quinta-feira, abril 20, 2006

Eleições no Sporting

Abrantes Mendes reuniu-se com a Administração do Millennium BCP, principal credor do clube; Soares Franco jantou com elementos do Conselho Directivo.
Abrantes Mendes, acompanhado por Jesus Oliveira e Hélder Varandas, reuniu-se com a Administração do Millennium BCP, principal credor do Sporting.
No final, o candidato às eleições mostrava-se satisfeito e reiterou uma das ideias do seu projecto: não será necessário vender património.«Estou muito feliz. Tivemos oportunidade de nos encontrarmos com a Administração do Millennium BCP, nomeadamente com o dr. Alípio Dias, a quem expusemos as nossas ideias e os nossos objectivos.
A reunião correu muito bem, tivemos a melhor abertura e o melhor acolhimento relativamente à metodologia que temos vindo a propor.
É preciso não esquecer que estamos a falar do maior credor do Sporting. Foi-nos dada uma grande esperança e uma grande certeza, de que existe uma alternativa e de que não será necessário vender património», afirmou Abrantes Mendes.
Questionado sobre a eventual ligação do «maior credor» (Millennium BCP) do Sporting ao projecto de Filipe Soares Franco, Abrantes Mendes ripostou: «Não vou entrar nesses domínios. Seria uma indelicadeza da minha parte. Mas uma coisa posso garantir: o Millennium BCP está com o meu projecto, com as minhas ideias.»
Entretanto, na véspera de apresentar a sua lista, Filipe Soares Franco jantou hoje, num hotel de Cascais, com elementos do Conselho Directivo do Sporting.
Uma confirmação: Miguel Ribeiro Telles será o «vice» para o futebol.
Dia curioso aquele que os candidatos à Presidência do Sporting tiveram ontem.
Abrantes Mendes e Soares Franco procuraram anular as vantagens relativas do oponente.
Abrantes Mendes foi falar com a banca por forma a transmitir a ideia de que também dispõe de capacidade negocial com as instituições bancárias.
Soares Franco direccionou a sua atenção para as questões do futebol com vista a equilibrar a sua imagem demasiado colada aos assuntos económico-financeiros.

7 comentários:

carlos disse...

Engraçado, esse Dr. Mendes.
Vai falar com o Millenium e sai da reunião a dizer generalidades - como sempre - procurando passar a ideia de que tem o apoio daquele banco mas sem concretizar nada (e sublinho, NADA) do que se passou na reunião.
Volta a insistir na ideia de que há alternativas à venda do património e não avança com nenhuma alternativa.
Hoje ouvi nas Manhãs da 3 o Fernando "Rouco" Afonso dizer que o Dr. Mendes garante 50 milhões de euros para evitar a venda do património continuando sem esclarecer de onde virá o dinheiro.
Será que pensa ir ganhá-lo na roleta do novo Casino de Lisboa?
Diga coisas, Dr. Mendes, e deixe-se dessas generalidades.
Que credibilidade é que pode ter um candidato destes?
O Soares Franco diz preto no branco que não há dinheiro, que os juros são altíssimos, avança com os números concretos e esclarece que para amortizar as dívidas tem de vender património, referindo o quê e por quanto.
O Mendes limita-se a dizer que não é preciso vender património nenhum, que está tudo resolvido, que tem 50 milhões de euros.
Farto de vendedores de banha da cobra ando eu há muito.

carlos disse...

Caro Snr. Administrador e Amigo Vermelho:
Como já deve ter reparado, o Dr. Mendes irrita-me profundamente, causando-me uma sensação que se poderá situar algures entre o vómito e a diarreia compulsiva.
Se, por mera hipótese académica, ganhasse as eleições para o meu clube, garanto que não me ouviriam falar do SCP enquanto estivesse na presidência.
Anseio, pois, que rapidamente se conclua este processo eleitoral do SCP, para não ter de ouvir mais o Dr. Mendes.
E já agora lançava ao Snr. Administrador o desafio de se debruçar sobre as declarações do LFV, sobre a limpeza do futebol e a sua promessa de não se candidatar enquanto tal limpeza não fosse feita, gostando também que alguém me esclareça a que se refere o Presidente do Benfica.

Zex disse...

