terça-feira, junho 06, 2006

De indecisão em indecisão até à ruptura?

A situação em torno do processo de renovação do contrato de Polga com o Sporting vai ganhando contornos de indefinição.
Com efeito, apesar das constantes manifestações de tranquilidade em relação ao processo, quer por parte dos responsáveis leoninos, quer pelo lado do representante do jogador, as partes continuam separadas no que respeita aos valores do contrato, com o Olympiacos "à espreita", ansioso por garantir o concurso do internacional brasileiro.
Certo é que, independentemente da posição de Anderson Polga, o emblema verde e branco não está disposto a subir a parada e o mote em Alvalade é claro: nem mais um euro.
O emblema grego já fez saber, junto do empresário Gilmar Veloz, do interesse no defesa-central, tendo mesmo apresentado uma proposta cujo os valores são bem superiores aqueles que o Sporting está disposto a despender.
Aliás, há vários dias com uma proposta leonina em mãos, o jogador está consciente que o emblema português não está disposto a entrar em qualquer tipo de leilão com o Olympiacos, pelo que não pretende aumentar os valores da proposta apresentada.
Perante esta indefinição, os gregos, que haviam estabelecido o dia de ontem como a data limite para a resolução do processo, mantêm-se na expectativa, até porque o próprio presidente dos helénicos está optimista em relação ao desfecho do processo, tendo garantido à Imprensa grega que, caso os leões não igualassem a proposta do Olympiacos, o destino de Polga seria Atenas.
Assim, o futuro depende inteiramente do atleta, que terá de decidir entre a estabilidade proporcionada pela continuidade num ambiente que conhece bem e as vantagens financeiras da proposta grega.
O Sporting continua interessado no concurso do jogador, um elemento importante no esquema de Paulo Bento, mas mantém-se firme na sua intenção de não ir além dos valores já apresentados ao defesa-central, sem medo de recorrer ao mercado de transferências para encontrar uma alternativa válida a um dos elementos mais utilizados pelo técnico – só João Moutinho conheceu mais minutos sob o comando do antigo médio leonino.

1 comentário:

Sousa disse...

Nem o Sporting quer muito o Polga, nem o Polga quer muito o Sporting.
Penso que o divórcio está para breve.
Prevejo regresso de Enakharire.
Saudações cordiais e de estima.