quinta-feira, julho 20, 2006

Um bom negócio para um jogador no último ano de contrato

O Blackburn Rovers voltou à carga por McCarthy e já terá avançado com uma proposta para a aquisição do jogador a rondar os 3,5 milhões de libras, qualquer coisa como cinco milhões de euros.
De acordo com o jornal inglês, Daily Mirror, as conversações entre os dois clubes e o jogador já estarão bastante avançadas e pode mesmo ser desta que McCarthy cumpre o sonho de jogar na Premiership.
O interesse do Blackburn e em particular do seu treinador, Mark Hughes, no ponta-de-lança sul-africano não é de agora.
De facto, já na última temporada o Rovers fez uma investida por ele, chegando a oferecer cerca de seis milhões de euros para garantir a transferência, que acabaria por esbarrar na intransigência do FC Porto relativamente ao pagamento da cláusula de rescisão do jogador - nove milhões de euros - para permitir a sua saída.
Aliás, o Blackburn não foi a única equipa a tentar levar McCarthy para Inglaterra.
Há dois anos, foi o Everton que esteve perto de o conseguir e ainda na última temporada, o West Ham chegou a oferecer os tais nove milhões de euros mencionados na cláusula de rescisão.
Na altura o negócio não avançou porque a oferta foi feita em cima do final do prazo de inscrições, numa altura em que a cláusula de rescisão já não se aplicava e quando o FC Porto não tinha tempo para encontrar uma alternativa ao sul-africano. As coisas são bem diferentes agora.
Pinto da Costa já reconheceu que o jogador se encontra no lote de negociáveis pelo clube e até o empresário admitiu que estava à procura de uma saída, pelo que estão reunidas as condições para que a transferência se concretize nos próximos dias.
De resto, a contratação de Hesselink, a grande prioridade do FC Porto e em particular de Co Adriaanse, depende da capacidade dos portistas para gerarem receitas.
Os cinco milhões de euros que o Blackburn pagaria pelo avançado sul-africano poderiam dar um novo impulso às negociações do FC Porto com o PSV para a contratação de Hesselink. A confirmar nos próximos dias.

2 comentários:

Zex disse...

Têm que o vender senão, para o ano, não recebem nada !
E depois ir atrás dessa fixação do Jacobsen Adriaanse que é o Hesselink, aquilo a que se chama um verdadeiro matacão, ou calhau com dois olhos, desprovido de técnica. Só serve para o "chuveirinho"...
Mas se calhar para isso já lá andava um que emprestaram...

vermelho disse...

amigo zex:
novamente, totalmente de acordo contigo.
abraço