quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Antevisão da Próxima Jornada da Liga Bwin

Este fim de semana, regressa o campeonato.
Mas antes, permitam-me uma breve referência à vitória bracarense na UEFA.
Vitória que foi o culminar do estrito cumprimento de um plano previamente traçado para a obter.
A forma e, principalmente, o momento em que o Braga alcançou o tento da vitória pareceu obedecer a um cínico projecto curiosamente desenhado à italiana.
Marcar a 10 minutos do fim, assim praticamente inviabilizando qualquer reacção do adversário, foi um duro e certeiro golpe que destroçou o objectivo italiano de conservação do nulo.
Meio caminho está percorrido e de modo imaculado.
Rigor e concentração deverão ser suficientes para garantir a qualificação ante um Parma a léguas da equipa que foi nos idos de 90.
Regressando ao campeonato, direi que a 12 jornadas do fim, o F.C. Porto é líder com três pontos de vantagem sobre o Sporting e quatro sobre o Benfica.

Nacional-Benfica

O Benfica desloca-se à Choupana para defrontar o Nacional.
Nacional-Benfica é um duelo de que muito se tem falado devido ao processo Apito Dourado, num caso relativo à época 2003/04.
No que diz respeito ao futebol jogado, os encarnados já deixaram oito pontos em 21 possíveis na Choupana. Mais de um terço.
Nas anteriores 7 visitas à Madeira para defrontar o Nacional, o Benfica
obteve 4 vitórias, 1 empate e perdeu por duas ocasiões.
Aliás, o F.C. Porto é o único dos grandes que ainda não perdeu na Choupana:
seis vitórias e um empate é o seu registo.
Na última época, o Benfica desperdiçou as parcas chances de alcançar o
segundo lugar, precisamente, na Choupana.
Um golo de Miccoli no início ainda colocou o Benfica em vantagem, mas
Ricardo Fernandes empataria perto do fim, colocando um ponto final nas
aspirações benfiquistas de entrada directa na Champions.
Bruno Paixão foi o árbitro nomeado pela Liga para dirigir o jogo entre
Nacional e Benfica, do próximo Domingo.
Fernando Santos apenas deverá efectuar uma alteração no onze que defrontou e
derrotou o Dínamo, qual seja a entrada de Miccoli.
Karagounis e Petit são os principais candidatos à saída.
Coloco Petit neste equação apenas por ter evidenciado problemas físicos na
partida com os romenos (Petit é uma das vacas sagradas de Santos e só não
jogará se não estiver, manifestamente, em condições).
Assim, se Petit estiver em condições físicas de actuar, será Karagounis o
jogador a remeter para o banco.
Deste modo, Santos deverá apresentar Quim, Nelson, Luisão, Anderson, Léo,
Petit, Katsouranis, Rui Costa, Simão, Miccoli e Nuno Gomes.
Num terreno tradicionalmente difícil, quer pela sua localização, quer pelas
condições atmosféricas que aí se fazem sentir, o Benfica terá que apresentar outra atitude para
levar de vencido o Nacional.
A manter-se a lentidão e a previsibilidade nas transições, as dificuldades
acentuar-se-ão.
A matriz essencial do processo ofensivo do Benfica passa pela exploração do
jogo entre linhas por parte de Simão e dos seus médios de transição.
No entanto, a deslocação de Rui Costa para a meia-esquerda do losango fará a
equipa perder capacidade de exploração do jogo entre linhas, importando,
consequentemente, uma maior exploração do jogo pelas alas, através de Simão
e Miccoli.
Aliás, a previsível aposta de Carlos Brito em 3 médios centros, Chainho,
Bruno e Bruno Amaro, acarretará um superpovoamento da zona central que torna de
todo em todo aconselhável que o processo ofensivo encarnado se desenvolva
pelos flancos.
Assim, quer Miccoli, quer Simão, desenharão movimentos basculantes do centro
para as alas, quer esquerda, quer direita, numa tentativa de exploração dos
corredores e de desposicionamento das unidades centrais dos insulares.
Na maior ou menor amplitude dos movimentos encetados por Simão e Miccoli
residirá a chave do êxito do processo ofensivo do Benfica.
Chainho é poderoso no encurtar de linhas e na ocupação e preenchimento de
espaços, pelo que urge obrigar à sua deslocação do centro para as alas,
desgastando-o e retirando-lhe capacidade de intervir sobre o jogo.
No que concerne ao processo defensivo e sua interacção com o processo
ofensivo, será necessário que a equipa adopte um bloco médio-baixo, por
forma a não perder a possibilidade de conquistar bolas no meio-terreno
insular, mas também a assegurar a não criação de espaços nas costas
da defesa susceptíveis de serem aproveitados pelos velozes avançados do Nacional.
O Nacional não deverá abdicar do seu tradicional modelo de jogo, baseado em
dois blocos, cuja ligação entre si é assegurada por Chainho.
Um primeiro bloco, mais alto, composto pelos avançados e médios de
transição, procurando a recuperação da bola o mais rápido e mais alto
possível e um segundo bloco, mais recuado, postado quase sobre a linha da
grande área, procurando precaver os lançamentos para as suas costas e
proteger a falta de velocidade dos centrais madeirenses.
Entre estes blocos, opera Chainho, numa missão pendular, ora subindo, ora
recuando, consoante a localização da bola.
O processo ofensivo do Nacional, deverá assentar na capacidade de penetração
pelas alas dos laterais, Patacas e Alonso, mais este do que o primeiro, na
capacidade de circulação de bola de Bruno e Spadacio, na capacidade de
transporte de bola de Bruno Amaro, na meia distância fortíssima dos Brunos e
nas bolas paradas.
Raras serão as situações em que ocorrerão transições rápidas, pois que o
modelo de Carlos Brito passa mais pela subida paulatina das linhas,
apostando no virtuosismo de Bruno e Spadacio na circulação da bola.
Transições rápidas ocorrerão apenas e só quando Bruno se servir da sua
capacidade de passar, com mestria, a longa distância, isto é, quando a
equipa explorar o jogo directo.
A criação de espaços no momento ofensivo surgirá das penetrações verticais
dos laterais suportadas pela superior capacidade de retenção e endosso da
bola dos médios de transição.
Será um jogo muito difícil para o Benfica, sendo de repartir o favoritismo
pelas duas equipas em proporção igualitária.

