quarta-feira, julho 12, 2006

Aí está Miccoli!

Miccoli vai representar o Benfica por mais uma temporada, depois de o clube encarnado ter acertado, com a Juventus, um novo empréstimo do avançado por uma temporada, garantindo opção de compra no final da época.
O dianteiro transalpino, que renovou, por quatro anos, o contrato que o liga ao emblema de Turim, chegou ontem à noite (às 22h45 locais, menos uma hora em Portugal) ao hotel onde o Benfica se encontra instalado, na localidade suíça de Yverdon.
O jogador viajou acompanhado de José Veiga, director-geral do futebol encarnado, do seu empresário, Francesco Caliandro, e de Gaetano Marotta, responsável da Gamasport, empresa que organiza o estágio.
O namoro entre o jogador e o emblema da águia durava já há algum tempo, e apenas a complicada situação que vive a Juventus – devido ao escândalo de corrupção que abalou o futebol transalpino – atrasou a consumação de um casamento desejado por ambas as partes.
O Benfica tinha tudo acertado com a Juventus desde sexta-feira passada, mas apenas ontem José Veiga se deslocou a Turim para ir buscar o jogador que, desde o final da temporada passada, afirmara diversas vezes querer permanecer de águia ao peito.
À chegada ao hotel, Miccoli foi recebido por cerca de duas dezenas de adeptos encarnados, que, tomando conhecimento da notícia de que o jogador iria chegar, não perderam a oportunidade de ir vê-lo e incentivá-lo.
Já no interior do hall do hotel encontrava-se o técnico Fernando Santos, que trocou cumprimentos e algumas palavras com o seu novo atleta.
Não tendo prestado qualquer declaração à chegada, Miccoli agradeceu apenas o apoio dos adeptos, começando hoje mesmo a trabalhar com o plantel, por forma a recuperar rapidamente do atraso na preparação, uma vez que o Benfica já se encontra em estágio há mais de uma semana.
Horas antes, Miccoli referia ao sítio "Sportal.it" que a ideia de regressar ao Benfica era muito interessante: "Estou bem em Lisboa e ficaria muito agradado com a possibilidade de voltar ao Benfica." Nessa altura, o avançado jogava ainda um pouco à defesa, pois já sabia que o seu futuro passava pela Luz.

15 comentários:

Kubas&SLB4Ever disse...

Graças a Deus.. Grande reforço

carlos disse...

Sinceramente, tenho seguido com alguma estranheza os comentários que se vão fazendo sobre a continuidade ou não de Micolli na Luz.
A continuidade de Miccolli no Benfica tem sido analisada como se de um reforço se tratasse, como se estivessemos perante a contratação de um novo jogador para o plantel benfiquista.
Ora, Micolli não jogou já o ano passado na Luz?
Não é já um jogador do clube, ainda que emprestado?
Reforço porquê?
Se Simão não sair será um reforço?
Se Manuel Fernandes não sair será um reforço?
Porque é que a continuidade do Micolli é vista como um "reforço"?
Se Koke continuasse no SCP seria um reforço?
Se o FCP comprar em definitivo os restantes 50% do passe do Lucho Gonzalez será um reforço do plantel?
Sinceramente não percebo.
A menos que, à míngua de novas contratações ou de contratações de peso, se venha apresentando a continuidade do Micolli como reforço para dar a ideia de que se estão a contratar novos jogadores.
Assim além do Rui Costa, do Paulo Jorge e do Katsouranis, o Benfica, esta época, contratou também o Micolli.
E todos aquelres jogadores que se falou que sairiam e que afinal se mantiveram no plantel - Quim, Ricardo Rocha, Manuel Fernandes...

vermelho disse...

amigo Carlos:
Dado que o Benfica não accionou a tempo a claúsula de opção de que dispunha para a compra do passe, não posso deixar de considerar o jogador como um reforço.
O vínculo que o ligava ao clube acabou e necessário foi negociar uma outra cedência.
Um jogador emprestado apenas pertence aos quadros do clube durante o período de cedência.
Congratulo-me com a aquisição do Miccoli para a nova temporada, pois que penso tratar-se de uma verdadeira mais-valia.
Espero e desejo que as lesões não o apoquentem para que possa expressar na pleinitude as suas imensas capacidades.
Neste momento, penso que seria necessário ao Benfica adquirir mais dois jogadores, isto partindo do princípio que Simão sai.
Um defesa esquerdo e um médio interior esquerdo que possa fazer a ala.
Estou convicto que um dos reforços a contratar resultará do negócio Simão e que o defesa esquerdo poderá nem sequer vir a ser contratado, caso Tiago Gomes se afirme no estágio de pré-época.
Aliás, a introdução do conceito de jogador residente poderá vir a revelar-se decisiva na constituição de alguns plantéis.
Abraço.

carlos disse...

