segunda-feira, setembro 25, 2006

Análise aos jogos de FCPorto, Benfica e Sporting

FCPorto / Beira Mar:
Vitória justa da equipa da casa. A primeira parte foi de fraco nível, apostando o treinador benfiquista da equipa portista em Jorginho, elemento que pura e simplesmente fez nada em campo. Tal como o avançado Adriano, que foi bem substituído ao intervalo, período de tempo que foi crucial para a alteração do resultado, pois as entradas de Anderson e de Lisandro alteraram por completo o rumo do desafio. O FCPorto denota, na minha perspectiva, uma excessiva dependência da prestação de Anderson, que está de facto em grande forma. É um jogador de qualidade elevada. No 2º tempo o FCPorto materializou em golos a qualidade do seu jogo, sendo de destacar o golo de Hélder Postiga.
A equipa Vulcano nunca se aproximou com perigo da baliza de Helton. Arbitragem regular, com deficiente prestação dos árbitros auxiliares, prejudicando em demasia a equipa que mais atacou.
Destaco o facto do FCPorto não ter jogado de vermelho, bem como a demonstração de fair play dos adeptos portistas, aquando da substituição de Jardel. Brindado com uma valente salva de palmas pelos mesmos adeptos que, num passado não muito longínquo, se despediram dele com uma chuvada de assobios, insultos e vaias. Coisas do futebol!
Paços de Ferreira/Benfica:
Desilusão encarnada, num jogo que a instituição pensou ter dominado e controlado. O engenheiro foi traído por uma infantilidade de Léo, bem expulso após discussão com o árbitro auxiliar e posterior provocação a Lucilio Baptista. Curiosamente acaba por sofrer o golo do empate, quando a equipa já jogava 10 para 10, após o juiz da partida ter expulso Luiz Carlos de modo,no mínimo, caricato. Duas oportunidades teve o Benfica para matar o jogo, enviando duas bolas aos ferros, embora numa delas Luisão tenha feito falta sobre o defesa, puxando-lhe a camisola. Excesso de confiança e falta de qualidade demonstrada neste jogo, ditaram o empate, que premeia a abnegação da equipa da capital do móvel.
O homem em foco a semana passada, Ronny, confirmou que é um batoteiro, uma vez que constantemente tentou enganar o árbitro, atirando-se sucessivamente para o chão, em busca , quem sabe , de um João Ferreira qualquer. Nuno Assis até sair magoado esteve bem, assim como Quim, que fez uma brilhante defesa aos 21 minutos de jogo. Paulo Jorge denota estar também em boa forma, ao contrário do numero 20, que apenas esteve em campo para marcar livres e pontapés de canto.
O engenheiro e o presidente da instituição criticaram veementemente a atitude de Léo, embora no caso recente de Petit, tenham dado um péssimo exemplo ao solicitarem a redução do castigo aplicado a esse jogador. Parabéns ainda ao engenheiro, pois após substituição forçada de Manu, teve para com ele uma palavra de conforto.
Por fim, destaco a t’shirt de Luís Filipe Vieira, amarela, a condizer com a equipa da casa, e também o jogador Pedrinha, que antes de entrar em campo esteve seguramente num cabeleireiro de duvidosa qualidade, pois apresentou-se com um penteado que chegou mesmo a assustar alguns jogadores encarnados.
Desportivo das Aves/ Sporting:
Vitória justa do Sporting, num jogo sem casos, em que a equipa da Vila das Aves, demonstrou que é muito fraca. Professor Neca que se cuide. Destaco o grande frango dado pelo guarda-redes Paulo Musse, que Tonel agradeceu.,convertendo o 2º golo e sentenciando o jogo. Embora o Desportivo seja mais fraco que o Paços, a diferença entre o empate do Benfica e a vitória do Sporting, reside na qualidade com que alguns jogadores do Sporting “acalmam “ a equipa adversária, quando se vêem a ganhar, algo que o Benfica, vivendo sobre brasas , demonstra não saber fazer.

22 comentários:

FOGOSA disse...

Não sei se posso continuar a jorrar as minhas contribuições, mas cá vou eu.

