segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Análise à Jornada

Posso-vos garantir que à hora a que escrevo estas linhas, o Benfica ainda não conseguiu marcar qualquer golo ao Boavista.
Se noutras ocasiões, a equipa benfiquista se assumiu como um primor de eficácia ofensiva, na sexta-feira sucedeu, precisamente, o oposto.
23 remates não foram suficientes para lograr um golo.
5 bolas nos ferros, duas “salvas” sobre a linha de golo e um punhado de boas intervenções de William, foi o melhor que a avalanche ofensiva do Benfica conseguiu produzir.
Falar de sorte ou azar não me parece a melhor forma de tentar perceber o que aconteceu.
Falar de competência, sim.
Faltou competência na finalização.
Desfrutar de oportunidades de golo tão claras como aquelas que o Benfica dispôs e desperdiçá-las do modo como o Benfica o fez, só por incompetência.
É evidente que no futebol como jogo que é, a fortuna ou o azar são variáveis presentes.
Mas, reduzir a percepção do inêxito ao azar parece-me redutor e simplista.
Os falhanços de Nuno Gomes, Katsouranis e Luisão não derivaram, exclusivamente, da falta de sorte.
A inépcia concretizadora dos jogadores benfiquistas desempenhou papel relevante.
O Benfica mostrou-se incapaz de materializar as oportunidades criadas, as quais diga-se em abono da verdade foram em número mais do que suficiente para vencer duas partidas.
Ao intervalo o resultado dizia zero sobre o jogo.
Não havia golos, mas os primeiros 45 minutos tinham sido muito intensos e bem jogados.
Se nos primeiros 15 minutos, a postura e a atitude do Boavista impressionaram, já após esse período desgostaram.
Desgostaram todos quantos esperam que uma equipa não encare um jogo numa perspectiva, exclusivamente, defensiva.
A partir do primeiro quarto de hora de jogo, o Boavista limitou-se a defender. Uma defesa muito posicional, que procurava encaixar nas movimentações dos jogadores do Benfica.
Só por uma vez, logrou acercar-se da baliza do Benfica e pasme-se aos 56 minutos do encontro.
O Benfica jogou muito e muito bem na 1ª parte.
Assistiu-se a um autêntico festival de excelentes oportunidades de golo infamemente desperdiçadas.
Uma aos 18 minutos, por Nuno Gomes e Anderson; outra aos 30 minutos, por Katsouranis, ao poste; outra ainda, aos 43, com William a desviar para a trave um remate de Katsouranis, isolado por Petit.
No intervalo dos lances mais perigosos o guarda-redes axadrezado ainda contou algumas intervenções valorosas.
Assim, se, ao intervalo, o zero do Boavista era o espelho da sua exibição, já o zero benfiquista tresandava a mentira sórdida.
Após o intervalo, a história repetiu-se.
O Benfica reapareceu ainda mais pressionante, encostando o Boavista atrás e continuando a desbaratar oportunidades claras de golo.
Aos 50 minutos, Katsouranis atirou incrivelmente ao poste. Aos 61, na sequência de um canto, desvio de Katsouranis ao primeiro poste e Luisão a cabecear ao poste.
Por esta altura, com uma hora de jogo, o Benfica contabilizava já quatro bolas nos ferros. Um cabeceamento de Nuno Gomes completaria a sequência.
Fernando Santos decide abdicar do 4x4x2 em losango e fazer entrar Derlei para a direita em substituição de Karagounis (talvez, o melhor em campo na 1ª parte).
Ainda que a equipa tenha desperdiçado mais algumas excelentes ocasiões de golo, o certo é que não mais foi o rolo compressor que havia sido até ali.
A mudança de sistema e a saída de Karagounis importaram um sensível decréscimo na dinâmica do processo ofensivo.
Nuno Gomes, duas vezes, e Simão voltaram a ter boas chances de bater William, mas o élan tinha-se perdido.
Definitivamente, não foi a noite do Benfica.
No final, os espectadores brindaram a equipa com uma enorme salva de palmas.
Foi o justo tributo à melhor exibição da época.
Na Sexta-feira, a generalidade dos adeptos benfiquistas pensou que aquele noite de bruxas tinha sido o fim das aspirações ao título.
No Sábado, o Porto perdeu no Dragão e aquilo que parecia ter sido o fim redesenhou-se como mais um passo na recuperação pontual.
O ponto perdido da véspera transformou-se num ponto ganho.
Escasso, mas ainda assim suficientemente moralizador.
No Dragão, o Porto perdeu pela segunda vez consecutiva.
Aliás, em 2007, o Porto ainda só venceu um jogo, nas Aves, tendo perdido com Atlético, Leiria e Estrela.
Ao contrário daquilo que havia sucedido em Leiria, o F.C. Porto fez uma das piores exibições da época.
A qualidade da exibição portista expressou-se no reduzido número de ocasiões claras de golo criadas – apenas 3 (Postiga a passe de Lisandro, Lisandro isolado por Vieirinha e um remate de Lucho).
O Estrela nem precisou de realizar uma exibição por aí além.
Bastou-lhe esforço, dedicação e rigor.
Em condições normais teria saído do Dragão derrotado.
Um ou outro contra-ataque perigoso, foram excepções numa equipa que se apresentou no Porto com a intenção suprema de não perder.
E, nesse particular, foi deveras competente.
11 jogadores atrás da linha de bola, redução, ao mínimo, do espaço entre linhas, actuação em bloco e o F.C. Porto ficou sem soluções.
Sem Pepe no primeiro momento de construção e sem Quaresma no derradeiro momento, o Porto foi uma equipa com um processo ofensivo confuso e desarticulado.
Sem referências, a equipa pareceu sempre perdida, sempre em busca da sua identidade.
Sem alas que desequilibrassem, o processo ofensivo portista afunilou-se e cedo esterilizou.
O Estrela defendeu e no último suspiro do jogo desferiu a estocada fatal.
Claro que foi feliz. Claro que beneficiou de uma noite de profunda desinspiração colectiva do Porto.
Mas, a sua competência e organização defensivas tiveram um justo prémio na vitória alcançada.
Ao vencer o Nacional por 5-1, o Sporting subiu ao segundo lugar da classificação, ultrapassando o Benfica e ficando apenas a três pontos do F.C. Porto. Foi o grande vencedor da jornada.
Foi a noite de um herói improvável – Carlos Bueno.
Mas, também foi a noite de um protagonista inesperado e sempre indesejado – Duarte Gomes.
A vinte minutos do fim, não se via toca donde saísse coelho, mas um “empurrão” de Duarte Gomes tudo desbloqueou.
O Sporting entrou pressionante, mas sem significativos resultados práticos. Apenas aos 21 minutos e já depois do seu melhor período no jogo, o Sporting disporia de uma clara oportunidade de golo, desperdiçada por Djaló.
A partir do quarto de hora, o Nacional começou a equilibrar o jogo e a ansiedade começou a tomar conta dos jogadores leoninos.
O primeiro sinal de intranquilidade e de impaciência leonina surgiu, aos 19 minutos, num disparate de Nani, que redundou num remate perigoso de Rodrigo, ligeiramente ao lado.
Aos 25 minutos, o golo do Nacional, na sequência de um excelente movimento colectivo de posse e circulação de bola, mas também de ocupação de espaços.
O Sporting reagiu bem, conseguindo duas oportunidades consecutivas, primeiro por Djaló e depois por Caneira.
Até ao intervalo, acentuou-se o equilíbrio na partida.
Nos primeiros minutos da segunda parte, o Nacional teve ocasião de “matar” o jogo.
Bruno Amaro rematou por cima um livre indirecto na área leonina.
Não matou e acabou por morrer.
Aos 59 minutos, apareceu no jogo Duarte Gomes.
O árbitro de Lisboa inventou um penalty ainda mais ridículo do que aquele que havia criado há uns anos na Luz.
Diego Benaglio desarmou Liedson com um corte limpo e Duarte Gomes decidiu aquele era o momento ideal para começar a dar a volta ao jogo.
Inexplicável, tanto mais que o árbitro se encontrava bem posicionado, sobre a esquerda da jogada, ou seja, em campo aberto e do lado em que se deu o desarme, para além da trajectória da bola, na direcção contrária à da baliza indicar que havia sido tocada pelo guardião nacionalista.
De forma igualmente inexplicável, Liedson desperdiçou o penalty, atirando por cima da barra.
Com mais de meia hora para jogar, Paulo Bento lançou Pereirinha e Bueno e a equipa ganhou outra dinâmica.
O Sporting acentuou o seu domínio, empolgou-se e encostou o Nacional às cordas.
Aos 74 minutos, finalmente o merecido golo leonino.
Mas, alcançado com directa influência de Duarte Gomes.
Como à primeira não havia resultado, Duarte Gomes decidiu dar mais uma ajudinha.
Bueno apoiou-se, claramente, em Alonzo antes do cabeceamento.
A partir daqui, o Nacional desapareceu do campo.
Moralizado e perante um adversário “morto” física e psicologicamente, o Sporting aproveitou a seu bel-prazer as autênticas avenidas que o Nacional abriu.
Bueno, em estado de graça, marcou o segundo da noite, a passe de Romagnoli e partiu para os melhores 15 minutos da sua vida, marcando quatro golos, mais do que nos últimos dois anos.
Pelo meio, um excelente golo de Liedson, batendo Diego para o 3-1.
Nos restantes jogos da jornada, realce para a vitória do Beira-Mar em casa frente ao Leiria e, acima de tudo, da Briosa na Figueira.
Num jogo equilibrado, Joeano no seu regresso a Coimbra, fez o golo de uma vitória sofrida, mas justa.
Espero e desejo que a primeira de muitas.

