quarta-feira, novembro 08, 2006

Artigo de Opinião do Condómino Fura-Redes

A última quinzena portista foi a 60% azul.

Culminou essa quinzena com uma vitória em terras (sim, confesso, e elas gostam) do Sado, perante um cada vez mais Setúbal e menos vitória, completamente espremido, principalmente após a venda de um “Keeper” Marcelo, que “Keep” a não jogar para pena de todos aqueles que gostam de soltar umas boas gargalhadas.
Seguirá este Setúbal o caminho do Alverca ou do Estoril, já que os predadores foram os mesmos?
A ver vamos.
Vitória por 3-0.
Tivesse sido perante uma equipa que tivesse ganho recentemente um troféu, por exemplo o título da Liga de Honra, e que tivesse seis pontos nesta edição da Liga Bwin, certamente que tal vitória seria titulada de goleada e de um excelente resultado.
Porém, tal vitória foi obtida no reduto do adversário, que conta como conquista mais recente (há 2 anos) da Taça de Portugal perante um clube das redondezas, além de que não conta com 6 pontos nesta Liga, por isso o resultado foi considerado mediano.
De qualquer modo, relembre-se que o Futebol Clube do Porto jogou a 60% e sem um dos seus melhores perónios; de qualquer modo, e para que conste, foi a primeira vez, que o Professor escalonou a equipa da melhor forma, segundo a minha opinião.

Anteriormente o Futebol Clube do Porto havia ganho ao Hamburgo por 3-1.
Um resultado sofrível.
Tivesse o jogo sido realizado no Dragão e os três golos sido obtidos com a ajuda preciosa de jogadores da equipa alemã, nomeadamente um auto-golo e uma assistência fatal e seria tal resultado alvo das mais distintas parangonas.
Não é, assim, de estranhar que logo após esse jogo e outro que decorria a Sul de Condeixa, a Sportv1 e a Sportv2 difundiram, em simultâneo, as opiniões deste último jogo.
Tivesse o golo marcado por Lucho Gonzalez sido marcado por um qualquer Lulu Fonseca ou Lucho Karioka e seria o mesmo alvo de aplicações “powerpoint”; fluxogramas e até de edição especial em filigrama.
Diga-se, também, em abono da verdade que quando sofre o 2-1, o Futebol Clube do Porto tremeu, inexplicavelmente, fazendo perigar a vantagem que tinha alcançado, todavia há lesionados que vêm por bem.


Antecedendo tudo isto jogou o Futebol Clube do Porto no Dragão com a equipa orientada (?) por Fernando Santos, mais conhecido por Engenheiro do Tenta.
Mais uma vez a tradição manteve-se.
Foi mais um jogo em que o Futebol Clube do Porto foi dominado pelo S.L.B; em que este não deu grandes margens de manobras, impondo sempre o seu querer.
É já sabido que é raro o Futebol Clube do Porto lograr bons resultados quando se depara com o S.L.B.
É também sabido que sempre que o Futebol Clube do Porto encontra o S.L.B tem razões de queixa, fundadas.
Falo-vos, é claro, e para que não restem dúvidas, do Senhor Lucílio Baptista (S.L.B.).

Todavia, desta vez, não obstante os adventismos da irmandade Baptista, o certo é que o Futebol Clube do Porto logrou levar de vencido um encontro em que jogou contra um dos candidatos ao título e em que o S.L.B jogou contra o Futebol Clube do Porto.

Mais uma vez, um Futebol Clube do Porto – Benfica, terminava com cinco golos sendo que, mais uma vez (a tradição ainda é o que era), a vitória sorriu ao Futebol Clube do Porto.
Entrou bastante bem o Futebol Clube do Porto que aos 20 minutos já tinha obtido uma, aparente, confortável vantagem de 2-0.
O jogo prometia espectáculo, mas este foi trucidado aos 23 minutos.
De facto, a partir dos 23 minutos, a única certeza que existia era de que não haveria mais espectáculo naquele jogo, sendo certo que nos dias seguintes se percebeu que tal situação se prolongaria por, pelo menos, mais 4 meses.

Mais uma vez a tradição manteve-se.
Na época anterior, o plano já tinha sido posto em prática, se bem que 3 minutos mais tarde.
Autor, também um grego, que no início desta época pretendia sair do plantel da equipa visitante, embora não tenha feito qualquer queixume a um qualquer jornal russo, e como tal não foi recentemente elevado ao estatuto de estrela.
Visado, Lisando Lopez.
Consequência: lesão grave e consequente abandono imediato do jogo e paragem de 2 meses, caso a memória não me falha.
Árbitro: S.L.B.
Sanção disciplinar: Nenhuma.

Num dos outros dois confrontos anteriores a este último, qual foi a vítima?
Não se recordam?
É fácil. Claro que foi um sul-americano e claro jogava no meio campo.
Pois bem, foi Diego.
Consequência: lesão grave, abandono de imediato do encontro e paragem por uns mesinhos.
Sanção disciplinar: Nenhuma, claro.

Este ano a SORTE tocou a Anderson, também ele sul-americano, jogador do meio campo, e as consequências são as que se sabem.
Depois de na semana que antecedeu este jogo se exigir à exaustão que o Paulo Assunção devia ter sido expulso no jogo de Alvalade, na semana seguinte, e face ao abalroamento de Anderson, discutia-se se não terá sido este a lesionar-se por si.
Confesso que desconheço se o organismo de Anderson é capaz de produzir certas e determinadas substâncias indevidas, como sucede com Nuno Assis, nomeadamente auto-destruição de perónios e afins.
Poderá até tal situação ter a ver com falta de cálcio, todavia, penso que mais cedo ou mais tarde tal problema se resolverá, pois não me admira que Anderson seja brevemente transferido para a Liga Italiana.

O certo é que analisado o lance, admito que “El Greco” apenas atinge a meia de Anderson, não se podendo afiançar, com segurança, que tenha atingido a perna, o pé, o perónio ou o que quer que seja de Anderson.
Além disso, Anderson é um miúdo de 18 anos e na altura estava quase a piscar o risco, pelo que merecia que não o continuasse a fazer.
Deste modo, não percebo como é que se pode reclamar sanção disciplinar relativamente a “El Greco”, sendo certo que depois de ter visto a expulsão de Buba, já não sei muito bem que situações é que podem conduzir à expulsão, o mesmo se diga do lance de Djaló com Paulo Santos, pois este foi atingido, não o tendo sido a sua meia.

