quinta-feira, abril 20, 2006

O castigo aplicado a Sérgio Conceição — quatro meses e meio de suspensão por ter atirado camisola à cara de um árbitro — está a motivar uma onda de solidariedade nunca vista no futebol belga.
No site oficial do Standard de Liége continuam a entrar diariamente centenas de mensagens de apoio ao internacional lusitano, algumas delas em português. «Coragem, Conceição!», «Não merecias este castigo, Sérgio» ou «Força, mágico, é por ti que seremos campeões» são algumas das mensagens que podem ler-se. Uma onda que promete continuar até final da época.
Afinal, não é só em Portugal que tudo se perdoa às primas-donas do futebol.
Os mais diversos actos de indisciplina protagonizados por jogadores de futebol são, reiteradamente, branqueados quer pelos media quer por diferentes sectores da sociedade civil, de Cantona a Di Canio, de Sá Pinto a João Pinto, só para citar alguns exemplos.
O Sérgio que bem conheço desde os 11 anos de idade (jogámos juntos nas camadas jovens da Briosa) teve um percurso de vida difícil.
O Sérgio é de origem humilde, a sua família era paupérrima.
O ambiente familiar do Sérgio foi sempre marcado pelos problemas de adição alcoólica de ambos os progenitores.
Aos 12 anos ficou órfão e aos 15 foi sozinho para o Porto.
Nunca teve qualquer acompanhamento familiar.
Criou-se na vida e pode agradecer ao FCPorto tudo o que hoje possui.
A sua personalidade impulsiva, revoltada, irrascível, dada a excessos não mais é do que reflexo de lacunas graves no seu processo formativo.
Se o seu percurso de vida nos permite perceber as razões subjacentes às suas atitudes, já não poderá servir para as desculpabilizar ou escamotear.
Não há que ser solidário com a indisciplina.
Clamar pela injustiça do castigo é de bradar aos céus, ainda para mais num futebolista cujo percurso profissional se tem pautado por situações de jaez idêntico.
Branquear estas cenas só por hipócrisia ou má formação.
Há que verberar veementemente estes comportamentos, procurar irradicá-los do futebol.
Não pretendo com isto dizer que se devam irradiar os protagonistas de retalhos de indisciplina dos campos de futebol, antes pelo contrário.
Só através da punição severa destes comportamentos, pela reafirmação contrafáctica dos valores violados com a conduta, se poderá pensar numa reabilitação digna e capaz destes profissionais.
Transigir é contribuir para a proliferação da indisciplina.
Punir é contribuir para a reabilitação.

33 comentários:

Zex disse...

Tal como havia previsto, aqui começa a senda anti-portista dos posts. É o desespero !
"Clamar pela injustiça do castigo é de bradar aos céus, ainda para mais num futebolista cujo percurso profissional se tem pautado por situações de jaez idêntico".
sr. porteiro sabe qual foi uma das principais atenuantes do Sérgio ? Nunca ter recebido qualquer cartão vermelho na Liga Belga. E já lá está há dois anos !
Quais foram as situações do mesmo jaez ?
Não me estou a recordar, sinceramente !
Em Portugal ? Em Itália ?
Refresque-me a memória, sff !
O sr. porteiro é católico ?
Conhece o significado das palavras perdão ou clemência ?
Ele reconheceu que errou.
Teve o seu castigo.
Temos que o espezinhar ?

Zex disse...

E já agora, jogaram juntos à bola ?
Acredito que sim, mas certamente que o sr porteiro era o apanha-bolas, ou então o suplente garrafa de água !
Se bem me recordo, o sr. porteiro não era muito prendado para a prática do desporto-rei ! Os seus pés eram autênticos tijolos !
Abraços !

VermelhoNunca disse...

Tinha de ser banido do futebol, especialmente quando Stefan Demol, sim esse ex-jogador do FCP, que pelos vistos aprendeu e muito no Norte, veio dizer em defesa de Sérgio, que estava muito vento, e por isso a camisola tinha ido parar à cara do árbitro. Francamente!!!

VermelhoNunca disse...

Senhor Zex Malvado, quantos jogadores na Liga Belga levaram cartões vermelhos nos 2 últimos anos? E nos últimos 10? Mas qual atenuante...não brinque connosco.

Zex disse...

Fala o sr. Unca do alto da sua cátedra !
E o que fez o Sá Pinto ao Artur Jorge ? Foi irradiado, como sabemos.
E o que fez o João Vieira Pinto no Mundia de 2002 ao árbitro ? Foi irradiado, claro.
E o Cantona ? Irradiado.
E o Dicanio ? Irradiado.
V. Exa. é de uma parcialidade exasperante !

samsalameh disse...