Porto- Naval

Os dragões recebem a Naval depois de duas derrotas consecutivas, num jogo
arbitrado por Nuno Almeida.
A Naval, à luz de um critério histórico, será o adversário ideal para o
Porto sair da crise em que vive desde o início do ano ou não contasse por
vitórias os anteriores confrontos com os figueirenses.
Na recepção à Naval, Jesualdo deverá introduzir algumas alterações no onze
que apresentou frente ao Estrela, desde logo pelo regresso de Pepe e,
previsivelmente, de Ricardo Quaresma.
Na defesa, Pepe reocupará o lugar ao lado de Bruno Alves, relegando Ricardo
Costa para o banco de suplentes.
Na esquerda, surpreendentemente, Lucas Mareque não foi convocado, pelo que
Fucile se assume como o candidato melhor colocado à titularidade, até porque
Cech esteve lesionado.
No meio-campo, face às dificuldades produtivas evidenciadas, são expectáveis
mudanças.
O subrendimento de Lucho e Raul Meireles tem sido a razão mais vezes
alvitrada para explicar os problemas na transição ofensiva.
Assim, não será descabido pensar na titularidade de Ibson em detrimento de
Meireles, até porque Jorginho ainda não ganhou espaço nas opções de Jesualdo
e continua ausente, por lesão, do lote de convocados.
Na frente, tudo dependerá da despenalização de Quaresma.
Jesualdo Ferreira chamou Ricardo Quaresma para o jogo frente à Naval,
acreditando que o jogador será despenalizado pelo Conselho de Justiça da
Federação.
Jesualdo Ferreira preparou o jogo com a Naval sem saber se pode
contar com Quaresma.
Na prática, traçou um plano A, no qual Quaresma é despenalizado pelo Conselho de Justiça da FPF na sexta-feira de manhã e faz parte do tridente ofensivo, e um plano B, em que o CJ dá razão à Comissão Disciplinar da Liga, mantém o castigo a Quaresma e o Porto recebe a Naval sem ele.
Se Quaresma for despenalizado, tudo indica que, juntamente com Postiga e
Lisandro, constituirá o tridente ofensivo.
Na inversa, várias possibilidades se abrem.
Vieirinha depois da titularidade frente ao Estrela não foi convocado, mas
Adriano, Rentería, Alan e Bruno Moraes assumem-se como alternativas válidas,
ainda que, com excepção de Alan, importem ligeiras modificações no
tradicional 4x3x3.
Mesmo uma eventual chamada de Cech a funções mais adiantadas não será
hipótese a descartar.
A estreia do avançado angolano Osvaldo, reforço de Inverno da Naval, é a
principal nota de destaque da lista de convocados de Mariano Barreto.
De fora continuam Wilson Júnior, Solimar, Elivelton, Dudu, Tony e Tiago
Fraga, todos por motivos físicos.
A Naval apresentar-se-á no Dragão com a motivação suplementar de querer
apagar a má imagem deixada pela eliminação na Taça frente ao Bragança.
A Naval, não obstante os 3 técnicos que conheceu esta época, é uma equipa
com os princípios de jogo muito bem assimilados, estruturada sob uma
fortíssima consistência defensiva e na exploração do contra-ataque.
Na defesa, Taborda, Fernando, Paulão e Orestes são sinónimo de experiência,
fiabilidade e segurança.
Na frente, Fajardo, Lito e Nei são sinónimo de velocidade, codícia e
capacidade de explorar os espaços nas costas da defesa e entre o central e o
lateral, através de penetrações verticais ou diagonais das alas para o
centro.
Certamente, que a Naval assumirá uma postura de expectativa, procurando
potenciar a seu favor a ansiedade que não deixará de marcar os jogadores
portistas.
Apostará na contenção inicial e num estender progressivo no campo assim o
resultado o permita.
O tempo jogará a seu favor e a Naval sabe-o.
As duas derrotas consecutivas encurtaram, ao mínimo, a margem de erro que os
portistas conseguiram acumular durante a primeira volta.
Com escassos três pontos de vantagem para o Sporting e quatro para o
Benfica, mais insucessos podem, inclusive, implicar a perda da liderança.
No entanto, com cinco vitórias em outros tantos jogos realizados com a
Naval, actuando na condição de visitado, com Pepe de volta, o Porto têm
todas as condições para se reencontrar com as vitórias antes da recepção ao
Chelsea.