Longe vão os tempos em que os sumaríssimos saiam da bitola do Conselho de Disciplina para castigar severamente e exclusivamente os jogadores do FCP (Quem não se lembra daquele castigo de 2 jogos aplicado ao Seitaridis por ter saltado no ar ao mesmo tempo com um jogador do Estoril?!?!?)
Não deixa de ser sintomático como é que o Benfica sendo uma das cinco maiores equipas portuguesas que apresenta, pelo menos este ano, um dos piores registos em sede de comportamento disciplinar, tenha conseguido sair do Dragão sem que tenha sido exibido a qualquer um dos seus jogadores um singelo cartão amarelo.
Longe vão os tempos em que o clube da Luz apregoava deixem jogar este e aquele. Aliás, nem o próprio beneficiário dessa máxima tem jogado naquele clube.

De qualquer modo, esta lesão permite ao Futebol Clube do Porto, não dispender vencimentos com um dos seus principais activos, os quais serão, seguramente, garantidos pelo respectivo seguro, bem como permitirá garantir a permanência de tal activo depois da reabertura (e fecho) do mercado em Dezembro próximo, o que é favorável em termos de bolsa, algo que o adversário não domina.

De referir, ainda, que sempre considerei, até pelos motivos que referi, que o lance em que Anderson, estupidamente, por si só ou por força conjunta da relva, do sistema de rega, das toupeiras, das obras na VCI e da indústria de calçado desportivo, aliadas a graves problemas de locomoção acaba por se lesionar em nada tivesse haver com “El Greco”, que por acaso, na altura, também transitava naquele espaço, se bem que deslizando transversalmente e animado de grande velocidade; todavia, porque razão, NO INTERVALO, Veiga se abraçou efusivamente a Katsouranis?
Saberia já que este iria marcar o 1º golo do Benfica?
Confesso que fiquei desconfiado, mas se calhar era uma reprimenda, mas em grego, pois dizem que estes…. Bem, adiante.

O certo é que, enquanto mais de meio Mundo rejubila com a lesão de Anderson, o que compreendo, pois permitirá um nivelamento do campeonato, mas por baixo, como é claro.
Não vejo, em tal lesão, motivos de preocupação.
Primeiro porque tal lesão impedirá a saída, para já, de Anderson, permitindo que este recupere a tempo de nos ajudar, quem sabe, numa conquista europeia, à semelhança do que sucedeu com Derlei, o qual também quando se lesionou se disse que seria o fim do Futebol Clube do Porto.
Mais tarde viria a demonstrar-se o contrário.
O Futebol Clube do Porto aquando da conquista da sua primeira (sim, é verdade, possui mais do que uma) taça dos campeões europeus não pôde contar, na altura, com o seu avançado de raiz, Fernando Gomes, o mesmo sucedendo, mais tarde, quando conquistou a Taça Uefa, em que não contou com Postiga, e os resultados foram positivos.
Ano passado o Futebol Clube do Porto poucas vezes alinhou com Anderson e o resultado é conhecido.
Nos jogos recentes que se sucederam à auto-mutilação de Anderson o Futebol Clube do Porto não fraquejou, por isso mesmo não vejo qualquer razão para alarme.
Preocupava-me era se fosse um qualquer P do Futebol Clube do Porto a lesionar-se, um Pepe, um Pastilha ou o Papa, o resto não me incomoda, e então se for um dos B, ainda melhor (Bruno Alves ou Bosingwa).

Facto também a merecer destaque neste encontro foi a celeuma causada por um gesto efectuado por Veiga. No estádio não me apercebi do mesmo.
Nas imagens televisivas vi que aquele esticou o dedo do meio de uma das suas mãos, encolhendo os demais, quando estava no banco de suplentes do Benfica, sentando-se, de imediato, neste, com um ar de satisfação.
Ter-se-á satisfeito Veiga de se sentar nele?
Gostou assim tanto Veiga de após ter esticado o dedo no banco se sentar nele?
Desconheço.
Entendo que Veiga como simpatizante conhecido do Futebol Clube do Porto quis tranquilizar os simpatizantes portistas, aconselhando-lhes calma, pois estava convicto de que ainda faltava 1, fazendo o respectivo sinal.
Mais uma vez, tal como sucederá no intervalo com Katsouranis, Veiga acertaria nas suas premonições e mercê de um lançamento longo de fóssil, o Futebol Clube do Porto atingirá o golo da vitória por Bruno Moraes, mais um da nossa extensa lista de lesionados.
Ou, estaria Veiga a fazer um qualquer gesto para um agente da Administração Tributária, referindo que carecia de mais 1 mês, 1 ano para liquidar as suas dívidas fiscais????

Ano passado o facto de uma qualquer candidata a princesa que se encontrava no meio da assistência portista ter feito uns gestos de cariz semelhante num jogo entre as mesmas duas equipas deu origem ao mais variado tipo de comentários durante semanas a fim.
Desta vez, e face a comportamentos levados a cabo por um dirigente que se encontrava no relvado já a voz se cala e o teclado não mexe. Nem sequer o Cristiano Romero beneficiou de tal ind(S)ulto, tendo, também, sido brindado com o devido castigo.
Veremos se Veiga vai mexer algum dos seus outros dedinhos para escapar à esperada sanção.

74 comentários:

Zex disse...

É uma peça opinativa de um quilate destacado. Pena que o respectivo autor não esteja mais vezes presente e me deixe só a lutar contra as atoardas que aqui se lançam contra o nosso amado clube.
Carregado de humor, fina ironia e extremamente bem escrito.
E, curiosamente, acaba por ser uma continuação do bom artigo do dia de ontem de Melhunca. Desmascara a promiscuidade permanente de que os bfiquistas de orgulham e com a qual rejubilam.
Tomara o blogger chegar aos calcanhares do autor desta brilhante prosa !
Sr. Fura-redes, V. Exa. não edita um qualquer outro blog ? Se o faz diga-me, sff, uma vez que passarei a ser seu frequentador assíduo, já que se mais peças destas houver, este espaço não passará de um mero pasquim ...
Uma vez mais, muitos parabéns !

vermelho disse...