158 comentários:

vermelhosempre disse...

Porto da Cruz 2 - 6 Santacruzense.

Na Sexta-Feira aconteceu o impossível, fiquei com a ideia de que o Benfica poderia ter ficado a rematar a noite toda e a bola não entrava, ou porque batia no poste ou na trave, ou porque batias nas costas do Wiliam, ou porque o Nuno Gomes acertava na rela em vez de acertar na bola.. ou simplesmente por falat de sorte. O mais engraçado é que ainda ganhamos um ponto aos tripeiros, que contra o Estrela da Amadora masi parecia uma equipa do fundo da tabela.
Os lagartos, com a ajuda do Duarte Gomes lá conseguiram golear, mas não fosse o Bueno Cowboy montado no Alonso a fazer o 1º golo e não sei se teria ganho o jogo, quanto mais goleado.
Mas o mais importante é que o campeonato está masi do que relançado e vamos ter luta até ao fim.
Bem Haja

JC disse...

Jornada futebolistica do fim-de-semana muito positiva, pela vitória concludente do SCP, pelos resultados negativos do FCP e do SLB e pela vitória da Académica.
Ao Benfica faltou-lhe a sorte que tanto o tem bafejado, nomeadamente nas partidas que disputou com o Belenenses e com a Académica e mesmo no jogo com o Leiria para a Taça.
De facto, tanto paio havia de acabar mais tarde ou mais cedo e no jogo com o Boavista assistiu-se, efectivamente, à compensação da sorte que tem bafejado o Benfica noutras ocasiões.
Não deixo de realçar, contudo, que no meio de tanto azar se viu também muita incompetência.
Os falhanços do Gatsouranis à boca da baliza, por exemplo, e a imbecilidade do Fernando Santos em lançar o Ninja Derlei em vez do Mantorras, quando se sabe que este último costuma ser um abre-latas eficaz neste tipo de jogos.

Quanto ao Porto, parece que passou do Paraíso ao inferno de um momento para o outro.
De equipa considerada a melhor do nosso campeonato, que vinha apresentando um futebol de elevada qualidade mesmo a nível europeu, passou, num ápice, a uma equipa intranquila, desgarrada, sem chama.
De qualquer forma, importa salientar que lhe foi escamoteado um penaltie por mão do benfiquista José Fonte, que a ser assinalado poderia ter mudado o curso ao jogo.

Quanto ao SCP, conseguiu, nos 15 minutos finais, fazer uma das melhores exibições desta época, revelar apreciável saúde física e, provavelmente, garantir um grande reforço de Inverno, tantas vezes criticado por todos (onde me incluo).
Importa dizer que o penaltie assinalado, mesmo que se entenda não ser penaltie, não teve quaisquer consequências - pelo contrário, até serviu para enervar mais a equipa e os adeptos, em face do falhanço do Liedson.
E quanto ao lance do primeiro golo do SCP, não me parece assim tão evidente que tenha sido precedido de falta.
De facto, o Bueno saltou primeiro do que o defesa do Nacional e é já na queda, após ter cabeceado a bola, que se apoia nos ombros daquele.
Aliás, veja-se que os jogadores do Nacional nem sequer reclamaram falta, parecendo-me isso sim muito estranho que comentadores e imprensa em geral tenham dado por assente, sem qualquer margem para dúvida, que o lance foi faltoso.

vermelho disse...

amigo sempre:
grande vitória!
foste titular?
marcaste?
abraço.

vermelhosempre disse...

Caro JC, o lance do 1º golo do sporting, não seria falta se fosse no Faroeste. Vc diz que quando ele está em queda é que coloca as mãos nos ombros do Alonso, isso é de loucos, pois o que se passou foi exactamnet o contrário, ele colocou as mãos nos ombros do adversário para conseguir saltar, logo é FALTA.

vermelhosempre disse...

Amigo vermelho, fui titular e mandei uma bola ao poste, mas n marquei.
Mas tb houve um Bueno no nosso jogo, e curiosamente tb perdiamos por 1 bola a zero ao intervalo.
Abraço

VermelhoNunca disse...

Agressão bárbara de Derlei..não me parece estar relatada na análise do administrador.

vermelho disse...

amigo jc:
a falta de Bueno é evidente.
os jogadores do Nacional e o seu treinador não só protestaram como o fizeram de forma veemente.
Todavia, protestar ou não não me parece argumento.
aliás, já aqui discutimos muito isso.
O penalty assinalado e o golo indevidamente validado "mataram" a equipa do Nacional, que percebeu que de uma maneira ou de outra tinha que perder o jogo.
Duarte Gomes transmitiu um sinal claro aos jogadores do Nacional, tamanha foi a dimensão dos seus erros.
Conseguiu a proeza de "inventar" um penalty ainda mais escandaloso do que aquele em que Jardel foi "derrubado" por uma "toupeira" na Luz.
Quanto à alegada mão de Fonte, não vi nenhuma imagem que me permita afirmar ter existido.
o Porto está a ser vítima do calendário que o seu treinador construiu.
Após a pausa do Natal e Ano Novo ainda não conseguiu a sequência de jogos necessária para readquirir ritmo de jogo.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Penalidade favorável ao Sporting inexistente. Mal o árbitro. Primeiro golo do Kinder falta em Portugal, em Inglaterra jogo limpo. Vitória justa do Sporting. Foi feliz, mas procurou sê-lo. Benfica teve falta de sorte mas teve fundamentalmente incompetência. Nuno Gomes foi de uma total inutilidade, conseguindo falhar golos a 30 cms da linha de golo.
FCPorto, não vi o jogo.
Uma saudação especial para o condómino Botelho Pinhão Cavungi de Vasconcelos. amante de automobilismo e que a semana passada , em jeito de provocação, deixou aqui um Vrummmmmmmm. Ora agora engula-o.
Gostava ainda que o amigo cavungi fizesse a média de golos/ minutos jogados, entre Nuno Gomes e Carlos Bueno.

