sexta-feira, abril 28, 2006

Ai se a moda pega em Portugal...

Os jogadores da União Barbarense, cansados das promessas da direcção, revolveram tomar uma atitude de «força» no último estágio da equipa, antes do jogo com o Palmeiras B, a contar para a série A2 do campeonato paulista.
Do primeiro andar do hotel foi lançado um fogão, uma cama e outros objectos, em sinal de protesto com o atraso nos pagamentos.
A situação foi desencadeada pela ruptura do acordo entre o clube e a empresa suíça UB Corporation, devido à falta de pagamento.
Segundo os dirigentes do clube, o acordo, assinado há três anos foi cancelado, apesar de não haver nenhuma cláusula contratual com referência ao rompimento.
A Federação Paulista de Futebol já foi informada da situação e bloqueou de imediato alguns benefícios do clube.
O director financeiro da empresa, Ezzio Mosquini Filho, prometeu aos jogadores e à equipa técnica que os salários seriam liquidados, mas antes do jogo com o Palmeiras, no último domingo, disse ao técnico Níveo Caetano que todos iriam receber cerca 153 euros, referentes ao salário estipulado na carteira profissional, e um cheque com o restante com a data de 15 de Maio.
A revolta foi geral.
«O senhor Ezzio, nos prometeu pagar tudo em dinheiro e agora vem dizendo que vai dar cheque para o outro mês? Será que ele pensa que somos moleques?», desabafou o central Fabiano Guarilha, um dos protagonistas da revolta.

4 comentários:

Zex disse...

Este blog parece o jornal da noite na TVI. Ou o "24 Horas".
Exige-se mais qualidade e critério nos diversos posts !

samsalameh disse...

Concordo com o Sr. Zex.
Mais qualidade Sr. Administrador, ou como diz o Co Adrianse: "Mais quality!"

vermelho disse...

caros amigos:
é simples se não estão de acordo com a linha editorial deste blog, a qual contempla as mais diversas vertentes do futebol, têm bom remédio...
Quando se postou aqui sobre assuntos como a saúde financeira dos clubes, os quadros competitivos e sua reformulação ou outros que ultrapassam a mera discussão apaixonada dos jogos de cada jornada ou o quotidiano dos principais clubes portugueses, nenhum dos senhores se dignou a comentar.
Estranho, por isso, que questionem a qualidade e critério do post.
Este blog procura contemplar os assuntos mais distintos, desde fait-divers a assuntos estruturantes do futebol português.
Este post se na aparência se trata de um fait-divers, na sua essência ilustra o desgraçado estado financeiro que o futebol mundial atravessa.
Trata-se, inclusive, de um problema que atinge, na actualidade, o futebol português.
Deixo-vos o repto de aceitarem serem co-editores do blog por forma a emprestarem-lhe a qualidade que ambicionam.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho. A minha sugestão vai apenas no sentido de colocar menos temas à discussão, pois em dias mais atarefados é dificil participar activamente. Quanto à qualidade dos seus posts, confio plenamente no meu amigo.