amigo Fura-redes:
sabes que entre as muitas virtudes que tens, uma das que mais admiro é a qualidade da tua prosa.
Tal como o artigo de ontem, também este é excelente.
Do seu conteúdo, porém, como deves calcular, pouco partilho.
Primeiro, a questão da imprensa, tão recorrentemente trazida à colação neste blog.
concordo que existe da parte da generalidade da imprensa uma exaltação desmesurada dos feitos do benfica.
contudo, quem tanto a critica, não fez mais do que copiá-la.
criaram um jornal que funciona em contra-ciclo, mas que se destina a servir os mesmos propósitos.
Como cópia que é, "plagiou" o que de pior o "inimigo" traz à estampa.
É um puro exemplo de propaganda.
as entrevistas de P.C. em momentos de necessidade são disso exemplo.
os outros a par da propaganda, noticiam, também, os problemas.
a cópia nunca o faz, assumindo-se como um mero veículo de transmissão da doutrina papal.
servilismo extremo e cego.
por outro lado, a quem tanto gosta de brandir alto a sua superioridade contra tudo e contra todos, não cola bem esta postura de calimero em relação à imprensa.
serve uma estratégia de permanente vitimação e de desconsideração.
desenham-se como desvalidos que, pese embora todas as injustiças de que são vítimas, conseguem superá-las e triunfar.
"os de lisboa são sempre beneficiados pelo poder, mas ainda assim nós conseguimos derrotá-los."
esta visão de contraponto é redutora e empobrecedora.
Segundo, quanto ao lance do Katsouranis, já muito disse e não me vou repetir.
Dizer, somente, que lamento que partilhes da demagogia e da xenofobia que perpassa pelo "sad" comunicado.
Trazes outros lances há discussão, mas, como bem sabes, de situações como essa podíamos estar aqui a falar interminavelmente.
o rol das acusações cheira a juízo de intencionalidade.
espero e desejo que esteja enganado.
nenhuma das situações que referes resultou de uma qualquer agressão sem bola, como outras resultaram, pelo que me parecem absolutamente descabidos tais pensamentos.
Terceiro, dizes que o espectáculo acabou com a saída do Anderson.
compreendo que para ti, de um ponto de vista estritamente clubista, assim tenha sido.
mas, não aceito que assim tenha sido.
viste o jogo e, certamente, que não deixaste de apreciar o bom futebol que se praticou após os 23 minutos da 1ª parte.
Terceiro, o registo disciplinar do Benfica.
é verdade que o benfica tem um dos piores registos disciplinares da Liga.
todavia, a generalidade dos cartões exibidos foram-no devido a protestos, pelo que a conclusão que tiras, uma vez mais na esteira do "sad" comunicado, se mostra prejudicada.
por outro lado, o silogismo que fazes é despropositado - uma equipa tem um registo disciplinar recheado, logo os seus jogadores têm que ser admoestado em todos os jogos!
se não o forem, é porque alguma protecção tiveram.
é, mais uma vez, o discurso do eterno desvalido e prejudicado.
Quarto, falas do Lucílio Baptista.
sorte a tua!
tu lamentas um árbitro, eu vários.
quem oferece fruta, quinhentinhos, viagens e chá a última coisa de que se pode queixar é dos
árbitros e da arbitragem.
Por fim, dizer-te que, como sabes, lamentei a lesão do anderson e verberei o comportamento do Veiga.
intolerável o comportamento desse indivíduo, um paria do futebol.
abraço.

carlos disse...

Mais um brilhante e, desta vez, extenso artigo do condómino Fura-Redes.
Nos últimos tempos, dois grandes acontecimentos dominavam o panorama humorístico nacional:
A encenação do Paulo Bento pelos Gatos Fedorentos e a não expulsão do Katsouranis no jogo FCP-SLB.
Este artigo do Fura-Redes vem ENGROSSAR esse leque de acontecimentos.
Chego a perguntar se o Fura-Redes não se terá enganado na profissão, cujos primeiros passos deu sob a minha BATUTA.
Estava, seguramente, ao seu alcance brilhante carreira como humorista, ao nível de um Nuno Markl ou dos já citados Fedorentos.

No meio da ironia, porém, passam as verdades, e Fura-Redes salienta bem a "coincidência" que tem sido esse facto de nos últimos 3 jogos FCP-SLB terem sido lesionados gravemente 3 jogadores portistas, sem qualquer sanção disciplinar para os adversários.

A seguir ao artigo de ontem do Nunca, este artigo desmascara também o Flop benfiquista e alerta para a atitude da imprensa que continua a levar ao colo, descaradamente, os encarnados, valorizando resultados com equipas de 2º e 3º plano como se de grandes vitórias se tratassem.

VermelhoNunca disse...

Não estando totalmente de acordo com algumas opiniões que emite, dou-lhe os parabéns pelo belo artigo que compartilha connnosco.
Quando o FCPorto ganhou por 3 ao Setúbal lembrei-me do que aqui exprime: se fosse o clube que vive em regime "Ceuasescu" a ganhar por 3 , seria imediatamente colocado nos píncaros da imprensa desportiva. Mas como é o FCPorto a música é outra.
Porque será que esta vergonhosa cabala jornalística não analisa a defesa do Benfica? Tem até ao momento, com um jogo a menos( sim, porque um jogo a menos dá para os golos marcados mas também para os sofridos) 9 golos sofridos. Melhores que a do Benfica temos:FCPOrto, Sporting,Nacional, Naval,Belenenses. Igual à do Benfica temos:Maritimo.
Claro que isto não é preocupante para os fanáticos jornalistas lampiões; preocupados devem estar os adversários com a máquina ofensiva do Benfica, que leva 18 golos marcados. O FCPOrto leva 21, mas isso não interessa!

samsalameh disse...

