terça-feira, maio 04, 2010

Nova modalidade olímpica no Dragão: lançamento da bola de golfe - Artigo de Opinião de António Varela

A informação correu de blogue para blogue na semana que antecedeu o clássico FC Porto-Benfica: claques simpatizantes dos dragões tinham adquirido 3.500 bolas de golfe. Para quê? – perguntava-se. Uma vez que não havia notícia de uma corrida massiva à aquisição de tacos ou mesmo do aluguer de “sets” de iniciação, nem de inscrições em escolas da modalidade, a curiosidade cresceu, cresceu... até que muitas bolas de golfe começaram a andar de mão em mão, no Estádio do Dragão, até uma delas se ter transformado em estrela de conferência de imprensa.


Passe a tentativa de fazer ironia barata, pergunta-se: para que serve a lição do Euro’2004, qual a utilidade dos “stewards” que tudo ou quase tudo deixam passar nas revistas à entrada dos estádios? Quando alguém voltar a morrer, a polícia levará o assunto a sério. Até lá limitar-se-á a fingir operações de segurança.

2 comentários:

Calabotices disse...

Para que é que servem os "stewards"? para nada, então não são público?

G! disse...

No Euro 2004 havia stewards, agora temos público com coletes fluorescentes.

Eu legalmente, posso recusar ser revistado por um steward? A pergunta é obviamente para rir, mas à luz da decisão do CJ da Federação penso que o poderia fazer legalmente.