vermelho disse...

amigo nunca:
agressão bárbara foi aquilo que se passou no Sábado em Alvalade!
isso sim, foi um crime de lesa futebol.
Exemplar a descrição do lance do Bueno feita pelo condómino sempre!
Na minha análise às partidas do Benfica e Porto não referi qualquer apontamento sobre a arbitragem, pois que considero que nesses jogos não teve influência directa no resultado.
Fi-lo em relação ao Sporting porque penso que o árbitro condicionou de forma clara e evidente o resultado final.
Derlei devia ter sido expulso!
Sem dúvida alguma!
A par da ausência de golos do Benfica, esse foi um desejo que não vi concretizado na Sexta-feira.
Mas, expulso e castigado por uns jogos devia ser, também, Duarte Gomes.
abraço.

JC disse...

O lance do penaltie não é assim tão escandaloso.
Pelo contrário: existe nítido derrube do Liedson pelo guarda-redes, que, é certo, toca primeiro na bola.
Mas quantos lances deste género não são assinalados como sendo penaltie?

Amigo Sempre:
Parabéns pela vitória.
Foi pena não ter marcado.
Continue a insistir, subindo nos cantos e nos livres.
E, na ocasião de rematar, lembre-se do blog e faça-o com determinação, para depois podermos aqui festejar.

vermelho disse...

amigo jc:
há uns tempos a propósito de um artigo de opinião do condómino Cavungi, afloramos aqui a precipitação, os juízos valorativos elogiosos baseados numa só prestação.
Nessa ocasião, falava-se de Rui Patrício, entre outros.
Hoje, volto ao tema, pois que a forma como a exibição de Bueno é por ti encarada apresenta muitos laivos de precipitação.
diz jc: "e, provavelmente, garantir um grande reforço de Inverno";
Um grande reforço de Inverno - o homem faz um Poker num jogo e é logo alcandorado à condição de Grande Reforço de Inverno, olvidando tudo quanto fez antes!
Sinceramente, parece-me muito precipitado.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Não referiu lances de arbitragem por achar que não tiveram influência no resultado...é a sua opinião. Uma vergonhosa agressão tem sempre de ser referida. Sei que está um pouco agoniado por ter de saborear aquele que tantas vezes aqui "gozou", e talvez não aprecie a marca, mas o Kinder é sem dúvida um chocolate apreciado por muitos.

VermelhoNunca disse...

Eu nunca critiquei nem agora elevo Kinder à condição de grande reforço. Apenas constato o facto de ele ter marcado 4 golos, que garantiram a vitória do Sporting. E dá-me um gozo especial que tenha sido ele, mas isso é apenas por uma questão culinária.

vermelho disse...

amigo jc:
escandaloso é aquilo que dizes: "O lance do penaltie não é assim tão escandaloso.
Pelo contrário: existe nítido derrube do Liedson pelo guarda-redes, que, é certo, toca primeiro na bola.
Mas quantos lances deste género não são assinalados como sendo penaltie?"
duas notas.
primeiro, reconheces que não é penaltie, o que não resulta claro do teu comentário inicial!
depois, dizes que ainda que não tenha sido penaltie, muitas situações semelhantes foram vistas como merecedoras desse castigo.
Discordo em absoluto quer do raciocínio quer da similitude com outras situações.
o Diego não derruba o Liedson.
O Diego joga a bola e o Liedson deixa-se cair, embatendo nas pernas do suiço.
o escandalo resulta claro quer da posição do árbitro, quer da trajectória que a bola assume após ter sido tocada pelo Diego, conforme disse na minha análise para a qual remeto.
abraço.

vermelho disse...

amigo nunca:
gozei e gozei com propriedade!
o facto de ter alcançado um Poker num jogo não invalida nada do que disse.
Se der continuidade, tudo bem, dou a mão à palmatória.
não te esqueças que no sábado fez mais golos do que aquilo que tinha feito nos últimos 2 anos.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, fez o exercício que lancei ao amigo Cavungi? Minutos jogados/ golos marcados entre Bueno e Nuno Gomes?

VermelhoNunca disse...

Quanto à imprensa, amigo JC, o Record chega ao cúmulo de dar nota 4 a Bueno, justificando-o com o facto do 1º golo dele ser em falta, segundo o jornalista. Dizem mesmo que se não tivesse sido em falta, Bueno estaria a festejar também a nota máxima do Record!! Acho que Bueno não dormiu a pensar nisso. São uma autêntica vergonha os jornalistas. Dizem que Duarte Gomes assinalou escandalosamente uma penalidade favorável ao Sporting. No lance da agressão bárbara dizem que o árbitro não viu. Uma vergonha.

Sousa disse...

O Piaçaba precisa, urgentemente, de ir à Multiópticas!
Um chorrilho de barbaridades os seus comentários!
o Penalty não é escandaloso, claro que não!
É só monstruoso!
Partindo do princípio que JC são as iniciais de José Carlos, só me ocorre dizer foi ou não foi, José Carlos?
Schiu, Cala-te!
O golo do Bueno não é falta, nem aqui, nem em Inglaterra, País onde as regras são diferentes e os jogadores se podem apoiar nos adversários.
o Bueno é uma delícia, mas uma delícia rara, que faz golos muito espaçados para não enjoar.
O menstruado Administrador fala, fala, mas esquece-se do bárbaro que veio do frio.
Mais atenção recomenda-se.
O Senhor sempre em afirmação deu-me uma grande alegria.
Gánhamos!
o Porto da Cruz é um colosso do futebol regional e a vitória do meu querido e estimado Santacruzense só foi possível graças à titularidade do central maravilha.

Zex disse...

No ano passado a Briosa levou cinco no Dragão e Nelo Vingada veio falar da arbitragem. Foi ridicularizado ! E muito bem !
No mesmo erro não caíu Carlos Brito !
Duarte Gomes esteve mal no penalty e no primeiro golo (falta nítida), é certo ! Mas o resultado foi 5-1 ! O treinador do nacional foi um senhor !
O Sporting realizou os melhores 15m da época ! Vitória merecida por números exagerados !
No Dragão o FCPorto realizou uma péssima exibição. Sem Quaresma, ninguém desequilibra. O único que esteve em nível médio foi Lisandro. O resto muito mal ! A derrota, apesar de imerecida face à produção de jogo das equipas, foi um justo castigo.
Tenho dúvidas que o Porto aguente o primeiro lugar, com a pressão que vão agora sofrer dos adversários directos e da imprensa que não deseja a vitória dos nortenhos.
Quanto à Luz. Azar, sim, mas também muita incompetência. Nuno Ribeiro à cabeça. Curiosa a comparação entre este jogador e Kinder, que fez Nunca... Derlei deveria ter sido expulso. Precedente Nani ? Se fosse o Quaresma...
A reter Nuno Pinto. Grande Jogador !

vermelho disse...

amigo nunca:
num momento de glória para Bueno não o desmereça...
abraço.

vermelhosempre disse...