Este fim de semana foi assim Vermelho:................................

Continuas a ser lésbico?


Acordo sobressaltada com o telefone a tocar, já a noite vai longa. Atendo e mal consigo ouvir a voz rouca dele.
- "Sim?" O sono é muito e eu não consigo quase compreender o que se está a passar. "Diz, fofinho... que se passa?"
- "Nada, linda. Precisava de te ouvir... Estavas a dormir?"
É claro que estava a dormir mas isso já não interessa nada. Concentro-me na voz dele, nas palavras dele e sinto-lhe a respiração ofegante, de quem não consegue dormir de tanto tesão. Isso excita-me. Sabê-lo desejoso de mim!
Deitei-me há algumas horas atrás bastante excitada, mas o cansaço e o turbilhão de emoções de um aniversário sem ele, fizeram-me adormecer sem sequer ter experimentado um orgasmo. E agora, com a voz dele, senti-me despertar de novo. Ainda estava molhadinha, tal como me deitara e os meus dedos confirmara-no, esgueirando-se pela minha tanga preta adentro... Hmmm.... Ele queria saber se queria, tanto como ele, fazer amor assim, por telefone.
Agora já não há volta atrás, eu já embarquei na viagem do prazer sublime. E só quero parar quando chegar ao destino.
- "Estás-te a tocar?"- pergunto-lhe.
Ele responde-me que sim, que está muito duro e excitado e a sua voz confirma-mo... Assalta-me uma vontade imensa de o beijar, de percorrer aquela boca com a minha língua, de o lamber e sentir palpitante no meu corpo e digo-lho com todas as letras... Sinto-o gemer e faço-lhe sentir o prazer que eu estou a sentir também, não contendo os meus gritinhos e gemidos de satisfação. Durante alguns minutos, temos uma melodia só nossa composta por palavras confidenciadas no escuro da noite, num misto de satisfação, ansiedade, tesão e muito carinho... Muitos quilómetros nos separam, mas neste momento somos um só!!! Pergunta-me o que a minha mão está a fazer e eu respondo-lhe baixinho que está a acariciar-me minuciosamente e que estou quase a vir-me. Pede-me colocar dois dedinhos na minha ratinha, como sabe que eu adoro e eu faço-o. Sou obediente e isso dá-me mais prazer ainda. Introduzo o indicador e o médio da mão direita, na ratinha molhada, enquanto o polegar me acaricia o clitóris... Remexo-me na cama, possuída por uma inebriante onda de prazer e imagino-o fisicamente ali comigo. É tão boooommmmm!!! Do outro lado da linha, sinto como a respiração dele se intensifica e concentro nisso a minha atenção. Associando os sons dele e as carícias na minha ratinha faminta, sinto o meu orgasmo fluir livremente pelo meu corpo, dando um leve esticão que me faz entrar sobressalto... o meu corpo descontrolado de prazer, com o meu amor no pensamento. Ele anuncia-me o seu orgasmo também e eu sinto-lhe a voz entorpecida e os gemidos suaves que tão bem conheço. E amo-o naquele momento! Digo-lhe alto para se vir para mim, que quero sentir o leite quente dele na minha boca e na minha pele, enquanto a respiração de ambos, muito ofegante, denuncia a loucura da nossa paixão. E sinto-o... com a alma!

A viagem do prazer sublime tinha terminado, por agora. Outras viagens virão!

Depois de um beijo carinhoso, desligamos e embarcamos num sono retemperador com o pensamento de cada um de nós, concentrado no outro.

Miau.....

vermelho disse...

