terça-feira, maio 22, 2007

Artigo de Opinião de Miguel Sousa Tavares

O FC Porto foi campeão — à tangente, sofridamente, com o credo na boca e o coração nas mãos, mas foi. Comandou da primeira à última jornada e teve um momento decisivo, pela positiva: quando foi à Luz, já com a morte encomendada, e mostrou a fibra de que se fazem os campeões.
Era o grande favorito à partida e o que maiores obrigações tinha, porque dispunha do maior orçamento e da melhor equipa. Mas perdeu Anderson durante meio campeonato, Quaresma em quatro jogos e Pepe noutros quatro.
Até Fevereiro, acumulou o campeonato com uma boa prestação na Liga dos Campeões e, não fossem as fatídicas férias de Natal, o fatídico jogo de Leiria, com a expulsão de Quaresma e duas derrotas consecutivas, a incapacidade demonstrada na recuperação fisica dos jogadores e uma inesperada instabilidade psicológica no final do campeonato, e poderia ter terminado tranquilamente o passeio que fez na 1.ª volta. Porque, se as últimas imagens são as que mais perduram, é bom que as pessoas não se esqueçem que um campeonato são 30 jogos e não apenas os dez últimos.
Por outro lado, e de uma forma que foi flagrante para qualquer observador atento e de boa-fé, o FC Porto teve contra si o factor Carolina Salgado/Apito Dourado, que se traduziu num campeonato inteiro em que, tendo sido vítima de vários erros de arbitragem, não teve a seu favor, e correspondentemente, uma única decisão favorável em jogadas controversas: nem um golo mal validado, um penalty mal assinalado, uma expulsão forçada de um adversário.
Da 1.ª à 30.ª jornada, na dúvida, na mais pequena dúvida, todos os árbitros, sem excepção, decidiram sempre contra o FC Porto — mesmo na última jornada, no Dragão, onde o golo do Desportivo das Aves, que podia ter valido um campeonato, foi obtido em offside. Quinze dias antes, no mesmo palco e contra o Nacional da Madeira, o que teria sido o primeiro golo do FC Porto foi invalidado por offside inexistente…

Campeão pela primeira vez, campeão merecidamente, com uma equipa que não fez e uma pré-época que não foi sua, Jesualdo Ferreira confirmou a regra de que no FC Porto qualquer um se arrisca a ser campeão.
Há quinze dias, nesta crónica, defendi a sua continuação, qualquer que fosse o desfecho do campeonato.
Agora, continuo a defendê-la, obviamente, mas estou mais à vontade para dizer que Jesualdo — ultrapassado esse Rubicão e as razões de um nervoso, às vezes quase paralisante, que se transmitia à equipa — tem agora muito que meditar. Tem de deixar de ser tão conservador e previsível — por exemplo na aposta em jogadores a quem dá o estatuto de inquestionáveis, mesmo quando eles não estão em forma, como Lucho ou Helton— e tem de saber jogar a época com um plantel de 18/20 jogadores e não de 13/15. Tem de dar sinais claros de que sabe ler o jogo em andamento, não substituindo apenas por substituir, mas para influir no jogo, tem de esclarecer de uma vez por todas o que é e para que serve o meio-campo, para não ter de voltar a viver pesadelos como os do jogo com o Sporting, no Dragão, onde o meio-campo do FC Porto foi quase enxovalhado pelo do Sporting.
Resta saber, é claro, quantos do seu trio genial— Pepe, Quaresma, Anderson— é que a nova/velha Direcção do clube vai vender este Verão…

Paulo Bento
foi o treinador do ano. Inquestionavelmente. Partiu com o mais baixo orçamento dos três grandes, uma equipa de miúdos, que levou meio campeonato a afinar e a ensinar o que era jogar para a vitória.
Por pouco, por muito pouco, tinha conseguido um triunfo que teria sido deveras impressionante e pedagógico. Ao intervalo do FC Porto-Desportivo das Aves, sabendo que o Sporting já vencia o Belenenses por 2-0 e observando mais uma melancólica exibição do FC Porto, eu já estava a mentalizar-me para aceitar que o Sporting seria um justo campeão. Porque a sua recuperação, o seu campeonato sem nenhuma derrota fora, a sua atitude de conquista, a sua crença, a sua capacidade de pôr pressão sobre o Porto e a sacudir de si próprio, o justificavam.
Mas (felizmente!) o FC Porto entrou para a segunda parte do seu jogo de cara lavada e vontade de ser campeão. Isso não impede que se reconheça o grande campeonato feito pelo Sporting e a grande condução levada a cabo por Paulo Bento.

