Domingo à noite qualquer um dos treinadores queira ganhar o desafio .Temo que mais uma vez iremos ter um jogo com 20 jogadores no meio campo. e jogar com medo de falhar e do adversário.

vermelhosempre disse...

Condómino Macaco, aí está a diferença entre vc e o Pedro Proença, vc é Portista (ah, já me esquecia, e não é arbitro), por isso é que ele é que vai arbitrar o jogo de domingo entre os tripeiros e o Glorioso.
Saudações Benfiquistas

VermelhoNunca disse...

Não concordo com Cuto. Acho Scolari pragmático e objectivo. É certo que não corre riscos, mas tem sido, mediante os resultados, a táctica certa.

VermelhoNunca disse...

Como acha o condómino Cuto que Mourinho ganha? Não é questão de jogar para não perder,é questão de atingir os objectivos, ponderando as dificuldades, e seguindo à risca a estratégia delineada. O Objectivo é o apuramento para a fase final. Scolari sabe-o, e vai cumpri-lo.

Zex disse...

macaco=fura bolos=fernando macaco madureira ?
Será que se trata da mesma pessoa ?
Que distúrbio psíquico ?

losango_maneta disse...

Parece que sim, Sr.Zex. Parece que é o mesmo. Passou de peixira do bulhão para citações de Einstein em 2 dias.
Mas é um elemento válido para esta comunidade. Articula bem as suas ideias e é bastante participativo.
E foi dos primeiros a colocar o extinto cavungi no seu lugar.

vermelho disse...

amigo nunca:
concordo, em absoluto, com o amigo Cuto.
Scolari, na condição de visitante, joga quase sempre para não perder.
já afirmou por mais do que uma vez que o empate o satisfaz.
mourinho não!
mourinho joga quase sempre para ganhar.
agora, jogar para ganhar não significa alinhar com 10 avançados.
mourinho traça uma estratégia com o fito de ganhar, a qual até pode passar por mais momentos de contenção do que de exuberância ofensiva.
o cinismo pode ser uma via para a vitória. a cobardia e o temor não o são.
ontem, scolari podia e devia ter ganho e não o fez por simples aversão ao risco.
não me resigno perante a falta de ambição.
quanto ao apuramento, pior seria que não o conseguisse.
primeiro, os adversários não são complicados.
segundo, corrigem os nossos erros, com derrotas inexplicáveis.
assim, com o naipe de jogadores que tem, é impossível scolari falhar o apuramento.
abraço.

JC disse...

Pentágono Perneta:
O Condómino Cavungi é um histórico deste blog e o senhor não passa de um vírus que por aqui apareceu, ou, pior, de um fungo!
Pense duas vezes antes de tratar mal aqueles que ajudaram a construir o blog e que fazem parte do seu património.

VermelhoNunca disse...

Pois amigo Vermelho, mas naipe de jogadores valiosos já tivemos muitos.
Dou-lhe outro exemplo de um treinador pragmático: Rafa Benitez, que com o Liverpool, em jogos a eliminar, usa e abusa ( vidé o caso Benfica onde não colocou Gerard a jogar na Luz, arriscando em demasia) do pragmatismo. Tem tido sucesso. Campeão Europeu há 2 anos, várias taças conquistadas em Inglaterra ( tem um dom especial de afastar Mourinho). Eu defendo Scolari. Não me interessa se ontem era jogo para ganhar. O objectivo traçado visava empatar pelo menos. Objectivo concluido. Se os outros perdem pontos é um problema deles. Mas mesmo que não percam, se Scolari cumprir o que traçou e anunciou, não precisa de resultados alheios.

MACACO disse...

menina zex, é a evolução clara das coisas... "...distúrbio psíquico..." o que pretende com este conjunto de palavras?

menina sempre, estou espantado por não ter falado no pseudo golo que aconteceu na luz há algum tempo num jogo de boa memória para nós visto que ganhámos por 1-0.
Esteja calmo, amanhã os pasquins vão começar a pressionar o detentor de uma cadeira cativa na luz...

menina maneta, o Kavungy/engracadinho morreu! viva o Cavungi!!

Zex disse...