gostei.
uma primeira contribuição de bom nível a deixar antever prestações futuras de muito boa qualidade.
Como se vê pelo texto, os receios de facciosismo exarcebado, eram e são infundados.
Com excepção de um ou outra tirada, a análise revela-nos um "vermelho nunca" imbuído do espírito de administrador.
Para lá dos encómios, um ou outro pormenor com o qual discordo.
No que concerne ao Porto/Beira-Mar nada a apontar.
Em relação ao Aves/Sporting, apenas discordar da parte final da análise, pois que penso que a falta de qualidade dos jogadores avenses não permite tirar a conclusão que se afirma no texto.
Não se pode "acalmar" o que já de si se mostra morto.
Em relação ao Paços/Benfica, concordo com o destaque dado às exibições de Assis, Quim e Paulo Jorge, acrescentando as de Katsouranis e Karagounis.
Parece-me que o empate do Benfica se ficou a dever a excesso de confiança em momentos cruciais.
O Benfica dominou e controlou a maior parte do tempo de jogo, sendo que o golo do Paços surge de uma desconcentração inadmissível de Andersson (já no Bessa havia comprometido, dado nota de um momento de forma paupérrimo).
A inacção de Miguelito também contribuiu de sobremaneira para o tento pacense.
Penso que estas falhas de concentração decorrem da sensação de vitória que perpassava pelos jogadores benfiquistas no momento do golo.
O jogo caminhava a passos largos para o seu fim e dos jogadores apoderou-se a convicção da vitória estar já alcançada.
Por outro lado, previamente, dispôs o Benfica de duas chances para matar o jogo, sendo que, pelo menos, na segunda, uma vez mais, apenas o excesso de confiança evidenciado por Katsouranis impediu a concretização.
Num caso como noutro a forma demasiado confiante como os lances foram abordados redundou em falhas concentração intoleráveis que conduziram ao desfecho verificado.
Um jogo que se pode sintetizar na célebre máxima: Quem não mata, morre!
abraço.

carlos disse...

Fogosidades à parte - que, numa 2ª feira de manhã, rebentam logo com qualquer um para o resto da semana - estreia-se bem o amigo Nunca nas suas novas funções de Co.
Análises correctas aos jogos dos três grandes deste fim de semana, eivadas de uma dose de humor que lhe conferem um estilo próprio.
Na minha opinião, o FCP vem-se mostrando uma equipa cheia de soluções, com um meio campo e uma linha avançada de tal modo forttes que disfarçam a debilidade do seu sector mais fraco, a defesa.
Importa ver como vai reagir o FCP quando tiver de defrontar uma equipa igualmente forte, que ponha verdadeiramente à prova a sua defesa.
O SCP ganhou bem nas Aves, tendo dominado praticamente toda a partida.
PReocupa-me, porém, que a desinspiração do Liedson, que falhou dois golos de uma forma que não se compreende.
O SLB perdeu mais dois pontos e continua a mostrar o dedo do Imbecil.
Não tem mão nos jogadores?
Já tinha avisado?
Então ninguém lhe ligou.
Também, depois do que aconteceu ao PEtit, não admira que o Leo se sinta à vontade para mandar umas bocas ao árbitro.
Impressionantes foram as imagens da lesão do Nuno Dopado, com um autêntico buraco no queixo.
Impressionou-me por ele estar como se nada fosse, sem qualquer esgar de dor, a fazer jus ao seu nome.
Na verdade, só dopado podia ter aguentado as dores que aquela ferida deveria ter provocado a uma pessoa sem drogas.
Impressionante.

vermelho disse...

a pedido de vária famílias e como o post o merece, aqui fica:
"O Valentim acabou de dizer há pouco em directo no Jornal da Tarde da SIC para o LFV ter muito, mas muito cuidado mesmo, pois não sabe com quem se está a meter...

A minha ideia é esta e penso que é a mesma da generalidade do pessoal que manda os seus bitaites neste blog:
- eles estão feitos todos uns com os outros e estas bocas entre eles são mais do que combinadas, as entrevistas, as conferências de imprensa, as notícias nos jornais desportivos.

