terça-feira, outubro 31, 2006

Artigo de Opinião do Condómino Carlos

Portugal, País de Jogadores Subtis

O Amigo Fura-Redes considerou na sua última crónica que o Jorge Costa faria o que Bruno Alves faz actualmente na defesa do Porto, mas com subtileza.
Deu-me o mote para escrever este apontamento, sobre os jogadores mais subtis do futebol português.

A figura do jogador subtil sempre foi imagem de marca do futebol português.
Ainda recentemente, no último Mundial da Alemanha, a equipa portuguesa ficou conhecida por ser um conjunto de rapazes subtis.
Ficaram na memória as expulsões de Costinha e Deco no jogo com a Holanda, particularmente a de Deco, por injusta.
Mais subtil do que foi o Deco era impossível ser-se.
Pena que o árbitro assim não tenha entendido.
Subtil foi também a nossa participação no Mundial da Coreia-Japão.
Ninguém se esquece das subtilezas da mão do João Pinto – essa última e ainda actual grande referência benfiquista, apesar de oriundo das escolas do Boavista - na barriga do árbitro.
Neste particular, aliás, o FCP sempre foi das equipas com jogadores mais subtis.
Desde o Fernando Couto ao Paulinho Santos, passando pelo inarrável Secretário, a subtileza foi sempre o cartão de visita destes jogadores.
E, claro, o Jorge Costa, que de tão subtil que era até passava despercebido no campo. Ninguém dava por ele, nomeadamente o árbitro – quantas vezes foi expulso?
O Benfica nesta matéria também apresenta credenciais, embora as tenha ido buscar a casa alheia.
Mozer, por exemplo, era a subtileza em pessoa.
Actualmente, Petit mostra-se, com orgulho, o verdadeiro subtil.
Penso até ser parente do famoso Manuel Subtil, que se barricou nos estúdios da RTP há uns anos atrás.
A forma elegante como se referiu, há duas épocas, aos rapazes do Rio Ave: “devem ter injectado qualquer coisa, caralho” foi das subtilezas mais bem conseguidas de que há memória.
Nesta verdadeira escola de subtileza do futebol português, não posso deixar de fora dois rapazinhos que jogaram no meu clube – que Paulo Bento teve o discernimento de os mandar de vela, com rodinhas.
Refiro-me, claro, a Beto e a Sá Pinto.
Este último, então, conseguiu cometer a subtileza máxima de cavar a sua expulsão no jogo do título do ano passado (SCP-FCP), quando o resultado ainda era o empate a 0-0, com uma subtil falta a meio campo que de tão subtil que foi significou o fim da sua carreira no SCP.
Consta que a sua subtileza perdura no Standard de Liége.
Pena é não gostar de poesia nem de poetas nem de coisas bonitas, ainda que, neste caso, o poeta tenha, delicadamente, invocado o nome da mãe do Sá em vão.


PS: Já depois de ter escrito esta crónica (que, digo desde já, está muito fraca e sem grande inspiração e que só a mandei para o Snr. Administrador para publicação porque ele mo pediu encarecidamente), outro grande jogador benfiquista surgiu no firmamento da subtileza.
Falo, como é óbvio, de Katsouranis, que conseguiu fracturar o perónio à nova coqueluche do FCP de uma forma tão subtil que o árbitro nem falta marcou.
Isso é que define o verdadeiro jogador subtil.

29 comentários:

vermelho disse...

amigo Carlos:
Obrigado pela consideração.
o artigo está muito engraçado.
não sei se lhes chamaria subtis.
alguns sim, outros nem por isso.
a subtileza de que falas é uma "arte" maior e nem todos os jogadores que citas a souberam interpretar.
para alguns houve, isso sim, complacência.
quanto à nota de rodapé, reafirmar o que ontem aqui disse - não vejo propósito de molestar fisicamente o Anderson na acção do Katsouranis.
abraço.

vermelhosempre disse...

