quarta-feira, março 22, 2006

Antevisão das Meias-Finais da Taça - FCPorto/Sporting

Considerações Gerais:

Um Clássico é sempre um jogo de prognóstico imprevisível e de elevado grau de dificuldade para ambas as equipas.
Apetece-me citar o grande João Pinto: “Prognósticos só no fim do jogo”.
Uma certeza, porém.
No “pré-jogo”, o Sporting saiu, claramente, vitorioso.
Paulo Bento, na conferência de imprensa de antevisão do jogo, explorou de modo brilhante as vantagens da comunicação.
Como ontem escrevi, Paulo Bento retirou pressão à sua equipa e aumentou os seus níveis de confiança.
Simultaneamente, fez perigar a convicção e a segurança do adversário, coagindo-o.
Adriaanse amordaçado que está a um asnático “black-out” viu-se obrigado a ouvir e calar.
A influência dos “mind games” no resultado final de uma partida é inegável.
A forma como os treinadores conseguem “entrar” na cabeça dos seus discípulos é crucial.
Urge potenciar a auto-estima, elevando-a ao extremo, fazê-los acreditar nas suas capacidades e competências e desmistificar o adversário.
Competência fundamental de um treinador é demostrar conhecimento profundo do adversário e, concomitantemente, conseguir transmitir esse Know-how aos seus pupilos numa linguagem que lhes seja acessível.
Penso que Paulo Bento possui tais qualidades, embora lhe falte uma maior capacidade de leitura de jogo e, acima de tudo, capacidade de rasgo, capacidade de surpreender o adversário.
Aliás, atente-se que, na esteira de Mourinho, Paulo Bento prepara as partidas vindouras com bastante antecedência – veja-se o quarto amarelo exibido, a pedido, a Custódio em Leiria, para que, na previsível exibição de um outro no jogo do Dragão, possa cumprir o respectivo jogo de castigo em casa frente ao Penafiel.
Face aos modelos de jogo e esquemas tácticos que as equipas vêm apresentando, as principais curiosidades da partida repousam na forma como irá o tridente defensivo portista encarar a pressão dos dois pontas de lança leoninos e de que modo irá o quarteto defensivo leonino suportar a igualdade numérica face ao quarteto atacante portista.
Adriaanse não deverá introduzir qualquer alteração no seu esquema táctico, apenas inserindo nuances de dinâmica defensiva.
Tal como na Luz, Paulo Assunção será muito mais central do que trinco, porque embora Pedro Emanuel seja central de raiz não poderá fechar dentro, pois que o ala do seu flanco não possui vocação defensiva suficiente para fechar o corredor.
Paulo Bento irá, certamente, mostrar-se fiel ao seu modelo e sistema de jogo, procurando compensar a igualdade numérica na defesa com o recuo de Custódio para a marcação a um dos pontas de lança quando em situação defensiva.
Se, assim, acontecer o Sporting terá superioridade numérica a meio-campo, o que acarreterá um enorme esforço por banda de Meireles e Lucho face a Moutinho, Martins e Nani.
Mas, ainda aqui, poderá Adriaanse avançar Bosingwa, que perante o losango leonino não terá adversário directo na ala, restabelecendo o equilibrio numérico a meio-campo.
As equipas deverão apresentar alterações de pormenor nas suas formações iniciais, com a entrada de Lisandro para o lugar de Anderson no Porto (não é crível que Adriaanse o lance às feras, optando por um jogador mais experiente e mais habituado a este tipo de ambientes) e de Caneira para o lugar de Tello no Sporting.
Será um confronto de concepções de futebol e de esquemas tácticos - vocação ofensiva alicerçada em 3x3x4 em ataque continuado face a contenção defensiva sustentada em 4x4x2 em losango com ataques rápidos e contra-ataques.
Será um jogo em que as equipas procurarão incessantemente os equilíbrios.
Jogo de muito luta pela posse de bola a meio-campo, muito fechado, com as duas equipas muito receosas uma da outra.
Será quase um jogo de xadrez, muito calculista.
A circunstância de se jogar um outro Sporting/Porto, quiçá decisivo para a conquista do título de campeão nacional, daí a duas semanas e meia, tornará o jogo ainda mais fechado, pois que nenhuma das equipas quererá encarar essa partida emocionalmente fragilizada por uma derrota.
A velocidade e mobilidade dos atacantes portistas, a classe de Lucho e Quaresma, a inspiração de Martins, Moutinho ou Liedson, a qualidade do jogo entre linhas dos médios leoninos, poderão ser os factores desequilibrantes.
A circunstância de Adriaanse não ter ganho qualquer clássico e de, na sua carreira, nunca ter alcançado a final de uma competição (ano passado caiu aos pés do Sporting nas meias-finais da Taça UEFA) constituem factores de peso psicológico não dispiciendo.
Por outro lado, actuando na condição de visitado, o FCPorto terá que se assumir como favorito.
A equipa que conseguir ser mais equilibrada, defensiva e ofensivamente, ficará, inelutavelmente, mais próxima da vitória.
O mínimo erro será fatal.
Quem marcar primeiro deverá triunfar.