Apoiado, Sr. JC !
O cavungi é um histórico do blog !
Mas fez a sua história aqui como ?
Naturalmente à custa de muita Barbaridade, Mentira e Dislate !
Daí os epítetos com que presenciado.
Mas, ao menos, é coerente. Desde o início que tem pautado as suas intervenções dentro dessas três vertentes.
Esta é a sua relevante história no blog, mas não há dúvida que pertence aos "barões do blog"...
E, já agora, quem é este Losango Marreta ?
Sabe quem é ?
Algum condómino travestido ?
Nunca ouvi falar dele, embora ele se dirija a mim como se de meu conhecido se tratasse !
Pode ser que seja um elemento válido !
Vamos ver !

JC disse...

Concordo com o Nunca.
Pés assentes na terra é o que tem faltado noutras ocasiões aos treinadores da Selecção.
O objectivo era não perder o jogo e, com uma pontinha de sorte que não existiu ou com um árbitro menos caseiro, poderiamos ter feito o 2-0 ou o 2-1 (vidé remates de Tiago e de Petit a que corresponderam soberbas defesas do GR sérvio).
Podia ter Scolari arriscado mais?
Claro que sim, mas uma toada mais atacante da selecção portuguesa poderia ter conduzido a um descurar da defesa e ao sofrer de um golo que agora estaríamos a chorar.
Sabendo do resultado da Finlândia, não valia a pena correr riscos.

losango_maneta disse...

Olha, olha...Agora aparece-me este arauto das minorias, defensor dos ignorantes...
É sem dúvida uma atitude bonita, mas, JC, seja honesto consigo prório, e admita que o Senhor também não tinha paciência para aqule tipo.

vermelho disse...

amigo nunca:
é essa falta de ambição que descreves com a qual não concordo.
pragmatismo é uma coisa não ganhar podendo é outra - é falta de ambição, falta de audácia, é ser menor!
Benitez é pragmático, concordo.
mas, não joga para não perder.
aliás, a única partida em que me lembro que jogou para não perder foi com o Milan na final da Champions e foi o que se viu.
alterou a estratégia e ganhou!
por fim, com a derrota na Polónia, o cenário traçado inicialmente por Scolari precisava de algumas ajudas alheias para redundar na qualificação.
já as teve e assim já pode retomar o trilho inicial.
scolari é um treinador com sorte e com carisma junto dos jogadores.
estas são as suas principais virtudes.
no mais, é mau, muito mau.
percebe pouco, mas mesmo muito pouco de futebol.
basta ouvi-lo falar nas conferências de imprensa para constatar quão baixos são os seus conhecimentos futebolísticos.
a circunstância de só conhecer um sistema de jogo é bem reveladora da fragilidade das suas competências.
abraço.

JC disse...

Senhor Zex:
Não conheço esta espécie de Saci-Pererê de aspecto geométrico.
Todos os novos condóminos que por cá arribam são bem-vindos.
Importa é que não venham achincalhar gratuitamente os mais antigos como se fossem eles os donos do blog.
Respeitinho é muito bonito e aqui, como na tropa, a antiguidade é um posto!

Jorge Mínimo disse...

Caro Primata:
Não atire foguetes para o ar. Não sabemos se o meu caro, acordou um monstro adormecido.

losango_maneta disse...

Zex, eu sou uma espécie de piaçaba cibernético. E apareci neste blog para limpá-lo de Cavungi.

E o seu último comentário, Sr.Zex, foi brilhante. Explicou muito bem quem era essa personagem.
Pode-se dizer que puxou o autoclismo. Parabéns.

Cuto disse...

É verdade que o objectivo é a qualificação.Mas, para se atingir esse desiderato, podemos fazê-lo de várias formas. Eu pessoalmente gosto da forma Mourinho.Ambiciosa q.b. sempre incutindo aos jogadores ambição e principalmente força animica. Lembremo-nos do que o Mourinho fez no União de Leiria.Lembremo-nos que os jogadores que ele foi buscar ,passaram do União de Leiria para o Porto mantendo a mesma força animica e uma enorme vontede de ganhar. A solução Scolari de todo que não me agrada.É uma soluçaõ que ao contrário do que pensa Scolari ,tem imensos riscos.Quem não quer ganhar às vezes perde e, neste momento do "campeonato" perder um jogo em casa pode ser a não qualificação.

vermelho disse...

amigo cuto:
não, isso não acontecerá, pois que Scolari tem mais sorte que juízo.
abraço.

vermelhosempre disse...

Condómino Macucula, não falei nesse frango do Treinador adjunto do Jesualdo por não ser relevante para este jogo. Mas desta vez vcs não vão ter a mesma sorte desse malogrado jogo.

JC disse...

