quarta-feira, setembro 02, 2009

Da Série "Outra Excepção porque se impõe..." ou "Afinal ainda há Muito Bons Empregos em Portugal"



"ainda há empregos multimilionários no futebol português e os casos de Gilberto Madail e Ângelo Brou são o verdadeiro exemplo disso mesmo.
Enquanto Gilberto Madail, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, vê depositado na sua conta bancária, todos os meses, 40 ordenados mínimos nacionais, mais senhas de presença na UEFA e na FIFA, mais cartões de crédito e automóvel, Ângelo Brou, secretário-geral da mesma organização, ganha cerca de 22 ordenados mínimos.
Ou seja, o primeiro cerca de 20 mil euros por mês e o segundo, 11 mil euros, mais todas as mordomias inerentes ao cargo que ocupam e não são poucas."

Marinho Neves, na Edição de hoje do Semanário Privado.

1 comentário:

Diabo disse...

Boas, grande blog.


Linkem.nos: vivaobenfica.wordpress.com