Paços de Ferreira-Sporting

O Sporting, numa partida arbitrada por Pedro Proença, visita um Paços de
Ferreira invicto em casa há mais de um ano e um estádio onde já sofreu derrotas
históricas.
Nos anteriores 8 confrontos, o Sporting averbou 4 vitórias, 1 empate e 3
derrotas.
O jogo da primeira volta ficou marcado pela polémica, uma vez que a equipa pacense venceu em Alvalade com um golo marcado com a mão pelo brasileiro
Ronny, entretanto já transferido para a China.
Uma das principais curiosidades em torno deste jogo reside em saber qual o
sistema que Paulo Bento irá utilizar - se o 4x4x2 em losango ou o 3x4x1x2.
Penso que o sucesso alcançado pelo sistema táctico preconizado por Paulo
Bento nos dois últimos jogos (segunda parte do jogo com o Nacional e os 90
minutos da partida com o Pinhalnovense), não implicará o abandono do 4x4x2
em losango.
Com efeito, apesar da estrutura assente em três defesas (3x4x1x2) ter
permitido aos leões marcarem 11 golos em dois jogos, a verdade é que este é
um modelo alternativo, que vem sendo consolidado, mas que não apresenta,
ainda, maturação suficiente.
Aliás, decorridas 17 jornadas, não faria muito sentido que a equipa
rompesse, definitivamente, com o modelo que definiu para a época em curso.
O 3x4x1x2 será sempre uma alternativa, uma opção pontual, que poderá ocorrer
em determinados momentos, ou mesmo em alguns jogos.
Por outro lado, a previsível ausência de Pereirinha inviabilizaria, ipso
facto, o recurso ao 3x4x1x2.
O 3x4x1x2 impõe a chamada de dois jogadores: Bruno Pereirinha, para se
ocupar do corredor direito, e Yannick Djaló, para actuar no apoio à dupla de
avançados, aproveitando os espaços por estes criados.
Abel poderia constituir alternativa a Pereirinha, mas, ultimamente, perdeu
espaço na hierarquia de prioridades de Bento.
Neste sentido, tudo aponta para que Paulo Bento volte a optar pela estrutura
do losango.
Quanto ao onze a apresentar, a principal novidade em relação à equipa que entrou frente ao Nacional deverá ser Djaló, principal candidato a assumir as funções de suporte à dupla atacante na partida com o Paços de Ferreira.
O jovem atacante desempenhou essas funções na 2ª parte do jogo com o Nacional e Pinhalnovense, correspondendo, com assistências e golos, em dois jogos que o Sporting venceu, marcando 11 golos e sofrendo apenas 1.
Com Liedson e Bueno com lugar garantido na frente de ataque (juntos,
marcaram nove golos em dois jogos), tudo aponta para que Djaló se mantenha
nas funções de camisola dez, apoiando os dois pontas-de-lança.
Outras opções à disposição de Paulo Bento são Carlos Martins e "Pipi"
Romagnoli, jogadores que já desempenharam várias vezes essa função, ainda
que nenhum deles tenha sido regularmente convincente nos respectivos
desempenhos.
No mais, com o regresso de Tello aos treinos em pleno, a defesa deverá
manter-se inalterada.
Já no meio-campo, após o desentendimento com Ronny num treino, Nani deve
regressar ao banco.
Na frente, após a produtividade patenteada nos últimos jogos, a dupla
Liedson e Bueno deverá manter-se.
O Paços deverá manter-se fiel ao seu modelo de jogo.
Como disse o mítico José Mota "não queremos ser
favoritos, mas jogamos para vencer. Somos pequenos, mas não alteramos uma
vírgula à nossa forma de jogar.”
E tem razões para isso ou não estivesse a sua equipa invicta em casa há mais de um ano.
Assim, deverá apresentar Peçanha, Mangualde, Geraldo, Luiz Carlos e Antunes,
Paulo Sousa, Elias, Fahel, Edson, Cristiano e João Paulo.
Será a equipa do costume, com a marca impressiva do seu treinador – trabalhadora, lutadora, aguerrida e atrevida ou nas palavras de José Mota: “temos respeito pelo Sporting mas é uma partida normal porque até já os
vencemos antes. Vai ser um jogo extremamente difícil para eles”, para acrescentar que “nos 90 minutos tudo é possível. Se perdermos, vamos vender cara a derrota”.
A partida prevê-se equilibrada, face à invencibilidade pacense em casa e à
circunstância do Sporting de Paulo Bento revelar maior à vontade quando joga
na condição de visitante (no total, o Sporting marcou, com Bento ao leme, no
Campeonato, 37 golos na condição de visitante, contra apenas 34 na condição
de visitado).
Partida com favoritismo leonino, embora não muito acentuado.

70 comentários:

Jorge Mínimo disse...

É uma pouca vergonha! Mais um com medo de ficar careca. Façam um implante ou ponham um capachinho!
Aqui fica a descrição da notícia, segundo o "Record":

Paulo Barata, jogador de râguebi do Benfica e antigo internacional de "sevens", acusou o mascarante sinasteride na contra-análise realizada a 30 de Janeiro, revelou hoje o director do Laboratório de Análises e Dopagem, que já notificou a Federação Portuguesa de Râguebi e o clube da Luz.

De acordo com as explicações de Luís Horta, a análise ao jogador C'SAMENTE detectou o agente que pode mascarar a utilização de determinadas substâncias C'SAMENTE do grupo dos anabolisantes, naquele que é o primeiro caso de doping C'SAMENTE de 2007, uma vez que o jogador foi controlado C'SAMENTE a 7 de Janeiro, após a vitória dos encarnados frente C'SAMENTE ao Técnico (31-16), em jogo da 4.ª jornada do campeonato nacional C'SAMENTE de honra de râguebi.

O director do Laboratório de Análises e Dopagem referiu ainda que a substância C'SAMENTE em questão pode ser utilizada para casos de queda C'SAMENTE de cabelo - sendo o medicamento Propecia C'SAMENTE o mais utilizado em Portugal para este tipo de problema -, mas o atleta "não solicitou C'SAMENTE a autorização para o recurso à terapêutica" e mesmo que a tivesse feito não seria aceite, já que C'SAMENTE "nem em Portugal C'SAMENTE, nem a nível mundial C'SAMENTE(a substância) é autorizada".