Mas há um reverso da medalha. Eu sei que, durante anos, os sportinguistas vão dizer que não ganharam o campeonato porque, no Sporting-Paços de Ferreira, da 2.ª jornada, o Paços ganhou com um golo marcado com a mão. E são esses detalhes, essa imagem de marca dos sportinguistas, que irritam os outros: o Sporting vive a queixar-se, a reclamar, a lamuriar-se, a encontrar sempre uma culpa alheia para os desaires próprios. É verdade que o Paços ganhou em Alvalade com um golo marcado com mão. Se isso não tem acontecido, o Sporting tinha empatado: perdeu aí um ponto. Mas, logo na jornada anterior, a 1.ª, venceu no Funchal o Nacional com um golo precedido de falta: se tem sido anulado, como deveria, teria empatado e não vencido: ganhou aí dois pontos. No Dragão, no jogo que relançou o campeonato, marcou o único golo na cobrança de uma falta que não existiu e, no último segundo, Pedro Henriques não teve coragem de assinalar penalty flagrante de Polga sobre Pepe. O mesmo Pedro Henriques, no jogo da Luz, perdoou duas vezes a expulsão a Caneira, e Lucílio Baptista, o árbitro preferido em Alvalade, perdoou penalty claro a Liedson, na penúltima jornada em Coimbra, quando havia 0-1.
Mas já todos sabemos que memórias destas não constam do arquivo sportinguista. Felizmente, abortou a tentativa de conseguir ganhar o campeonato na secretaria, graças à repetição do jogo de Leiria — fundada em razões e expedientes jurídicos tão rebuscados e descarados que nada abonam à suposta atitude de cavalheiros que os sportinguistas acham que os caracteriza.
Mas a mensagem foi clara: cavalheiros sim, mas para ganhar vale tudo, mesmo aquilo a que em direito se chama «litigância de má-fé». E foi pena, porque, como o disse, acho que, por aquilo que se viu em campo, o campeonato também não teria ficado mal entregue ao Sporting. Mas em campo, não na secretaria.

Os benfiquistas vão cair em cima de Fernando Santos, que é o elo mais fraco e mais fácil de atacar. Em minha opinião, muito injustamente. É certo que não foram campeões e que nem ao segundo lugar chegaram. Mas ficaram a um ponto do segundo e a dois do primeiro — o que é notável para a equipa que Fernando Santos teve ao seu dispor.
Durante a primeira volta, e várias vezes vi o Benfica jogar um grande futebol, só que — como aconteceu também com o FC Porto e não aconteceu com o Sporting — o Benfica teve azar com as lesões e defendeu durante muito tempo uma campanha europeia de sucesso.
O que sucede no Benfica é que há um desfasamento claro entre a arrogância do discurso constante do presidente e os meios que ele faculta aos seus para darem corpo à sua ambição.
Fernando Santos não foi campeão no futebol — e o vólei, o basquete, o hóquei, o andebol? Em que é que o Benfica é campeão, para além do futebol de salão?

28 comentários:

Antes morto que vermelho disse...

estes artigos de opinião publicados no pasquim benfiquista "A Bola", é a única razão porque compro, neste dia, este conjunto de folhas.

Uma vez mais, um excelente artigo, igual a tantos outros a que o MST nos tem habituado (esta é para o sr. jc!).
Convém referir, para os mais desatentos, que o MST escreve esta crónica semanal, como adepto do fcp e não como jornalista, ao contrário de alguns "jornalistas isentos" que corroem este pasquim (lampiónico).

Antes morto que vermelho disse...