É impressionante a decisão aplicada ao Sérgio Conceição!!!
Devia, se o Presidente da Câmara de Coimbra quisesse, ser retirado o nome do Sérgio Conceição ao estádio de Taveiro.
Como pode um arruaceiro como ele manter-se no futebol!?
Ele e o João Pinto (actualmente no Boavista) deviam ser irradiados do Futebol para que atitudes como as que tiveram nunca mais se voltassem a repetir.
São estes os exemplos que a juventude vai tendo.
Para além disso, o castigo vai praticamente coincidir com as férias do jogador.
É uma vergonha quase tão grande com a falta dos deputados na AR!!!

Sr. Zex, não é só reconhecer que erro.
Isso não basta!!! Quantas vezes viu, tal como eu, o Sérgio Conceição com um ar agressivo a pôr a língua de fora para os árbitros, a bater em colegas de profissão, a ter comentários na comunicação social completamente despropositados.
É de uma punição dura que em casos como este, quer a FIFA, quer a UEFA, quer uma qualquer Federação de Futebol, deviam fazer!!!
Quatro meses e meio pela atitude que teve tem que concordar que é muito pouco!!!!

Já agora, e por que se tem falado muito de um grande clube que milita na III Divisão do nosso País aqui deixo o blog

http://www.clubuniaoidanhense.blogspot.com/

Muito interessante, com boa imagem e umas fotos dos craques.

vermelho disse...

Amigo Zex:
como sabes não sou católico, quanto muito sou cristão.
Mas isso era uma discussão que fica para outra oportunidade.
Conheço o significado das palavras perdão e clemência mas, como disse e reafirmo, comportamentos como os do Sérgio não devem passar sem punição severa.
Situações idênticas protagonizou-as no campeonato nacional e ao serviço da selecção.
Se leste o post com atenção, no mesmo consigna-se um elogio ao Porto, donde (já pareço o Paulo Bento) a alegação de anti-portismo cai outra vez por terra.
Quanto à falta de talento para a prática do desporto rei deves estar a ver-te ao espelho, só pode.
O meu percurso desportivo fala por mim.
Aliás, quando nos defrontámos num campo de futebol tiveste a oportunidade de ser vergado a alguns nós cegos e a uma copiosa derrota.
Abraço!

Zex disse...

Amigo porteiro,
Quando nos defrontámos, para além de eu estar no ocaso da minha carreira, o desiquilíbrio entre as equipas era gritante !
De qualquer modo, não me recordo de qualquer "nó cego" sofrido.
Recordo-me sim daquele episódio em que V. Exa. ia isolado para a baliza e tropeçou nos seus tijolos, desculpe pés, deu uma cabeçada no poste da baliza e o grande keeper agarrou calmamente a bola. Grandes casquinadas se soltaram naquele recinto desportivo !

vermelho disse...

amigo Zex:
mentir é muito feio.
Não investes estórias, amigo.
Se bem me lembro (já pareço o Vitorino Nemésio) a goleada e os nós foram de dar casquinadas intermináveis.
Por outro lado, não te esqueças que não pode acontecer o ocaso de algo que nunca existiu...
Abraço, amigo.

Zex disse...

Atenta a posição que V. Exa. ocupa neste blog, como seu editor, a versão que ficará será a sua. Mas verdade é como o azeite, vem sempre à tona de água !
Cumprimentos !

VermelhoNunca disse...

Senhor Zex Malvado:
Alguém falou aqui dos casos que refere? Falava-se de Conceição, e isso é que está em causa. Eu não dei a minha opinião sobre os outros. Mas mesmo assim, diga-me qual foi o castigo aplicado a Sá Pinto? E o castigo aplicado aos jogadores da selecção após o golo da França? Quer comparar? Deixe de ser saloio e reconheça que nem tudo o que é FCPorto é bom (para se sentir aliviado fique a saber que Sérgio Conceição é sportinguista).

Zex disse...

Saloio é V. Exa. Sr. Unca !
Vá insultar a sua gente, porque eu não o insultei !!!

VermelhoNunca disse...

Corrigo, após a penalidade marcada por mão de Abel Xavier...

Zex disse...

Sr. Unca:
Caso não se tenha dado ao trabalho, sequer, de ler o post que aqui comentamos, poderá constatar que os casos que menciono são aí referidos.
Mais uma vez, precipitou-se !