Queda de cabelo como Tavares

Com este caso, eleva-se para dois o número de atletas do Benfica a acusarem a presença do mascarante sinasteride, depois da contra-análise ao capitão da equipa de basquetebol, António Tavares, ter confirmado a presença da mesma substância.

Recorde-se que a 8 de Janeiro, dia em que o caso de António Tavares foi conhecido, o Benfica defendeu o atleta, avançando que tinha sido o responsável clínico da equipa, a sancionar a utilização de um medicamento contra a queda do cabelo sem saber que o produto fora incluído na lista de substâncias proibidas, o culpado.

JimmyJumpReloaded disse...

iAntes de tudo, saudar todos aqueles que estiveram presentes no almoço do blog; foi um prazer conhecer-vos. Esperemos que se repita!
Quero igualmente dar os parabéns à equipa bracarense, por estar à beira de eliminar o Parma! É que Pôr KO a uma equipa italiana (ainda para mais em duas mãos) já é de si difícil, agora repetir a dose na mesma época torna-se extraordinário!
Relativamente ao jogo Benfica – Nacional, será indubitavelmente, e como não poderia deixar de ser, um jogo de dificuldade extrema! Esperemos que o glorioso saia incólume desta batalha! (dispensa-se a batotice!).
Quanto ao Porto – Naval, depois de ter visto Davids e Anselmos a facturar no Campo do Dragão, devo dizer que não ficaria nada mal a juntar a estes nomes um outro, que tal um Claudinei?! Veremos…
Na Mata Real, o Paços já não vacila há um ano!? Será desta? Muito sinceramente,não me parece!…

VermelhoNunca disse...

Chainho, aí reside o perigo, o baluarte do Nacional. Verifico algum receio no nosso administrador.
Caso doping, normal nos tempos que correm para os lados da Luz. Mas claro que o nosso administrador vai dizer que é um caso idêntico ao do Rui Jorge. A pouca vergonha continua.

VermelhoNunca disse...

Foi inaugurada ontem a pista Moniz Pereira. Não foi a pista José Carvalho ou Nélson Évora. Ou a pista Luís Vieira. Moniz Pereira é o sócio número 2 do Sporting. A semana passada cruzei-me com ele no barbeiro: falámos, sou amigo de um genro dele. É um grande senhor. Para o louco Cavungi é mais um visconde não sei de onde, como ele gosta de referir. Tomara qualquer lampião ter a honra de possuir um Moniz Pereira nas fileiras do seu clube.
Viva o Sporting!!

JC disse...

Ao que parece, os jogadores do Benfica nunca devem ter ouvido dizer que é dos carecas que elas gostam mais.
É melhor alguém avisar o José Azevedo para não colocar nenhum produto no cabelo e resignar-se com a sua calvície antes que seja apanhado também nas malhas do doping, logo que comece a época ciclistica

vermelho disse...

amigo nunca:
a homenagem ao Prof. Mário Moniz Pereira foi um singelo agradecimento que o Município de Lisboa fez ao maior vulto do desporto em Portugal.
O Prof. Mário Moniz Pereira é um caso singular de dedicação ao desporto.
Todas as homenagens lhe são devidas.
Lamento, apenas, que aqueles que lhe são mais próximos não tenham tido a "gentileza" de lhe fazer homenagem semelhante.
abraço.

amigos mínimo:
belas casquinadas soltei com os teus Samentes.
Lamento, profundamente, mais este caso de doping.
Pensava que depois da inusitada frequência com que aconteceram nos anos de 70, 80 e 90, mormente no ciclismo e visando grandes nomes como Joaquim Agostinho e Marco Chagas, entre outros, haviam sido erradicados do desporto português.
Pelos vistos, enganei-me.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Os casos doping no Benfica terão de ser justificados. Algum fornecedor marado, tipo LIDL, ou coisa do género, porque não é comum sucederem-se as situações. A questão pode ser mais abrangente, e implicar a actividade desportiva em geral no Benfica. De acordo com o amigo JC em relação a José Azevedo. Em Outubro passado passei uns dias num hotel perto de Lisboa e dei de caras com a equipa de ciclismo do Benfica, que se encontrava no 1º estágio de preparação. Posso garantir-vos que o vinho escorre pelas gargantas, especialmente pela do massagista/ mecânico/ enfermeiro encarnado. A questão doping na equipa de ciclismo é assim tratada...

vermelho disse...

amigo nunca:
aqui fica uma notícia sobre a questão:
"O Benfica já foi notificado do controlo antidoping positivo a Paulo Barata, jogador de râguebi, que acusou positivo. A revelação foi feita por Fernando Tavares, vice-presidente para as modalidades, que em declarações ao Maisfutebol fala da independência do râguebi: «Confirmo o controlo antidoping positivo. Já recebemos a nota de culpa, apresentámos as nossas alegações e agora aguardamos pela decisão da Comissão Disciplinar, mas acreditamos que nada de grave se irá passar. Ressalvo que o râguebi é um desporto amador, autónomo e não há ligação do Benfica com o departamento médico. Como modalidade amadora há menos informação das substâncias que não se podem ingerir."
Apesar de defender a independência do râguebi na estrutura encarnada, Fernando Tavares ressalva as razões que, defende, terem estado na base do controlo antidoping positivo de Paulo Barata: «O jogador estava a tomar medicação para a queda de cabelo»
«Ele não informou o CNAD nem sabia que tinha de informar pois estava na sua inocência de que não havia qualquer problema. Ele já tinha sido controlado numa prova internacional da selecção e disseram-lhe que não havia problema de tomar aquele medicamento», considera Fernando Tavares."
abraço.

VermelhoNunca disse...