Caro Sousa Voyeur, o Porto da Cruz é um colosso... da Poncha de Maracujá, pq de futebol, mt fraquinhos, pois foram 6 mas poderiam ter sido o dobro.
Abraço

Sousa disse...

Poncha de Maracujá, esse belo néctar insular.
O Senhor sempre em afirmação deve ter "mamado" umas belas ponchas depois do jogo.
Fez bem.
A Poncha dá saúde e faz crescer.

vermelho disse...

amigo Sousa:
Na sexta-feira pedi-lhe contenção e respeito.
Outros fizeram-lhe idêntico pedido.
Pode comentar o que quiser, mas veja lá se não entra no campo do insulto pessoal.
Seria uma pena ter que apagar os seus comentários.
abraço.

Sousa disse...

Pede-me o menstruado Administrador contenção e respeito.
Nada de mais razoável ou não fosse uma tentativa para me censurar e calar a denúncia que faço dos que por aqui andam.
Como disse o Cão Polícia, este blog é dominado por alguns barões.
O menstruado Administrador tudo faz para lhes agradar.
Até censura.
Não me calarei.
Intolerável a censura que pretende impôr.
Se quiser apagar, apague.
Tudo o que escrevo não é para insultar ninguém.

JC disse...

Amigo Vermelho:
o que eu disse foi
"e, provavelmente, garantir um grande reforço de Inverno, tantas vezes criticado por todos (onde me incluo)."

Ao que o meu amigo, escandalizado, disse:
"o homem faz um Poker num jogo e é logo alcandorado à condição de Grande Reforço de Inverno, olvidando tudo quanto fez antes!
Sinceramente, parece-me muito precipitado".

Não me precipitei.
Eu disse: "provavelmente!"
Vamos ver.
Agora é um facto que o Bueno não é assim tão fraco como quiseram fazer crer.
O último golo que marcou revelou excelente execução técnica e 4 golos são 4 golos.
Assim Paulo Bento passe a apostar mais nele.

Zex disse...

O Cão Polícia sou eu !
Bela casquinada soltei, mestre Sousa !

vermelho disse...

amigo jc:
"provavelmente" é um juízo de elevado grau de probabilidade de verificação futura de um dado acontecimento, daí a minha afirmação.
abraço.

Sousa disse...

Um Cão que ri.
Este blog não pára de me surpreender.
Depois, de um Piaçaba com dotes caninos, aparece um Cão com dotes humanos.
Se calhar não é Cão.
É Hiena.

Zex disse...

Sr. Sousa,
"Cadela" é a Meretriz da sua tia !
Penso que não tivémos oportunidade de ser apresentados. O meu nome é X, José X, e V. Exa. ?
Já vi que a educação não é o seu forte, atentos os impropérios que aqui destila. Dispara para todo o lado. Insulta tudo e todos. Da minha parte pode esperar tratamento igual. Depois não se queixe...

Sousa disse...

Ui, que medo.
A Hiena está brava.
Todo o meu corpo estremeceu de pavor quando li o comentário da Hiena.

vermelho disse...

amigo nunca:
a propósito da discussão acerca do pagamento dos empréstimo, aqui fica esta notícia:
"Um milhão de euros. Foi esta a verba despendida pelo Sporting, no início da temporada, para conseguir o empréstimo de Carlos Bueno junto do Paris Saint-Germain.
São cerca de cinco milhões aquilo que o PSG pede pela cedência definitiva do internacional uruguaio de 26 anos."
abraço.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Permita-me que volte à carga, para manter acesa a discussão:
Não digo que o penaltie assinalado contra o Nacional tenha sido bem amrcado.
O que não acho é que tinha sido um penaltie escandalos, como o caro amigo parece ter considerado.
Falou no célebre penaltie assinalado num jogo do SLB-SCP por pretensa falta sobre o Jardel.
Esse sim, foi escandaloso, pois que o Jardel se atioru para o chão sem ninguém lhe tocar.
Agora o de sábado não foi, nem de perto nem de longe, semelhante a esse.
Houve um derrube do Liedson mas precedido de um toquena bola pelo guarda-redes.
Admito que não devesse ter sido marcado penaltie.
Mas quantos lances desses não dão origem a penaltie?
Muitos, como sabe, pois é difícil para o árbitro avaliar se houve ou não, primeiramente, um toque na bola.
Não foi um penaltie escandaloso.
de qualquer forma, não vejo como pdoerá ter servido para moralizar o SCP.
Pelo contrário: se o Liedson até o falhou, o penaltie serviu, isso sim, para enervar mais a equipa.
Mas o que há a reter da jornada é o relançar do campeonato.
Confesso que, perante a distância pontual do FCP no final da 1ª volta e, principalmente, perante a qualidade do futebol exibido pelos portistas, me convenci que o título estava entregue.
Engano meu.
Em duas jornadas, o FCP esbanjou a vantagem alcançada e, pior que isso, transformou-se, inexplicavelmente, numa equipa intranquila.
Ganha o campeonato, que assim ficou relançado, pois que, neste momento, qualquer um dos três grandes aspira ao 1º lugar.

VermelhoNunca disse...

A ser verdade essa notícia, é um valor alto pelo empréstimo.

Holtreman disse...

Administrador Rennie, passe pela farmácia, compre uns calmantes e mais qq coisa para a azia que isso passa... Tanta raiva na suas palavras...E que análise que faz do jogo do Boavista...Então uma agressão daquelas do carapinhas, não poderia ter influência no resultado?? E a melhor oportuniddae do jogo (fary) não fala?? Ai, ai, não sabia que perdia a cabeça e o juízo coerente com tanta facilidade...

vermelho disse...

amigo jc:
concordo com a parte final do teu comentário.
efectivamente, o campeonato está relançado.
todavia, a próxima jornada será importante para vermos se, realmente, haverá campeonato até à 15ª jornada da 2ª volta.
O Porto recebe a Naval, ainda sem Quaresma e sob um clima de forte intranquilidade.
A Naval é uma equipa bem organizada, com princípios de jogo bem assimilados e muito perigosa nas transições rápidas.
O Sporting desloca-se à Mata Real.
O Paços não perde em casa vai para 1 ano.
O Sporting averbou dois empates nas duas últimas deslocações.
O Benfica desloca-se à Choupana.
Uma visita sempre difícil, ainda para mais num contexto de sobrecarga de jogos.
Jogos de elevado grau de dificuldade.
Os resultados da próxima semana clarificarão qual ou quais as equipas em disputa pelo título.
Se o Porto vencer e Sporting ou Benfica não ganharem, regressamos à estaca zero, ou seja, praticamente ao mesmo ponto em que estavámos no início da 2ª volta.
Se o Porto perder ou empatar e Sporting ou Benfica vencerem, então sim a distância encurta-se numa medida que permite afirmar que teremos campeonato até final.
Regressando ao Penalty inventado pelo Duarte Gomes, citar o que já disse anteriormente:
"Diego Benaglio desarmou Liedson com um corte limpo e Duarte Gomes decidiu aquele era o momento ideal para começar a dar a volta ao jogo.
Inexplicável, tanto mais que o árbitro se encontrava bem posicionado, sobre a esquerda da jogada, ou seja, em campo aberto e do lado em que se deu o desarme, para além da trajectória da bola, na direcção contrária à da baliza indicar que havia sido tocada pelo guardião nacionalista."
Esta situação não é, no meu ponto de vista, semelhante a outras, pela circunstância de o árbitro estar correctamente posicionado no lado que lhe permite ver a jogada na sua globalidade e pela trajectória da bola após ter sido impelida pelo Diego.
o facto da bola ter desenhado uma trajectória no sentido contrário ao da baliza torna esta uma situação singular.
não me recordo de situações semelhantes.
bolas que depois de tocadas pelo guarda-redes se encaminham para a linha de fundo muitas e estas sim susceptíveis de criar confusão no árbitro.
Eu não disse que o penalty moralizou o Sporting.
O que eu disse é que "O penalty assinalado e o golo indevidamente validado "mataram" a equipa do Nacional, que percebeu que de uma maneira ou de outra tinha que perder o jogo.
Duarte Gomes transmitiu um sinal claro aos jogadores do Nacional, tamanha foi a dimensão dos seus erros."
abraço.