Caro Cuto:
Nem todos podem ser Mourinhos.
Mourinho há só um, que, por isso, se intitula "The Special One".
Scolari tem estilo diferente.
É mais cauteloso, mais conservador, menos dado ao risco.
Se preferia Mourinho a Scolari na Selecção?
Claro que sim, até porque é português!
Mas à falta de Mourinho, então que se mantenha por lá o Scolari por muito tempo, que devolveu ao povo português a alegria de acompanhar os jogos da Selecção e o orgulho nos seus jogadores!

vermelhosempre disse...

Lotanso-Toca-Cornetas, o Cavungi, para além de ser um dos Históricos deste Blog, é um grande benfiquista, por isso n tenha duvidas que ele vai voltar, e mais forte do que nunca, pois ele de certeza absoluta que não desistiu de nos presenciar com os seus hilariantes comentários.
Volta Cavungi

vermelhosempre disse...

Para que se cansam a defender o Escolari, ele não precisa e o tempo acaba sempre por lhe dar razão. Ele melhor do que ninguém sabe o que faz e o pk das suas opções.
O quaresma pode ter feito um bom jogo contra a Bélgica, mas o Simão é um jogador mais completo e era o que estava a jogar após a saída de figo, por isso nada mais natural do que ele ter regressado depois de ter cumprido castigo.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Antiga querela esta sobre as qualidades do Scolari.
Não creio ser legítima essa crítica de que não percebe de futebol.
Campeão do Mundo em 2002, vice-campeão da Europa em 2004, e 4º classificado no Campeonato do Mundo de 2006, tudo no espaço de 4 anos!
Se isto é possível com quem não percebe de futebol...
E não se diga que com o Brasil qualquer um se arrisca a ser campeão! Basta ver o que aconteceu com o Brasil no último campenonato do Mundo para ver que as coisas não são assim tão lineares.

vermelho disse...

amigos:
mas que história vem a ser esta do "decesso" do Cavungi?
Cavungi é um dos pioneiros deste blog e um dos principais artífices do seu desenvolvimento e crescimento.
Faz parte do património inalianável deste blog.
Alguns têm procurado assinar o seu carácter, mas Cavungi é um resistente.
Nunca desceu ao nível dos seus agressores, vincando, deste modo, a sua superioridade.
Podem continuar a tentar, mas, estou certo, que Cavungi não esmorecerá.
abraço.

vermelho disse...

amigo jc:
é a tua opinião.
nunca deves ter ouvido o scolari a falar de futebol, pois não?
é que se já ouviste, não podes deixar de concluir que o homem pouco ou nada percebe de futebol!
o que conquistou foi graças ao seu carisma.
reconheço-lhe carisma, mas não mais do que isso.
ah, é verdade, sorte, muita sorte.
scolari faz jus à máxima de que não há campeões sem sorte!
scolari não conquistou nada disso que referes.
foi campeão mundial e nas circunstâncias em que o foi (vide jogo com a Bélgica...)
no campeonato da europa disputado em Portugal não conquistou o 2º lugar, perdeu o primeiro.
perder duas vezes com o mesmo adversário, jogando em casa, só por incompetência.
no mundial, não conquistou o 4º lugar, perdeu a possibilidade de estar na final.
jogou para não perder com a França e dessa vez deu-se mal.
faltou-lhe a sorte que havia conhecido tantas e tantas vezes antes (vide jogo com a Inglaterra).
abraço.

vermelho disse...

amigo jc:
lanço-te algumas perguntas:
que jogo ganhou scolari em termos tácticos?
em que jogo scolari operou uma substituição que importou uma reviravolta no rumo da partida?
de que qualidades falam quando se referem a scolari?
tácticas? não!
agregração do grupo, capacidade para "entrar" na cabeça dos jogadores? sim!
qual o facto mais relevante imputado a scolari quando treinava o brasil?
a não convocação de Romário e ter dado a ler aos jogadores um livro sobre a arte da guerra.
alguma nota puramente táctica?
não!
qual o facto mais relevante imputado a scolari enquanto treinador português?
a não convocação de Baía e ter colocado música de Roberto Leal no caminho para o Estádio antes dos jogos.
alguma nota puramente táctica?
não!
ou seja, aspectos psicológicos e de autoridade.
abraço.

MACACO disse...