O Sr. Fura-Redes por acaso tem andado com problemas de memória!?
Por que razão só se lembra de lances que, diga-se, ridículos, para afiançar que o SLB tem sido levado ao colo nos jogos contra o tal clube do norte do Rio Douro, mas que tem a sua sede a sul desse mesmo Rio.
Mais uma vez aqui volto a repetir o que disse no dia de ontem.
Tanta coisa pela lesão de Andersson que é o próprio Jesualdo Ferreira a dizer em conferência de imprensa a seguir ao jogo do Hamburgo que nunca o FCP tinha jogado tão bem e que até agora tinha sido o melhor jogo da época...Esqueceu-se o Jesualdo e os portistas que neste jogo o Andersson não jogou!? Ou esqueceu-se o Jesualdo e a comitiva que o acompanha que dias antes tinham dito que o FCP sem aquele puto maravilha nunca mais voltariam a ter bons jogos, blá, blá, blá...
Sim, eu sei, discursos de circunstância!!!
Vossa Excelência já não se deve lembrar, mas apesar de eu ter pelo menos uns dois anitos a menos, recordo-me perfeitamente de jogadores como:
- Paulinho Santos;
- Fernando Couto;
- André;
- João Pinto, e sem querer ir muito ao passado e voltando ao presente:
- Bruno Alves;
- Pepe (estes dois são actualmente os maiores distribuidores de fruta do Mercado Nacional, por que lá fora, sabem o que lhes pode acontecer);
- Lisandro;
- Pedro Emanuel, e
- Quaresma (aquele toque na meia do Caneira também foi muito dócil...).
Engraçado como Vossa Excelência ridiculariza o SLB quando, na realidade sabe que quem merecia ter ganho o jogo só poderia ter sido o clube que enverga a camisola encarnada.
O FCP ganhou com dois golos de tabela e em carambola, e o outro precedido de falta sobre o Kikin...Por que razão Vossa Excelência se esquece deste lance sobre o Kikin que só deu no que deu!? Não sabemos.
E se alguém tem sido levado ao colo pela arbitragem neste país é o tal clube do Norte.
Infelizmente, na sua prosa, engraçada mas pirosa, só fala como Fura-Olhos (já que tenta e mal cegar as outras pessoas com o seu discurso) e não como Fura-Redes.
Não irei esquecer do que Vossa Excelência aqui escreveu, pois será por mim alvo de algumas re-leituras aquando das próximas jornadas...

Zex disse...

Este salame é ridículo e ressabiado ! Não tem qualquer capacidade de encaixe. Aprendeu com o seu chefe blogger, certamente.
O texto não é nada piroso. Tomara o sr. salsicha conseguir escrever com este nível. Ao menos o seu amo vermelho discordou do conteúdo, mas não da forma.
Ponha-se calmo, seu ridículo !
Por outro lado, deve ter-se-se Esquecido do Petit, do Cabeça Bicuda, dos Assassinos Gregos e do Matraco Rocha, isto só para falar dos do presente...

Sr. Vermelho,
Essa sua ideia de que "O jogo" é o orgão oficial do FCPorto é um dislate de todo o tamanho. Já sei, vai dizer-me a quem pertence, o que já lá veio escrito, etc. Posso, contudo, afiançar-lhe que se trata de uma ideia totalmente anacrónica. Eventualmente, para os lados de Aveiro ou Condeixa a informação é filtrada pela casa do Bfica. Em tempos, o que diz era verdade mas, com o tempo, essas características foram-se perdendo. Hoje em dia, esse jornal é apenas um "não alinhado". Trata, tendencialmente, em pé de igualdade, os grandes por igual, com eventual, comligeira tendência portista. No entanto, já não é o que era. Aliás, lembre-se da notável entrevista ao Paulo labião.
Certamente que V. Exa. nunca comprou esse jornal, nem sequer visita o seu site na Internet. Por isso, fala de cor ! Pergunte aos sportinguistas o que acham do jornal. Se o mesmo não mudou.
Conheço mesmo alguns que, já fartos dos outros dois pasquins lampiões, só dão crédito às notícias do Jogo. Lembre-se do célebre "Totti no Bfica" do Record, tratava-se de Tote...
A questão poderá ser outra. Terá pouca qualidade, tal como a informação é parca. Isso é um facto. Por isso, e por essa imagem bacoca anacrónica que refere, é que vende pouco e as suas notícias têm pouco impacto.
O meu conselho é que não seja precipitado. Leia mais vezes o jornal. Visite o respectivo site. Desça o Mondego, Não venha com ideias desactualizadas, com desinformação...

vermelho disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
vermelho disse...

amigo zex:
é a tua opinião.
para mim, e basta ver exemplos recentes como a entrevista de p.c. num momento de crise de resultados, o jogo é uma mera correia de transmissão do porto.
aliás, essa entrevista e a do ventoínhas à bola são a imagem do jornalismo desportivo português.
penso que há dois jornais claramente alinhados - a bola e o jogo - e um outro que oscila de acordo com as circunstâncias entre os dois grandes de lisboa - record.
a qualidade do jornalismo desportivo português é fraca, porque servil a lobbies.
ao nível da prosa, a bola mantém a qualidade, mas ao nível das notícias relativas a contratações não há como o jogo.
o record é o pior dos três a qualquer dos níveis.
jornalismo de investigação não há.
hoje por hoje, o que mais interesse me suscita na imprensa desportiva são os artigos de opinião.
abraço.

p.s.leio, frequentemente, a edição on-line do jogo. até já fui acusado de plágio de uma crónica desse jornal...

cavungi disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
cavungi disse...

brilhante este texto.
S.L.B., Sr. Lucilio Batista, está de facto, ao alcance de muito poucos.
Embora tenha achado texto genial, o seu conteúdo não deixa de ser um pouco "angélico".
O caro Fura-Redes, quer, como aliás o Sr Nunca, que os feitos do(s) seu(s) clube(s) tivesse(m) a mesma cobertura jornalistica que tem o grande SLB (não o Baptista).
è o mesmo que o POUS querer o mesmo tempo de antena que o PS.
Sobre as lesões aqui faladas, e que obviamente lamento, mantenho a opinião que Katsouranis (parece-me ser este o nome dele),não tem intenção de magoar o andersson.Podia e devia ter visto um cartão amarelo para gaúdio do insuspeito tribunal do Dragão.
Vasco Matos, Torrão,Djaló, Bruno Alves e Bruno Ribeiro deveriam ter visto o Vermelho Directo.Simão quanto muito um amarelo.
Das outras lesões dos "santos" jogadores Portistas noutras épocas, parece-me serem queixumes extemporâneos.
Já agora, lembrem-se de Toni que partiu a perna a um jogador do FCP em 1979, do qual não me lembro do nome.
De qualquer forma parabéns pelo excelente artigo.
Abraço

vermelhosempre disse...

Que artigo mais ridículo. Cheguei ao fim do artigo e sinceramente mais valia não ter perdido o meu tempo a lê-lo.

cavungi disse...

Aconteceu o que se esperava desde o dia da assinatura do contrato:
Carvalhal deixa o Braguinha.
Podia, ao menos esperar pelo fim do mês...

VermelhoNunca disse...

Condómino Zex:
Talvez a opinião do administrador em relação ao Jogo posso ter um ponto a favor dele, pois acho que o Jogo tem uma edição Norte e uma edição Sul, ou estarei errado?

vermelho disse...

amigo nunca:
tem, mas não sei se a linha editorial é distinta.
abraço.