Até aposto que ontem o LFV a seguir ao debate, que achei uma verdadeira vergonha para um canal público de televisão, telefonou para o Major e disse-lhe:
"Mmm, mmm, gostou da boca que lhe mandei,mmm!"
Major - "Não perde pela demora, meu caro amigo"
LFV - "Eheheheheheh mmm mmm, eles gostam, mmm, é disto Major"
Major - "Mas estiveste bem Orelhas, eles assim perdem um bocadinho mais de tempo..."
LFV - "E mmm a coisa do dossier mmm mmm, deixei a gaja com fome de saber mais, mmm mmm"
Major - "Esse dossier que o "Papa" te deu tá muito bem feito, hein, aquele Reinaldo sabe muito"
LFV - "Ouça lá, mmm ó Major, por falar nisso, quando vamos a Penafiel mmm mmm?"
Major - "Ó amigo, já não tenho a idade do meu filho...Bem, ele também com aquela barriguinha já não deve fazer muito!! Ahahahahahahah"
LFV - "Ehehehehmmmmehehehemmm, então mmm fico à espera de o ouvir amanhã mmm"
Major - "Só vou ameaçá-lo, mas quer que eu ainda diga mais qualquer coisa!?"
LFV - "Não mmm, não, depois vêm pedir troco a mim no dia seguinte e ainda por cima jogamos contra o Ronny...mmm...aquela mão mmm Major...se perdermos...sempre temos a desculpa mmm de nos andar a ameaçar mmm mmm."
Major - "Sim, sim, meu caro, é melhor só mesmo dizer para não brincar comigo"
LFV - "Ó Major mmm mmm aquele abraço e mmm dê outro ao miúdo dos Ban"
Major - "Abraços"
parabéns samsalameh.
abraço.

cavungi disse...

Amigo Nunca,
Previ-se o pior, mas o resultado ficou aquem das expectativas.Sem atingires o nivel a que estavámos habituados com o administrador Vermelho, penso que não comprometeste.A semana também te correu bem, assim é mais fácil.No entanto não chegaste ainda ao nivel da administração, apenas o da Gerência.
Concordo no geral com as considerações aqui feitas, agora há que chamar os Bois pelos nomes.Uma equipe treinada por um inividuo que aos 50 anos ainda se chama Neca, ou Nequinha não pode ir longe.Tirando golo do Alexandre foi tudo muito mau.No FC Andersson-Beira Mar acho natural que, agora que já não reprsenta um rival directo Mário Jardel tenha sido aplaudido de pé.Foi merecido.
Na capital do móvel o imbecil não teve grandes responsabilidades.Apenas o de não saber conduzir homens, mas o Pai do empate é Andersson e a mãe é Miguelito.Este deixou inacreditávelmente o adversário centrar a 5 segundos do jogo acabar.Mais uma vez se viu má qualidade da arbitragem.Para compensar a expulsão justa de Leo, Lucilio Vigarista expulsou injustamente Luis Carlos e Depois não teve coragem para expulasr Paulo Sousa numa entrada assassina sobre katsuranis.(82M). Culpa própria muito injusto empate.

vermelho disse...

este homem é mesmo um verdadeiro "Imbecil":
"O técnico do Benfica, Fernando Santos, assumiu hoje, em conferência de imprensa, que um bom resultado no jogo de amanhã frente ao Manchester United, para a Liga dos Campeões, passa pela vitória, mesmo levando em conta que vão defrontar na Luz uma «equipa de topo da UEFA»."
Concordo que o Benfica tem que pensar sempre em vencer, mas tendo em conta as declarações do mesmo Fernando Santos antes do jogo em Copenhaga, as suas declarações de hoje não podem deixar de surpreender.
Será o mesmo homem?
Depois da lição de falta de autoridade evidenciada em Paços de Ferreira, este homem não pára de me espantar.
abraço.

carlos disse...

A este comentário da Fogosa:

"A viagem do prazer sublime tinha terminado, por agora. Outras viagens virão!
Depois de um beijo carinhoso, desligamos e embarcamos num sono retemperador com o pensamento de cada um de nós, concentrado no outro.
Miau....."

Respondeu o amigo Vermelho:

"vermelho said...
gostei.
uma primeira contribuição de bom nível a deixar antever prestações futuras de muito boa qualidade."

Amigo Vermelho:
Será que podemos deduzir das suas palavras ter sido o caro amigo o interlocutor telefónico da fogosa???

vermelho disse...

amigo Carlos:
bem apanhado.
soltei umas belas casquinadas.
mas, devo dizer-te que não fui o interlocutor telefónico da fogosa.
abraço.

samsalameh disse...

