quinta-feira, maio 11, 2006

Ridiculo ou Coerência precisa-se

Ricardo Rocha não se coibiu igualmente de comentar um possível abandono da Luz, desde que a proposta seja muito boa para ambas as partes.
Se nenhum emblema concretizar interesse nos seus serviços, o internacional português diz ficar... a cem por cento. “Quando disse que queria ir tentar o estrangeiro, a pergunta foi-me colocada de outra maneira. Mas claro que se houver essa possibilidade, e se for óptima para mim e fantástica para o Benfica, tudo bem.
Se isso não acontecer, tenho mais quatro anos de contrato, sinto-me bem aqui, sou respeitado por todos, e continuarei de corpo e alma”, justificou.
Se tivermos por pano de fundo as declarações de Ricardo Rocha em Barcelona das duas uma: ou este não é o mesmo jogador ou então no espaço de um mês mudou radicalmente de opinião.
Aliás, já o ano passado havia sucedido episódio similar protagonizado por este jogador.
Admiro algumas das qualidades que evidencia em campo, mas fora dele nem por isso...

5 comentários:

Costa disse...

Sr. Vermelho, o Sr. Visga e o Sr. Kuman também disseram no domingo à noite que o contrato deste com o Benfica era para cumprir até ao fim e no entanto no dia seguinte ....

E, o Piccolli que também disse que tanto lhe dava regressar a Itália como continuar no Benfica, não lhe sugere nenhum comentário????

vermelho disse...

amigo Costa:
o que o veiga disse foi que o Koeman só não ficava se não quisesse.
A estratégia do veiga passava por não afirmar o desinteresse do SLB na continuidade do Koeman por forma a "sacar" uma compensação pela sua saída, o que, aliás, diga-se conseguiu.
Quanto ao Miccoli fiquei contente por saber que tanto lhe dava ficar como regressar a Itália.
Só demonstra que está bem em Portugal.
Pôr em plano de igualdade o regresso ao seu País Natal e a continuidade no estrangeiro diz bem de quão agradado está com a sua estada em Portugal.
Alguém que se encontra emigrado quer sempre regressar ao País de origem, a menos que se sinta muito bem no País de acolhimento.
Abraço.

Costa disse...

Sr. Vermelho, saúdo e agradeço a sua resposta.
Mas, se bem entendo os motivos relativamente a Koeman, já assim não sucede com a explicação dada para o caso Piccoli, pois ano passado o Trapalloni também queria regressar ao seu (dele) país e foi o que se viu, queria era pôr-se a léguas do Benfica. Daí que sendo também o Piccoli italiano, por ventura será uma maneira MAFIOSA de dizer, TIREM-ME DAQUI!
Não acha?
Abraço também para si!

vermelho disse...

amigo Costa:
Como já devia estar à espera, não acho. São opiniões.
Abraço.

Costa disse...

Caro Sr. Vermelho.
O Sá Pinto também já continua no MAIOR. É uma verdade inabalável aquilo que não o era no dia anterior; faz parte do FUTEBOL. Por isso deixe lá o Ricardo Rocha.
Abraço