vermelho disse...

amigo Holtreman:
qual raiva?
se há sentimento que não me passa pela cabeça é, precisamente, esse!
falei na oportunidade do Fary.
Raiva será dizer que a melhor oportunidade de golo do jogo foi a de Fary!
digo que a agressão, aliás atitude idêntica à de Nani no Bessa, não teve influência no resultado, pela simples razão de que o Boavista nunca demonstrou qualquer intencionalidade ofensiva e, assim, a redução a 10 jogadores do Benfica apenas poderia importar aquilo que sucedeu - zero golos alcançados pelo Benfica.
abraço.

Sousa disse...

Apareceu um distinto cavalheiro a falar de produtos farmaceuticos.
Finalmente, alguém com classe.
Alguém com pedigree.
Alguém nobre.
Alguém com sangue azul, mas com dificuldades em oxigenar o cerébro.
Fary o melhor detergente para a louça do mercado.
Fary a melhor oportunidade para estar calado.

VermelhoNunca disse...

Mas amigo Vermelho, aquando da situação de Nani no Bessa, o amigo refere-a, ou estou enganado?

cavungi disse...

Amigo Nunca,
o SCP fez os melhores 15m da época.
Vitória justa embora me pareça que o 1º golo do Duarte Gomes fosse marcado em falta, mas como eu estava em Inglaterra e lá as regras são diferentes fiquei na dúvida.5-1 não se pode queixar do arbitro...
Na luz falta de sorte e falta de jeito.
Espero que se tenha concentrado o azar todo neste jogo.Derlei devia ter sido expulso.Espero que a CD da liga o castigue com 5 jogos pelo menos.
Np dragão o prof vai conseguir deitar fora 8 pontos.O algodão não engana.
A finalizar afirmar sem receios nem, rodeios que para quem viu os três jogos uma certeza.Neste momento o SLB é a equipa que joga melhor futebol em Portugal.Sem discussão.

cavungi disse...

Caro Holtreman,
A oportunodade de que fala nem devia ter existido já que Fary estava em claro off side.

VermelhoNunca disse...

Você, amigo Botelho Pinhão Cavungi de Vasconcelos estava em Inglaterra, mas mesmo assim não aprendeu nada. As regras são iguais em todo o lado, sabe disso. Viu o 1º golo do Manchester United? Viu simulação de Ronaldo? Acha que foi penalidade? As regras são iguais em todo o lado. Repito que o lance de Kinder Bueno em Inglaterra não é considerado falta. Em Portugal é, e assim sendo, acho que Duarte Gomes deveria ter assinalado infracção.
Sente alguma coisa amigo Cavungi? VRUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

cavungi disse...

Belissimo estilo deste novo condómino.
Sousa dá-lhes forte.
Sousa dá-lhes feio.
Sousa dá-lhes duro.
Força Sousa Forca Censura!!

vermelho disse...

amigo nunca:
por acaso, não.
não tenho por hábito falar dos árbitros nas análises.
Faço-o quando assumem papel relevante no jogo.
no Benfica-Boavista não falei do Pedro Henriques e devia tê-lo feito.
Teve muita responsabilidade na forma como decorreu o jogo.
A velocidade, a intensidade, a ausência de pausas, o ritmo corrido só foram possíveis por que o árbitro foi Pedro Henriques.
Aquele mesmo jogo, arbitrado pelo Lucílio tinha tido um ritmo e uma intensidade 10 vezes inferior.
abraço.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Não se esqueça de meter gasóleo, não vá o reboque avariar-se na proxima paragem.

Sousa disse...

Finalmente, um indivíduo sensato e com quem se pode falar.
O Senhor que veio de África jogou no Benfica e no Alcobaça é um gentleman.
Bem-Haja pelas suas palavras.

VermelhoNunca disse...

Tem razão amigo Vermelho, na análise não refere o lance do Nani, embora depois o faça na discussão à análise da jornada.

cavungi disse...

A verdade amigo Sousa mesmo que dura deve ser sempre denunciada.
Com vigor.Com vernáculo se necessário.

JC disse...

Senhor Sousa:
Se por acaso - por mero acaso, mesmo - conhecer alguém chamado Quaresma, que em tempos, por aqui andou como Prof. Venceslau mas que sempre negou ser tal personagem, peça-lhe, por favor, para se ligar no MSN um dia destes para confirmar se vai ou não a Lisboa ver a Académica.

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Quem esteve mais tempo sem marcar um golito.
Pinilla ou Bueno?
Quando Pinilla marcou marcou logo três ou quatro em Braga.
Bueno tambem marcou logo 4 duma vez só.
Depois de Braga Pinnila não voltou a marcar.Só na Uefa.Como Bueno já não jogará na Uefa, pelo menos até Setembro os golos de Sábado são um bom prenuncio.

VermelhoNunca disse...

Estudou amigo Botelho? Nuno Gomes/ Bueno? Saboreie o Kinder, embora para si tenha um sabor amargo.

JC disse...

Amigo Cavungio:
Só para que conste:
O primeiro golo do Pinilla não foi marcado contra o Braga mas sim contra o Boavista, num jogo realizado em Alvalade que o SCP ganhou por 5-0 ou 5-1.
depois desse, o Pinilla marcou ainda um outro golo também em casa a um adversário cujo nome não recordo (Moreirense?, que o SCP ganhou por 4-0, onde, aliás, se lesionou poucos minutos depois.
Os 3 golos marcados em Braga foram dos útlimos que marcou na Liga Betadin.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Quando eu fizer essa análise que que inclua também os golos ilegais que Bueno marcou?

VermelhoNunca disse...

Considere o que entenda, mas estude bem o caso e compartilhe connosco. Minutos jogados/ golos marcados por cada um desses jogadores.

Sousa disse...

O Piaçaba insiste que respondo pelo nome de Prof. Venceslau.
Nada de mais errado.
O meu nome é Carlos Sousa e regressei há pouco... não do Dakar, mas de Pyongyang.
Gostei e foi lá que conheci este blog.
Li tudo o que havia para ler desde a sua fundação.
Vi que havia muito proteccionismo e muito tráfico de influências por aqui.
Os barões faziam disto um cartel e o menstruado masturbava-se ao lê-los.
Ridículo o artigo do 1º aniversário.
O único que se safa é o jovem africano, sempre longe das manipulações dos barões.
Barões ou Baronesas.
Hienas ou Piaçabas.
Sempre em negação ou distinto cavalheiro arrebentado.
Há que salvar o jovem africano das garras destes poderosos.

JC disse...

Uma correcção:
No jogo que referi, o SCP ganhou, afinal, por 6-1, tendo o 6º golo sido marcado pelo Pinilla.