Estranho que o post do dia não seja anti-FCPorto, mas ainda não acabou a jorna. Os de ontem foram-no quase todos. O sr.(outra vez) porteiro aderiu, certamente, àquela doutrina religiosa aqui divulgada pelo codomíno Gi: o ressabianismo (não confundir com ressabianço). Ontem foi disparar contra o FCP, contra o Baía (de forma hiper-bacoca) e contra o Carlos Secretário (ridicularizando-o).
É triste !
O que temos como seguro é que os lampiões estão fora de tudo (Liga, Champions e Taça), vão a nove pontos do líder do campeonato, e estã em terceiro lugar !
Bela época !

Caro condómino Carlos:
Comentário sagaz, como é hábito, com o qual concordo em parte !
Mas a qustão que lhe coloco é se também o Soares Franco não é um grande vendedor de banha da cobra ?
Se não são todos os que lá andam ? Como os dos outros grandes, diga-se.
Qual o conceito de notável ?
Que crédito isso traz ao Sporte ?
O que é que esses cem marretas fizeram pelo Sporte ?
Não andaram lá a passear a sua vaidade ?
Falar bem e ter bom aspecto impede-os de vender banha da cobra ?
É certo que foram duas vezes campeões, mas essa seitinha anda lá há, pelo menos, dez anos e levou o Sporte a actual situação de quase bancarrota...
Qual o desfecho final desta caminhada ?

vermelho disse...

Amigo Carlos:
de forma sintéctica dir-te-ei que sabes perfeitamente a quem se refere o LFV. Claro está que é ao PC.
A limpeza passa na essência pela adopção das medidas constantes do célebre Manifesto, entre as quais avulta a saída da arbitragem da Liga.
O LFV é pouco instruído, mas não é parvo nenhum.
Está na fase da encenação própria das recandidaturas dos tidos por "homens providenciais".
Prometo que, oportunamente, me debruçarei com mais tempo sobre este assunto.
Amigo Zex:
os post´s de ontem não são anti-porto.
Os post´s são meramente factuais, sem que nos mesmos se emitam quaisquer juízos de valor.
Quanto ao Baía, apenas afirmei a minha estranheza pelo teor da notícia.
Então, um jornal Croata trazer à estampa declarações do Blatter sobre Baía não é, no mínimo, estranho?!
Por que raio havia o Blatter de se lembrar do Baía!
Fará tudo parte da suposta grande cabala anti-portista que o PC tão bem criou e agita nos momentos que mais oportunos?
A que propósito havia um jornal Croata de inventar uma história daquelas? com que objectivos?
A história tem contornos surreais, é verdade.
Aquela de se pretender vender o Baía é inacreditável.
Aquela de se valorizar com a presença no Mundial, também.
Por isso manifestei a minha estranheza.
Não aprecio o Baía, é certo, mas reconheço que tem uma carreira ímpar no futebol mundial.
Quanto mais não fosse, só pela circunstância de ser o jogador com mais títulos merece o meu respeito.
Apenas o inusitado da história me levou a publicá-la.
No caso do Secretário trata-se de um texto que tenho em carteira faz tempo.
Ontem decidi publicá-lo, pois partilho da opinião aí expressa.
Secretário sempre foi um jogador pouco mais do que sofrível.
Aliás, penso que se exibiu em melhor plano enquanto defesa do que como ala.
A qualidade do texto foi o critério principal da sua publicação.
Enquanto editor deste blog apenas me movo pela minha paixão pelo futebol e pelo Benfica.
Procuro estimular a discussão e, assim, tento "picar-vos", mas não mais do que isso.
Não me move nenhum sentimento anti-portista.
Não me menorizes.
Abraço.

carlos disse...

Condómino Zex:
Concordo consigo em parte.
Quem se quer alcandorar a estes pelouros, quer seja na política, no futebol ou nos bombeiros, não não pretende mais do que encher os bolsos próprios e passear-se nas luzes da ribalta.
Mas entre aqueles que só mandam bocarras para o ar e os que falam em números concretos e que apresentam soluções, não tenho dúvidas em apoiar estes últimos.

VermelhoNunca disse...

Senhor Zex Malvado:
Quando fala em cem marretas está a refirir-se a quê, ou a quem?

Zex disse...

Sr. Unca:
Aos "notáveis", como V. Exa bem sabe !