...e agora duas coisas completamente diferentes:

muito bom
http://pt.wikipedia.org/wiki/Saul_Ricardo

aconselho também a capa de "A Bola" de hoje, onde uma vez mais, se pode "apreciar" a mona do "Cabeça Bicuda" ao pormenor!

Zex disse...

Com este comentário, em princípio, encerro a minha participação neste espaço.
Depois do que tem ocorrido, não posso deixar de tomar a presente atitude.
São duas as razões que me levam a proceder desta forma:

1) A constante chibaria de certos condóminos que não sabem distinguir as relações pessoais das suas intervenções neste blog. A minha vida privada não está neste blog. O meu nome não é Zex. Essa é a minha personagem neste blog e, aliás, quem me conhece sabe que existem diferenças entre o Zex e a minha pessoa, embora tenda a haver, como é natural, uma aproximação de personalidades, atenta a maior moderação que o Zex tem tentado apresentar ultimamente.
Ninguém tem que saber onde almoço, as conversas que mantenho, as mensagens que recebo, os concertos que frequento ou os jogos de futebol a que vou, a não ser que sejam eu a divulgar.
Por isso disse, por duas vezes, que o blog não é o meu confessionário, poderá ser o do Zex, mas não é da minha pessoa. Admito, ainda assim, algumas excepções...

2) Mais determinante para a atitude que tomo foi o que ontem se passou. Um condómino que nem sequer aqui apareceu a dar a cara (holtreman), mandou um lacaio (nunca) anunciar que estava a decorrer uma petição, online, contra o Zex e o Macaco para os mandar para o Norte, utilizando termos pouco abonatórios para com a minha personagem e com Macaco (por acaso meu familiar).
Muitos condóminos regozijaram com tal iniciativa. Outros acharam que não tinha importância. Outros até disseram que eu estava a exagerar.
Não é, contudo, a minha opinião.
Como sabem os que me conhecem e que conhecem o Zex, também gosto de insultar e também AQUI sou
insultado. Mas destaco a palavra AQUI. Faço-o intra-muros. Tenho relações privadas com muitos condóminos, mas não com o Nunca ou com o Vermelho, ou com o Cavungi. E, sobretudo, não vou para outros sites descarregar frustrações e divulgar impropérios sobre outras pessoas. Quando o Zex o faz, quando insulta fá-lo, invariavelmente, neste espaço. Estender a injúria ou a difamação a terceiros que não me conhecem nem a mim nem o Zex, não concordo. Acho ignóbil e para isso não contem comigo !

E tudo isto com alguma cumplicidade do responsável do espaço que, ontem, nada fez...

Foi um prazer estar aqui. As minhas visitas já faziam parte do meu dia a dia.
Obrigado Sr. Vermelho por ter criado esta espaço de debate, mais ou menos acalorado.

Um abraço a todos, menos ao criador da petição, que apenas merece o meu desprezo e desilusão.

Cumprimentos,

José Luís Bernardo

JC disse...

Grato mais uma vez ao Snr. Administrador pela publicação do artigo do MST.
Polémico nas suas análises, MST provoca sempre a discussão pelas afirmações que produz, umas sensatas e lúcidas outras mais toldadas pela paixão.
No caso em apreço, verifico que mudou um pouco o seu discurso, tanto quanto ao FCP - não se cansa em elogios, quando ainda há bem pouco tempo só agoirava o descalabro da equipa - quer quanto ao SCP - já não fala na sorte, talvez depois de ter visto mais uma vitória sobre o Belenesnes com outro golo cedo, referindo, pelo contrário que até seria um justo campeão.
Mas não deixa de falar com a paixão:
Segundo ele, o FCP não teve um golo mal validado, um penaltie mal assinalado, uma única decisão injusta da equipa de arbitragem.
Esquece-se, por exemplo, de um dos dois golos com que ganhou à Académica no Dragão por 2-1, precedido de manifesta falta, e do recente golo do Lisandro, marcado em fora de jogo.
Esquece-se também do que foi a arbitragem do Académica-FCP, que, ainda que o Porto tenha ganho merecidamente, beneficiou dos favores do árbitro.
Apenas falo destes jogos porque foram os que vi.
O FCP beneficiou dos mesmos erros de arbitragem dos outros.
E continua a insistir que a falta que deu origem ao livre donde nasceu o golo do SCP no Dragão não existiu e que Polga cometeu falta sobre Pepe no último minuto, pretendendo justificar que, afinal, o FCP é que devia ter ganho por 1-0 - o golo do SCP não seria marcado porque o livre não devia ter sido assinalado e no último minuto o FCP converteria o tal lance de penaltie.
Valha a verdade que reconheceu que o FCP foi quase enxovalhado pelo SCP nesse jogo.