SPORTING-BOAVISTA, 6-1 (Douala 15', Hugo Viana 43' e 44', Custódio 49', Liedson 81', Pinilla 90'; Flores 78')
MINUTO A MINUTO, JOGADA A JOGADA

vermelho disse...

amigo nunca:
a "Amélia" como "carinhosamente" tratamos o nuno gomes sempre espraiou os (poucos) golos que marcou por vários jogos.
o Kinder até pode ter maior indíce de aproveitamento, mas fez 4 golos num só jogo.
assim, qualquer comparação é destituída de sentido.
abraço.

JC disse...

Outra correcção:
O segundo jogo que referi sempre foi o SCP-Moreirense mas o resultado final foi de 4-1 e não 4-0.

"Vitória fácil do Sporting sobre um Moreirense com poucos recursos para se manter na Superliga. Os leões marcaram cedo, por intermédio de Mauricio Pinilla, e alargaram a vantagem por Carlos Martins. Contudo, ambas as unidades se lesionaram, sendo substituídas por Pedro Barbosa e Danny. Tal facto ajudou ao crescimento do Moreirense na segunda metade, período em que os visitantes já tinham em campo Armando e Castro, duas unidades que deram que fazer a Ricardo. Afonso Martins reduziu após bom lance de Filipe Anunciação e o conjunto de Vítor Oliveira ameaça a igualdade quando Hugo Viana matou a partida, aproveitando mais um erro defensivo dos de Moreira de Cónegos. Tempo ainda para o golo da praxe, de Liedson claro está."

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, claro que não há comparação, estou apenas a provocar.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
comparar Carlos Bueno com Nuno Gomes é o mesmo que comparar o Clero com a Torre dos Clérigos!
Tenha juizo, homem!!!!!

cavungi disse...

Amigo Jus,
Desculpa-me as incorrecções.
Pinnilla afinal fartou-se de marcar golos.
Eu é estava distraido.

Zex disse...

Sr. Vermelho,
Proponho a irradicação dos comentários de Sousa. O que hoje o mesmo escreveu e a forma como trata os comentadores deste espaço isso reclama !
Imponha-se como Administrador e mostre o seu poder !

VermelhoNunca disse...

Compare então Bueno com Mantorras amigo Vasconcelos Pinhão. Ou com Fonseca. Você reduziu aqui Bueno a mousse de chocolate, e agora custa-lhe engolir o que disse. Acontece. Eu não entro por esse caminho, prefiro "proteger-me", porque o futuro pode causar-nos surpresas.

VermelhoNunca disse...

Será que Sousa já acabou os exames? Correram-lhe bem?

vermelho disse...

amigo jc:
por favor, fala com o Prof. Venceslau/Sousa para ver se ele vai a Lisboa.
Mais te peço que, se puderes, me compres dois bilhetes - um para mim e outro para o Jimmy Jump.
O preço dos bilhetes é de 5 euros e poderão ser adquiridos na secretaria do Pavilhão Jorge Anjinho e nas lojas Briosa/Tbz do Estádio e Dolce Vita.
O jogo é às 14h30.
abraço.

JC disse...

Amigo Cavungio:
Por acaso, sempre gostei do Pinilla.
Marcou alguns golos ao serviço do SCP, sendo certo que poucas vezes jogou, 3 ou 4 espectaculares, e alguns decisivos.
Parece é que gostava mais de uma boa noitada do que treinar a sério, por isso Paulo Bento correu com ele.

JimmyJumpReloaded disse...

Foi absolutamente vergonhoso e escandaloso, aquilo que se passou em Alvalade! Um verdadeiro hino à palhaçada! Gritante a maneira como os lagartos foram empurrados até à vitória, por um árbitro que é lagarto, corrupto até a morte e que conduziu o jogo com a sua cegueira clubista inexorável! E dizem?! os adeptos do clube do lagarto verde, fervorosos, implacáveis nas suas análises e entendidos na matéria que o Esporting fez os melhores 15minutos de toda a temporada? Pudera, os gajos do nacional já estavam com dificuldades físicas para se aplicarem contra onze; quando se aperceberam que afinal estavam a jogar contra 14, recusaram pura e simplesmente correr! Qualquer equipa que tivesse jogado aqueles minutos finais teria feito os 15minutos da sua carreira! Apenas me interrogo: só 5!?

Que Miseráveis iludidos…

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Eu acabei de fundar um movimento dos cidadãos auto mobilizados que dá pelo nome de "Fica Sousa" ou "Sousa não calarás"!
A proposta do amigo Zex é Hitelariana.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Ok. Eu compro os bilhetes para ti e para o Jimmy.
E se o Venceslau disser alguma coisa a tempo, também compro para ele.
O jogo é às 14h30m?
Isso dá muito pouco tempo para almoçar.

Sousa disse...

Tantas referências elogiosas à minha pessoa.
Até o menstruado administrador fala em mim!
Não, senhor menstruado não vou a Lisboa.
O Senhor sempre em negação fala em exames.
Só se forem os dele.
Já lhe disse que o melhor é tratar-se porque essa mania da negação compulsiva só podem ser recalcamentos.

vermelho disse...

amigos:
este sempre foi um blog democrático.
nunca exerci censura.
fá-lo-ei quando a situação não se resolver de outra forma.
reitero ao amigo sousa, seja ele lá quem for, que se modere.
pode denunciar o que quiser dentro de um quadro de urbanidade para com os restantes condóminos.
faça um esforço, vai ver que valerá a pena.
abraço.

vermelho disse...

amigo jc:
é verdade.
temos de sair de Coimbra de "madrugada".
se preferirem podemos fazer um lanche.
digam de vossa justiça.
abraço.

vermelhosempre disse...

Eu tb sou contra a proposta Zex e a favor do movimento levado a cabo pelo amigo Cavungi "Fica Sousa".
Abaixo o HitelerZex, viva a liberdade de expressão

Sousa disse...

Como me pediu por duas vezes e de uma forma tão respeitosa e quiçá subserviente, concedo.
Irei moderar-me.
O Cão Polícia que descanse.
Eu alinho no almoço.
Sempre é melhor ir para o Estádio com a barriga cheia.
Ah, espera, lembrei-me, eu não vou.
Então, é melhor serem vocês a decidirem.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
A proposta que fazes é maldosa.
Não posso comparar um jogador que sé tem uma perna boa, Mantorras, com um que não tem nenhuma, Bueno.

Sousa disse...

Estou deveras sensiblizado com a atitude do jovem africano e do central maravilha.
Dois homens de liberdade.
Vou votar em vocês para os melhores portugueses.

VermelhoNunca disse...

12 horas para almoço? Eu irei ao Barreiro ver o Sporting, que joga às 16h00.

JC disse...

Por mim, pode ser almoço às 12h00m e lanche após o jogo.

cavungi disse...

Estarei despachado ás 12.30H
Nunca, em que restaurante decorrerá o repasto?

vermelho disse...

amigos jc e nunca:
por mim, tudo bem.
combinado.
abraço.

vermelhosempre disse...

Amigo Sousa Voyeur, se for ao almoço, mt cuidado não vão eles lhe fazerem a "folha".. Vcs sabem do que eu estou a falar.

VermelhoNunca disse...

Amigo Cavungi, estava a pensar naquele restaurante perto de minha casa, "os irmãos", acho que conheces- comida agradável e não é caro.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Esses bilhetes a 5 euros são só para sócios da Académica?

Sousa disse...