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Defacto tens razão.Jornalismo desportivo, não há.Existem só relatores de acontecimentos desportivos.Os Jornalistas, em geral não são independentes, muito menos livres.
Tenho um amigo que é director de comunicação de uma grande empresa nacional.Ele define o que saí, ou não, NA imprensa.
As notícias são PAGAS.Ou pedidas.O que para o caso é quase o mesmo.A empresa chega ao ridiculo de pedir determinada notícia á priori,e corrigi-la para ser depois publicada.E isto passa-se nos jornais diários de referencia da nossa praça.
Quem julga que há algum jornal totalmente livre desengane-se.è claro que existe censura.Claro que se abafam casos, por simpatias, por conveniências, por favores em divída ou simplesmente por cheque.
Fiquemo-nos portanto pelos artigos de opinião.
Esses acredito, que na maior parte das vezes sejam "limpos".
Neste espaço então, tenho a certeza.

cavungi disse...

Essa ideia, absolutamente peregrina, de fazer duas edições diárias dos jornais, uma a norte e outra no sul, é mediocre.
Somos um País com 90.000 Km2.Temos uma Auto-Estrada com novecentos Kilometros, e se eu comprar "a Bola" em Caminha de manhã,tem uma capa e/ou conteúdo diferente se eu a comprar em Faro à tarde?
É absolutamente ridiculo.
Salazar plantou a Mediocridade, A Abrilada cultivou-a, o Guterrismo fela-la florescer.
Temos que ser nós a colhê-la?

VermelhoNunca disse...

Amigo Cavungi: lê, regularmente a Bola. Gosta de Miguel Sousa Tavares? Comente connosco um artigo recente de MST relativo aos dirigentes desportivos deste país, sabe do que falo, seguramente..

vermelho disse...

amigo cavungi:
completamente de acordo. brilhantes comentários os teus.
abraço.

JC disse...

Amigos Vermelho e Cavungi:
Insurjo-me - e penso que os demais - não contra o facto de a imprensa exultar com os feitos do Benfica mas contra o facto de a imprensa exultar com tudo o que diz respeito ao Benfica, seja feito ou não feito.
Nada oponho a que a imprensa fale do Benfica e o vanglorie por ganhar em Liverpool, como sucedeu o ano passado.
Isso é de facto um feito que merece destaque.
O problema é quando a imprensa pretende passar do Benfica a imagem de grande equipa e de equipa em grande forma apenas porque ganha 3-0 ao Beira-Mar e 3-0 ao Celtic, como tem vindo a suceder esta época, esquecendo os maus resultados que obtém sempre que defronta equipas de maior poderio e passando para segundo plano os melhores resultados conseguidos por FCP e SCP.
É a isso que o Fura-Redes se refere.
O Porto fez excelente resultado na Alemanha contra o Hamburgo e o SCP um bom resultado contra o Bayern mas o que "esteve a dar" foi a "copiosa" derrota que o Benfica infligiu aos bons rapazes do Celtic, com um auto-golo a abrir e uma assistência do mesmo jogador para o Nuno Gomes.
O Porto tem 21 golos marcados mas o que conta são os 16 do Benfica.
O SCP num grupo dificílimo vai em 3º lugar a um ponto do Inter mas o Benfica, com menos um ponto que o SCP no grupo mais fácil da Champions é que tem grandes hipóteses de passar à fase seguinte.
Enfim, vocês sabem do que estou a falar.

Ah, e a propósito, eu sou aquele que antes dava pelo nome de Carlos.

VermelhoNunca disse...

Pensei que seria Jesus Cristo, caro Carlos.

JC disse...

Amigo Nunca:
Sou defensor da verdade e pauto-me por critérios de isenção e de justiça.
Principalmente após um almoço bem regado com uma garrafinha de Quinta do Cabriz de 2004, que está a ser vendida no Jumbo por € 2,50 e é um excelente vinho corrente.
Nessa aspecto, pode-me considerar o Jesus Cristo deste blog, que aliás, fez um dos melhores milagres de que há memória: transformou a água em vinho.

"Salazar plantou a Mediocridade, A Abrilada cultivou-a, o Guterrismo fela-la florescer.
Temos que ser nós a colhê-la?"
Caro Cavungi:
Brilhante.

VermelhoNunca disse...

E estou totalmente de acordo consigo JC. Veja esta semana, é o Rato Miccoli, é o Russo. Hoje por exemplo é notícia da Bola Online que Rui Costa não treinou!!! Mas isto é notícia???

VermelhoNunca disse...

Especialmente o fela-la é brilhante...

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Gosto bastante do MST.Tenho-o como intelectualmente honesto.
Sei também que, quando escreve sobre futebol, não é muito imparcial.Também não o tem que ser.
Desde os tempos de Vale e Azevedo que MST "bate" constantemente no Benfica.Muitas vezes com razão, outras não.Aprecio também o lagartão José António Lima.Ao invés, detesto o estilo subserviente e seguidista de Fernando Seara.Gosto da Leonor Pinhão.E de muitos outros fora da esfera futeboleira.
É que no Benfica, aprendemos desde pequeninos a sermos Homens Livres.E a pensarmos pela nossa cabeça.
O SLB sempre foi um espaço de debate.Sempre tivemos eleições com vários candidatos.(exepto agora com o Grande Líder).Não temos apenas cooptações como no seu clube.Podemos criticar os nossos jogadores, treinadores, médicos ou dirigentes publicamente.Não temos estatutos absolutistas.Podemos e devemos criticar o clube.
Eu faço-o, na certeza de que estou a contribuir para a melhoria global o meu clube.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Fê-la.Ou fêzia.

VermelhoNunca disse...

Caro Cavungi, se sabe do artigo de MST a que me refiro, ele não dispara em direcção ao Benfica. Faz uma leitura própria do dirigismo português, onde vários são atingidos. Fala mesmo em seriedade , mas você leu o artigo seguramente.

VermelhoNunca disse...

O amigo confunde as coisas. No Sporting não há nenhum regime absolutista. No seu clube há um presidente que proibe todos e quaisquer elementos de se pronunciarem. Ainda há dias ouvi Simão no dia do seu aniversário, na sua escola de futebol, a dizer "vocês sabem, mas não posso falar". A questão do Sporting e dos estatutos que refere no seu comentário é simples: você se quer dizer mal da sua família, vai para o café fazê-lo? Tão só isto. Uma coisa é criticar o jogador A ou B, a contratação C ou E. Isso é normal que o façamos publicamente. Outra coisa é discutir seriamente, e isso deve e tem de ser feito internamente. No meu clube isso faz-se. No seu clube, quem está contra o Cabeçudo é imediatmente acusado de ser incompetente e com mania de protagonismo. Recorda-se da vogal do Conselho Fiscal, que após uma critica ao senhor Veiga, foi quase que insultada pelo Rei dos Pneus, dizendo que ela não tinha sido eleita e por aí adiante. Engano dele, pois o conselho fiscal do Benfica também foi eleito.

cavungi disse...