É óbvio que o golo com a mão de Ronny no jogo SCP-Paços nos está atravessado, não tanto pelo lance ilegal em si mas pela postura arrogante do árbitro.
Não viu o lance porque inexplicavelmente lhe virou as costas e também não quis saber a verdade.
Validou-o sem sequer consultar o fiscal de linha, o que só demonstra a sua má-fé.
Isso custa-nos e muito!
Mas entendo que não foi aí que o SCP perdeu o campeonato.
Perdeu-o, na minha opinião, porque tardou a recuperação que empreendeu nos dois terços finais da 2ª volta.
Os empates no Bessa, Paços de Ferreira, Leiria e em casa com o Aves representaram oito pontos perdidos quase consecutivamente, a que se juntam mais dois da última jornada da 1ª volta com o Belenenses.
Aí esteve, a meu ver, o motivo pelo qual o SCP não conseguiu chegar ao primeiro lugar.
Só a partir do jogo com o Estrela da Amadora é que o SCP empreendeu, verdadeiramente, a perseguição ao primeiro lugar, mas aí o atraso em relação ao FCP era já enorme.
Mesmo assim, esteve por pouco e, dos três grandes, o SCP é o único clube em que a época acaba em perfeita harmonia entre adeptos, treinador, dirigientes e jogadores.

vermelho disse...

amigo zex:
acusas-me de algo por que não sou minimamente responsável.
como sabes, ontem não me foi possível marcar presença neste espaço durante a maior parte do dia, uma vez que fui a uma consulta hospitalar.
Passei por cá à tarde e em momento anterior à divulgação da infeliz petição. Não mais regressei, imerso que estive em afazeres profissionais.
nada podia fazer, até porque, como bem enfatizas no teu comentário, a petição foi lançada em espaço exterior ao redvermelho.
não a subscrevi, nem a subscrevo, não me revendo no seu conteúdo.
como sabes, quando criei este espaço, logo tratei de o divulgar junto de ti.
apesar dos pesares, sempre apreciei e muito a tua participação.
"Certo dia, como em tantos outros, encontrei no msn o meu querido amigo Zex.
Como sempre, desde que nos conhecemos logo tratou, no seu estilo jocoso, de me insultar e fazer uns quantos juízos depreciativos sobre o Benfica.
Momento ideal para lhe revelar a existência de um espaço em que poderia institucionalizar o insulto à minha pessoa e ao clube da minha devoção.
O Zex, claro está, salivou de prazer e satisfação - Se é isso que queres, é isso que terás.
Não sem antes me fazer uma promessa solene, que cumpre religiosamente desde o seu primeiro comentário – “sempre que aparecer é para te moer o juízo”.
O Zex partilhou comigo uma dura recruta.
Construímos a nossa amizade na base de um profundo respeito e consideração.
Quem convive em situações de provação cria laços de união que, geralmente, perduram para a vida.
Inteligente e sagaz (e rezingão) é uma figura ímpar no contexto do blog."

peço-te, por isso, que não abandones um espaço que ajudaste a consolidar e a crescer.
abraço.

p.s. quanto à "chibaria" já disse tudo quanto havia a dizer no momento próprio.

vermelhosempre disse...

Oh Zex, faz-nos um favor e leva o Macaco contigo...

vermelhosempre disse...

Caro Zex, ainda n tinha visto esta cena da petição online, por isso altero o meu comentário. Vá ao porto com o Macaco, deixe-o lá e volte.

Ps: Mas lá que esta coisa da petição está engraçada lá isso está.