Estou alerta, central maravilha.
Pode ser que quando acordarem tenha sido eu que lhes fiz a "folha".
Ah, esqueci-me, eu não vou ao almoço.
Amanhã, prometo revelações escaldantes.

vermelho disse...

amigo jc:
Penso que não, mas desconheço
abraço.

vermelho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vermelho disse...

amigo jc:
fui, agora, ao site oficial e posso confirmar que não são só para sócios:
"No próximo sábado a Académica desloca-se à Tapadinha para defrontar o Atlético, no jogo a contar para os Oitavos de Final da Taça de Portugal.
Para que todos os sócios e simpatizantes da Briosa possam marcar presença neste importante encontro, a Direcção da Académica encetou todos os esforços no sentido de garantir antecipadamente bilhetes.
Assim, pode adquirir a partir de hoje e até sexta-feira, o seu ingresso por 5 Euros na secretaria do Pavilhão Jorge Anjinho e nas lojas Briosa/Tbz do Estádio e Dolce Vita.
O Jogo está agendado para o próximo sábado às 14:30 e não há desculpas para ficar em casa!"
abraço.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Nos "irmãos" ao pé dos bombeiros?
Lá estarei.

Zex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sousa disse...

Rstaurante perto de minha casa -"Os irmãos".
Isto traz água no bico.
O Senhor sempre em negação deve ter quota no estabelecimento.
Vai ser um almoço "Head and Shoulders"...

cavungi disse...

Amigo Sousa,
Como eu não os conheço, avisa-me se não é malta do transvestismo.

Zex disse...

Eu tenho aniversário da minha sobrinha, à tarde, que penso só começa às 15,30-16h.
Se o almoço for mesmo às 12h devo aparecer !

vermelhosempre disse...

Esse restaurante tem nome de restaurante da Máfia.. cuidado Sousa Voyeur com as revelações que fará amanhã, poderão ser as ultimas revelações que faz.

JC disse...

Muito engraçado, este Sousa.
Tenho-me inclinado para que seja um travesti do Prof. Venceslau.
Reparo agora, contudo, que um condómino também muito engraçado deixou de por aqui aparecer.
Refiro-me ao Costa.
Não deixa de ser curioso que ao desaparecimento do Costa corresponda o nascimento da personagem Sousa.
Por isso, admito que possa estar enganado quando insinuei que o Sousa era o Prof. Venceslau.

cavungi disse...

Amigo Zex,
A tua presença é indispensável.
Não faltes.Alista-te.

vermelhosempre disse...

Caro JC, mt bem observado. Será que o Choramingão Costa transvestiu-se de Sousa Voyeur??
Não percam amanhã cenas escaldantes do próximo episódio.

VermelhoNunca disse...

Amigos Vermelho e restante Mancha Negra: o restaurante que falo fica na zona de Alvalade. Saindo da 2ª circular, para a rotunda do Aeroporto, apanham a avenida do Brasil e viram à esquerda na Av. Rio de Janeiro. Pelas 12 horas o ponto de encontro será junto aos bombeiros. Não sei se conhecem Lisboa e se estas indicações serão suficientes.

cavungi disse...

Amigo Jus,
Também já tinha pensado nisso.
Embora o Costa não tenha piada nenhuma e o Sr Sousa seja um "tipo ás direitas".

vermelhosempre disse...

Amigo Cavungi, que desilusão se a versão do JC se vier a confirmar...

VermelhoNunca disse...

Estou a pensar receber-vos com um cartaz de Beto nas mãos, para mais fácil identificação.

cavungi disse...

Amigo Sempre,
Podes crer.
Se se confirmar que Sousa é Costa e não Venceslau,
irei fundar um novo movimento intitulado:
"vermelho apaga sousa" ou "Zex forever"

Sousa disse...

O Piaçaba acertou em cheio!
O meu nome completo é Carlos Costa Sousa.
Logo, eu sou o Costa Sousa.
Se preferem podem chamar-me Costa Sousa.
Gosto, dá um certo ar distinto.

vermelho disse...

amigo nunca:
estive agora a falar com o zex e fiquei mais ou menos a saber onde fica o restaurante.
se precisar de indicações, depois ligo.
abraço.

vermelhosempre disse...

ahahah.. e eu apoio-o a 1000% nesse seu movimento amigo cavungi.

Sousa disse...

Fique o jovem africano sabendo que jamais me poderá confundir com o sórdido personagem Costa.
Eu sou o Costa Sousa.
Alguém educado e de elevados padrões morais.

cavungi disse...

Amigo Vermelho
Se quiserem posso apanhar-vos á entrad de Lisboa.Moro perto.

cavungi disse...

Amigo Sousa,
Assim sendo.Ok

vermelho disse...

amigo cavungi:
é uma excelente ideia.
depois ligo-te para combinarmos.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Precisarei apenas de saber quantos elementos da Mancha Negra virão a Lisboa

VermelhoNunca disse...

Cavungi, sendo assim marcarei mesa para as 12h15, considerando que conseguirás estar no restaurante a essa hora.

vermelho disse...

amigo nunca:
estamos dependentes do prof. venceslau/sousa e do sócio.
com o prof., o Jc irá falar.
com o sócio, eu falarei com ele ou o próprio poderá dizer de sua justiça aqui no blog.
três pessoas vão de certeza - eu, JC e Jimmy -
Até 4ª espero poder dizer-te quantos seremos.

VermelhoNunca disse...

Ok amigo Vermelho, temos muito tempo até lá.

JC disse...

Já falei com o Prof. Venceslau.
Disse-me que em princípio iria connosco, apesar de na véspera (6ª feira) ter de estar em Lisboa e de ter um jantar de trabalho em Coimbra nesse dia.

vermelho disse...

amigo jc:
óptimo.
confirmaste ser ele o sousa ou como no passado continua a negar.
abraço.

Zex disse...

Caro JC,
O que é um "jantar de trabalho" ?
Seria um conceito que não me importava de abraçar !

Sousa disse...

Parece que o Cão Polícia está desejoso de abraçar conceitos.
Espero que não sejam conceitos 30x15.

JC disse...

Amigo Zex.
Jantar de trabalho também me soa bem.
Mas não quero entrar em pormenores sobre o jantar de trabalho do Prof. Venceslau.
Ficará a dúvida sobre a verdadeira identidade do Sousa, cujo assunto não abordei nas breves palavras que troquei com o Digníssimo Professor, após este ter feito a fineza de se ter ligado no MSN, por mera coincidência.

Jorge Mínimo disse...

Caros Condóminos:
Não percebo a importância que estão a dar à espécie de pombo bravo transvestido de corvo cobrador. Já todos percebemos que é uma besta, para quê perder mais tempo? É próprio dessa raça de ratos do ar, fazer merda! Deixem-no fazer. Assim, dá mais luta! Mais uma vez lhe digo, senhor pombo: Vá cagar a estátua do Brotero no Jardim Botânico!

Jorge Mínimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Mínimo disse...

Tenho pena, mas não poderei estar presente no almoço de sábado. Se fizerem um lanche a partir das 17h00m terei todo prazer em estar presente.

Zex disse...

Bem haja, sr. mínimo,
Quanto ao roedor voador, penso que já disse tudo !
E, já agora, esclareça os comentadores deste blog da razão de ser da sua nova imagem ! São muletas ? Para quem usar ?

Jorge Mínimo disse...

Caro Zex:
Como já deve calcular, é a minha singela homenagem à contratação do Derlei.

cavungi disse...

Bela casquinada ó Minimo.

JC disse...

Só ao Derlei?
Cadê os outros (Mantorras, Miccolli e Rui Costa)?

cavungi disse...

