sexta-feira, abril 21, 2006

Eleições no Sporting - A verdade da mentira

Ontem, título do “Público” (para já não falar dos desportivos): “BCP aprova projecto de Abrantes Mendes”. E, no desenvolvimento da notícia sobre a ida do candidato sportinguista ao dito banco, podia ler-se na restante Comunicação Social que “as suas ideias (dele, Abrantes Mendes) mereceram rasgados elogios ao administrador do BCP – Alípio Dias – com o qual se encontrou, para além de que desse encontro ficou de pé a possibilidade de “uma renegociação do património que está à venda”, permitindo ao Sporting “arrecadar 50 milhões de euros”, e tornando assim a sua candidatura “uma candidatura credível”.
Acrescentando de resto o mesmo Abrantes Mendes: “O nosso projecto mereceu a melhor aceitação por parte do BCP”.
É certo que, confrontado com estas declarações do seu opositor, Soares Franco veio dizer que “não (acredita) que os acordos conjuntos do Sporting com o BCP e o BES não sejam para cumprir”. Mas que era importante falar sobre tudo isto com Alípio Dias, lá isso era.
- Que é que se passa? Esteve reunido com Abrantes Mendes... - É verdade.
- E prometeu-lhe renegociar a venda do património e assegurar-lhe 50 milhões de euros? - Não, não!
- Então? - O que posso dizer-lhe é que o BCP é uma casa de bem, que honra os seus compromissos.
- Mas não prometeu o tal financiamento de 50 milhões de euros a Abrantes Mendes, em função do projecto que ele lhe apresentou? - Não prometi financiamento a ninguém! O que fiz foi explicar de um ponto de vista conceptual ao dr. Abrantes Mendes como é que o BCP trata estas coisas e os seus clientes. E não lhe prometi rigorosamente nada, nem lhe expliquei rigorosamente mais nada, nem lhe mostrei quaisquer números sequer. E por agora é tudo o que tenho a dizer.

14 comentários:

carlos disse...

Snr. Administrador, esclareça-me, por favor:
Esse diálogo que transcreve no final do seu artigo existiu, de facto? Foi produzido pelo Alípio Dias?
Onde vinha publicado?
Se, de facto, é verdadeiro, vem direitinho ao encontro do que eu tenho aqui escrevito, no sentido de que o Dr. Mendes só vomita generalidades para o ar e que não tem projecto, soluções nem ideias para o SCP.
Agora, e ainda mais grave, pretende passar a ideia que conseguiu um acordo com o BCP, que arranjou 50 milhões de euros - como se os bancos dessem "esmolas" a alguém sem contrapartidas - e assim iludir os sócios do SCP.
E depois chama ao Soares Franco indigno e sem honra.

vermelho disse...

amigo Carlos:
Existiu, vem publicado no Jogo.
Abraço.

samsalameh disse...

Cheira-me que esse Mendes anda a fazer visitas cordiais ao Vale e Azevedo...Daqui a nada também diz que irá ter a espinha dorsal da selecção nacional.

Já agora aproveito para responder ao Sr. Ronaldinho que o Idanhense joga este domingo, em casa, às 16h00m, contra o Beneditense!
Allez Idanha, allez!!!

carlos disse...

Caros condóminos:
Estranho o facto de nenhum dos condóminos adeptos do SCP se terem pronunciado, até à data, sobre o que pensam dos candidatos à presidência do SCP.
Tanto mais que tal testemunho era importante, pois que alguns deles já demonstraram terem conhecimento dos bastidores do SCP e das tricas que normalmente não vêm a público.
Apelo, pois, aos dignos condóminbos SCP - e com a devida vénia ao Snr. Administrador - que digam o que tiverem por conveniente sobre tal assunto.

vermelho disse...

amigo Carlos:
Subscrevo, na íntegra, o teu apelo.
Abraço.

VermelhoNunca disse...

Amigo Carlos, respondendo ao seu repto quero referir-lhe que a minha opinião como sócio e accionista do Sporting passa por ,de momento, não manifestar apoio a nenhum candidato, mas ,de qualquer modo, rejeitar a candidatura de Abrantes Mendes, que, penso, não serve os interesses do Sporting. Aliás hoje será um dia importante para tomarmos decisões, pois às 15h30 o presidenteo do Millennium , Paulo Teixeira Pinto, vai reunir-se com a direcção do SPorting, e penso que a encenação de Abrantes Mendes cairá pela base.

carlos disse...