Esquemas Tácticos:

O Sporting deverá apresentar-se em 4x1x2x1x2, com uma linha de quatro defesas, um meio-campo em losango e dois avançados móveis na frente.
O Porto alinhará em 3x3x4, com três defesas, um médio de cobertura que actuará como pendulo, ora central quando a defender, ora trinco quando em posse de bola, dois outros médios centrais, quatro avançados, dois centrais e dois alas.

Equipas Prováveis:

Porto - Baía, Bosingwa, Pepe e Pedro Emanuel, Paulo Assunção, Raúl Meireles e Lucho, Quaresma, Adriano, McCarthy e Lisandro.

Sporting - Ricardo, Abel, Polga, Tonel e Caneira, Custódio, Moutinho, Martins e Nani, Sá Pinto e Liedson;

12 comentários:

Zex disse...

Boa análise à partida por parte do sr. porteiro deste condomínio.
Perpassa deste comentário, no entanto, uma nítida preferência quanto ao resultado final desejado.
Esperemos que não tenha razão...

vermelho disse...

apenas desejo que haja prolongamento, penaltys e que ganhe o melhor.
Já agora, se não for pedir muito, algumas expulsões e lesões de elementos importantes de ambas as equipas...

carlos disse...

Mais uma boa análise do que poderá ser esta partida pelo Amigo Vermelho, na esteira, aliás, do que já há muito nos habituou.
Prevejo, contudo, que em lugar do Nani entre de início o Deivid ou, até, o Douala, dependendo da forma em que este se encontre (desde que veio da Taça Africana de Futebol, não voltou a ser o mesmo).
O jogo vai ser, de facto, muito calculista.
Um golo marcado cedo por uma das equipas alterava radicalmente o figurino do jogo e poderia proporcionar um excelente espectáculo, à imagem do que aconteceu no SLB-SCP desta época, para o campeonato, e mesmo o do ano passado, para a Taça.
Não me parece que o melhor figurino para o SCP ganhar o jogo seja o de uma equipa remetida à defesa à espera de um lance de contra-ataque.
Entregar a iniciativa do jogo ao FCP poderá ser um suicídio, sabido que é que é ao ataque que o futebol do FCP melhor expressão adquire.
E o SCP corre o risco de ir aguentando o 0-0 até perto do final do jogo, sofrer um golo nessa ocasião e não ter tempo já para recuperar.

Assim, melhor táctica seria o SCP tentar ganhar a luta pelo meio campo logo de início, entrar a jogar em velocidade e a carregar sobre a defesa do FCP.
É sabido que a defesa do FCP, pressionada, comete erros, pelo que o SCP deverá forçosamente tentar construir jogadas de ataque.
Aliás, parece que foi essa necessidade de jogar sem medo, tentando o controlo do jogo, que o Paulo Bento tentou transmitir ao jogadores e só espero que estes tenham interiorizado tal mensagem.
E se assim tiver acontecido, o SCP poderá efectivamente surpreender o FCP e marcar primeiro.
É que, ao contrário da ideia que tem vindo a passar, o SCP não sabe apenas jogar à defesa.
Joga à defesa - embora não acantonado na defesa, o que é diferente - quando tem vantagem no jogo.
Mas o SCP sabe também jogar ao ataque e bem, como o demonstrou à saciedade no jogo que fez na Luz contra o Benfica.
Não é por acaso que tem o melhor ataque da Liga, a par do FCP.
E sabe desenvolver belas jogadas de ataque, quando joga em velocidade, com troca de bola ao primeiro toque, e será assim que deverá abordar o jogo logo à noite.
Seja como for, espero assistir, logo, ao vivo, a um bom espectáculo de futebol e faço votos para que o FCP repita as más exibições que tem feito em jogos com equipas mais fortes.
Vai ser um jogo tremendamente difícil e o FCP apresenta duas vantagens em relação ao jogo da 1ª volta para o campeonato:
Tem dois atacantes em boa forma - Macarthy e Adriano - e está mais mecanizado a jogar no sistema do Adrianse.
Penso por isso que, em teoria, o FCP tem uma maior probabilidade de ganhar o jogo.

Costa disse...