"... Importa é que não venham achincalhar gratuitamente os mais antigos como se fossem eles os donos do blog.
Respeitinho é muito bonito e aqui, como na tropa, a antiguidade é um posto! " = bullshit

Tal qual como no meio jornalístico!! o que custa é entrar, uma vez lá dentro, julgam que são os donos de tudo e têm a mania de não deixar entrar ninguém no seu "couto", mas meninas, como em tudo tem que haver sangue novo (nem que seja de um macaco), tem que haver polémicas, tem que haver acção!! não se pode estar sempre no "status-quo" habitual.
Não esqueçam que estiveram 1,5 semanas sem bola e não tinham nada que falar para além das habituais piadas do Kavungy (RIP) e de um ou outro comentário.
O dono deste blog tem que concordar que isto nunca esteve tão animado, ouve até meninas que amuaram e ameaçaram sair...
Eu até me posso ter excedido como N'Kama que sou (não admira com a extrema pobreza das piadas e versos do Kavungy) e se o fiz as minhas desculpas, mas não me lixem com essas balelas dos barões da antiguidade e sobretudo com o pseudo respeito e a tropa!!

O chulari é um "eternal looser" e o fcp vai ganhar e vergar na luz a lampionagem!!

kavungy/piadista e pseudo-poeta morreu!! viva o Cavungy (só faltava agora ser cantor)

JC disse...

Amigo Vermelho:
Não sei o que entendes por "perceber de futebol".

Muitos entendidos do futebol, ditos Professores, soçobraram em toda a linha na Selecção e em clubes.
Peseiro, Carlos Queirós, Jesualdo Ferreira, Artur Jorge são exemplos disso.

Scolari não é um teórico do futebol, não é estudioso, não é conhecedor de tácticas e esquemas tácticos e geométricos.
Mas sabe motivar os jogadores, conseguiu unir um País inteiro à volta de uma equipa de futebol colocou no seu lugar os barões do futebol lusitano formou um grupo.
Acho que isso é perceber de futebol.
Quanto a substituições que importaram reviravolta no rumo da partida, lembro-me do Portugal Inglaterra do Euro 2004, em que Postiga e Rui Costa, depois de terem entrado, marcaram ambos um golo e contribuiram decisivamente para a eliminação dos ingleses.

Holtreman disse...

Vermelho, vamos falar de factos. Com tácticas ou não, com teimosia, arrogância ou falta de ambição (?), Scolari tem conseguido resultados fantásticos. A selecção é hoje uma das melhores do Mundo e ele é, para mim, o principal responsável por isso. Não entra em esquemas, cria as polémicas que entende (intencionais penso eu) mas, finalista do europeu, semi-finalista do mundial, são classificações que superaram as melhores expectativas.

MACACO disse...

"Veselinovic apto para Alvalade"
Atentem no nome deste marreta bósnio!!
Como se chamará o pai? ou mesmo a mãe?

MACACO disse...

menina holt,
"finalista do europeu, semi-finalista do mundial, são classificações que superaram as melhores expectativas." O senhor é muito pouco ambicioso.
No europeu, numa altura em que as melhores (teoricamente) selecções da europa se arrastavam pelos estádios de futebol e que portugal até é brindado com uma final contra uns marretas gregos... superaram as expectativas!!???? E portugal até tinha uma boa equipa!!! Sabe, nunca mais vai haver uma oportunidade como esta (a não ser que atiremos as culpas para o labrecas, aquele golo da grécia...)
No que diz respeito ao mundial o 4º lugar é bom??!! com a argentina e o brasil a arrastarem-se com a Itália só a defender e com a alemanha num processo de renovação, o 4º lugar é bom???
Que falta de ambição

E ainda falam que conseguiu unir um país em volta da selecção?? é preciso sermos um país muito básico para nos unirmos em torno do futebol!! se fosse em torno de uma causa nobre de algo que conseguisse trazer coisas boas para o país... mas em torno do futebol???!!

E é isto o mérito do chulari?????????

VermelhoNunca disse...

Volta Cavungi...como é possível!!! Não querendo entrar em qualquer tipo de polémica, apenas referir que concordo plenamente com o comentário do condómino Zex, quando se refere a Cavungi.

vermelho disse...

amigo jc:
isso é perceber de psicologia de grupo, não de futebol!
e isso já enalteci em scolari.
concordo quando dizes que "Peseiro, Carlos Queirós, Jesualdo Ferreira, Artur Jorge" soçobraram, precisamente, por não possuírem os predicados de scolari.
mas, isso não invalida o que disse.
para mim, um bom treinador é o que consegue ter uma boa base de conhecimentos e simultaneamente qualidades ao nível psicológico.
nem os que tu referes, nem scolari conseguem fazer a síntese a que aludo.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Não há mérito de Scolari, os outros é que estavam em péssima forma, não jogam nada, por aí adiante..enfim!