Caro condómino Vermelhonunca:
Muita satisfação me dá saber que também comunga da minha ideia de que a candidatura do Dr. Mendes não passa de uma encenação.
Sentia-me, de facto, desapoiado por ser o único que, neste espaço, vociferava contra a palhaçada que é a candidatura do dito emplastro.
Mais preocupado fiquei quando vi nomes como Manuel Fernandes e Rui Jordão a apoiarem a dita candidatura.
Temia que mais sportinguistas o apoiassem.
Posso agora aperceber-me que alguém tão relevante como o caro condómino - sócio e accionista do Sporting e ilustre comentador bloguista - também considera tal candidatura uma caricatura.
Bem haja, pois, por ter respondido ao meu repto.

VermelhoNunca disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
VermelhoNunca disse...

Amigo Carlos:
Deixo-lhe este pequeno exercício de adivinhação, para se divertir um pouco:
Quem tentou atribuir o conceito 1 voto/1 sócio, alterando o sistema em vigor há dezenas de anos?
Quem passou cheques sem cobertura, cheques que até em montras de lojas se encontravam expostos?
Quem não respeitou os sócios com lugares cativos, obrigando estes a recorrerem aos tribunais?
Quem vendeu património não desportivo sem autorização dos sócios?
Saudações Leoninas

VermelhoNunca disse...

Senhor porteiro, o que acha destas declarações?
"Há pessoas saudosas de aparecer nos jornais», diz Vieira
Luís Filipe Vieira reagiu sem «papas na língua» às recentes declarações de Paula Pinho, vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral, que saiu a público para explicar o mal-estar que José Veiga está a gerar no Benfica."

VermelhoNunca disse...

"Há pessoa que mais vale estarem caladas. Se calhar estavam saudosas de ver as suas fotografias nos jornais, como acontecia no passado. Dessa senhora [a vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral] de certeza que não recebo qualquer lição. E devo dizer que a feira das vaidades acabou definitivamente e não estou a ver que tudo volte a trás, pois as pessoas sabem que foi isso que liquidou o Benfica», finalizou."
Amigos, isto é o benfica do senhor Vieira, a fazer lembrar um pouco a democracia defendida pelo nosso amigo e condómino , senhor E

VermelhoNunca disse...

"Paula Pinho reafirmou à TSF o que havia declarado ao matutino Correio da Manhã, considerando José Veiga «um prepotente cuja relação é difícil com quase toda a gente».

«Trata-se de uma pessoa contratada pelo Benfica para exercer uma determinada função mas o relacionamento que tem é prepotente. Ele não tem uma relação fácil com ninguém ou, vá lá, com a maior parte das pessoas», afirmou Paula Pinho à TSF.

Já em declarações ao CM, a vice-presidente da Assembleia Geral do Benfica, diz «não receber lições sobre o que é bom para o Benfica de um Dragão de Ouro» (referindo-se a José Veiga).

Paula Pinho acusa José Veiga de «criar mal-estar no Benfica seja no balneário com os jogadores, seja com os dirigentes eleitos"

Viva o Dragão de Ouro, o senhor Veiga!!!

VermelhoNunca disse...

Acho que o senhor Porteiro deveria colocar todo este tema em debate.
Apoia-me amigo Carlos? São declarações graves de alguém que serve o benfica, embora isso não importe para o senhor Vieira.

carlos disse...

Caro condómino Vermelhonunca:
Quanto ao desafio que lançou, confesso não ter a certeza sobre a identidade do presidente a do SCP a que se está a referir, mas presumo tratar-se do Jorge Bigodes Gonçalves, atenta a referência aos cheques carecas.

Relativamente às declarações da Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Benfica, concordo inteiramente consigo no sentido de que este tema deveria ser lançado a debate.
Eu próprio já tinha lido a notícia com um indisfarçável sorriso nos lábios - para não dizer que dei umas boas casquinadas ao lê-la - pois que da mesma resulta a prepotência com que o Benfica é dirigido neste momento pelo binómio LFV-JV.
São já muitas, de facto, as situações em que saltam para a praça pública os sinais do mau estar que parece reinar no Benfica entre dirigentes e entre estes e os jogadores, que só os resultados da equipa de futebol têm conseguido abafar no momento certo.
Lembro-me, por exemplo, da história do papagaio, da cena do Simão Sabrosa no aeroporto de Lisboa quando não cumprimentou ostensivamente José Veiga, das declarações do R. Rocha e do Quim, das cenas de batatada entre jogadores nos treinos.
É um assunto deveras interessante para trazer aqui à colacção.