Amigo Vermelho:
Concordo consigo interiramente sobre o valor do Micolli.
É de facto, um bom jogador, como já o provou o ano passado.
Não é isso que está em questão.
O que eu critiquei foi considerar-se reforço da equipa a manutenção de um jogador que já fazia parte da mesma a época passada.
É óbvio que, tecnicamente, para a manutenção do jogador na equipa importa novas negociações, novas cláusulas, novos pagamentos, etc.
Mas, em rigor, não se trata de um reforço.
Assim como não considero que a manutenção do Caneira no SCP, este ano, seja um reforço, também não acho que seja um reforço a continuidade do Micolli no Benfica
Reforço, como tenho entendido, é a contratação, por empréstimo ou por compra, de um novo jogador, de um jogador que não fazia parte da equipa o ano passado.
Só assim se poderá dizer que a equipa foi "reforçada".
Veja a hipótese - absurda, é certo - de os 11 jogadores titulares de uma equipa serem emprestados.
Se esses empréstimos se renovarem na época seguinte, poder-se-á dizer que essa equipa se "reforçou" com 11 jogadores?
Parece-me que não.
Pelo contrário, o que se diria, nessa caso, é que a equipa não se reforçou com nenhum jogador, tendo mantido a mesma equipa da época passada.
É neste sentido que critico a utilização da expressão reforço neste caso de renovação de empréstimos.

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, espero que na apresentação do plantel de cada equipa para a próxima época, inclua Anderson Polga como reforço do Sporting, seguindo a sua leitura para o caso Micolli, e mesmo Liedson pode ser considerado meio-reforço.

vermelho disse...

amigo Vermelho Nunca:
o vínculo de Polga para com o Sporting nunca se extinguiu.
O jogador renovou um contrato pré-existente, mediante a alteração de algumas claúsulas contratuais.
Depois, é preciso notar que, enquanto o passe de Polga pertenceu sempre ao Sporting, o de Miccoli pertenceu sempre à Juventus, tendo os seus direitos desportivos sido cedidos por uma temporada ao Benfica (tal qual sucede esta época.
São situações sem ponta de comparação.
Abraço

VermelhoNunca disse...

O jogador Anderson Polga terminava o contrato com o Sporting no final desta época desportiva, sendo livre de decidir o seu futuro, pois era dono do seu passe. A questão de Polga é essa. Assinou um novo contrato com o Sporting, é um novo reforço. Esta é a minha leitura, seguindo os parâmetros que regem a sua leitura no caso Micolli.
É claro que eu estou de acordo com o amigo Carlos, Micolli não é nenhum reforço para o benfica, tal como Polga não o é para o Sporting. Ambos jogavam o ano passado, daí que a minha leitura seja coincidente com a do condómino Carlos.

vermelho disse...

amigo Vermelho Nunca:
Terminava, não terminou, aí reside precisamente a diferença (embora tenha esta discussão por estéril).
Abraço.

VermelhoNunca disse...

Sim,esta discussão não nos leva a ladao nenhum. Posso talvez fazer-lhe uma última pergunta: sabe se Polga já assinou contrato com o Sporting?

Zex disse...

O blogger, quando lhe convém, confunde deliberadamente perspectivas jurídicas com jornalísticas. Do que se trata não é, penso eu, de uma diferença jurídica ou de qualquer outro preciosismo que considere que se trata de um reforço.
Naturalmente que Piccoli não é um reforço !
Já lá estava na época passada !
Não veio fortalecer mais a equipa !
Que este tipo de informação seja apanágio dos jornais desportivos já é normal. Mas, muito sinceramente, esperava mais do blogger !
Está coberto de razão o condómino ex-zelador !

VermelhoNunca disse...

Amigo Zex, para melhor leitura da "nossa" posição:
reforço- acto ou efeito de reforçar;
peça que se junta a outra para a tornar mais forte.
Ora se já lá estava o ano passado...

Zex disse...

Sr. Lhunca:
Sempre em cima do acontecimento, como é timbre de V. Exa.
Estranho a ausência do blogger...
Terá engolido algum sapo ?

Zex disse...

Ou será que se engasgou a comer uma Pita Shoarma ?

VermelhoNunca disse...

Amigo Vermelho, como não respondeu à minha questão relativa a Polga, fica aqui a prova que ele era um jogador sem contrato, ou seja é um novo reforço, na sua óptica.
"Polga com «preto no branco»
Anderson Polga assinou, esta tarde, finalmente, a renovação de contrato com o Sporting. «Já tudo estava acertado há muito tempo, por isso foi praticamente só assinar», afirmou o defesa brasileiro.".

VermelhoNunca disse...

E mais uma confirmação-
"Gilmar Veloz, empresário de Carlos Paredes, confirmou hoje que o médio paraguaio já é jogador do Sporting, faltando apenas assinar o contrato válido por três épocas"