Holtreman disse...

Então estavam todos a "arrastarem-se"?? No europeu, no Mundial??
Você deve ser daqueles que passa uma vida inteira a comer amendoins. Um dia alguém oferece-lhe uns cajus e diz que não presta. Gosta é de caviar. Volte mas é para o Zoo.

vermelho disse...

amigo nunca:
disse que scolari tinha carisma e sorte.
disse que scolari não percebia nada de futebol.
se não concordas, aduz argumentos em contrário, não te limites a mais uma ladaínha infantil tantas e tantas vezes por ti repetida!
abraço.

MACACO disse...

menina holt:
Não se estavam a arrastar?? A França estava numa forma "incrível", a começar no Zidane, no Henry e no Trezeget.
A Alemanha nem conseguia jogar tirando o ballack.
A Holanda, nem se mexia com todos aqueles históricos como o Davies e os demais.
Se quiser ainda lhe lembro mais equipas ó "Amigo do chulari"
Você é que come muito queijo e por esse motivo se esquece de muita coisa, volte mas é para o seu esgoto com todos aqueles ratos e ratazanas!! As monas dos ratos são pequeninas daí que o seu cérebro também o seja e assim esquece!!

Lion Heart disse...

Que confusão que para aqui vai !!!Cheira-me a esturro.
Rui Santos, com quantos pseudónimos estás tu aqui?

VermelhoNunca disse...

Verifico que o amigo Vermelho está um pouco agreste nos seus comentários. O meu post era em sequência do que o condómino Macaco colocou.
Os seus argumentos valem o que valem. O argumento de Scolari é que ele obtem resultados. Seja pela motivação ou não, estou-me nas tintas para isso. Você reduz o Scolari a um condutor de homens, minimiza o facto de ele ter sido campeão do Mundo, como se qualquer um fosse. Todos os que não forma campeões do mundo nesse campeonato eram maus?
Se você quer eu concordo consigo, e ficamos todos contentes. Agora, não é por a minha opinião ser diferente da sua , que pode dizer que eu apresento ou não argumentos.
Noutro sentido, e para esclarecê-lo, Moniz Pereira, em mail que acabo de receber, desconhece por completo a situação que referiu outro dia em relação ao rugby do Sporting.

Holtreman disse...

É lamentável como pelo facto de não se gostar de uma pessoa, Scolari neste caso, se retira o seu mérito com argumentos tão ridículos. Quando perde ( ou empata) é um miserável e incompetente. Quando ganha, é porque os outros são péssimos.
Eliminámos a Espanha, Inglaterra (2 vezes), Holanda (2 vezes). E tudo porque o homem tem...sorte. Ou porque os outros não jogaram nada.
Acho triste e mesquinha esta forma de encarar o sucesso de pessoas que não apreciamos.

vermelho disse...

amigo lion heart:
bem vindo.
espero e desejo que permaneces neste espaço por muito tempo.
amanhã, dar-te-ei a conhecer melhor aos restantes condóminos.
abraço.

MACACO disse...

menina holt: não concordo consigo, mas respeito a sua opinião.
Aliás o Cholari tem algum valor, mas não tanto como lhe querem dar.

O A. Oliveira também tinha uma equipa muito boa e "conseguiu" não se qualificar para a fase seguinte no mundial da koreia de do japão... esse ainda tem menos valor!!

vermelho disse...

amigos nunca e holtreman:
nada me move pessoalmente contra scolari.
simplesmente, digo que não percebe nada de futebol.
o que ganhou foi graças à sorte, ao seu carisma e aos excelentes grupos de jogadores de que dispunha.
mas, digo e repito que perdeu mais do que ganhou - perdeu a possibilidade de ser campeão europeu e perdeu a possibilidade de ir à Final do Campeonato do Mundo.
scolari teve mais sucesso no comando da selecção brasileira do que Parreira, pelo seu carisma e qualidades de liderança.
o que os jogadores brasileiros não tinham e precisavam era de uma voz de comando firme.
scolari tem-na, Parreira não!
por fim, dizer que do mesmo modo que vocês estão convencidos que não gosto pessoalmente de Scolari, também eu estou convicto que o vosso afã na sua defesa advem sobretudo da atitude de scolari perante os poderes instituídos no futebol português do que dos seus feitos.
abraço.

p.s. amigo nunca, o que escrevi foi só para te espicaçar.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Condónimo Macaco, concordo em absoluto consigo.
Também concordo com o nosso adminustrador, e também concordo com o Holtreman.