Antes morto que vermelho disse...

madeiro: mata-te!!enterra-te e deixa os bichinhos comerem-te até ás entranhas!!
ou então atira-te ao oceano que banha essa ilha, deixa que os tubarões te violem e depois que te comam, sempre a começar pelas entranhas.

Antes morto que vermelho disse...

o sr. é mesmo um grande básico. Deve sofrer de "depressão-da-ilha" e do complexo de ilhéu. Eu sei, eu sei nem toda a gente pode viver no continente sendo que têm que ficar com os restos... e ver navios passar.

VermelhoNunca disse...

Penso que a vitória do FCPorto abalou o condómino Zex. Irrita-se com aquilo que ,para mim, é uma brincadeira. Coloca posts ,talvez baseando-se em Cavungi, que não passam de barbaridades. Brindou-nos 2ª feira com a história do Belenenses ter poupado jogadores. Falou em Zé Pedro- depois corrigiu. Referiu 5 nomes. Esqueceu-se de dizer que dois deles estavam castigados. Qualquer jogador castigado está em descanso.
Volte ao seu registo normal e deixe-se de disparates.

JC disse...

Caro Zex:
Conheço-o mal (muito mal, até) a pessoa que está por detrás da personagem.
Mas penso conhecê-lo razoavelmente bem enquanto Zex, tanto mais que privo consigo - neste espaço intra-muros - desde que nasceu.
Por isso mesmo me parece, lamentavelmente, definitiva a sua despedida.
Não vou, pois, entrar no choradinho de pedir que fique e que repondere a sua decisão.
Quero, apenas, despedir-me de si, dizer que foi um prazer conhecê-lo, que a sua existência neste espaço foi uma das justificações para o enorme sucesso do blog e que os seus escritos sempre foram dos 2 ou 3 que sempre li com redobrado interesse.

Queria deixar consignado também que se alguma vez decidir voltar, será acolhido de braços abertos, pelo menos pelo JC e creio, também, seguramente e com mais relevo, pelo Snr. Administrador.

Antes morto que vermelho disse...

nunca: esse tal de zé pedro (que também já se colocou em "bicos de pés" a dizer as barbaridades de sempre, que já merecia um grande), mais valia nem ter jogado, pois a sua exibição foi lamentável, ao nível do nulo no benfica, um jogador a jogar pelos adversários...

Antes morto que vermelho disse...

o cavu, esse imbecil, é o responsável pela "fuga" do zéx!! acreditem!!!!!!!!!!!

VermelhoNunca disse...

Amigo Jc, viu ontem os meus posts sobre os valores da eventual venda de Custódio?

JC disse...

Amigo Nunca:
Vi, já ao final do dia, e andava agora mesmo no site oficial do SCP a tentar saber alguma coisa sobre esse assunto.
Na RTP 1, se não me engano, falaram já em valores próximo dos 2 milhões de euros.
Mas estou ainda sem saber quanto irá render ao SCP o negócio, se é que está já concretizado, nomeadamente se se aproxima dos 5 milhões de euros que ontem o caro amigo aqui anunciou.

VermelhoNunca disse...

Amigo Jc, eu não anunciei. Referi que a Bola aponta 1,5 milhões de euros e o JOGO cerca de 5 milhões

VermelhoNunca disse...

Não sabia dessa referência na RTP, mas aguardo com expectativa os valores desse eventual negócio.

JC disse...

Correcto, o caro amigo anunciou o que o Jogo anunciava.
Esclareço que não garanto que tenha sido a RTP1 a dar essa notícia, apenas me disseram que tinham falado nisso na "na televisão".
Na minha opinião, vender o Custódio por 1,5 milhões de euros não será um bom negócio para o SCP, até porque, vendendo o Custódio, o SCP, em caso de indisponibilidade do Veloso, apenas fica com o Paredes para essa posição - que já revelou não ter já "andamento" para o lugar.
A menos que se recue Moutinho para trinco, o que também não me parece boa solução, pois que se perde a sua influência na frente de ataque, onde faz falta.
Por 1,5 milhões de euros, mais vale mantê-lo na equipa.

VermelhoNunca disse...

Temos soluções amigo JC. Jogadores que estão a rodar, há vários para o lugar.