Quanto ao professor, caro amigo Vermelho, o seu post parece querer levantar polémica, quando sugere que outros deveriam também homenageá-lo. Se conhecesse o Prof. , mudaria imediatamente de opinião. Saberia porque ele é averso a homenagens. Sabe como acabou a homenagem dele, aquando da inauguração da nova pista? Com o Prof. a tocar piano, como se estivesse em família, nas Olimpíadas familiares que organiza. Tenho muito orgulho de ter um jovem de 86 anos como o Senhor Atletismo no meu clube!

VermelhoNunca disse...

Portanto, segundo Fernando Tavares, do Benfica, um dos culpados é quem disse ao atleta, numa prova internacional, que poderia tomar aquele medicamento. É inacreditável, mas como a modalidade é autónoma, tudo bem. É um génio este Tavares.

vermelho disse...

amigo nunca:
não quero levantar qualquer polémica.
apenas não percebo como o seu clube de sempre, a quem devotou uma vida, de quem é o sócio n.º 2 e vice-presidente, não foi capaz de lhe fazer uma homenagem idêntica àquela que muito bem lhe fez a autarquia de Lisboa - construir uma pista de atletismo.
Ao invés de lhe reconhecer tudo quanto deu ao clube e, assim, construir uma pista de atletismo no novo estádio, preferiu não o fazer, para grande desgosto do Prof. Mário Moniz Pereira.
Não me parece que lhe tenham reconhecido o esforço, a dedicação, a devoção e a glória ao serviço do clube e do desporto português.
abraço.

Zex disse...

Sr. Nunca,
Desculpe a observação, mas não é "averso a homenagens", mas sim "avesso a homenagens".
Lateralmente, acho o epíteto "Sr. Atletismo" ridículo. Ao nível de "maestro". Conversa de jornal desportivo...

JC disse...

Caro Zex:
Para quem conta ou contou nas fileiras da sua equipa de futebol com o "Ministro", o "Ninja", o "Mágico", o "Harry Poter" e, a nível dirigente, com o "Papa", vir criticar a designação de "Snr. Atletismo" soa a algo estranho.

THE SPECIAL tONE disse...

Parma:

Muitas semelhanças som o SLB.
Já foram ambos:
- patrocinados pela Parmalat;
- pensam que já foram grandes equipas europeias,- lutam para não descer;
- têm dirigentes que já foram presos;
- têm jogadores que já acusaram doping;
- perderam em Braga com um golo do zé carlos e
- já não ganham nada na Europa há muito.


No SLB actualmente ou é borracholas ou é gajos a acusar doping.
Recentemente não é o 2º mas sim 3º caso.
E o José Azevedo veio para o ciclismo porque já tem a escola de dopagem do Landys e do Amstrong.

Em resumo, o Benfica é o clube DAPINGA e do DOPING.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, antes de Santana Lopes "oferecer" um estádio ao Benfica, o Sporting, sem Euro 2004 , ia construir um estádio novo. Com pista! A questão alterou-se por causa da candidatura portuguesa ao Euro, o que levou o Sporting a redimensionar o seu projecto, retirando-lhe qualquer hipótese de pista e de pavilhão oficial para as modalidades amadoras. Assisti a assembleias gerais em que isso foi debatido. O seu clube também não tem pista. Aliás a pista Moniz Pereira servirá não só o Sporting, mas também o Benfica e outros clubes.
Quanto ao averso condómino Zex, tem toda a razão, aliás porque a palavra não existe.
O facto se ser chamado de senhor Atletismo, há muitos anos que assim o é, e não me desagrada nada.

dracula disse...

"O Fado é que induca e o Doping é que instroi"
-Luis Filipe Vieira Jornal do Benfica de 16/02/07

vermelho disse...

amigo nunca:
o meu clube não tem pista, mas também não tem o Sr. atletismo.
Continuo a dizer que, independentemente, das razões pelas quais não construiu a pista, o sporting devia tê-lo feito.
Pela tradição da modalidade no clube e por respeito e consideração ao Prof. Mário Moniz Pereira.
Não me parece que lhe tenham reconhecido o esforço, a dedicação, a devoção e a glória ao serviço do clube e do desporto português.
abraço.

dracula disse...

O Professor Moniz Perreira faz parte do imaginário de qualquer português que goste de desporto.
Um Homem, uma Causa, uma Obra.
Que fica, não só para os Sportinguistas, mas também para todos aqueles que gostam de Atletismo e que vibraram e vibram com as vitórias internacionais de Portugal.
O Professor fez mais pelo bom nome do País do que muitos, que tem nome na topomínia da cidade de Lisboa.
Ter uma pista com o seu nome, parece-me até curto.

JC disse...

Verificando o aparecimento de um novo condómino, ou, pelo menos, de um condómino com um novo nome, e com a devida vénia ao Snr. Administrador, quero endereçar-lhe as boas-vindas e fazer votos para uma participação assídua, profícua e valorizadora deste espaço.
Bem-vindo Snr. Special Tone

VermelhoNunca disse...

Condómino Drácula, totalmente de acordo consigo.

dracula disse...

Em Paços caba este fim de semana a invencibilidade caseira do labrego Mota.Nome também,de um saudoso avançado Sportinguista.
Na choupana o Benfica encosta, como previsível.Desde que Rui Costa voltou que acabaram as boas exibições da equipa.
No Dragão, O FC Porto ganhará com facilidade ao Naval de Mariano Rabeto, aumentando assim os indices de confiança para o jogo com o Chelsea.No entanto isso não chega.
Com a mentalidade provinciana tão típica da grossa maioria dos treinadores Portugueses, Jesualdo jogará para empatar mas perderá copiosamente.
As decisões quanto ao titulo começam a ser tomadas.Quem perder mais pontos ficará para trás. Irremediávelmente.

vermelho disse...

amigos drácula e JC:
faço minhas as vossas palavras.
abraço.