Subtil é a forma como o Buba sem quê nem para quê faz 3 golos ao Sporting....

vermelho disse...

amigos:
aproveito este artigo para lançar a discussão em torno da participação das equipas portuguesas na Champions.
O Sporting enfrenta, hoje, um jogo em que tem pouco a perder e muito a ganhar.
as expectativas de sucesso não são muito elevadas, nem as consequências de um eventual desaire muito nefastas, daí que qualquer resultado positivo represente uma conquista relevante.
Provavelmente, mais importante do que a partida com o Bayern será o resultado do jogo entre o Spartak e o Inter. Um empate seria ouro sobre azul para as aspirações de apuramento leoninas.
Benfica e Porto, pelo contrário, jogam cartadas decisivas no acalentar das suas esperanças de qualificação.
O Benfica ou ganha ou é eliminado.
Mesmo vencendo, as suas chances de apuramento dependem, em larga medida, do Manchester.
Para se qualificar, o Benfica terá que beneficiar de uma vitória do Manchester em Glasgow e, claro está, terá que derrotar os ingleses em Old Trafford.
O Porto caso não triunfe verá as suas hipóteses de apuramento sensivelmente diminuídas.
Tal como o Benfica, não basta vencer amanhã para abrir as portas da qualificação.
As hipóteses de apuramento do Porto, também, dependem do resultado do Arsenal/CSKA.
Quem perder este jogo assumir-se-á como o adversário directo do Porto na luta pela passagem aos oitavos de final.
abraço

vermelhosempre disse...

Amigo vermelho, 6ª Feira já terei em meu poder uma cópia do FManager 2006-2007... Por acaso estaria interessado em receber uma cópia??

vermelho disse...

amigo vermelho sempre:
não confesse um crime, que pode ser perigoso.
agradeço a gentileza, mas já adquiri um original do jogo.
abraço.

p.s. parabéns pelo resultado obtido no derby.
marcaste algum golo?
qual a classificação do Santacruzense?
abraço.

vermelhosempre disse...

O amigo vermelho já adquiriu o original e não dizia nada...
Não marquei qualquer golo, mas a minha missão também não é essa. Estamos em 1º.

Ps: Qual crime?? Então os jogadores da seleção Nacional dizem na televisão que têm cópias de jogos e filmes e não é crime, não me diga que eu é que sou o criminoso.

Zex disse...

Espero que o Diap de Coimbra esteja atento ao crime aqui confessado !
Do artigo, devo dizer que, atendendo ao seu autor, esperava mais ! Sem interesse e com um humor discutível !
Para a próxima será melhor !

carlos disse...

Concordo inteiramente com o Condómino Zex, como, aliás, já tinha deixado expresso no final do artigo.

vermelhosempre disse...

Condómino Zex, se quiser tb lhe arranjo uma cópia, por 10€ tem o jogo.

vermelho disse...

amigos:
isto, hoje, está muito mortiço.
ainda ninguém se pronunciou sobre os jogos da Champions.
Vamos lá a escrever...
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Caros Condóminos:
Tarefa bem difícil a do Sporting hoje em Munique, talvez à partida não tenha nada a perder, mas estamos sempre à espera do milagre e a derrota pode ser dura.

carlos disse...

O meu desejo é que, ao menos esta vez, o SCP me dê uma imensa alegria.
Que tenha sorte no jogo.
Que os alemães não concretizem as oportunidades que vão criar.
Que o Ricardo tenha uma noite memorável, defendendo o indefensável.
Que Nani tenha uma jogada de génio e que a concretize.
Que o Liedson consiga introduzir a bola na baliza do Bayern quando surgir na cara do Kahn.
Que o árbitro não assinale possível lance de penaltie na área do SCP e, se o assinalar, que o Ricardo o defenda.
Que se lesione o melhor jogador do Bayern.
Que o SCP ganhe, seja como fôr.

Jorge Mínimo disse...

Caro Carlos:
... e se puder marcar o golo da vitória com a mão em fora de jogo, não-me importo!

vermelho disse...

amigos Carlos e Mínimo:
não me parece que seja necessário tanto para o Sporting ganhar.
o Bayern jogará privado de dois dos seus dois melhores jogadores - Lúcio e Schweinsteiger - o que forçará o Magath a adaptar o De Michelis a central.
Aí reside uma das portas de entrada na defesa bávara a aproveitar pelo sporting.
assim, djálo, nani, moutinho e liedson estejam inspirados e penso que o sporting pode, inclusive, vencer em munique.
abraço.

Jorge Mínimo disse...

Caro Vermelho:
Sem dúvida que o Bayern vai jogar desfalcado, mas mesmo assim considero que é mais forte que o Sporting e tem a vantagem de jogar em casa.
Julgo que não estarei errado ao dizer, que o Bayern sempre que jogou em casa contra equipas portuguesas ganhou, uma das vezes com um resultado claro de 5-1, nos anos 70.