VermelhoNunca disse...

Senhor Zex Malvado:
Sabe o significado de saloio? Se está ofendido por isso, denota ser um menino de coro, que não admite uma critica. O seu conceito democrático terá de ser revisto. Vivemos no século XXI, embora o amigo esteja habituado à lei do Papa, e essa é pré-histórica.

VermelhoNunca disse...

O Senhor Zex Malvado dirigiu-se a mim quando referiu os casos SáPinto e João Pinto, ou não foi?
"Fala o sr. Unca do alto da sua cátedra !
E o que fez o Sá Pinto ao Artur Jorge ? Foi irradiado, como sabemos.
E o que fez o João Vieira Pinto no Mundia de 2002 ao árbitro ? Foi irradiado, claro.
E o Cantona ? Irradiado.
E o Dicanio ? Irradiado.
V. Exa. é de uma parcialidade exasperante ! "
Portanto quem se precipitou foi você, porque eu não emití opinião sobre nenhum desses casos.
Modere o seu comportamento, e não seja mentiroso, como aliás já o acusaram aqui, hoje mesmo.

Zex disse...

O Sr. Unca e a Democracia do Insulto (outra vez) !

Zex disse...

Não queira confundir a elegância dos comentários e trocas de galhardetes que troco com o meu amigo vermelho com a prosa rasteira, soez e belicista de V. Exa...
Não se meta onde não é chamado !

VermelhoNunca disse...

Curioso, senhor Malvado, que o amigo está sempre em todas as polémicas que aqui se debatem. Ofende-se quando lhe chamam saloio, mas chama marretas a adeptos do Sporting, agride verbalmente condóminos que aqui expressam livremente a sua opinião, mas faz birra quando alguém lhe dirige uma critica.
Junte-se aos da sua laia, começando pelo Emplastro.

cavungi disse...

Carissimos amigos:
Quando um Jogador Agride ao soco e pontapé um selecionador nacional, representante do povo e do país e continua a jogar futebol, todas as outras penas aplicadas por factos ou actos de gravidade relativa estão bem aplicadas.
além disso estava vento....

samsalameh disse...

E qual foi a pena que aplicaram àqueles selvagens que em Clermont-Ferrand, diga-se uma óptima cidade e que tem como cidadã uma das pessoas mais lindas à face deste planeta, destruíram um balneário na final de um jogo que opunha Portugal à França?
Alguém se lembra?
Pois, meus caros amigos, para além de tais jogadores não terem sido castigados, quem pagou todos aqueles estragos fomos todos nós, com os nossos impostos!
E falavam aqueles jogadores, equipa técnica (responsável por aqueles) e Presidente da Federação que foram pequenos excessos no festejo da vitória!!! Essa gente devia ter vergonha na cara. Mesmo depois de lhes serem exibidas as imagens, continuaram a dizer como o João Vieira Pinto "Foi o árbitro que se encostou à minha mão!".
É preciso ter muita lata!
Todo este tipo de comportamentos devia ser severamente punido e não andarmos aqui com umas tretas de umas suspensões leves.

Sousa disse...

faço minhas as palavras do amigo samsalameh (no que diz respeito ao futebol, claro está).
Devo acrescentar que a sua declaração de amor foi um dos momentos mais poéticos deste blog.
Bem-haja.
Vou agora consultar o blog do seu clube união idanhense.
Saudações cordiais e de estima.

Jorge Mínimo disse...

Fico triste com esta situação do Sérgio Conceição, que durante anos muito serviu a nossa selecção. Nunca me esquecerei desse jogo com a Alemanha, que tive o prazer de assistir ao vivo em Roterdão no EURO 2000. Jogo esse em que o Sérgio fêz uma exibição de gala, fazendo um " hat-trick " e em que vi os adeptos da poderosa selecção alemã de rastos, perante a nossa superioridade.
Contudo, a sua atitude é profundamente lamentável e devia ter sido punida com mais severidade. O problema de tudo isto foi a, também, péssima sentença no caso João Pinto. É manifestamente pouco que um jogador que agride o árbitro possa levar sómente 4 meses efectivos de punição. No meio disto tudo julgo, que o único a ter uma sentença adequada foi o Sá Pinto, apesar da agressão ter sido feita fora de qualquer jogo, ou desempenho na selecção, só foi possível a sua entrada no estágio por fazer parte dos seleccionáveis durante essa campanha.
Por último, concordo plenamente com o sr. Samsalameh, foi uma vergonha aquilo que se passou em Clermont-Ferrand!

