segunda-feira, junho 04, 2007

Proxenetismo e Prostituição

Portugal vai defrontar esta terça-feira, em jogo particular, uma selecção do Kuwait composta apenas por jogadores de um clube da primeira divisão do país.
Um dos promotores do encontro explicou que "a Federação do Kuwait entregou ao Al-Salmiyah a responsabilidade de representar a selecção", o que está previsto nas normas da FIFA.
"De acordo com os regulamentos, as federações locais podem entregar aos clubes a sua representação. E foi isso que aconteceu", informou Manuel Macedo, citado pela Lusa.
O promotor sublinhou que "só jogadores com passaporte do Kuwait podem jogar" pelo Al-Samiyah frente a Portugal, que irá usar o equipamento do clube e não o da selecção.
É-me difícil imaginar que possamos descer mais baixo!
A Federação Portuguesa de Futebol colocou a selecção nacional ao nível da prostituição.
Por uma prato de lentilhas, Madaíl assumiu a condição de proxeneta.
Vendeu a representação nacional!
O estatuto internacional de Portugal inviabiliza qualquer confronto com um clube que não de dimensão internacional.
É ultrajante colocar jogadores de indesmentível craveira internacional em representação de uma das mais prestigiadas selecções nacionais a disputar um jogo contra um clube do terceiro mundo futebolístico.
Exige-se o mínimo de decência!
Defrontar a selecção nacional do Kuwait já de si seria vagamente indecoroso, agora um clube daquele país é abjecto.
Não faz sentido!
Portugal beneficiará desportivamente deste jogo?
Não!
A Federação Portuguesa de Futebol encontra-se assim tão depauperada financeiramente que se tenha que sujeitar a disputar uma partida apenas pelo cachet daí resultante?
Não!
A saúde financeira da Federação Portuguesa de Futebol é invejável, pelo que não se alcança qual a razão que presidiu à realização deste encontro!
Scolari foi seleccionador do Kuwait e terá sido o grande impulsionador desta deslocação.
Com que propósito?
Quais os desideratos que Scolari visa almejar?
A quem serve este jogo?
Ignoro, mas, por certo, que terão sido razões que a própria razão desconhece a determinar a sua realização.

9 comentários:

JC disse...

Era já de si estranha a deslocação da nossa selecção ao Kuwait nesta altura do ano, com temperaturas a rondar os 40º, para defrontar a selecção nacional daquele País.
Só se compreendia a mesma dentro de um espírito de propaganda do futebol semelhante àquele que levou o Chelsea ao Gana e tem levado a selecção do Brasil a diversos Países do Mundo, sem expressão futebolística, mitigada por uma choruda compensação financeira que, seguramente, os senhores do petróleo se disponibilizaram a pagar.
Agora, se afinal nem é com a selecção nacional que Portugal vai jogar mas sim com uma equipa da 1ª Divisão, esta deslocação deixa de ser estranha para passar a ser suspeita.
Tendo sido Scolari seleccionador do Kuwait, poderá ser ele, de facto, o responsável por esta deslocação ridícula ao Kuwait dos nossos jogadores.
Provavelmente, não serão só os cofres da FPF a ficar mais recheados.

JC disse...

A este propósito da deslocação ao Kuwait - a qual, estranhamente (ou talvez não), a generalidade da nossa imprensa desportiva não criticou - colhi este texto do Maisfutebol, que vem de encontro ao que aqui dizemos:

"Se a Federação Portuguesa de Futebol estivesse descontente com os jogadores que tem chamado à selecção principal e pensasse em castigá-los, acho que surgiriam pelo menos três hipóteses:

1. Um jogo no Kuwait, com a selecção local
2. Um jogo no Kuwait, com uma equipa local, em vez da selecção
3. Um jogo o Kuwait, com uma equipa local, e um treino sob 40 graus.

Vigou a última ideia, sem dúvida a que mais pune os jogadores escolhidos por Scolari.

Acontece que a FPF só tem razões para estar satisfeita com os internacionais, por isso não se compreende tão severo castigo.

Quer dizer, compreende-se. Mas não se aceita. Scolari explicou que este é um jogo para fazer dinheiro. Tudo muito certo, menos um «detalhe»: os jogadores recebem dos clubes, não da selecção.

Aqui não se trata de prestigiar o país, pois jogar com uma equipa local do Kuwait se não envergonha está ali no limite. Para fazer dinheiro, a FPF deveria ser mais inventiva e não apropriar-se dos recursos dos clubes. Ainda por cima sem lhes pagar, adiando as férias dos futebolistas e submetendo-os a um sacrifício sem sentido.

Lamentável, senhor Madail."

JC disse...

Benfica
«Encarnados» cancelam participação na próxima edição da Liga de Basquetebol
Confirma-se em absoluto a notícia avançada na edição desta manhã de A BOLA: a Direcção do Benfica deliberou, por unanimidade, cancelar a participação na próxima edição da Liga de Basquetebol, candidatando a sua equipa à Proliga, competição sob a égide da Federação Portuguesa de Basquetebol.

Segundo o comunicado do clube da Luz, o cancelmamento da participação naquela competição está relacionada com o controlo antidoping a que foi sujeito António Tavares, basquetebolista,
onde acusou execesso do conhecido produto capilar, ao que consta da marca Derco.

O clube da Luz acha que o seu basquetebolista está a ser mal tratado no âmbito do processo disciplinar instaurado pela Liga de Basquetebol.

Termina esse comunicado da seguinte forma:

"Como maior e mais eclético clube português que é, o SLB exige, e exigirá sempre, de todos, respeito, rigor competência e profissionalismo".

Os outros clubes exigem do Benfica que esteja na competição respeitando a verdade desportiva pois que se têm jogadores carecas, porque não os há-de ter também o Benfica?
A calvicie quando chega é para todos!

VermelhoNunca disse...

Amigo JC, eles estão habituados a ditarem as leis. Esse é o regime que impera no reino lampião.
Aguardo que a Taça da Liga seja homologada como prova oficial, e quero ver o que faz o ditador de meia-tigela.

JorgeMínimo disse...

Caro JC:
O meu Illiabum já está à espera dos lampiões carecas. Vão levar poucas!
Força Illiabum! Forca Benfica!

vermelho disse...

amigos:
uma breve visita para vos transmitir uma má notícia do universo Briosa:
Rui Nereu assinou por 3 anos.
abraço.

JC disse...

Caro Amigo Vermelho:
Esse Rui Nereu não é aquele GR produto das escolas do Benfica, que defendeu a baliza dos encarnados no jogo contra o Vila Real?

VermelhoNunca disse...

Este Nereu que tantas vezes foi elogiado pelos lampiões.... Acho estranha esta posição do nosso administrador.

cavungi disse...

O pior Amigo Vermelho é se a deslocação acabar num miserável empate 1-1.
Podemos perder prestigio mas não a massa.