terça-feira, março 21, 2006

É melhor não importar esta ideia...

Um jogador espanhol de futsal foi condenado em tribunal por ter agredido um colega, durante um jogo.
O jogador Eustáquio V.M. viu um juiz de Jaén confirmar a condenação a ano e meio de prisão, além de uma indemnização de 3.903 euros, por ter agredido um jogador com um murro na face.
O tribunal argumenta que apesar de «não se poder incriminar uma simples lesão ocorrida na prática de um desporto», é importante ajuizar a «intencionalidade da agressão à margem da partida de futsal que decorria». Assim não se pode considerar «um lance normal de jogo», escreve o jornal «As».
O caso remonta a 27 de Julho de 2004, quando durante uma partida de futsal disputada no Pavilhão Municipal em Jaén, Eustáquio agrediu barbaramente um adversário.
Como consequência, a vítima sofreu uma fractura dos ossos próprios do nariz que demorou 50 dias a recuperar e 21 a voltar às suas ocupações normais.
Como sequela da lesão, o agredido sofre de dificuldades respiratórias e teve que recorrer a uma septoplastia.

4 comentários:

Costa disse...

O Petit jogou Futsal em Espanha?

Jorge Mínimo disse...

O Paulinho Santos voltou à actividade, no futsal em Espanha?

Costa disse...

Vejo que o condómino jorge mínimo lê o Mais Futebol. Parabéns.

cavungi disse...

O Sá Pinto voltou para Espanha?