Amigo Minimo,
Lanche é coisa de roto!
Homem que é Homem almoça e janta.

VermelhoNunca disse...

Cavungi, 12h15 dará para ti?

vampiro disse...

No Alvalade 21 houve roubo de catedral.

Jorge Mínimo disse...

Caro Cavungi:
Para que o estimado possa gozar a sua merecida folga e o país não pare, alguém tem que ficar a trabalhar. Daí só estar disponível a essa hora.

VermelhoNunca disse...

O meu Sporting também jogará às 14h30:
Pinhalnovense-Sporting às 14h30 de sábado
O jogo entre o Pinhalnovense e o Sporting, relativo à VI eliminatória da Taça de Portugal, inicia-se às 14.30 horas do próximo sábado, no estádio Alfredo da Silva, no Barreiro.



ASF
Além desta alteração, a Federação Portuguesa de Futebol comunicou ainda, esta segunda-feira, que o Odivelas-Belenenses e o Atlético-Académica têm o pontapé de saída aprazado igualmente para as 14.30 horas.

O Varzim-Benfica inicia-se às 21 horas, enquanto os restantes três jogos arrancam a partir das 15 horas.

Programa:

Pinhalnovense-Sporting, 14h30
Odivelas-Belenenses, 14h30
Atlético-Académica, 14h30
Boavista-Nacional, 15h
Naval-Bragança, 15h
Maia-Beira-Mar, 15h
Varzim-Benfica, 21h
Isento: Sp. Braga.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Penso que estarei pronto.Com o meu boné de jarbas a transportar a Mancha Negra por Lisboa a dentro...

vampiro disse...

O que se passou no sábado não me permite ficar mais tempo calado.
O senhor Duarte Gomes mais uma vez levou o Sporting ao colo.Um penalty inacreditável e um golo-alicate fez as delicias dos sportinguistas amantes do jogo limpo.Para os outros.
Se o que se passou no sábado tivesse sido no dragão era o bom e o bonito.Mas como foi com as "virgens suicidas" está tudo bem.
Se Duarte Gomes, esse mesmo, o do "Penalty de Jardel" ( a ser editado em DVD) não tivesse permitido ao intragável Carlos Bueno marcar um golo em paraquedismo, aos 75m quantos golos marcariam os inaptos?
Se fosse na luz era o sistema, o Salazar e mais naõ sei ou quê...mas como foi com as "madalenas arrependidas" está tudo bem.Há que branquear mais um roubo de catedral com a goleada.
Tenham vergonha.Tenham pudor.
Não abram mais a boca para se queixarem dos arbitros.
Os "maõs limpas" também tem um exercito ao seu serviço.
Em Alavalade viu-se.
Uma só palavra:VERGONHA !!!

VermelhoNunca disse...

Ok amigo Vungi. Assim marcarei mesa para as 12h15 , o que nos dará tempo para uma animada refeição, estou certo.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Com tantos compromissos espero não ficar sózinho no restaurante.
Com a conta.

VermelhoNunca disse...

Condómino Vampiro, pode não conseguir estar calado, mas ninguém o ouve.

vampiro disse...

Sempre a chorarem, e depois vão por trás e zumba!
Roubam á descarada.
Sempre a justificarem as derrotas com os arbitros para depois utilizarem um corrupto Gomes para conseguirem aquilo que só por sí não conseguem.Ganhar.

cavungi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
vampiro disse...

Caro Vermelhonunca,
Ninguém me houve?
È pena.É por estas que o nosso futebol é uma miséria.Ninguém nos estádios.
Mas o que importa é ganhar não é?
Não importa como.Se os outros roubam porque não eu também?

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Vou para casa.De onde aliás não devia ter saído.

VermelhoNunca disse...

Condómino Vampiro, tenha atenção à sua escrita. Houve!! Será que queria dizer ouve, do verbo ouvir? Porque houvir...convenhamos que é demais!

Jorge Mínimo disse...

Caro Baccardi:
Parece que comeu uma isca! O golo precedido de falta não explica tudo. O Nacional tinha obrigação de continuar a fazer o seu jogo e sairia do campo com um empate. Veja o exemplo do Carlos Brito, que foi dos que mais se insurgiu com o golo, mas no fim não veio com desculpas bacocas para explicar a hecatombe.

JC disse...

Um gajo sai do trabalho, chega a casa, e vê o blog infestado de morcegos.
Safa.
Antes o Sousa.

petit disse...

Oube la ó Vampiro, estax armado en Cavungi. Tanben tenx un corretor africano, ó palhasso!!! Oube é xem H ó extupido!

vampiro disse...

Caro Vermelhonunca,
Foi só um erro de teclado.
Teclo de teclar.
Vê de ver.
Ouve de ouvir.
Roubo de roubar.

vampiro disse...

Caro Petit.
Um africano pelo cú acima é que tu gostavas ó meu paneleiro de merda.

petit disse...

Erro de tecalado!!! Ex mexmo extupido!! Enton o H exta ó pe do O no tecalado? Non xabex é excreber ó axno!!!

petit disse...

Ó Vampiro tu queriax era ir xugar o xangue duma gaxa mextroada, ó palhasso!! Bai mamar na 5ª pata dum voi!!

vampiro disse...

Caro Jorge Minimo,
Mas não será legitimo perguntar, como seria, se não tivesse sido asinalado o golo-alicate.
Um golo em paraquedismo, que desmoralizou as tropas insulares e levou o Sporting á goleada.
O meu caro amigo gosta de ganhar assim?
Não preferia ter ganho por 1-0 sem polémicas?

vampiro disse...

O PETIT É RABO!
CHEIRA MAL DA BOCA!
TEM OS DENTES TORTOS!
FAZ BROCHES QUE MAGOAM!
TEM PÊLOS NOS OUVIDOS!

Jorge Mínimo disse...

Caro Vampiro:
É sempre preferível ganhar sem casos, mas neste caso não foi possível. No entanto, o estimado terá que me dar razão, quando digo que a vitória do Sporting foi justa.

vampiro disse...

Ó PETIT METE O H DO TECLADO NO TEU CÚ FEDORENTO, Ó RABETA DE MERDA!

vampiro disse...

Caro J.Minimo,
De facto justa!
Com 5-1 é sempre justo!
Pena é que não sabemos como seria se não houvesse Duarte Gomes.

petit disse...

Oube la ó Vampiro debexme extar a comfondir con o Luizon. O preto é que ten ox dentex tortox e arranha por cauza do aparelho nox dentex.

VermelhoNunca disse...

Tudo bem condómino Vampiro. Está agora a meio de uma guerra de palavras com Petit, sendo assim não os importuno.

vampiro disse...

Caro Vermelhonunca,
Por acaso sabia que:
O PETIT É RABO?

petit disse...

O xenhor que come tudo e non deija nada exta de cabexa perdida. Ja paxou pró imxulto peçoal. É um extupido que non xabe excreber e que excrebe no tecalado do conpanheiro africano que lhe bai ó olho!

VermelhoNunca disse...

Bem...se você o diz...

petit disse...

Ó batemuma tu é que es ravo! Bai sedujir o teu amigo Cãode Dracula ó extupido!

estar_vivo_e_o_contrario_de_estar_morto disse...

Oh Vampiro.. não vê que o minimo com quem vc fala carinhosamente é o mesmo que o Petit com quem vc anda para aí aos caralhos e aos foda-se.. bom era que os vampiros fossem todos assim tão burrinhos.

drácula disse...

Oi.
Cá estou.