Para começar não esteve nada mal o amigo NeverRed

Com algumas ironias à mistura concordo com quase tudo o que escreveu.
É impressionante como o Benfica neste momento parece ser um clube sem autoridade, fraquinho, sem esquema táctico, quase que estão a jogar por favor. O que vale é que, ontem, quando comprei o "Record", reparei que só descem dois clubes para a II Liga, o que me trouxe algum alívio...

Espero que amanhã não seja um dia para mostrar o lençol que preparei lavadinho com "Tide Fresh" com cheiro a alfazema!!!

Sr. Nunca, amanhã, como é, sempre aparece!? E os outros, que apesar de não serem vermelhos também vão!? Holtreman, Zex, Costa!?
Já sei que um dos bilhetes que estão em meu poder serão para outra das personalidades deste blog, Sr. Cavungi.

Aquele abraço

VermelhoNunca disse...

Amigo Salame, enviei um mail ao nosso amigo administrador, a informar-lhe que dificilmente estarei presente. Tenho um horário de saida que não me permite mesmo sair tão cedo. Mas oportunidades não hão-de faltar, estou certo, para bebermos um caneco juntos.
Como pequeno aparte quero dizer-lhe que ainda há 12.000 bilhetes à venda para o jogo de amanhã, sinal que as coisas não vão mesmo bem no reino da Luz.

Sousa disse...

ainda que os 12.000 bilhetes não se vendam - o que não acredito, pelo menos, em relação a uma parte deles - ainda assim estarão presentes espectadores em maior número do que no Sporting/Inter (alvalade não encheu sequer).
a questão não é tanto do bom ou mau momento desportivo da equipa (nesse caso, alvalade teria rebentado pelas costuras), mas sim do mau momento económico que o País vive.
Falta "tempo".
saudações cordiais e de estima.

Costa disse...

Sr. Salame, agradeço o convite mas aqui a minha entidade empregadora - sinistra - não me dispensa antes das 18,30 horas, o que inviabiliza qualquer chegada oportuna às imediações do vosso estádio.
Depois do jogo tencionam jantar em Lisboa?

vermelho disse...

amigo costa:
não irei jantar em Lisboa.
o amigo samsalameh penso que sim.
fica para a próxima.
abraço.

Holtreman disse...

Nada mau VNunca. Apesar de não revelar o seu perfil e identidade pró+ria, pelo menos deu para perceber que se quer adaptar convenirntemente às novas funções.

Em relação ao encontro nas imediações do curral, infelizmente também não poderei estar presente. Com certeza, em breve, teremos oportuniddae de nos conhecermos pessoalmente. E seguramante num local mais aprazível.

vermelho disse...

amigo Holtreman:
faço votos sinceros para que sim.
abraço.

Costa disse...

Sr. Vermelho quer-me deixar a sós com o Sr. Salame é?
Olhe que não sou desses.
Porque é que também não me manda umas chicas aí de Aveiro como fez com o outro?

Jorge Mínimo disse...

Caro Administrador Interino:
Quero-lhe dar os parabéns, porque pela primeira vez na história deste blog tivemos uma análise isenta aos jogos da jornada.
De resto tudo na mesma. Sporting e FC Porto ganharam com justiça e alguma facilidade os seus jogos, o Benfica mais uma vez não esteve ao nível que eventualmente pode atingir e cedeu mais dois pontos.

Jorge Mínimo disse...

Se forem umas chicas provenientes da Barra, da boîte " Face Oculta ", também estou interessado.

samsalameh disse...

Minimex,
E que tal do "Misééééria Bar"!? Entrei por engano...e ía acompanhado!!!!

Um escândalo!
Aposto que deve, Sr. Minimex, ter-lhe acontecido o mesmo!!!

Para a próxima é melhor perguntar no Posto de Turismo local se os bares que refenciam nos catálogos que fornecem ao povinho são "normais"!

samsalameh disse...

quando entrou na "Face Oculta"...esqueci-me de referir isso no post anterior

Jorge Mínimo disse...

Não, por acaso sabia para onde ía. Fui só ver o ambiente. Confesso que era bom, bastante acolhedor.

vermelhosempre disse...

Só tenho a dizer duas coisas: Fraquissima análise e muti tendenciosa.
Saudações