THE SPECIAL tONE disse...

Grato JC pelas palavras que me endereçou.

Também o meu amigo podeRia ser benfiquista, pois também é adepto DAPINGA.

dracula disse...

Espero um dia também receber as boas vindas.
Quem me recrutou, avisou-me também da fraca receptividade, ou desconfiança,com que são recebidos os novos recrutas neste espaço.
Mas não desistirei à primeira.

dracula disse...

Meus caros,
Vou almoçar, ou como quem diz "morder uns pescoços".
De Franga.

vermelho disse...

amigo drácula:
quanto ao porto/chelsea direi que tenho a convicção contrária.
penso que o porto irá vencer o chelsea em casa ou, pelo menos, não perder.
o melhor do porto "encaixa" no pior que o chelsea tem.
A grande força do porto são os alas, mormente quaresma, e o pior do chelsea são os laterais.
assim, penso que terá boas chances de fazer um bom resultado.
isto, claro está, se Jesualdo não se encolher e transmitir temor reverencial nos jogadores.
abraço.

p.s. quanto ao rui costa, dizer apenas que foi com ele a titular que o benfica realizou a melhor exibição da época - boavista em casa.
abraço.

JC disse...

Caro Special Tuning:
Por essa ordem de ideias, acho que todos os condóminos deviam ser grandes benfiquistas.

vermelho disse...

amigo drácula:
efectivamente, tem razão.
foi uma indelicadeza da minha parte.
seja bem vindo!
faço votos para uma participação assídua, profícua e valorizadora deste espaço.
abraço.

p.s. ao contrário do que diz, recebemos sempre bem quem nos visita.
aliás, a prova disso mesmo foi o diálogo que, desde logo, consigo entabulámos.
abraço.

dracula disse...

Amigo Vermelho,
Pensava que o jogo era em Londres.
De qualquer modo, mesmo sendo em casa, penso não haver mentalidade competitiva ao nivel do corpo técnico do FCP, que seja suficiente para incutir um espirito ganhador na equipa.
Deste modo não alcançarão a vitória.
Na apreciação que fez do Rui Costa dou-lhe o beneficio da dúvida.
Veremos como se comporta o Rui nos dificeis testes que se adivinham.

THE SPECIAL tONE disse...

Caro Drácula:
Eu também não tive qualquer recepção especial, salvo as palavras do Guru J.C. e não me incomodei, pois bem sei que o Autor deste espaço nos acolhe a todos e, provavelmente, devíamos ser nós a pedir autorização para entrar.

De qualquer modo, como caçula deste espaço permita-me desejar-lhe uma excelente estadia neste espaço.

dracula disse...

Amigo Vermelho,
Obrigado, farei os possiveis para não aumentar o absentismo no espaço.
Abraço tambem.

dracula disse...

Amigo Special,
Depois das palavras de JC, fiquei com ciúmes.
Tive vontade de morder uns pescoços, que é o que vou fazer de seguida.
Até logo.

JimmyJumpReloaded disse...

Infelizmente, o condómino drácula principia a sua participação neste espaço de uma forma não”profícua” nem “valorizadora” do mesmo. Pelos vistos não tem visionado os jogos do glorioso! Só assim se explica a tremenda barbaridade que disse sobre o nosso “Maestro”!

JimmyJumpReloaded disse...

...e veja lá que tipo de pescoços anda a morder!

vermelho disse...

amigos:
afinal, quaresma não joga.
aqui fica a notícia:
"O Conselho de Justiça (CJ) da FPF adiou para reunião da próxima quarta-feira a decisão sobre o recurso apresentado pelo F.C. Clube do Porto aos dois jogos de suspensão com que Ricardo Quaresma foi punido pela Liga.
Na prática, isto significa que o jogador dos dragões cumprirá esta noite frente à Naval o segundo jogo de castigo com que foi punido por uma agressão a Tixier, depois ter sido convocado por Jesualdo Ferreira, à espera de uma despenalização que só será julgada na próxima semana."
abraço.

VermelhoNunca disse...

Uma vergonha o adiamento. Qualquer que seja a decisão, é uma pouca vergonha adiar!

JimmyJumpReloaded disse...

Grande tio que tu tens amigo Vermelho!

vermelho disse...

amigos nunca e jimmy:
como calculam, não comentarei esta decisão, como já aqui tinha dito.
o Presidente do CJ é meu Tio, pelo que não me sinto à vontade para tecer quaisquer considerações sobre as suas decisões.
Posso-vos, apenas, referir um aspecto: não foi uma questão de fervor clubístico que determinou o adiamento!
abraço.

JC disse...

Não sendo portista e até me agradando a decisão do CD da Liga, não deixa de constituir a mesma uma grande barbaridade!!!
Como é possível postergar-se a decisão sobre o castigo aplicado ao Quaresma para a semana, quando nessa ocasião o Quaresma já terá cumprido 2 jogos sem jogar, ficando assim sem qualquer efeito útil essa mesma decisão????
Parece-me, de facto, inadmissível.
Esta nova CD começa muito mal as suas funções.

vermelho disse...

amigo JC:
a decisão não é da CD da Liga, mas sim do CJ da FPF.
abraço.

JC disse...

Claro, amigo Vermelho.
Equivoquei-me.
Fiquei de tal modo surpreso com a decisão que me baralhei.

estar_vivo_e_o_contrario_de_estar_morto disse...

Dráculas.. special tones. São nicks meio gays, mas pode ser que se safem.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Esta decisão é da responsabilidade do Presidente do CJ ou é uma decisão tomada por votação?
Provavelmente, não foi o Presidente do CJ que tomou a decisão, tendo sido antes o resultado de uma votação de todos os "conselheiros"

Zex disse...