Não concordo, em alguns pormenores, com a brilhante antevisão do jogo desta noite, efectuada pelo pastor deste blog.
De facto, penso que ganhará o jogo aquela equipa que marcar mais golos, que sejam ou não legais (veja-se o que aconteceu ao Rio Ave), sejam validados pelo árbitro. É um palpite que tenho.
Não creio que se o jogo for a penalties seja decisivo o facto de uma equipa marcar primeiro.
Percebe-se deste comentário duas coisas:
1º- que o pastor do blog, violou a Recomendação do dia 10 passado próximo, ao considerar o terinador do FCP asnático, simultaneamente atingindo o treinador da sua equipa que este fim-de-semana deixou de ser asnático (pelo menos por uma semana) e
2º - concomitantemente, que a uns tudo é permitido e a outros não; pois além do pastor ter violado essa Recomendaçã, o mesmo sucedeu ontem com um participante desta seita, que se dirigiu de forma menos digna ao berbigão, sem que o pastor tivesse efectuado qualquer reparo ou apelo. Lamentável.
Lamentável também o facto de ´SÓ AGORA terem havido notícias do processo disciplinar instaurado com base na queixa efectuado pela equipa das Bolachas (Nacional), se calhar a prever o jogo FCP-SCP mas para a Liga.
Por outro lado, muito célere o castigo ao treinador do Rio Ave, o jogo foi no domingo, ao final da tarde, e ontem já saiu o castigo. Na passada quarta-feira o terinador do Benfica teve diversos comportamentos anti-desportivos (bem piores que os do Sá Pinto) e conclusão: NADA.
FANTÁSTICO.
É certo que João Eusébio tinha uma GRAVE AGRAVANTE, passe-se a redundância, reclamava contra o Benfica e por um golo legal marcado contra o Benfica.
O Sr. Koemam tinha a ÓPTIMA ATENUANTE exactamente inversa.
Lógico, não?
O maciel já tem um sumarissimo, e bem, por um jogo realizado domingo à noite. Ráidoe eficaz, bem como desejável.
E o Petit? Nada. E o facto, de além de distribuir cacetada a torto e a direito, ter "cavado" uma expulsão. Até aqui se falou nisso. Resultado?
Nada.
Tudo na mesma.

VermelhoNunca disse...

Caro Costa:
Compartilho da sua opinião. A vergonha, ou falta dela está instalada. Os dois primeiros lugares da Liga são fundamentais, e isso faz com que muitos se sintam em apuros. É uma perfeita escandaleira. Já agora a Liga devia instaurar um processo aos adeptos do Sporting, por termos recebido o Sr. Alves Bolacha em Alvalade de modo tão peculiar ( ele pelos vistos sofre de problemas de audição e foi brindado com alguns versos bem imaginativos ).
Quanto ao jogo de hoje acho que o equilíbrio vai imperar, mas aposto em Douala como surpresa de Paulo Bento.

berbigão disse...

Brilhante, senhor Costa.
A sua entrada neste espaço bloguento foi uma verdadeira mais-valia.
Quase que nos faz esquecer o enviezado e prolixo Prof. Venceslau.
Arrasador.

cavungi disse...

Boa análise do Sr Administrador,na senda aliás que nos habituou.
No entanto o meu desejo para hoje é que o FC Porto esmague.3-0 era suficiente.

VermelhoNunca disse...

Amigo Cavungi:
Satisfaça-me um curiosidade: chegou a comprar aquela camisola que a Adidas fez o ano passado, em que constava a palavra dobradinha? A tiragem foi de cerca de 50.000 exemplares, por acaso não lhe chegou nenhuma à mão?

Zex disse...

A forma menos própria foi por mim utilizada. Bem sei que violei a já mítica Recomendação. Foi um erro. Poderia ter utilizado outros termos para com quem nem sequer merecia a minha preocupação.
Não repetirei !

VermelhoNunca disse...

Herculano Magalhães, adepto do FC Porto e antigo praticante de ciclismo no clube, apresentou uma queixa no posto da GNR de Canelas, em Vila Nova de Gaia, por “ofensa à integridade física simples” contra os futebolistas Vítor Baía e Ricardo Costa, do FC Porto.
Senhor Zex: andam nervosos os seus meninos.

VermelhoNunca disse...

Aliás as suas contantes infracções à Recomendação têm de ter algum fundamento...

Holtreman disse...

Sr.Zex,
Eu teria vergonha tal o escandalo a que se assistiu. Há anos que não se via nada assim. É este o futebol que o Sr, defende?. Triste.
Um penalty claríssimo (mão de um tal de pepe?, off-sides assinalados de forma inacreditavel....Enfim, Zex's e felicianos, ganhem a taça sem ter vergonha nessa cara.
Se a lógica e justiça imperar, esses fdp levam meia dúzia em alvalade.