Cuto disse...

Estou de acordo com o vermelho,Scolari pouco sabe de futebol.E quanto a ser um lider ainda não estou completamente convencido.Scolari é mais um "Pai".Escolhe uma "familia" e aí ele é lider porque os escolhidos têm medo de o deixar de ser.Mas, que tem muita sorte isso é um facto.

Também gostava de ver o Cavungi novamente entre nós.

MACACO disse...

amiga vermelho concordo consigo (finalmente) bem como concordo com o cuto (finalmente), acertou na mouche o scolari escolhe um clã e independentemente do clã estar a jogar bem ou mal só conta com esses.
Já repararam que o Chulari não consegue resolver o problema de não ter defesa esquerdo. Utilizou o Nuno (traidor) Valente até á exaustão e agora está agarrado ao pau. Razão tinha o fcp quando lhe disse para optar pela selecção ou pelo fcp...

o Cavungy só seria bem vindo se parasse com aqueles poemas sem graça nenhuma!!

VermelhoNunca disse...

Concordo com Cuto, e com todos aqueles que querem que Cavungi volte, assim como concordo com aqueles que não o querem de volta. Assim sendo, quero apenas referir que Cavungi não volta. Está em viagem de trabalho. Há quem diga, e eu concordo, que está a elaborar em conjunto com outro condómino, a antevisão do jogo do seu clube.

MACACO disse...

o cavu deve estar a plantar mais fungos na relva do estádio da lampionagem... ele e o rui costa que segundo consta já subiu ao relvado na companhia do pessoal da relva!!

cavungi disse...

Caro Macaco,
Se alguma vez lhe passou pela cabeça que eu iria abandonar este espaço, está redondamente enganado.
Eu raramente amuo.
Não costumo levar a mal nenhuma brincadeira,nem mesmo as de mau gosto.Quem as tem que conviva com elas.
Eu não estou de volta porque nunca me fui embora.
Simplesmente há pessoas, que tem que trabalhar, para contribuir tal como os da TAP para o PIB do País.
Vou cá ficar para dizer o que bem me apetecer, para escrever poemas, quiçá até cantar.

VermelhoNunca disse...

Condómino Cavungi, concordo com o seu regresso. Aliás nem sei porque é regresso,se nunca abandonou. Nem sei quem pensou tal coisa, mas concordo de qualquer modo com os que assim pensaram.

cavungi disse...

Amigos Jus, Vermelho, Sempre e Cuto,
Obrigado.
Estou certo que não sou merecedor de tais elogios.

Holtreman disse...

Grande cavu, tal como disse no post de ontem (último comentário), penso que és fundamental neste blog. Abraço

cavungi disse...

Amigos
Zex, Nunca e Minimo,
Obrigado.
Estou certo que sou merecedor de tais "elogios".

VermelhoNunca disse...

Condómino Cavungi, concordo consigo quando diz que não é mrerecedor de tantos elogios.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Numa coisa estou de acordo contigo.!
Foi um bom resultado.
Mas podíamos ter ganho.E devíamos ter ganho.Houve falta de ambição.
E se correr mal algum jogo em casa?
E se não ganharmos na Arménia, no Cazaquistão ou no Arzebeijão?
Estes dois pontos podem fazer falta.

VermelhoNunca disse...

Amigo Cavungi, são ses a mais, na minha perspectiva. Estava previsto, por Scolari, este empate. Claro que podiamos ter ganho. Também podiamos ter perdido. Considero um bom resultado, e acho que a Sérvia,nas bolas paradas em especial, é perigosa. Defende mal é certo. Se verificar há inúmeros jogadores da Sérvia em grandes clubes, ou de nível médio-alto da Europa. Veremos se quem lá for fará melhor que Portugal.
Mas atenção, concordo em absoluto consigo.

cavungi disse...

Caro Losango_Minimo,
Não enganas ninguém!

cavungi disse...

Amigo Holtreman,
Obrigado.
Cavu cá está!

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Arbitragem vergonhosa!
Só ao nível da bwin liga!

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Fábio Coentrâo?

vermelho disse...

amigo cavungi:
parece que sim.
contrato de 5 anos.
abraço.