Depois da vergonhosa campanha para que o Quaresma não jogasse, o objectivo dos lampiões foi concretizado.
No "dia seguinte", o que o Seara disse com medo, veio a confirmar-se.
Lamentável !
Aliás, a linha editorial calimérica do blog já se tinha pronunciado no sentido do choro : " ...desde logo pelo regresso de Pepe e,
PREVISIVELMENTE, de Ricardo Quaresma...".
O Adiamento é mais um episódio triste do nosso futebol. Mais decente seria considerar o recurso improcedente...
Diz o Sr. Vrecto, do alto da sua cátedra, que não foi por fervor clubístico. Então, foi por que motivo ?
Que tristeza !
Já chega do discurso do desgraçadinho...

Zex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JC disse...

Vergonha, amigo Lex.
Vergonha.
Apesar de o SCP poder beneficiar, indirectamente, com tal decisão do CJ, não posso deixar de me manifestar solidário com os adeptos portistas e com a sensação de tremenda injustiça que esta decisão vos faz sentir.
VERGONHOSO!

Zex disse...

Estranho que o sr. Vrecto não tenha feito qualquer comentário sobre o doping no seu clube !

Estranhei, igualmente, que os Srs. Vrecto e JC não se tenham pronunciado sobre esse mago do futebol, denominado Cláudio Pitbull, autor do golo da Académica, aos 90m. É que há poucas semanas, viam, com grande apreensão, o seu ingresso na Briosa...

JC disse...

Caro Zelex:
Não me recordo o que disse sobre o Pitbull nem sequer, se disse alguma coisa sobre a sua vinda para a AAC.
Desconhecia o valor do jogador.
Pelo que vi no sábado contra o Atlético, parece-me um jogador com alguma valia técnica, seguramente superior a todos os demais avançados da Briosa.
Parece-me ter sido um bom reforço para a AAC e, juntamente com o Joeano, poderá ter ficada resolvida a questão da falta de avançados de qualidade com que a Académica se debatia.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Já ví que na minha ausência se referiu a mim de forma gratuita.
Eu nunca me refri a Moniz Pereira de forma menos própria.Nem o poderia, em consciencia, fazê-lo.
O prof. é sem dúvida uma das referencias do desporto nacional.
sabes, nós no SLB, também sabemos reconhecer os homens de valor que despontam noutros clubes.
Só não falamos muito deles porque há poucos.
Pena é que a maior glória do atletismo nacional não tenha sido treinada por ele.Campeã da Europa,Campeã do Mundo e Campeã Olimpica, Rosa Mota.
Pena também que tenhamos que ter sido todos nós contribuintes de Lisboa a fazer a justa homenagem a Moniz Pereira através da CML, e não o SCP como era seu dever.Enfim até para as homenagens é preciso dinheiro...
Mas não me choca que o tratem por "Sr. Atletismo".
Eusébio é o "Sr. Futebol".
Carlos Lisboa é o "Sr. Basquetbol".
João Gonçalves é o "Sr. Andebol".
João Benedito é o "Sr. Futsal".
Livramento é o "Sr. H.Patins".
Jorge Theriaga é o "Sr. Bilhar"
Cavaco Silva é o "Sr. Presidente".
José Socrates é o "Sr. 1º Ministro" e não esquecer
Carlos Cruz o "Sr. Televisão".

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Grande Tio.

cavungi disse...

Amigo Zex,
Estranho é que desde que LFV se "meteu" com Laurentino Dias, lagarto confesso e funcuinário público de 2ª linha, que o doping floresce no estádio da Luz.
c'samente que não é só coincidência.
É caso para perguntar: "Há manacs no Governo Sócrates?"

vermelho disse...

amigo zex:
para que conste, o meu Tio é um ferveroso adepto do porto.
pronunciei-me sobre o doping.
basta ler o meu primeiro comentário.
abraço.

amigo jc:
penso que a votação terá sido colegial, mas desconheço.
sei que o CJ tem uma pesada herança ao nível da pendência processual.
abraço.

vermelho disse...

amigos:
estou no intervalo de uma reunião, pelo que, em breve, me irei ausentar de novo.
abraço.

JC disse...

O CJ adiou a apreciação do recurso do Quaresma mas apreciou a do Zé Pedro!!

"O médio do Belenenses, expulso no encontro ante o Benfica da 16.ª jornada do Campeonato, ficou hoje a saber que o Conselho de Justiça da Federação «julgou inadmissível com rejeição» o recurso apresentado pelos azuis ao castigo de três jogos aplicado pela Comissão Disciplinar da Liga".

O que torna a situação ainda mais grave!
De facto, o recurso do Zé Pedro não era tão urgente como o do Quaresma, pois que tinha aidna mais um jogo de castigo a cumprir.
O do Quaresma é que tinha de ser apreciado hoje, sob pena de se revelar inútil a sua apreciação mais tarde.

De facto, não se percebe, não colhendo o argumento da elevada pendência processual adiantado ainda que de forma encapotada pelo Snr. Administrador.

THE SPECIAL tONE disse...

Para que é que vão apreciar o castigo do Quaresma na próxima semana?
Para quê?

Mesmo sendo Carnaval isto cheira mal.
Aindão vão arranjar maneira de o Quaresma não jogar contra o Chelsea.
Vergonhoso.
Fosse qual fosse a decisão havia que a assumir.

Mas registo com apreço o temor que têm de apenas e só um jogador do FCP.
Somos grandes.
Se têm medo de um sózinho, o que fará de onze juntos.

Continuem com as cismas e os sismos.
Do gémero daqueles de terça-feira em que os romenos é que iam tremer e tiveram os vermelhos todos a tremer de medo até ao último minuto.
Na quaresma o Quaresma não jogo. Tudo bem, descansa para o jogo contra o Chelsea.