Amigo Jus,
O amigo Nunca queixa-se do seguinte: "...é o Rato Miccoli, é o Russo. Hoje por exemplo é notícia da Bola Online que Rui Costa não treinou!..."
Mas o que seria então notícia?
Que o Bueno finalmente marcou um golo nos treinos ?
Ou que o Carlos martins tem umas palmilhas novas?
Ou então porque razão o Paulinho trocou as chuteiras do Liedson pelas do Pinnilla?
Não acha que os jornais desportivos, sendo diários não tem outro remédio senão "inventar" assunto e notícias?
Os jornais tem que vender.Uma primeira página com os 3 secos ao Beira-mar vende quase o dobro de uma qualquer vitória europeia de outro clube.
Vai-se lá saber porquê.
Mas nas empresas proprietárias dos jornais existem pessoas pagas e bem pagas para fazerem estes estudos.A quem vender? Como vender?Etc e tal.
Nem todos os jornais desportivos aguentam vender tanto conmo o jornal do Sporting.

JC disse...

Caro Nunca:
Já para não falar do caso dos papagaios, que o condómino Cavungi parece estar esquecido

vermelho disse...

amigo cavungi:
completamente de acordo. brilhante comentário o teu.
Também aprecio o MST, quando é intelectualmente honesto.
posso discordar, mas respeito.
Outro portista que admiro e escuto sempre com atenção é Carlos Magno.
O mesmo digo de Rui Moreira.
José António Lima é outro exemplo, mas de côr verde.
Tal como tu, não tenho pachorra para o Seara, pedante e vaidoso.
aliás, até aprecio mais os comentadores que, sendo intelectualmente honestos, divergem das minhas opiniões.
penso que tenho muito mais a ganhar em os ler ou em os ouvir do que com aqueles com quem partilho opiniões.
abraço.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Lí e tens razão.
Agora infelizmente, vou ausentar-me por umas horas.
Mais logo desenvolvo contigo esse, também brilhante, artigo.
Só uma questão: para mim não é fundamental ter um presidente melhor (em tudo) que o presidente do SCP.Este tem obviamente (e sem ironias) outro nível, que o ladrão de paquidermes.
Eu disso não quero saber muito.Se preferia ter um presidente mais educado?Claro.Não tenho. Paciência.

VermelhoNunca disse...

De acordo consigo amigo cavungi, o Benfica vende mais que todos. Fala do jornal do meu clube, do qual sou assinante. Fale do jornal do seu clube. não me refiro à Bola- mas aquele que é dirigido pelo mãozinhas que você não gosta. Mas o facto de vender mais não pode tirar seriedade à publicação. Conhece Miguel C. que escreve no jornal que você elegeu para leitura diária? Já lhe contei as cenas de um Benfica/Gondomar? Conhece Simão em ponto pequeno, à altura na Bola(refiro-me a Simãozinho)

VermelhoNunca disse...

Bom trabalho Cavungi,afloramos estes temas depois.

vermelho disse...

amigo nunca:
exactamente por isso é que eu, cavungi, samsalameh e outros temos criticado a gestão do ventoínhas!!!
essa é a grande diferença.
portistas e sportinguistas partilham do santo-sacro princípio do unanismo, da convergência de opiniões na defesa dos superiores interesses do clube de que são simpatizantes.
este blog tem-no demonstrado ad nauseaum.
raras foram as ocasiões em que se viu um comentário de um condómino portista ou sportinguista criticando o que quer que fosse da gestão do seu clube.
E não quero acreditar que ratifiquem todos os actos de gestão dos seus clubes.
o exercício da crítica é imanente à condição humana.
apenas pode ser limitado pela honra e dignidade alheias.
não pode ser dirigido ou balizado.
abraço.

samsalameh disse...

O que é que realmente vende em Portugal, meus amigos!?
Pensem nisso!!!
Se não fosse a existência de um dos maiores clubes do Mundo (claro que vos falo do SLB!), pelo menos encontra-se no Top 10 a nível mundial, o desemprego em vez de ser 7,2% provavelmente estaria a rondar os 15%.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, mas eu não sou seguidista dos dirigentes do meu clube. Eu tenho opinião própria. Agora, em família-sem desprimor para nenhum condómino- critico quando acho que o devo fazer. Quando me refiro a família, estou a falar no Sporting e nos sportinguistas.
Há dias o agora JC, referiu números do exercício da Sad do Sporting. Verifique o que eu lhe respondi.

vermelhosempre disse...

Eu estava para aqui a lêr, e vejo que até os condóminos deste espaço não falam de outra coisa (Boas ou Más)a não ser do Benfica, quanto mais dos jornais que precisam de vender. Se fossem a falar de Portos e sportingues já estariam todos falidos.
É uma questão de reconhecer que nós somos apenas e só os MAIORES

vermelho disse...

amigo nunca:
tudo bem, eu não concordo contigo, mas respeito a tua posição.
repito o que disse:
"o exercício da crítica é imanente à condição humana.
apenas pode ser limitado pela honra e dignidade alheias.
não pode ser dirigido ou balizado."
abraço.

vermelhosempre disse...

Grande Samsalameh, só eu é que te entendo...

Costa disse...

Sabe o que é que vende neste país Sr. Salame?
é a músiva Pimba;´
é a Linda Reis;
é o Herman José;
é a Floribela;
é as coisas das lojas chonocas;
são os artigos falsificados e os de feira;
são as coisas descartáveis e
como não podia deixar de ser o benfica.

Volta Gazeta dos Desportos.

JC disse...

Amigo Vermelho:
Sempre fui crítico do Doido da Cunha.
Não critico agora o Sousa Franco porque não tenho motivo para isso.
Critico o que tem de ser criticado.
Se tivesse um presidente como o do Benfica não tenha dúvidas que o criticava, como fiz quando o Bigodes estava à frente do SCP.

JC disse...

Perdão: Soares Franco.
Paz à alma do dito Sousa Franco.

Costa disse...