JC disse...

Duas notícias de cariz diferente, já que o blogue se mostra muito parado:

Pedro Proença foi hoje nomeado pela Federação Portuguesa de Futebol para dirigir a final da Taça de Portugal, que opõe o Sporting ao Belenenses. O encontro realiza-se no Jamor, às 17 horas, no domingo.

As acções do Benfica continuam a baixar, encontrando-se agora a perder 9,28% em relação ao valor de abertura - que representava já uma queda de cerca de 11% em relação à sua cotação inicial - para os 4,01 euros.
Mesmo assim, as acções do Benfica estão ainda em valores muitos superiores às do SCP e às do FCP, que rondam os 2,5%.
Mas a baixar a este ritmo, ainda no final da semana lá chegam.

JorgeMínimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JorgeMínimo disse...

Caro Zex:
Estou a ver que também precisaste do teu momento Luís Filipe Vieira. Contudo acho que precipitaste-te, tudo não passa de uma brincadeira com o teu nick e o do Primata.
Julgo que vais rectificar a tua posição, tendo em atenção que, também tu, te portaste muito mal com o Holtreman. Caso o não faças, julgo que será uma atitude ridícula da tua parte. Nesse caso irei propor ao Holtreman que corrija o texto da petição, e que em vez de te deslocar para Cedofeita, que te envie para o final dos anos 70 para Santiago do Chile.
Jorge Mínimo.

P.S: O estilo coloquial foi propositado, escusas de responder a esse nível.

holtreman disse...

Bem, parece que a brincadeira da petição criou uma polémica inesperada, quanto a mim, totalmente injustificada.

Ainda mais assim considero, depois de ler o que diz o Zex no seu comentário de despedida :

1)

"O meu nome não é Zex. Essa é a minha personagem neste blog e, aliás, quem me conhece sabe que existem diferenças entre o Zex e a minha pessoa"

Exactamente. A petição visa o Zex e não o JLBernardo (como assinou) é foi criada pelo Holtreman.

2)

.."estava a decorrer uma petição, online, contra o Zex e o Macaco para os mandar para o Norte, utilizando termos pouco abonatórios para com a minha personagem e com Macaco (por acaso meu familiar)."

Excato. Foi contra a sua PERSONAGEM. Os termos "pouco abonatórios" foram matarruano e provinciano. Podiam ter sido bacoco ( que o Sr. Zex nunca utiliza)ou palhaço.
Mandei-os para o norte. Podia os ter mandado enfiar sequoias arder pelo recto ou então mandar-vos comer fezes.

3)

"também gosto de insultar e também AQUI sou
insultado. Mas destaco a palavra AQUI. Faço-o intra-muros"

Se reparar bem, a petição é destinada aos membros do redvermelho. A única maneira de tomar conhecimento da petição é através aqui do blog. Mesmo que alguem que não seja daqui lá chegue, saberá quem são Zex e Macaco?? .


Já li também que o Vermelho corrobora a opinião do Zex.
Talvez seja eu que não esteja a ver o real impacto que a tal petição possa causar na vida do Senhor Zex.

Esta reacção do Zex pode-se comparar por exemplo à campeã do Mundo de Gang Bang, DP e Squirting que ao ser levemente apalpada, vaia se queixar à Polícia, FBI e CIA.

Antes morto que vermelho disse...

holtermam: porque não fazes uma petição de dinheiro para ires a uma "scat-party", com a Veronica Mozer? Deverá para ti ser um prazer ser "scatado" por essa Deusa do scat!
Não vales a ponta de um corno, deves ter a mania que és engraçado, e não tens piada nenhuma... sendo assim só mesmo servires de "sanita-humana".

holtreman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antes morto que vermelho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
holtreman disse...

Cá temos Macaco ao seu nível. O tal que fica ofendido quando o chamam de matarruano e provinciano.

Antes morto que vermelho disse...

holterman: só ficarei bem educadinho, quando te fechar num quarto escuro com 3 pretos-potentes para te "tratarem da saúde".

Vai mas é fazer "petições engraçadas"!!

Bandalho!!!!!!!