VERGONHOSO

THE SPECIAL tONE disse...

Pra castigar os jogadores do FCP há processos super sumarissimos.

Para apreciar os recursos do FCP já há elevada pendência processual.


Habeas corpus já para o cigano.

cavungi disse...

Amigo JC,
è de facto de uma total falta de tomates .
Ou julgam procedente ou improcedente.Mas devem julgar.
Se para a semana julgarem procedente o que acontece?
Quaresma faz mais um jogo sozinho no final da temporada?
Vergonhoso, Opaco e Ridiculo.

vermelho disse...

amigo jc:
o recurso do Zé Pedro nem sequer foi apreciado, uma vez que foi liminarmente rejeitado, pois que o recurso devia ter sido enviado para o CD da FPF.
abraço.
amigo special tone:
seguindo o teu raciocínio, a inversa também será verdadeira, ou seja, o que parece é que o Porto teme não jogar com o Quaresma.
Quanto aos sumaríssimos, que saiba, esta época só os houve para jogadores do Benfica, para além de que a entidade que os promove e julga é distinta daquela que aprecia os recursos como o do Quaresma.
assim, juntar uma e outra coisa, só por manifesta confusão.
abraço.

JimmyJumpReloaded disse...

A punição do Ciganito foi mais que justa, quer a nível pedagógico quer da aplicação dos regulamentos! A fase em que as agressões dos Paulinhos Santos, dos Jorges Tostas, dos dentuças Maniches dos Ministros Bordoadas etc. passavam impunes, está ultrapassada! Porque será?
Estranho de certo modo esta ciganitodependência por parte dos morcões! Estarão com medo de algo!?

Jorge Mínimo disse...

Caros Condóminos:
Concordo que este adiamento do CJ é uma perfeita vergonha.

cavungi disse...

Amigo Jimmy,
È iso mesmo.Merece o castigo.Por isso deveria ter sido rejeitado liminarmente.Não o foi é o mesmo que rejeitá-lo.Até ficava mais bonito.
Claro que os Portistasd estão todos borrados por Quaresma não jogar.Além de ser um desprestigio para o resto do rebanho.
O Porto de jesualdo é Quaresma e +10.
Bela táctica!
Força Mariano, Forca Jesualdo!!!!!

JC disse...

Interessante esta resposta do Paulo Bento ao Falecido e Falhado Pésudo:

"José Peseiro regressou a Portugal para contar as aventuras no Al-Hilal, mas também para atirar algumas achas para a fogueira. José Peseiro defendeu que, no seu tempo no Sporting, tinha uma equipa a praticar um futebol mais espectacular do que a actual e que não tinha o ambiente favorável que Paulo Bento hoje dispõe.

Ora, o técnico actual dos leões afirma que não se sente abalado com tais declarações, mas responde à altura.

“Não tenho necessidade, não faz parte da minha forma de estar e quando não estiver aqui não faz parte das minhas intenções ser comentador e passar todos os dias na imprensa e nas televisões. A única coisa que faltou foi fazer o Tempo Extra com o Rui Santos, de resto foi a semana toda. Sei quais são as intenções, mas incomoda-me pouco”, começa por atirar Paulo Bento, em jeito, de provocação.

O treinador deixou depois um aviso: “Um dia explico essas coisas do ambiente, mas mais tarde. Não vou comentar, tenho algumas coisas para contar e ele também. Isso não mexe com o grupo nem comigo e estou aqui para proteger o Sporting. Não comento neste momento… mais tarde irei fazê-lo seguramente."

Paulo Bento prefere não adiantar muito mais, porque, defende, não faz parte do seu modo de ser: “A minha função é treinar o Sporting e a minha profissão é treinador, não é de comentador. No dia em que deixar esta cadeira, a primeira coisa com que me vou preocupar é em não cuspir no prato onde comi!”

JimmyJumpReloaded disse...

…depois de apanhar no lombo em pleno dragão do Atlético e Estrela da Amadora, não me admira nada que estejam com muito medo! Atenção ao Claudinei! Aquele abraço amigo Cavungi.

JimmyJumpReloaded disse...

Caro JC, muito sinceramente não me parece que haja alguém interessado nesse confronto verbal entre esses dois do penteado esquisito!; a não ser que queira aprender a cozinhar com panelas de pressão alta ou por outro lado eventualmente, saber como viver a vida com toda a tranquilidade! Aquele abraço

Jorge Mínimo disse...

Caro JC:
Julgo que foi uma boa resposta do Paulo Bento.

JC disse...

Amigo Jimmy:
A propósito de penteados esquisitos, o que acha do novo penteado do Barril Miccolli, da nova coloração Garnier do Beto, do brushing do Petit, da carapinha do Simão, das estensões do Nuno Gomes, do espanador de pó do Manu e da ausência de risca do Quim?

JimmyJumpReloaded disse...

Amigo JC, jogadores com cabelinhos estranhos (infelizmente) é o pai nosso de cada dia! Agora ao nível de misters com penteadinhos “à bíblia” o Esporting não dá qualquer hipótese! É um espéctaculo…

JC disse...

Não deixa de ser verdade.
Desde Carlos Manuel ao Paulo Bento, passando pelo Pésudo e pelo Boloni, o corte de cabelo esquisito sempre foi imagem de marca de alguns treinadores sportinguistas.
É claro que do bigode do Chalana não vale a pena falar.

Jorge Mínimo disse...

Estão-se a esquecer do bonito penteado do gande campeão Augusto Inácio.

JimmyJumpReloaded disse...

...esse bigodinho é intocável e indelével! Ainda lá deve constar vestígios de tinto da década 80! Grande Chalana!!