Zex disse...

Muito agradecia que o Sr. Unca tivesse a dignidade e educação pra me tratar pelo meu nome neste blog ou, pelo menos, por parte desse nome, como melhor lhe aprouver.
Bem sei que as chalaças, de gosto discutível, com os nomes dos condóminos são do agrado de V. Exa., como neste blog podemos constatar, mas chega de insulto !
É insultuoso tratar-me por um nome que nada tem a ver com a minha graça e que, por si só, se trata de um adjectivo injurioso !
Não lhe agradaria, certamente, que eu o baptizasse do mesmo modo, o que não farei, diga-se, independentemente do comportamento que V. Exa. adoptar no futuro.
Mas se insistir em cognominar-me com esse adjectivo insultuoso, não terei outra alternativa que não seja deixar de proceder a esta troca de galhardetes diária que venho mantendo com V. Exa., não me voltando a dirigir à sua pessoa.
Mas, como disse, faça como entender !

Zex disse...

Seja bemvindo, Sr. Mínimo,
Está bem disposto ? Como está a azia ? Mais bem humorado ?
Vejo que seguiu a minha sugestão e publicou um comentário extenso.
Afinal sabe escrever, está a ver...
Só serve para marcar pontos a seu favor.
E deixe-me que lhe dê os parabéns pela lucidez do texto que escreveu, que revela que a sua paixão clubistica não lhe cega o raciocínio.
Infelizmente, o futebol está cheio de pessoas que não fazem o mesmo...
Bem haja !

VermelhoNunca disse...

Senhor E, lá está mais uma vez a vitimizar-se.
Espero que não se sinta tão melindrado no futuro. Capacidade de encaixe é fundamental.

Jorge Mínimo disse...

Caro Zex Prado Coelho:
Ainda não tinha notado esta sua aparente apetência para a crítica literária. Devo alertá-lo, no entanto, que não pretendo ser seu protegido.
Por isso, agradecia que não me tratasse como a sua " gueisha ", porque não o vejo com qualidades para ser o meu " danna ".
Abraços, Jorge Mínimo.

Zex disse...

Sr. Mínimo (eu trato-o pelo nome):
Não é preciso ser crítico literário para analisar genericamente os escritos que V. Exa. aqui vem produzindo, já que os mesmos têm pouca qualidade.
Deixe que lhe diga que são, do meu ponto de vista, extremamente pobres. Trabalham, normalmente, o achincalho, a troça, o insulto e a pseudo-chalaça, sem qualquer graça. V. Exa posiciona-se como acólito do Sr. Unca e ataca ignobilmente a minha pessoa ou a do Condómino Cavungi. Essa é a sua esgotada e triste função !
Para além do primeiro de hoje, houve um comentário brilhante de V. Exa. (quanto à melhor equipa do Bfica), devo reconhecer. Desde aí, a tristeza tem sido gritante e confrangedora. A excepção tinha sido hoje, daí o meu elogio, que tanto incomodou V. Exa. Constato, agora, que caíu, outra vez, na monotonia de sempre.
São opções...

cavungi disse...

Caro Zex.
Vejo com agrado que finalmente foi posto "na ordem" o bloguista Minimo.Esse senhor, com tiques racistas e xenofobos, esquecendo a Recomendação do dia 10, parte invariavelmente para o insulto gratuito e sem graça, quando o assunto em causa são as derrotas, falhas ou incoerências do SCP.
O que, como todos sabemos tem a sua regularidade.
Bem hajas.

Jorge Mínimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Jorge Mínimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Jorge Mínimo disse...

Caro Zex:
Pela primeira vez nas últimas semanas, V. Exa. fêz um comentário em que não utilizou qualquer pergunta venenosa. Pelo facto, endereço-lhe os meus parabéns, apesar do seu ataque violento contra a minha pessoa. Foi demolidor, mas pelo menos disse alguma coisa sobre o que lhe vai na alma.
É normal nas suas análises não se vislumbrar nenhuma ideia sobre o assunto em questão, mas sómente interrogações maliciosas sobre os clubes adversários ou escribas deste blog. Fale, não tenha medo de discordar das coisas que estão erradas no seu clube, exerça esse seu direito. Caso o não faça, provavelmente será apelidado de censor, neste espaço democrático que é o blog Redvermelho.
Abraços, Jorge Mínimo.

Jorge Mínimo disse...

E eu é que sou apelidado de acólito...