São os MAIORES nas dívidas, nos favores, nos jeitos, nos DVD s p o Governo, nas pressões a todos os títulos (que não os de futebol, pois esses não os conquistam), e na brejeirice.

VermelhoNunca disse...

Caro JC, eu também critico, mas entre os meus, e quando acho que o devo fazer. Acha que me vanglorio do presidente Bigodes?
Quanto ao comentário do condómino que vive num local onde se fala mais Português do Brasil, é natural que se fale do Benfica aqui, ou não estamos num blog benfiquista? Fique mesmo sabendo que a minha missão aqui é azucrinar-vos o juízo.

vermelhosempre disse...

Olha o Costa... Nós não conquistamos títulos?? Mas que disparate é esse?? Eu quando disse que eramos os Maiores estava a falar do Benfica, não do porto ou do sporting.. ou doutro clubezeco da zona.

vermelhosempre disse...

Caro condómino "os equipamentos homens do lixo, como se refere o condómino Estrela, não eram azuis e verdes, mas sim verdes e azuis" até nisso nós somos os maiores, pois se não existisse este blog (Benfiquista)onde é que vc iria exprimir as suas frustrações.

Costa disse...

Sr. Salame porque razão não vai para o estabelecimento nocturno onde ingressou quando foi induzido em erro pelo panfleto turístico da região de Aveiro e lá fica?

Costa disse...

O sempre quantos títulos viu o seu clube conquistar na última vintena de anos?
Ou já é carcaça e é um vermelhosempre à espera de conquistar uma taçã de honra de lisboa?

" Ó Salame só tu me entendes"
Isto já parece um blogay.
Sinceramente, deve ser influência dos gregos.

vermelho disse...

amigo carlos:
dirigiste críticas ao Dias da Cunha, de acordo.
agora, pergunto, porque quando falo em gestão faça-o de um modo abrangente nela se englobando a desportiva, concordas com todas as declarações e decisões do Paulo Bento, com todas as declarações e decisões do Soares Franco?!
não acredito que sim, mas nunca te vi criticares o que quer que fosse.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Você tem uma noção de frustação diferente à maioria das pessoas, mas compreendo, pois vive num local onde o Português que fala se aproxima mais do Português falado do outro lado do Atlântico. Penso mesmo que tem algumas dificuldades em entender o que a maioria dos condóminos aqui escreve, pois qualquer tema aqui aflorado merece sempre o mesmo comentário da sua parte-artigos ridiculos. Claro está que se forem artigos em favor do seu clube, o brilhantismo dos mesmos é logo por si referenciado.
Por e para adeptos como você é que me dá gozo mandar abaixo o seu clube.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, sabe o que faz falta? Neste fim de semana em Inglaterra adeptos de dois clubes mandaram objectos para o relvado( moedas). Imediatamente, treinador e dirigentes desses clubes, vieram pedir que os mesmos adeptos fossem severamente castigados. Na nosso pequeno futebol isso seria impensável, porque atenuantes, desculpas e outros afins, logo seriam postos em cima da mesa.

JC disse...

Amicíssimo Vermelho:
Dicordava de tudo relativamente ao Falecido Pésudo.

Discordei de uma coisa do Paulo Bento e disse-o aqui:
das declarações que proferiu no final do FCP-SCP para a Taça de Portugal, quando criticou o árbitro.
É só ver os arquivos do blog.

Discordava do Dias da Cunha em muita coisa, principalmente daquela treta do Manifesto.

Quanto ao Soares Franco, não me recordo de ter discordado de nenhuma decisão dele (até agora).

vermelho disse...

amigo nunca:
totalmente de acordo.
uma das chaves para a alteração do status-quo vigente no futebol nacional passa, inevitavelmente, por outra cultura desportiva.
é um problema transversal na sociedade portuguesa.
abraço.

vermelhosempre disse...

Apesar do português ser diferente, tenho a plena noção do que vcs falam e escrevem por aqui, pois já andam à duas semanas a dizer a mesma coisa " O Katsouranis lesionou o Menino de propósito” . Ora diga-me lá se não é de meter nojo aos cães...

vermelho disse...

Amicíssimo e Mestre carlos:
então, está bem.
caucionas tudo aquilo que fizeram e disseram paulo bento e soares franco até agora.
tomarei a devida nota.
abraço.

vermelho disse...

amigo cavungi:
conto com o teu artigo amanhã.
abraço.

VermelhoNunca disse...

Como sabe, condómino Sempre, eu nunca disse isso. É a opinião de vários condóminos, não a minha.

vermelhosempre disse...

Condómino Lhunca, eu não disse que era a sua opinião assim como não tinha falado para si. Vc é que entendeu falar directamente para a minha pessoa e eu limitei-me a responder-lhe.
Saudações

Holtreman disse...

Então o Sr. KubasSempre veio a Lisboa vêr o jogo com o B-Mar, falou para a TV e não disse nada a ninguém??

http://www.youtube.com/watch?v=gM1OvQs-YHI


Agora compreendo-o. Você é o verdadeiro benfista. Ilustrativo.

Jorge Mínimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Jorge Mínimo disse...

Caro Holtreman:
Genial! Só pode ser o estimado Bubas/Sempre. Será que o Salame também foi entrevistado?

Jorge Mínimo disse...

Caro Fura-Redes:
Brilhante artigo na sequência do tema, que o condómino Vermelho Nunca já tinha feito ontem, no seu artigo de opinião.
Concordo em absoluto com as suas opiniões sobre a verdadeira pouca vergonha,que são os nossos "media".

VermelhoNunca disse...

Desejo-lhe as melhoras...
"Petit volta a lesionar-se
Petit volta a constar da lista de lesionados do Benfica. O médio dos «encarnados» sofreu uma contusão na fase final da sessão de treino desta manhã no Seixal já não participando nos trabalhos da tarde. "

petit disse...

Ixo è uma grande mentira. nom estô nada lejionado. è xó pra nom ir á xeleçon.

samsalameh disse...

Sr. Costa, por acaso é capaz de me explicar essa do estabelecimento nocturno!?
Sinceramente, há cada um...

Costa disse...

Sr. Salame não leu os posts de segunda-feira?
Aconselho a que os leia.
Lá é que se fez essa referência à sua pessoa.

Costa disse...