Jorge Mínimo disse...

Esse resultado foi contra o Benfica.

carlos disse...

Amigo Vermelho:
Quando se trata do SCP, é sempre preciso tudo para que consiga ganhar.
Arte tem o SCP, mas falta-lhe o engenho.
Falta-lhe o chamado "killer instinct", o saber conretizar na altura própria, e falta-lhe também segurança na defesa.
Ao contrário do ano passado, em que o SCP se mostrava uma equipa extremamente fria, organizada e concentrada a defender, este ano tem sido um deus nos acuda na defesa, pelo menos em certos momentos do jogo.
Foi assim contra o Bayern em Alvalade, durante os primeiros vinte minutos;
Foi assim em Moscovo durante a 1ª parte;
Foi assim no lance que deu o golo ao FCP;
Foi assim no jogo contra o Beira-Mar nos lances de bola aprada.
É disso que eu, neste momento, tenho receio.
Disso e da falta de capacidade de marcar golos, não obstante as oportunidades que o SCP tem criado durante os vários jogos - o jogo como Beira-Mar, neste aspecto, foi excepção.
É com este estado de espírito que eu encaro o jogo.

vermelho disse...

amigo Mínimo:
penso que sim, mas mais recentemente também se verificou uma goleada por 4-1 contra uma equipa portuguesa, com 4 golos de Klinsman...
abraço.

p.s. infelizmente, a equipa a que me refiro é o Benfica.

Jorge Mínimo disse...

Caro Vermelho:
Esses 4-1 foram na Luz.

vermelho disse...

amigo mínimo:
tem razão, lá foi "só" 3-1.
abraço.

petit disse...

Eu non xou xubtil eu xou bastante direto

VermelhoNunca disse...

Tarde, mas a tempo de vir dizer que acredito na vitória do Sporting hoje.

carlos disse...

Eu também acredito, amigo Nunca, mas do acreditar ao concretizar vai uma longa distância.
Acredito porque acho mque o SCP, se jogar o que já demonstrou este ano ser capaz de fazer, consegue de facto ganhar ao Bayern.
No mínimo empatar.
O meu receio é de que venham ao de cima no jogo de hoje os aspectos negativos da equipa, de que também já deu mostras este ano.

VermelhoNunca disse...

Veremos. O Bayern é superior, mas numa noite sim, poderemos superá-los. Estou confiante.

carlos disse...

Está confiante que vamos ter uma noite sim.
Eu não.
Recentemente, só me lembro de três noites sim, daquelas em que é mesmo preciso uma noite sim:
Contra o AZ Alkmar cá e lá;
Contra o SLB o ano passado na Luz.
De resto, vêm-me à memória os jogos na Luz e no Dragão para a Taça das duas últimas épocas que assisti ao vivo;
O jogo com o CSKA;
O jogo com o FCP o ano passado em Alvalade;
O jogo com o SLB do Trapattoni.
Só para falar nos tempos mais recentes e nos jogos verdadeiramente decisivos.

Jorge Mínimo disse...

Para ajudar o Inter marcou, logo no 1º minuto pelo J.Cruz.

cavungi disse...

Amigo Carlos,
Só agora tive oportunidade de ler o teu artigo, ao qual achei muita piada.E ao contrário dos meus não necessita de corrector ortográfico.
Mas sendo natural que devido á tua côr clubistica, insida mais nos jogadores de outras cores, penso que seria imperdoável esquecer esse mago da subtileza que foi o Oceano.Hoje em dia não podemos desqualificar Miguel Garcia como um jogador subtil.Podiamos até chamar-lhe Subtil Garcia.
Abraço, e continua sempre que eu bem sei o que custa escrever para o nosso administrador...e sobretudo para os abutres.

cavungi disse...

Amigo Vermelho,
Para hoje já sabes o meu desejo profundo.Uma derrota dura e inesquecível.
3-0 será para mim, um resultado escasso.Força Felix Magath.
Amanhã O FC Porto empata.
Do Benfica já não sei o que esperar.
Mas a fé é sempre a mesma:
VAMOS GANHAR!

Jorge Mínimo disse...

Caro Cavungi:
Acertou nos 0 golos do Sporting, de resto cá vão mais 10 pontos no Karamba para mim.