Sr. Salame, para sua informação foi o condómino Mínimo que disse o seguinte, na passada segunda feira:

Caro Costa:
Referia-me a um post atrasado em que o condómino Salame se queixava de ter sido induzido em erro pelo panfleto turístico da região de Aveiro, para a casa em questão, tendo ido com a mulher ou namorada ao referido estabelecimento.
Quanto ao Nocturno 76 não conheço, mas já me falaram bem do estabelecimento.

Costa disse...

Está a precisar aumentar a graduação das suas gaffas Sr. Salame.

vermelhosempre disse...

Sou mesmo eu nesse video, só que eles cortaram a melhor parte, que é quando eu mando os tótós do Holterman e do Minimo para um certo sitio.. isso sim é a censura no seu melhor.

Braguilha disse...

Caro Fura-Redes

Para classificar a qualidade do seu artigo, vejo-me obrigado a socorrer de uma máxima que diria o grande Samora Machel: só tenho um adjectivo, gostei! Diria mais, brilhante. O meu caro amigo é genial. A sua crónica eleva o nível deste espaço opinativo a patamares difíceis de alcançar. Quando agarra na mão a caneta ou quando massaja suavemente o teclado, a obra nasce. O seu traço literário, o fino recorte da sua prosa ou o tom jocoso da sua ironia fazem de si um Bocage dos tempos modernos. Acredite-me, o senhor é um predestinado, um autêntico Figo que não sabe jogar mal (e olhe que sei o que digo: passo o santo dia à volta das orações subordinadas e dos campos lexicais, dos Camões e dos Torgas, das analepses e das sinédoques...).
Quanto ao assunto do artigo, subescrevo na íntegra todas as suas ideias. Aliás, qualquer coisa que dissesse não seria mais do que tautologia pura, isto é, estaria a dizer por outras palavras o que já tinha sido dito por si.

Para rematar, poder-se-ia avaliar a importância, cada vez mais evidente, do suplente Baía não só em relação aos colegas que estão em campo, como em relação ao próprio Jesualdo.

Dê-me um autógrafo!

Um abraço

anonimo mais conhecido disse...

O jogo é mesmo o melhor jornal. E a secção do FC Porto a melhor entre as melhores.

relvaverde disse...

Quem escreve assim tão bem, com tanta ironia, dando conta de determinados pormenores, quer técnicos, quer tácticos, que nem todos têm capacidade de avaliar, acho que merece um lugar de destaque no "Dragon carago". Mas no período atribulado em que alguns clubes estão, nomeadamente para o lado da Ria, e do lado dos acerbispos, penso que o meu amigo seria um bom conselheiro do Sr. J. Costa que parece que se vai estriar como adjunto de treinador.
Assim, aconselho o fura a guardar religiosamente as suas crónicas, quando tiver matéria prima suficiente, editar um livro (sim mais um), a juntar ao aos “bons escritores” que grassam ao lado da VCI, junto ao mercado abastecedor, para que o mesmo faça parte da biblioteca azul e branca.
Uma coisa eu tenho a certeza, se tal obra literária for editada, eu sei que ela é só de um autor. Das editadas até agora tenho dúvidas.
Nem os autos do nosso Gil Vicente, têm tanta ironia como o seu artigo, mas é de louvar esse seu humor encarnado.
Não sendo eu de sangue azul, muito menos red, admiro-o com a garra com que defende a ataca os clubes que estão juntos às circulares, só distanciadas por uns meros 300 Km. Nem o melhor ataque de futebol marcaria tantos golos.
Apesar de tudo, se continuar com essas suas crónicas, penso que algum jornal de maior tiragem nacional, desportivo ou não, vai pedir-lhe para escrever lá os seus ironizados artigos de opinião.

relvaverde disse...

Quem escreve assim tão bem, com tanta ironia, dando conta de determinados pormenores, quer técnicos, quer tácticos, que nem todos têm capacidade de avaliar, acho que merece um lugar de destaque no "Dragon carago". Mas no período atribulado em que alguns clubes estão, nomeadamente para o lado da Ria, e do lado dos acerbispos, penso que o meu amigo seria um bom conselheiro do Sr. J. Costa que parece que se vai estriar como adjunto de treinador.
Assim, aconselho o fura a guardar religiosamente as suas crónicas, quando tiver matéria prima suficiente, editar um livro (sim mais um), a juntar ao aos “bons escritores” que grassam ao lado da VCI, junto ao mercado abastecedor, para que o mesmo faça parte da biblioteca azul e branca.
Uma coisa eu tenho a certeza, se tal obra literária for editada, eu sei que ela é só de um autor. Das editadas até agora tenho dúvidas.
Nem os autos do nosso Gil Vicente, têm tanta ironia como o seu artigo, mas é de louvar esse seu humor encarnado.
Não sendo eu de sangue azul, muito menos red, admiro-o com a garra com que defende a ataca os clubes que estão juntos às circulares, só distanciadas por uns meros 300 Km. Nem o melhor ataque de futebol marcaria tantos golos.
Apesar de tudo, se continuar com essas suas crónicas, penso que algum jornal de maior tiragem nacional, desportivo ou não, vai pedir-lhe para escrever lá os seus ironizados artigos de opinião.

relvaverde disse...

Quem escreve assim tão bem, com tanta ironia, dando conta de determinados pormenores, quer técnicos, quer tácticos, que nem todos têm capacidade de avaliar, acho que merece um lugar de destaque no "Dragon carago". Mas no período atribulado em que alguns clubes estão, nomeadamente para o lado da Ria, e do lado dos acerbispos, penso que o meu amigo seria um bom conselheiro do Sr. J. Costa que parece que se vai estriar como adjunto de treinador.
Assim, aconselho o fura a guardar religiosamente as suas crónicas, quando tiver matéria prima suficiente, editar um livro (sim mais um), a juntar ao aos “bons escritores” que grassam ao lado da VCI, junto ao mercado abastecedor, para que o mesmo faça parte da biblioteca azul e branca.
Uma coisa eu tenho a certeza, se tal obra literária for editada, eu sei que ela é só de um autor. Das editadas até agora tenho dúvidas.
Nem os autos do nosso Gil Vicente, têm tanta ironia como o seu artigo, mas é de louvar esse seu humor encarnado.
Não sendo eu de sangue azul, muito menos red, admiro-o com a garra com que defende a ataca os clubes que estão juntos às circulares, só distanciadas por uns meros 300 Km. Nem o melhor ataque de futebol marcaria tantos golos.
Apesar de tudo, se continuar com essas suas crónicas, penso que algum jornal de maior tiragem nacional, desportivo ou não, vai pedir-lhe para escrever lá os seus ironizados artigos de opinião.